Matérias Mais Lidas

João Gordo: ele comenta treta com Digão do Raimundos, que o chamou de pela sacoJoão Gordo
Ele comenta treta com Digão do Raimundos, que o chamou de "pela saco"

Rodox: quando baterista estragou show da banda após João Gordo vê-lo rezandoRodox
Quando baterista estragou show da banda após João Gordo vê-lo rezando

Cavalera Conspiracy: Max confessa que mentiu a Iggor sobre primeiro álbum da parceriaCavalera Conspiracy
Max confessa que mentiu a Iggor sobre primeiro álbum da parceria

Resenha - Vera Cruz - Edu Falaschi
Resenha - Vera Cruz - Edu Falaschi

Guns N' Roses: as diferenças entre Steven Adler e Matt Sorum, segundo Gilby ClarkeGuns N' Roses
As diferenças entre Steven Adler e Matt Sorum, segundo Gilby Clarke

Raimundos: Digão revela que recebeu proposta astronômica para reunião com RodolfoRaimundos
Digão revela que recebeu proposta "astronômica" para reunião com Rodolfo

Max Cavalera: como ele desistiu de detonar o Sepultura em Eye for an Eye, do SoulflyMax Cavalera
Como ele desistiu de detonar o Sepultura em "Eye for an Eye", do Soulfly

Iron Maiden: a reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce DickinsonIron Maiden
A reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce Dickinson

Sebastian Bach: quando o pai do Bon Jovi ameaçou matá-loSebastian Bach
Quando o pai do Bon Jovi ameaçou matá-lo

Sepultura: Max Cavalera admite que copiou Black Sabbath em Roots Bloody RootsSepultura
Max Cavalera admite que copiou Black Sabbath em "Roots Bloody Roots"

Edu Falaschi: em exclusiva, ele conta tudo sobre Vera Cruz, seu 1º álbum soloEdu Falaschi
Em exclusiva, ele conta tudo sobre "Vera Cruz", seu 1º álbum solo

Nirvana: por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da bandaNirvana
Por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da banda

Kiss: Vinnie Vincent está vendendo suas letras manuscritas por 50 mil dólaresKiss
Vinnie Vincent está vendendo suas letras manuscritas por 50 mil dólares

Mamonas Assassinas: a história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloideMamonas Assassinas
A história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloide

Iron Maiden: banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021Iron Maiden
Banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021


Edu Falaschi - Vera Cruz
Pentral

Resenha - Let It Bed - Arnaldo Baptista

Por Mário Pacheco
Em 05/05/04

Da estufa do Noôvôoar, homestudio elétrico em Juiz de Fora, um paciente jardineiro milagrosamente converte o ornamento da flor em pétalas de explicações. Foram necessários 14 anos para que as três primeiras peças da coroa surgissem: "Balada do Louco", "Give Peace a Chance" e "Um Filho e um Cachorro" e agora nove pétalas restantes emergem da ciência. Alvas ou diversamente coloridas, livres entre si ou crescidas em conjunto e muitas desiguais.

Artista: Arnaldo Baptista

Disco: Let it Bed

Produtores: John & Rubinho Troll (como nos tempos do Último Número)

Período da gravação: junho a setembro de 2003.

Programadores: Fabiano Fonseca & Daniel Albinati (Banda Digitaria)

Estúdios: Andar Studios/Noôvôoar

Selo: NET

Repertório:

Gurum Gudun / To Burn or Nott to Burn / LSD / Deve Ser Amor / Encantamento / Aí Garupa / Tacape / Carrossel / Cacilda

"Let it Bed" é o ornamento da flor, da flor anterior "Disco Voador". Sua gestação começa em 1989 e enquanto projeto continha uma versão em inglês do velho sucesso dos Mutantes "Ando Meio Desligado" ("I Feel a Little Spaced Out"). E uma tríade de nomes: "let it bed", "let it bird" e "let it bread". Vingou o primeiro.

Arnaldo realizou um Cd mesmo, um produto que variou até o seu final. Assistido. Conseguiu equilibrar o produto final para quem ouça e o identifique como mais uma obra sua. Arnaldo se esforçou para extender os arranjos até alcançar os limites nas suas limitações de reflexo e velocidade nos improvisos; não distante do que os velhos fãs conhecem e o novo público gostaria de ver. Então, o disco é isso e é muito importante. O que ele faz e o que foi gravado e suas variações.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Acho que as gravações de Arnaldo vêm de fábrica com um caos embutido. Ele foi se soltando aos poucos, mas em todas as faixas seus takes tiveram que ser cifrados para que pudessemos captar ao máximo sua intenção". Fala do guitarrista John, produtor do disco.

Arnaldo queria tocar todos os instrumentos. Rubinho Troll e John instalaram um computador na casa do Arnaldo e foram registrando tudo. E não sabemos até que ponto as músicas estavam "prontas" e tudo se respirou e respeitou o seu olhar e sua maneira truncada/tosca/louca de ver. - Maravilha!

Leblon-RJ. 22 de abril de 2004

Via ECT (registrado), o cd master do "Let it Bed", chega à casa de Lobão. Enquanto as cervejas ficam gelando, somente dois dias depois, eles poderão ouvir o disco no sábado. Lobão espera Byra e sua mulher Clara, pra todos juntos ouvirem em primeira audição!

Finalizada a audição do "Let it Bed", Byra (velho fã do mutante) ficou impactado! E falou tanto dele num bar que enlouqueceu os amigos. Byra chorou a madrugada inteira:

- Modernidade, letras fantásticas e arranjos singelos... sem palavras..

A faixa escolhida para abrir "Let it Bed" é uma reminiscência dos velhos tempos e temas acústicos rurais de Arnaldo (a exemplo da faixa "Tiroleite" do último Lp de Rita com os Mutantes - "Hoje é o último dia do resto da sua vida". "Gurundum" abre com mugidos e sons caipiras do interior sublinhados por uma sanfona, talvez, seja uma rancheira mutante ou uma musica que o avô deles cantava...

"LSD", é um mantra, lisergicamente e exaustivamente, a voz dobrada várias vezes de Arnaldo repete: "Louvado Seja Deus que nos deu o rock'n'nroll". Curto comentário: demais!!!

"Garupa", "Tacape", "Bailarina" e "LSD" são as faixas que colam no ouvido e na mente!!!! "Tacape" traz uma voz feminina muito singela, será a voz sampleada da Célia Porto?

Nas palavras de Lobão: "Tudo é muito bom, tudo é muito rock'n'roll, tudo respira Arnaldo com suas letras em inglês e seu 'humor quântico'."


Outras resenhas de Let It Bed - Arnaldo Baptista

Resenha - Let It Bed - Arnaldo Baptista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Arte Musical
Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Heavy Metal: O início do movimento e a origem do termoHeavy Metal
O início do movimento e a origem do termo


Sobre Mário Pacheco

Este corpo nasceu em Osasco/SP e desde dezembro de 1975, mora em Brasília. Em 1982, comecei fazendo fanzines, depois livros, cds e vídeos. Há um ano, assino e faço a edição de textos do site www.dopropiobolso.com.br.

Mais matérias de Mário Pacheco no Whiplash.Net.

 
 
 
 

[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive]