Led Zeppelin: a música que influenciou a banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Allan Francisco G. Camilo
Enviar correções  |  Comentários  | 

Grande por ser um dos últimos grupos dos anos 60 e um dos primeiros dos anos 70, LED ZEPPELIN se insere logo no começo da era psicodélica, na chegada da era do rock progressivo e heavy rock que a banda posteriormente definiria. Desde o início tocavam em grandes arenas, sendo uma das primeiras que se expandiu exatamente nesse aspecto, tornando-se permanentemente uma “banda de estádio”. Eram descendentes diretos dos YARDBIRDS, parte de uma tradição que incluia THE WHO, CREAM, JIMI HENDRIX (e sua banda) e o grupo do JEFF BECK, sendo que esse último foi praticamente a base da constituição do LED ZEPPELIN.

1373 acessosSteve Vai: no palco com banda cover feminina do Led Zeppelin5000 acessosPaulo Schroeber: nota oficial sobre falecimento do guitarrista

Inovadores, tocavam um tipo de rock n’ roll pesado diferente do tipo “pancada” do BLACK SABBATH, havia definição clara da profundidade, possivelmente vindos da combinação de influências dos integrantes. Por exemplo, o vocalista ROBERT PLANT tinha influências diretas do soul e do gospel. Amava música folk (como BERT JANSCH, JOHN RENBOURN e DAVEY GRAHAM) e o público percebia isso. Ele uniu todas as vertentes nesse estilo de rock claro, direto e objetivo. Gostava de ELVIS, logo o rock “à moda antiga” com uma pitada de folk em um som mais pesado e as letras eram baseadas numa mistura de mitologia celta com Tolkien.

Então, houve uma reunião entre ele e o futuro guitarrista do quarteto, JIMMY PAGE, para decidir se ROBERT seria mesmo o vocalista do grupo que ainda estava em construção. ROBERT veio da metrópole de Midlands Ocidentais (West Midlands; condado) e ficou no estaleiro de PAGE no rio Thames, para onde levou consigo alguns discos e eles fizeram uma reunião, discutindo os discos favoritos de ambos. No que eles ouviram pode-se salientar: HOWLIN’ WOLF, LITTLE WALTER, os blues de Chicago da Chess Records, um pouco de folk, BERT JANSCH, JOHN RENBOURN e ROBERT JOHNSON. Havia um som acústico de country-blues, mas predominava o som vindo de Chicago. Então, PLANT e PAGE descobriram que a base do seu gosto musical em comum era blues.

E assim foi moldado LED ZEPPELIN, o blues acabou tornando-se um elemento chave. Foi, contudo, apimentado com riffs mais elaborados em um som mais estrondoso. Gradativamente, as músicas foram ficando mais altas e mais extensas, e a base dos riffs era cada vez mais complexa. Eles pintavam sobre o blues ainda mantendo uma base de inspiração no estilo, tanto na composição musical quanto na composição das letras, uma fonte de algo um tanto quanto profundo que não chegava a ser considerado como “pop” da época.

Até as músicas julgadas como “emprestadas” se tocadas junto às originais de blues, são muito diferentes. Mesmo com o passar do tempo eles não perderam o contato com a essência pura dos primórdios da música. O estilo foi o ponto de partida e, com o Led, a conexão com suas origens era concreta. Foi exatamente esse o grande presente que o blues trouxe: a capacidade de colocar os músicos em contato com algo mais profundo e mais misterioso do que o mero pop.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

WhitesnakeWhitesnake
Coverdale diz que haverá um novo disco e lamenta por Jimmy Page

1373 acessosSteve Vai: no palco com banda cover feminina do Led Zeppelin2246 acessosChris Cornell: última canção foi "In My Time of Dying"566 acessosDesert Trip: festival não será realizado em 20170 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Dave MustaineDave Mustaine
Os dez álbuns que mudaram a sua vida

Ultimate Classic RockUltimate Classic Rock
Os 10 melhores solos de Jimmy Page

Led ZeppelinLed Zeppelin
10 músicas para ouvir quando estiver na fossa

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 12 de junho de 2015

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"

Paulo SchroeberPaulo Schroeber
Nota oficial sobre falecimento do guitarrista

Iron MaidenIron Maiden
O histórico (e atrapalhado) show no 1º Rock in Rio

MotorheadMotorhead
Escolhido o nome de banda mais legal pela Spin

5000 acessosHalloween: dez clássicos do Heavy Metal para curtir a data5000 acessosOzzy Osbourne: "O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"5000 acessosTradução - Somewhere In Time - Iron Maiden5000 acessosLemmy: tributo com membros do Slipknot, Megadeth e Sepultura5000 acessosLemmy Kilmister: "Não venderia meu coração por dinheiro"2218 acessosPearl Jam: nome de álbum veio de camisa de jogador de basquete?

Sobre Allan Francisco G. Camilo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online