Guitarra: Dez passos para ser um grande improvisador Pt2

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Mingues da Silva, Fonte: Blog Guitarpedia
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nesse post vamos continuar com a segunda parte das 10 dicas fundamentais, para você desenvolver a sua improvisação, e acelerar a sua evolução musical.

Acesse já www.guitarpedia.com.br e conheça o mais completo site de aulas de guitarra online, com mais de 700 aulas, para todos os níveis de estudantes.

6) Ouça os músicos ao seu redor
Ao improvisar, muitas vezes podemos sentir a inspiração se dissolver entre nossos dedos até secar totalmente. Tornar-se mais consciente do que os outros músicos estão fazendo, e se esforçar para criar uma conversa musical com os seus colegas, irá gerar uma atmosfera muito propícia à criatividade. Manter-se concentrado apenas na sua guitarra dificultará uma criação espontânea realmente significativa, já que desta maneira você ficará alheio a qualquer estimulo externo que poderia servir como gatilho para a sua inspiração.

7) Comunique-se naturalmente
É importante lembrar que tocar guitarra é como aprender uma nova língua, para nos tornarmos fluente em um idioma, precisamos naturalmente desenvolver uma linguagem própria que é fruto da audição e prática diária deste linguajar. Isso também se aplica a guitarra, ou seja, a melhor maneira de desenvolver suas habilidades de improvisação é simplesmente improvisar cada vez mais.

8) Cuidado para não pensar demais
Quando improvisamos é muito importante saber sobre escalas, teoria, frases, licks, etc. Tudo isso pode ser de grande ajuda quando estudamos e temos metas a alcançar, mas em muitos casos confiar em nossos instintos pode ser o melhor dos caminhos, deixar o dedo fluir pelas cordas buscando a sonoridade mais agradável aos ouvidos, pode ser tão eficaz e prazeroso como saber centenas de escalas.

9) Seja imprudente, se necessário, e se divirta
É bom correr riscos de vez em quando, a obcessão pelo perfeccionismo pode interromper o seu fluxo de ideias, seja ousado! É melhor tentar algo novo sem saber ao certo se vai funcionar, do que se manter em sua zona de conforto todo o tempo e soar tedioso.

10) Aplique a teoria com musicalidade
Não há problema nenhum em saber o máximo de escalas e arpejos possíveis, muito pelo contrário, é de extrema importância. Porém tocar as notas de uma escala repetidamente pode parecer sem sentido se você não estiver o tempo todo procurando ser criativo. Tente ficar ciente do caráter único que cada nota ou escala possui em relação ao contexto harmônico. Uma abordagem interessante é passar algum tempo improvisando frases inteiras em apenas uma corda, tal exercício irá lhe obrigar a pensar de maneira mais ‘vocal’ e impedirá que os dedos toquem uma série de padrões já decorados.

Visite o site www.guitarpedia.com.br, para saber mais sobre esse e muitos outros assuntos, curta a nossa página no facebook para interagir conosco, e coloque as nossas dicas em prática agora mesmo!

Veja a primeira parte no link abaixo:
1044 acessosGuitarra: Dez passos para ser um grande improvisador Pt1

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Guitarras FeiasGuitarras Feias
O maior acervo da Internet é brasileiro

17 acessosPreço: quanto mais caro, melhor o instrumento?306 acessosBateria: como mudar a afinação da caixa no meio do show99 acessosGuitarpedia: 11 dicas para um comportamento mais profissional - Pt1863 acessosHerman Li: a técnica de guitarra que ninguém parece ensinar hoje0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Instrumentos"

GuitarpediaGuitarpedia
Você conhece a escala pentatônica?

Lojas de guitarraLojas de guitarra
Um novo círculo do inferno para músicos iniciantes

GuitarraGuitarra
Em vídeo, o solo mais destrutivo que você já viu

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Instrumentos"

InstrumentosInstrumentos
Muito antes do Led Zeppelin, a origem da guitarra gêmea

Dream TheaterDream Theater
Baterista Mike Portnoy revela seus 10 álbuns favoritos

Black SabbathBlack Sabbath
O acidente que tirou as pontas dos dedos de Iommi

5000 acessosSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Jim Carrey5000 acessosComo Conservar e Recuperar Cordas de Baixo5000 acessosOzzy Osbourne: dando "chega mais" em Mônica Apor na coletiva5000 acessosMotörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura5000 acessosVan Halen: Gary Cherone comenta ataques de Ed e CD que nunca saiu5000 acessosDuff McKagan: expressando sua admiração pelo Nirvana

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Thiago Mingues da Silva

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online