Copa do Mundo do Rock: Uma música para cada Seleção

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Falta pouco para a Copa do Mundo. Daqui alguns dias, grande parte do planeta vai estar respirando futebol durante 30 dias.

Bandas Novas: 10 coisas que vocês jamais devem dizer no palcoMax Cavalera: "Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Durante esse tempo pré Mundial, pipocam propagandas com jogadores, treinadores e demais profissionais que estarão presentes na Copa. Analisando essas propagandas, relembrei de músicas que as emissoras de televisão criavam para incentivar a seleção brasileira. Como o pensamento foi longe, pensei que cada seleção deveria ter uma música que a identificasse.

Depois de muito tempo de pesquisa e análises profundas, consegui terminar a lista, que você confere abaixo. Divirta se!

Rússia: "Coming Home" (Stratovarius) - A Rússia é dona da casa, coisa e tal. Se não fosse por isso, não participaria da Copa, pois o time é horroroso (ocupa o lugar de número 66 no ranking da FIFA). Portanto, já vão começar a Copa "voltando pra casa". Ainda bem que não precisarão andar muito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Arábia Saudita: "Money For Nothing" (Dire Straits) - De todas as seleções participantes, só existe uma que está abaixo da Rússia no ranking da FIFA: a Arábia Saudita. Ironicamente, os sauditas gastam rios de dinheiro com o futebol local. Não conseguem fazer um campeonato forte, tampouco montar uma seleção competitiva. Literalmente, "dinheiro para nada".

Egito: "Seasons In The Abyss" (Slayer) - Essa entrou na lista única e exclusivamente pelo clip, gravado no Egito! Um belo incentivo para Salah e sua turma!

Uruguai: "Metal Maloka" (Claustrofobia) - Poucas seleções encarnam o espírito maloqueiro do Claustrofobia quanto a uruguaia. O futebol mais sangue no olho do planeta!

Espanha: "A Change of Seasons" (Dream Theater) - O futebol da Espanha se assemelha a esse clássico do Dream Theater: muito técnico, bem executado, mas se você não tiver paciência...

Portugal: "I Stand Alone" (Godsmack) - Não precisa ser muito esperto pra saber que a seleção de Portugal se resume em um único homem, que se mantém sozinho na maioria das vezes.

Irã: "Flores" (Titãs) - A seleção do Irã não tem muita tradição em Copas do Mundo. Na verdade, o único momento relevante proporcionado pelos iranianos foi quando trocaram flores com a seleção dos Estados Unidos na Copa de 1998. Portanto...

Marrocos: "Sultan's Curse" (Mastodon) - A seleção de Marrocos participou da Copa de 1998, e estava no grupo do Brasil. E de 1998 até 2014, nem o Marrocos, nem as outras duas seleções do grupo do Brasil (Escócia e Noruega) voltaram a participar de um Mundial. Coube aos marroquinos a tarefa de encerrar essa maldição.E maldição (essa, um pouco mais séria) é o tema da música de abertura do ótimo "Emperor of Sand", do MASTODON.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

França: "Still Unbroken" (Lynyrd Skynyrd) - A seleção francesa vive alternando altos e baixos. Costumeiramente, alterna grandes momentos com vexames gigantescos. Porém, quando menos se espera, ressurge das cinzas, surpreendendo a todos. Mesmo remando contra a maré algumas vezes, sempre estão vivos, e na maioria das vezes, saem intactos.

Austrália: "It's a long Way to The Top (If You Wanna Rock And Roll)" (AC/DC) - A música deveria mudar de nome para "It's a long Way to The Top (If You Wanna World Cup)". A Austrália tem que dar um rolê gigante pra participar da Copa. Não bastasse ter que disputar as Eliminatórias pela Ásia (já que na Oceania a concorrência é pífia), ainda não pegaram vaga direta, e depois de DEZOITO jogos, tiveram que enfrentar a Síria duas vezes. Tudo isso pra provavelmente passar vergonha na Rússia...

Peru: "I Miss You" (Blink 182) - A música já deve estar tocando no país inteiro, já que seu principal jogador não poderá atuar. Tudo leva a crer que durante a Copa, jogadores e comissão técnica irão derramar muitas lágrimas ao som desse grande clássico emo de anos atrás. "Hello, Paolo, the angel from my nightmare..."

Dinamarca: "Tribute To The Past" (Gamma Ray) - Os momentos gloriosos da Dinamarca (DINAMÁQUINA, para os íntimos) ficaram no passado, e merecem ser relembrados!

Argentina: "I'm alive" (Helloween) - Alguns trechos desse clássico explicam bem como Messi se sente atuando ao lado de tanta gente ruim: "Você tem tanto poder por dentro,Então chore meu amigo..."; "Você é um rei, não consegue ver sua coroa, olhe em meus olhos...
Tantas coisas esperando para serem feitas
Você apenas precisa de um amigo..."
Além disso, não podemos esquecer que a Argentina SEMPRE está viva.

Nigéria: "Shake It Out" (Suicidal Tendencies) - O jogo da Nigéria lembra bem uma música do Suicidal Tendencies: muito ritmo, clima agitado e tal. Porém, é um estilo de jogo bem suicida, principalmente pelo fato da defesa ficar sempre exposta. Mesmo assim, garante ótimos momentos de diversão.

Islândia: "United" (Judas Priest) - A seleção mais querida da imprensa brasileira é sinônimo de muita união entre os jogadores e o povo islandês. Nada mais adequado do que essa maravilha escrita pelo Judas Priest.

Croácia: "You Get What You Give" (New Radicals) - Em 1998, essa música foi um dos maiores sucessos do mercado fonográfico. Depois disso, o grupo não fez absolutamente mais nada de útil. Pois bem, a Croácia também. Depois de surpreender o mundo e ficar com o terceiro lugar na Copa de 1998, os croatas colecionam decepções.

Brasil: "Party Hard" (Andrew W.K.) - A seleção campeã do oba oba, que encara o futebol como uma festança.

Sérvia: "Stormbringer" (Deep Purple) - A Sérvia já foi Iugoslávia e Sérvia & Montenegro. Já teve muitas encarnações, da mesma forma que o DEEP PURPLE. Tal qual a lendária banda, as formações antigas são lembradas com mais carinho.

Suíça: "Hard As A Rock" (AC/DC) - Dona do jogo mais burocrático do planeta, a Suíça tem uma linha de defesa dura como uma rocha.

Costa Rica: "The Clansman" (Iron Maiden) - Sabe aquela música boa, de um disco que você não espera nada? Então, é o mesmo que se esperava da Costa Rica na última Copa. De uma seleção que iria ser saco de pancada pra uma quase semifinalista.
Quase a mesma coisa de "The Clansman", grande música do "polêmico" "VIRTUAL XI".

Alemanha: "Reconquering The Throne" (Kreator) - Depois de alguns anos longe das maiores glórias, de 2002 pra frente, a Alemanha está sempre realizando grandes campanhas. Como são atuais campeões, em 2018, os alemães tentarão reconquistar o trono.

Suécia: " Strength Beyond Strength" - Os caras passaram por França e Holanda nas Eliminatórias. Na repescagem deixaram a Itália pra trás. E na copa, caíram no grupo da Alemanha. Os suecos terão que ser STRONGER THAN ALL pra passar de fase.

México: "We Only Say Goodbye" (Fates Warning) - Maiores representantes do "jogaram como nunca,perderam omo sempre", os mexicanos honram o título dessa música. Afinal, participam da copa apenas para dar adeus.

Coréia do Sul - "Blurry" (Puddle of Mudd) - Lembra do caso da Croácia? Quatro anos depois, a Coréia do Sul repetiu a dose.
Da mesma forma que a música "Blurry", que fez maior sucesso em 2002, e depois tomou Doril, a Coréia alcançou o quarto lugar na Copa (daquele jeito, é bem verdade), e aparentemente, curte férias até os dias atuais.

Bélgica: "Hail To The King" (Avenged Sevenfold) - Uma rapaziada jovem, que causa polêmica entre os mais saudosistas, mas que faz um trabalho legal. Serve tanto pra "ótima geração belga" quanto pro Avenged Sevenfold.

Inglaterra: "No Hope In Sight" (Paradise Lost) : Se existe uma seleção que não consegue despertar esperança nem no mais fanático torcedor, essa seleção é a da Inglaterra.

Tunísia: "Dawn Patrol" (Megadeth) - Saca aquelas músicas que só entram no álbum pra preencher espaço? Mais ou menos o que a Tunísia vai fazer na Copa.

Panamá: A duração dessa música resume bem como será a passagem do Panamá pela Copa. Curta e nada marcante.

Polônia: "The Boys Are Back In Town" (Thin Lizzy) - O Thin Lizzy fez muito sucesso durante as décadas de 70 e 80. A seleção da Polônia também. De lá pra cá, com formações diferentes, tentam repetir o sucesso, mas não conseguem nem chegar perto do que já foram um dia. De qualquer forma, os garotos estão por aí de novo!

Senegal: "Correria" (Korzus) - Pra resumir o jogo do Senegal, nada melhor do que o título dessa música!

Japão: "Good Times, Bad Times" (Led Zeppelin) - A seleção do Japão alterna uma Copa com resultados ruins, e uma Copa com resultados mais legais. Como em 2014 foi eliminada na primeira fase, tudo leva a crer que em 2018 os japoneses passem por "good times" ao invés de "bad times".

Colômbia: "Rock and Roll All Night" (KISS)- Um jogo de muita ginga e muita festa!

E aí, gostaram da lista?

É só dar o play e partir pro abraço!!!

Comente: Trocaria alguma?


Copa de 2018

Copa: Argentina vai à Rússia em avião dos Rolling StonesCopa
Argentina vai à Rússia em avião dos Rolling Stones

Copa do Mundo: E se as nações trocassem os hinos por Rock 'n Roll?Copa do Mundo
E se as nações trocassem os hinos por Rock 'n Roll?

Pearl Jam: Vedder vaiado por ter zoado time de futebol da HolandaPearl Jam
Vedder vaiado por ter zoado time de futebol da Holanda

Mick Jagger: chamado de "pé-frio da Copa" após foto com Luciana Gimenez

Eddie Vedder: vaiado após piada sobre Copa com holandeses

Copa do Mundo Metal: Veja as bandas representantes de cada seleçãoCopa do Mundo Metal
Veja as bandas representantes de cada seleção

Britpop: A origem do grito "It's Coming home"

Todas as matérias sobre "Copa de 2018"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Copa de 2018"


Bandas Novas: 10 coisas que vocês jamais devem dizer no palcoBandas Novas
10 coisas que vocês jamais devem dizer no palco

Max Cavalera: Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!Max Cavalera
"Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!"


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280