Festivais: A História Contada Desde Os Primórdios - Anos 2000

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leandro Da Silva Rico
Enviar correções  |  Ver Acessos

Pra finalizar as décadas abordadas, os festivais criados nos anos 2000.

FESTIVAL ROCK MACHINA (Rock Machine Festival / Festival Máquina Do Rock):

Festival espanhol de 2 dias de duração nascido no ano 2000 para ser o primeiro festival 100% metal da Espanha. Aconteceu até 2002, no mês de julho, no Campo de Futebol de Moncofa, no pequeno município de Moncofa, situado na Costa de Azahar (constituída por 6 quilômetros de belas praias banhadas pelo Mediterrâneo), na província de Castellón, uma comunidade autônoma da Comunidade Valenciana, a 42 quilômetros de Valencia, no leste da Espanha. O município possui cerca de 3.800 habitantes, número esse que sobe para 20 a 30 mil durante a temporada de verão.

Iron Maiden: a tragédia pessoal do baterista Clive BurrMonsters of Rock: a feijoada que quase derrubou King Diamond

Sua primeira edição aconteceu nos dias 8 e 9 de julho de 2000, contou com 16 bandas na escalação oficial e teve como destaques: EDGUY, RUNNING WILD, VIRGIN STEELE, TIERRA SANTA e MAGO DE OZ.

Na segunda edição, em 2001, tivemos, nos dias 27 e 28 de julho, 20 bandas na escalação, sendo os destaques: LACUNA COIL, KREATOR, SYMPHONY X, IRON SAVIOR, RHAPSODY, BLAZE BAILEY, AXEL RUDI PELL, GRAVE DIGGER, IN FLAMES e GAMMA RAY.

Em 2002, nos dias 26 e 27 de julho, tivemos 22 bandas na escalação, sendo os destaques: BRUCE DICKINSON, SUICIDAL TENDENCIES, SAVATAGE, DUFF McKAGAN'S LOADED, ANNIHILATOR, SODOM, TRISTANIA, TIAMAT, MOONSPELL, RAGE e os brazucas do ANGRA.

Festival de início promissor, realizado num belo cenário. A intenção foi boa, uma pena que durou pouco.

METALTOWN FESTIVAL (Festival Cidade Do Metal):

Metaltown é um festival sueco anual de metal e hardcore com 3 dias de duração (quinta a sábado), realizado durante o verão, geralmente no mês de junho (algumas edições aconteceram em julho). Foi criado em 2004, contando sempre com grandes atrações internacionais ao lado de grandes e emergentes bandas locais, e é realizado, desde 2011, no Göteborg Gallup (Hipódromo de Gotemburgo), um hipódromo e clube para montadores localizado em Sävedalens, município da comuna (comunas são cidades emancipadas por carta de autonomia, fornecidas por reis durante a Idade Média) de Partille, situada na região metropolitana de Gotemburgo e pertencente ao condado de Västra Gotäland, que é capital da província histórica de VästerGötland, sede da comuna de Gotemburgo, no sudoeste da Suécia.

O hipódromo, com capacidade para 30 mil pessoas, situa-se próximo ao Aeroporto Da Cidade De Gotemburgo, a cerca de 8 quilômetros do centro de Gotemburgo, e possui, além de belas paisagens naturais, arquibancadas e acomodações, uma pista gramada de 1900 metros para corridas de cavalos (com e sem obstáculos) e aulas de equitação.

A área do festival conta com a tradicional área de camping para os visitantes (com uma área específica para caravanas e motorhomes/trailers e outra para churrasco) e muito espaço para estacionamento (localizado a 1 quilômetro de distância da área de camping). O local possui também uma praça de alimentação (com o melhor da culinária local, fast food internacional, comida vegetariana e alimentos orgânicos e sem glúten e lactose), uma área de bares com cervejas e vinhos, e uma área com chuveiros aquecidos e recarregamento de bateria de celulares, além de contar com rede hoteleira, pousadas e albergues nos arredores e vários meios de transporte (públicos, como ônibus e trens vindos de todas as partes do país e da Escandinávia, e por pacotes turísticos, além de vans gratuitas para transporte dos fãs desde o centro da cidade de Gotemburgo (cerca de 30 minutos de viagem), e convênio com duas empresas de táxi, a Taxi Kurir e a Taxi Götebotg) para se chegar ao local, com toda a orientação contida no site oficial do festival. Há, ainda, um estacionamento particular, com capacidade para mil veículos, ao lado da entrada do festival, para visitantes que vem por conta própria e não têm intenção de pernoitar. De acordo com a lei sueca o visitante precisa ter no mínimo 13 anos de idade para poder entrar em festivais e 18 para consumir álcool.

Até 2010 o festival foi realizado em Frihamnen, um porto localizado na margem direita do rio Göta älv, na ilha de Hisingen, no norte de Gotemburgo, cidade-capital (comumente descrita como "a capital mundial do metal") do condado de Västra Gotäland, no sudoeste do país.

A locação, que é gerida pelo Município de Gotemburgo, possui 1937 metros (quase 2 quilômetros), sub-divididos em três cais principais: Kvillepiren (Cais de Kville), Norra Frihamnspiren (Cais do Norte) e Bananpiren (Cais das Bananas), sendo este último, de capacidade para 15 mil pessoas, onde ocorriam os shows.

Sua primeira edição, em 2004, teve apenas 1 dia de duração, 14 bandas e cerca de 5 mil pessoas presentes. Em 2007, já com 3 palcos ("Metal", "Rock" e "Close Up", sendo que os dois principais ficavam lado a lado), o público havia alcançado os 12 mil presentes, e no ano seguinte (2008) passou a ter dois dias de duração, 30 bandas, 2 grandes palcos ao ar livre ("Blood", que passaria a se chamar "Black" nas edições seguintes, e "Death") e 1 palco indoor ("Close Up", coberto e fechado), alcançando lotação máxima de 15 mil pessoas no segundo dia. Seu terceiro dia foi estreado em 2013.

O festival conta atualmente com 4 palcos: os principais "Blood Stage" ("Palco Sangue", antigos "Blood" e "Black") e "Fire Stage" ("Palco Fogo", antigo "Death Stage"/"Palco Death", o palco de death metal), o "Nemis Camping Stage" (o palco que se localiza na área de camping e abre o festival, com bandas locais e bandas menores no primeiro dia), e o de bandas emergentes "Close Up Stage" (Palco "Em Evidência", numa tradução livre), sempre encabeçado por grandes atrações. O Metaltown conta com a cobertura da mídia especializada e representantes da indústria musical em busca de novos talentos. É hoje um dos maiores e mais importantes festivais da Suécia.

Os destaques de suas edições foram: ALICE COOPER, DIMMU BORGIR, IN FLAMES, EVERGREY e EDGUY (2004), APOCALYPTICA, HAMMERFALL, TIAMAT, HANOI ROCKS e RAMMSTEIN (2005), MOTÖRHEAD, CRADLE OF FILTH, EVERGREY, OPETH e TOOL (2006), SLAYER, CANDLEMASS, MASTODON, ENTOMBED e MACHINE HEAD (2007), IN FLAMES, NIGHTWISH, DIMMU BORGIR, BULLET FOR MY VALENTINE, KILLSWITCH ENGAGE, TIAMAT e CAVALERA CONSPIRACY (2008), SLIPKNOT, MARILYN MASON, OPETH, MY DYING BRIDE, CHILDREN OF BODOM, EVERGREY e NAPALM DEATH (2009), BRIAN "HEAD" WELCH, BULLET FOR MY VALENTINE, IN FLAMES, KREATOR, SODOM, SOULFLY e RAMMSTEIN (2010), SYSTEM OF A DOWN, CRADLE OF FILTH, KORN, CAVALERA CONSPIRACY, DEICIDE, EVERGREY, VOLBEAT, ARCH ENEMY, AVENGED SEVENFOLD e ANVIL (2011), SLAYER, IN FLAMES, MARILYN MASON, MACHINE HEAD, OPETH, WITHIN TEMPTATION, ANTHRAX, HAMMERFALL, SOULFLY e CANDLEMASS (2012), e SLIPKNOT, KORN, MOTÖRHEAD, DANZIG, DANKO JONES, NAPALM DEATH, CARCASS, GHOST, MESHUGGAH, ENTOMBED, ALL THAT REMAINS e SOILWORK (2013).

Não tivemos edições em 2014 e 2015 devido à dificuldade de se agendar grandes atrações.

Mais um grande festival voltado para o metal. Esperemos que retorne em breve.

GREENFIELD FESTIVAL:

Greenfield é um festival anual, gerido pela Greenfield Festival Foundation (Fundação Festival de Greenfield/Campo Verde), que acontece no campo de pouso de Interlaken, na periferia da cidade de Interlaken ("Entre Lagos", em português), no Cantão (Estado autônomo) de Berna, no centro-oeste da Suíça, desde 2005, sempre no mês de junho. São 3 dias de shows em 2 palcos principais (o Main Stage/Palco Principal e o Club Stage/Palco Clube Noturno, o palco de música eletrônica) e mais de 40 atrações, abrangendo praticamente todos os estilos de rock e metal (hard rock, heavy metal, punk, ska, alternative, nu metal, hardcore punk, metalcore, death metal, thrash metal, etc).

O festival, que acaba de completar sua décima edição, tem, também, o objetivo de revelar novas bandas locais e é o único evento musical a oferecer a viagem de volta por transporte público por todas as estações de trem do país a todos os fãs que adquirem seu ingresso no próprio país (em todo o território suíço). A produção disponibiliza, também, ônibus para o traslado dos visitantes da cidade de Interlaken até o local dos shows. Já os fãs que visitarem o festival vindos de carro podem utilizar o estacionamento do evento e a área de camping. As imediações contam com vasta rede hoteleira, de pousadas, pensões, chalés, áreas de camping e estacionamento de trailers/motorhomes. Há todos os tipos de pacotes turísticos disponíveis ao visitante, em todas as faixas de preço, sempre unindo o evento musical com as atrações turísticas, os eventos culturais e esportivos, e as belezas naturais da região de Interlaken.

Sua primeira edição aconteceu nos dias 24, 25 e 26 de junho de 2005, contou com 42 bandas divididas em 2 palcos principais, e teve público de 25.500 pessoas, média essa que é mantida até hoje. O tempo ruim de sua edição de estréia causou o cancelamento dos shows de NINE INCH NAILS e QUEENS OF THE STONE AGE, e o NGURU subiu no palco de última hora para substituir o MARS VOLTA, que não compareceu.

No ano seguinte, de 16 a 18 de junho de 2006, com uma pequena queda no público, para 20 mil pessoas, e 41 bandas presentes, o cancelamento seria, dessa vez, do BABYSHAMBLES.

Em 2007, de 15 a 17 de junho, quase 25 mil pessoas compareceram para acompanhar 38 bandas em 2 palcos. Nessa edição tivemos os cancelamentos de MY CHEMICAL ROMANCE e HINDER.

Na edição de 2008, de 13 a 15 de junho, mais de 26 mil pessoas viram de perto 31 bandas na escalação (mais agendamentos de última hora), divididas em 2 palcos principais. Essa edição ficou marcada pela desistência de sua principal atração, o LINKIN PARK (que foi substituído pelo BAD RELIGION), devido à contusão de seu guitarrista. Tivemos, ainda, os cancelamentos de 3 DOORS DOWN (substituído pelo HEAVEN SHALL BURN) e FUNERAL FOR A FRIEND.

Em 2009, nos dias 12, 13 e 14 de junho, mais de 24 mil pessoas acompanharam 41 bandas na escalação (com NEIMO substituindo o FACE TO FACE) se dividindo em 2 palcos principais, tendo o retorno do SLIPKNOT como atração principal, além de FAITH NO MORE, NIGHTWISH e KORN.

O terceiro palco, indoor (fechado, menor e mais intimista), seria adicionado ao festival na edição de 2010, quando, nos dias 11, 12 e 13 de junho, tivemos as atrações principais de RAMMSTEIN, THE PRODIGY e HIM, encabeçando 41 atrações na escalação oficial. Mais de 26 mil pessoas estiveram presentes.

A edição seguinte (2011) aconteceu nos dias 9, 10 e 11 de junho, quando quase 26 mil pessoas estiveram presentes para acompanhar 43 bandas na escalação, divididas em 3 palcos. Atrações principais de FOO FIGHTERS, SYSTEM OF A DOWN e VOLBEAT. Cancelamentos de ALESANA (substituído pelo CALLEJON) e ALL SHALL PERISH (substituído pelo THE SORROW).

Em 2012, nos dias 15, 16 e 17 de junho, a oitava edição do Greenfield Festival atraiu 25 mil pessoas para acompanhar 47 bandas na escalação, divididas em 3 palcos. Nessa edição tivemos a estréia de 3 concursos para premiar bandas inciantes com a oportunidade de se apresentar no palco principal e demonstrar seu trabalho, o Facebook-Contest (Competição-Facebook, onde a votação dos fãs elege a banda vencedora), o Bscene-Contest e o Restorm Contest. Atrações principais de LIMP BIZKIT, THE OFFSPRING e DIE ÄRZTE.

A edição de 2013, realizada nos dias 13, 14 e 15 de junho, registrou o recorde de público do festival, quando 27.205 pessoas compareceram para acompanhar 47 bandas na escalação, divididas em 3 palcos. Atrações principais de RAMMSTEIN, QUEENS OF THE STONE AGE e THE PRODIGY.

Sua edição de décimo aniversário aconteceu de 12 a 14 de junho de 2014, contou com a presença de 24 mil pessoas e teve LINKIN PARK (quinta), IRON MAIDEN (sexta) e SOUNDGARDEN (sábado) como atrações principais, encabeçando uma escalação oficial com 47 atrações, divididas em 3 palcos.

Em 2015, de 11 a 13 de junho, 29 atrações confirmadas, com SLIPKNOT, MOTÖRHEAD e IN FLAMES como atrações principais.

Sua principais atrações nessa primeira década de vida foram: GREEN DAY, DIE TOTEN HOSEN, SYSTEM OF A DOWN e ALTER BRIDGE (2005), DEPECHE MODE, PLACEBO, TOOL, APOCALYPTICA, THE CARDIGANS, SEEED, SISTERS OF MERCY, THERAPY?, TRIVIUM e LIVE (2006), SMASHING PUMPKINS, THE KILLERS, QUEENS OF THE STONE AGE, MARILYN MASON, SLAYER, INCUBUS, MANIC STREET PREACHERS, MY CHEMICAL ROMANCE, PORCUPINE TREE, SONIC YOUTH, STONE SOUR, THE HIVES, THE LEMONHEADS, THERAPY?, 30 SECONDS TO MARS e THE 69 EYES (2007), DIE ÄRZTE, APOCALYPTICA, THE OFFSPRING, BAD RELIGION, BULLET FOR MY VALENTINE, BIFFY CLYRO, RISE AGAINST, SICK OF IT ALL e IN FLAMES (2008), SLIPKNOT, FAITH NO MORE, KORN, NIGHTWISH, BILLY TALENT, DISTURBED, GOGOL BORDELLO, VOLBEAT, SOCIAL DISTORTION e SOULFLY (2009), RAMMSTEIN, HIM, THE PRODIGY, THE HIVES, SEPULTURA, KILLSWITCH ENGAGE, PORCUPINE TREE, HATEBREED e COHEED AND CAMBRIA (2010), FOO FIGHTERS, SYSTEM OF A DOWN, DISTURBED, VOLBEAT, SOCIAL DISTORTION, APOCALYPTICA, LACUNA COIL, FRANK TURNER, WOLFMOTHER, SICK OF IT ALL e BULLET FOR MY VALENTINE (2011), DIE ÄRZTE, LIMP BIZKIT, THE OFFSPRING, IN FLAMES, THE HIVES, RISE AGAINST, BILLY TALENT, HATEBREED, FEAR FACTORY e SEPULTURA (2012), RAMMSTEIN, QUEENS OF THE STONE AGE, THE PRODIGY, NIGHTWISH, SLAYER, WITHIN TEMPTATION, BAD RELIGION, BULLET FOR MY VALENTINE, STONE SOUR, COHEED AND CAMBRIA e AIRBOURNE (2013) e LINKIN PARK, IRON MAIDEN, SOUNDGARDEN, SABATON, GOGOL BORDELLO, BRING ME THE HORIZON, HATEBREED, TRIVIUM, PHILIP H. ANSELMO AND THE ILLEGALS, GHOST e SEPULTURA (2014).

Trata-se de um festival extremamente regular e bem organizado, mantendo sempre a média de 25 mil visitantes, mais de 40 bandas e sempre grandes atrações.

Mais um grande e maravilhoso festival, sobretudo muito bem organizado, numa belíssima e paradisíaca locação, no meio das montanhas suíças. Uma experiência musical, cultural e turística única.

ROCKIN' TRANSILVANIA OPEN AIR:

Festival anual da Romênia que ocorreu em, até aqui, 3 edições, com 2 dias de duração (sábado e domingo, sempre no mês de junho), nas cercanias do Castelo de Bran (uma fortaleza medieval construída no século XIV e usada por muitos nobres como um forte de defesa contra diversos invasores), que é mundialmente conhecido como "Castelo do Conde Drácula", a principal atração turística do país, atraindo todos os anos centenas de milhares de visitantes de todo o mundo. Está localizado na comuna (cidade emancipada) de Bran, a 30 km do condado de Brasov, a capital do judet (distrito) de Brasov, na região da Transilvânia, no centro-sul do país.

A cidade possui apenas pouco mais de 5 mil habitantes, mas é capaz de abrigar 6 mil visitantes em seus hotéis e pensões, além de possuir uma grande área de camping próxima ao local do festival, disponível a todos os visitantes e turistas, com bela vista para as montanhas. Bran possui, ainda, muitos restaurantes, servindo o melhor da culinária local, cervejas artesanais, o tradicional vinho romeno encorpado e o famoso conhaque de ameixa (chamado de Tuicã), além de possuir vida noturna, com bares com música ao vivo e discotecas.

A área (castelo, cidade e arredores) é um dos locais mais visitados da Europa, com um cenário magnífico que conta ainda com os topos das Montanhas Cárpatos, as Terras Altas (Highlands) da Transilvânia e as vastas Planícies de Valáquia.

O festival é organizado pela Rockin' Transylvania Association (Associação Rock na Transilvânia, numa tradução livre), uma associação sem fins lucrativos patrocinada por parcerias público-privadas.

Em 2009 foi criada a W:O:A Metal Battle Romania (Batalha Metal Romênia por Wacken Open Air), uma disputa entre bandas romenas emergentes, que ocorreu inicialmente como parte do Rockin' Transilvania, por um lugar no famoso festival alemão Wacken Open Air. O W:O:A Metal Battle acontece hoje em mais de 40 países (em 2009 eram 26), incluindo o Brasil, e a final internacional, com um jurado de cada país participante, ocorre em dois dos palcos do festival de Wacken, o WET Stage e o Headbanger's Stage (este desde 2012). Os vencedores (atualmente é escolhido um Top 5) garantem um lugar na escalação da edição seguinte do festival, recebem prêmios em dinheiro e equipamento, e ganham um contrato de gravação com a Wacken Records. Além disso, as bandas que chegam à final internacional participam de um fórum com produtores, managers (gerenciadores de carreira), empresários, agentes (responsáveis pelo agendamento de shows e negociação de cachês) e executivos de gravadoras, sendo portanto uma experiência única, que pode render frutos a longo prazo.

O curto histórico do Rockin' Transilvania contém bons momentos de ótimo metal, sendo eles: KREATOR, HELLOWEEN, TESTAMENT e DORO (2008), STRATOVARIUS, IN EXTREMO, JON OLIVA'S PAIN e DESTRUCTION (2009) e AXXIS, CONTRADICTION, FIREFLY e os brasileiros do SHADOWSIDE (2010).

É (ou foi) um festival diferenciado, numa locação que mais se parece um belo cartão postal, uma experiência única pra quem a viveu. Esperemos que outros mais venham!

BANJA LUKA ROCK OPEN AIR:

Belo festival da região dos Bálcãs realizado na Bósnia E Herzegovina, no Fortress Kastel ("Castelo Fortaleza", no bósnio), o mais antigo monumento histórico do país, localizado no centro da cidade de Banja Luka (às margens do rio Vrbas, no noroeste da Bósnia, a 140 quilômetros da capital Sarajevo), capital da entidade política (designação das duas regiões que compõem o país) conhecida como República Sérvia da Bósnia (esta região abrange o norte e o leste do país, a outra é a Federação Da Bósnia E Herzegovina), no centro da região de Bosanka Krajina, no noroeste do país.

O local (que tem capacidade em sua área de shows para 12 mil pessoas e recebe, em média, 10 mil pessoas por noite) era usado como um forte militar, protegendo o vale de Vrbas contra invasões com as grossas paredes de pedra que o cercam. No interior há, além dos palcos ao ar livre, parques, brinquedos e um restaurante com comida típica do país. Além dos shows acontecem muitos eventos e performances culturais da região, com muita dança folclórica. A quinta-feira é tradicionalmente usada para revelar bandas emergentes, principalmente de países que compunham a antiga Iuguslávia (Croácia, Sérvia e Bósnia).

Trata-se de uma locação belíssima, com a beleza natural do campo, típica de países do velho continente, atraindo turistas de várias partes da Europa, principalmente da região dos Bálcãs (região sudeste da Europa que se estende do leste da Sérvia até o mar negro, englobando Albânia, Bósnia E Herzegovina, Bulgária, Grécia, Macedônia, Montenegro, Sérvia, Kosovo, a porção européia da Turquia e partes de Croácia, Romênia, Eslovênia e Áustria), de onde chegam muitos fãs vindos das capitais Sarajevo (Bósnia E Herzegovina), Zagreb (Croácia) e Belgrado (Sérvia).

O festival se esforça, ainda, para despertar a consciência ecológica em seus visitantes, enfatizando em suas campanhas a importância de se preservar a natureza e todas as suas belezas.

Sua primeira edição, realizada nos dias 17 e 18 de julho de 2009, contou com as bandas URIAH HEEP, THE CURE, TRIVIUM e BC SWEET.

Em 2010, na segunda edição, com 3 dias de duração (24 a 26 de junho), tivemos um predomínio de bandas menos conhecidas de várias partes menos badaladas do mundo musical, como Croácia, Áustria, Venezuela e Eslovênia, assim como um aumento no número de performances culturais. Os destaques foram a banda local FOUR ROSES, RAY WILSON (ex-membro do GENESIS, substituindo PHIL COLLINS) & SINFÔNICA BERLIN GENESIS, MM - CLASSIC WHITESNAKE / THE COMPANY OF SNAKES (grupo formado pelos membros originais do WHITESNAKE: BERNIE MARSDEN, MICKY MOODY e NEIL MURRAY, tocando os clássicos da banda), Pi EXPERIENCE, e o grupo brasileiro SHADOWSIDE, que havia se apresentado no Rockin' Transilvania Open air, na Romênia. Essa edição foi transmitida ao vivo para mais de 250 mil telespectadores pela emissora TV RTRS (Rádio Televisão Da República Da Sérvia).

Na edição seguinte (2011), nos dias 23, 24 e 25 de junho, numa edição menos badalada, tivemos em destaque: THUNDERBOLT, GEMINUS, NEVERGREEN, REGARDLESS OF ME, EDGE OF SERENITY e novamente os brazucas do SHADOWSIDE.

A edição de 2012 foi uma edição menor e regionalizada, sem grandes atrações internacionais, e as de 2013 e 2014 não ocorreram. Esperemos que seja retomada brevemente.

SCION ROCK FEST:

Festival anual gratuito de metal extremo, death metal, thrash metal, doom metal, hardcore punk e grindcore, que ocorre anualmente nos Estados Unidos no primeiro semestre. Foi criado em 2009, e produzido desde então, pela gravadora Scion Audio/Visual, que também atua no ramo de lifestyle marketing (marketing de estilo de vida). A Scion Audio/Visual (ou simplesmente Scion AV) foi criada pela fabricante de automóveis Scion, que é, por sua vez, uma divisão (criada em 2003) da montadora japonesa Toyota Motor Corporation, baseada na cidade japonesa Toyota. A gravadora está baseada em Los Angeles, cidade do condado de mesmo nome, no estado da Califórnia, parte da região dos estados do Pacífico, Costa Oeste dos Estados Unidos.

O festival foi criado pela Scion como parte de seu envolvimento na cena metal (até então era especializada em música eletrônica e hip hop). Suas, até aqui, 6 edições aconteceram em diferentes partes do país e diferentes datas, como estratégia de marketing para difundir a marca da Scion AV por todo os Estados Unidos, mas sempre com a mesma proposta e público-alvo.

A primeira edição foi realizada no dia 28 de fevereiro de 2009, em 2 locações (uma interna e outra ao ar livre) do clube Masquerade, uma casa de shows inaugurada em 1989, especializada em vários estilos de rock e metal, com capacidade total para 4 mil pessoas, localizada na cidade de Atlanta, capital do estado da Geórgia, na região sudeste dos Estados Unidos. O clube possui 3 palcos internos em 3 níveis diferentes, apropriadamente batizados com nomes de destinos pós-vida (Heaven/Paraíso, com capacidade para mil pessoas, Purgatory/Purgatório, com capacidade para 200 pessoas, e Hell/Inferno, com capacidade para 500 pessoas), além de um ao ar-livre (Outdoor Stage/Palco ao Ar-Livre), na área externa, que é chamada de Masquerade Music Park (Parque Musical Masquerade, com capacidade para 2.300 pessoas). Suas principais atrações foram: MASTODON, NEUROSIS e HIGH ON FIRE (Outdoor Stage), APOCALYPTIC VISIONS (Hell), TÝR, A STORM OF LIGHT e ALESTORM (Purgatory), e CONVERGE, TOXIC HOLOCAUST e SKELETONWITCH (Heaven). Nesta edição a banda NACHTMYSTIUM foi removida da escalação devido a suposta ligação com o neo-nazismo.

Em 2010 mudou-se de última hora para Columbus, capital do estado de Ohio (território da região centro-oeste), localizada nos condados de Franklin, Delaware e Fairfield, no leste do país. Foi realizado no dia 13 de março, simultaneamente em 4 locações diferentes: Newport Music Hall (Salão de Música Newport, antigo Agora Ballroom, com capacidade para cerca de 2 mil lugares sentados), Skully's Music Diner (Vagão-Restaurante Musical de Scully, um bar, restaurante, nightclub/clube noturno, clube de dança e casa de shows, com capacidade para 800 pessoas), Bernie's Destilary (Destilaria De Bernie, bar, restaurante, panificadora, doceria e casa de shows, com capacidade para 350 pessoas) e Circus Club And Grub ("Dance e Coma no Circus", numa tradução livre, um bar, restaurante e casa de shows, com capacidade para 300 pessoas). Suas principais atrações foram: CANNIBAL CORPSE, VOIVOD, D.R.I. (DIRTY ROTTEN IMBECILES), 3 INCHES OF BLOOD e HATE ETERNAL (Newport Music Hall), YOB e PELICAN (Skully's), LUDICRA e BLACK ANVIL (Bernie's), e BRUTAL TRUTH (Circus).

A edição de 2011 foi realizada no dia 5 de março, em Pomona (cidade do condado de Los Angeles, no estado da Califórnia, região dos estados do Pacífico, na costa oeste dos Estados Unidos), simultaneamente no The Fox Theater Pomona (um cinema e casa de shows, performances, festas e eventos, com capacidade para 2 mil pessoas, construído em 1931, durante a era dourada de Hollywood. O local conta com vários ambientes e está localizado no Pomona Arts Colony/Colônia de Artes Pomona, um complexo artístico com galerias, clubes noturnos/nightclubs e restaurantes), e no The Glass House Concert Hall (Salão De Concertos Casa De Vidro, casa de shows com capacidade para 800 pessoas), além de mais dois palcos ao ar livre montados na cidade. Suas principais atrações foram: MORBID ANGEL e OBITUARY (Fox Theater), MUNICIPAL WASTE, DEATH ANGEL, BONDED BY BLOOD e IMMOLATION (The Glass House), NAILS e INTEGRITY (Outdoor Stage 1/Palco ao Ar-Livre 1), e ANAAL NATHRAKH e DARK CASTLE (Outdoor Stage 2/Palco ao Ar-Livre 2).

Em 2012, no dia 2 de junho, o festival migraria para Tampa, cidade do condado de Hillsborough (do qual é sede), no estado da Flórida, na costa leste americana, região sudeste do país. Foi realizado, simultaneamente, em 4 locações: The Ritz Ybor (Ritz (do bairro) de Ybor City, uma casa de shows, eventos e festas privadas, construída em 1917, com 4 diferentes ambientes: Theatre Ballroom/Teatro Salão de Baile ou The Grand Ballroom/ O Grande Salão De Baile, o principal, com capacidade para 2.143 pessoas; The Royal Room/O Salão Real, com capacidade para 602 pessoas; The Rivoli Room/O Salão Rivoli, com capacidade para 420 pessoas; e o The Grand Foyer/A Grande Sala De Estar, a entrada principal do Ritz Ybor e ante-sala para os demais salões, com capacidade para 285 pessoas), The Orpheum Theater (O Teatro Orfeu, casa de shows com capacidade para 700 pessoas), Czar Bar (Bar Czar, nightclub, vodka bar e casa de shows com capacidade para 1.250 pessoas), e The Crowbar (Corvo Bar, bar e casa de shows com capacidade para 300 pessoas). Suas principais atrações foram: DOWN, SLEEP e SAINT VITUS (Ritz Ybor), EXODUS e SUFFOCATION (Orpheum), OXBOW e PSYCHIC TV (Czar Bar) e REPULSION e SICK OF IT ALL (Crowbar). Desta vez a banda removida da escalação foi o EYEHATEGOD, devido, segundo a Scion AV, ao conteúdo de suas letras e às conotações religiosas em torno do nome da banda (algo como "Deus com olhar de ódio").

Na edição seguinte (2013) a cidade escolhida seria Memphis, sede do condado de Shelby, no estado do Tennessee, sudoeste dos Estados Unidos. O festival foi realizado no dia 1 de junho, simultaneamente em 5 locações da badalada Rua Beale, localizada no centro da cidade, uma região historicamente importante para a cidade e para o blues e o rock and roll, com muitos restaurantes e bares de blues, atrações turísticas que atraem grandes multidões todos os anos, com seus muitos shows e festivais ao ar livre. Foram elas: The New Daisy Theatre (O Novo Teatro Margarida, casa de shows e eventos com capacidade para 250 pessoas), Handy Park (W.C. Handy Performing Arts Park/Parque De Artes Cênicas Handy ou Handy Park Pavillion/Pavilhão Handy Park, parque público da Rua Beale com o nome de William Christopher Handy (chamado de "O Pai do Blues"), que contém um anfiteatro a céu aberto com um enorme palco para shows, com capacidade para mais de 2 mil pessoas, e uma área menor com um pequeno palco para performances, destinada a públicos mais intimistas. A capacidade total da área do parque é de 3.500 pessoas e todos os eventos são gratuitos e abertos ao público), Club 152 (Clube 152, o maior dos clubes noturnos da região, com 3 andares e capacidade total para 900 pessoas, abrigando pista de dança, bar e restaurante, e área com palco para shows), Hard Rock Cafe Memphis (Famosa lanchonete e music bar/bar musical da franquia Hard Rock Cafe, com 2 andares, espaço para eventos, palco para música ao vivo, 5 mil metros quadrados e capacidade para 200 pessoas sentadas), e Coyote Ugly Saloon Memphis (Salão-Bar Feio Coiote (de) Memphis, bar, lanchonete e nightclub (clube noturno) com belas garçonetes e dançarinas (chamadas de coyotes), da franquia americana "Coyote Ugly". Possui uma área com touros mecânicos e um palco para danças exóticas e shows, além de bares em áreas externas, tendo capacidade para cerca de 300 pessoas). Suas principais atrações foram: TESTAMENT, MELVINS, MUNICIPAL WASTE e CORROSION OF CONFORMITY (New Daisy), WHITECHAPEL, SIX FEET UNDER e IMPALED (Handy Park), THE OBSESSED e THE GATES OF SLUMBER (Club 152), THE CASUALTIES, NEGATIVE APPROACH e VISION OF DISORDER (Hard Rock Cafe) e ROYAL THUNDER e THE SHRINE (Coyote Ugly).

Em 2014, pela primeira vez, o festival revisitaria uma das cidades de suas edições passadas, e assim, no dia 17 de maio, a cidade de Pomona, na Califórnia, abrigava novamente o Scion Rock Fest, simultaneamente em 4 locações, sendo elas, além dos já conhecidos The Fox Theater e The Glass House, o Sky Fox Lounge (nightclub, danceteria e casa de shows, com capacidade para 600 pessoas, localizada no mesmo complexo que engloba o The Fox Theater) e o Acerogami Lounge (bar e restaurante com música ao vivo, construído em 2009 no espaço adjacente ao The Glass House, sendo uma adição valiosa à tradicional casa de shows, muito usado para drinks pré-shows, tendo uma capacidade de cerca de 200 pessoas). Suas principais atrações foram: MACHINE HEAD, HIGH ON FIRE, RED FANG, ORCHID e CROWBAR (Fox Theater), MIDNIGHT, POWER TRIP, SPEEDWOLF, BL'AST! e EXHUMED (Glass House), COFFINS, JEX THOTH e LORD DYING (Sky Fox) e AQUA NEBULA OSCILLATOR e ALL THEM WITCHES (Acerogami).

Espetacular festival de médio porte, que dá preferência a vários shows simultâneos de pequeno porte, e que já visitou várias partes dos Estados Unidos, sempre em locações aconchegantes e agradáveis, de alto nível, porém acessíveis, e que já conquistou um público fiel, apaixonado, principalmente, pelo metal extremo. Longa Vida!

HIGH VOLTAGE FESTIVAL (Festival Alta Voltagem):

Mais um festival inglês, o HIGH VOLTAGE aconteceu em, até aqui, 2 edições (2010 e 2011), no Victoria Park, também chamado pelo público de "Vicky Park" ou "People's Park"/"Parque do Povo". É o parque mais antigo da cidade, inaugurado em 1846, e está localizado na cidade de Londres (na sub-divisão administrativa superior Grande Londres, sudeste do país), que é a capital da Inglaterra e do Reino Unido (Reino Unido Da Grã-Bretanha E Da Irlanda Do Norte, um Estado soberano insular, localizado em frente à costa noroeste do continente europeu, que inclui a ilha da Grã-Bretanha, que engloba Inglaterra, Escócia e País De Gales, mais a parte nordeste da ilha da Irlanda (Irlanda Do Norte) e muitas outras ilhas menores).

O Victoria Park se estende por toda a extremidade leste de Londres e conta com 86 hectares (o equivalente a 860 mil metros quadrados) de espaço aberto, que incluem 2 cafés (o The Pavillion Cafe/Café Pavilhão, no lado oeste, e o The Park Cafe/Café Parque, no lado leste), 2 playgrounds (locais para crianças brincarem, também um em cada lado), instalações esportivas e um skate-parque (pista, rampa e circuito para prática de skate) no lado leste, além de muito verde, com belos jardins decorados e amplos espaços gramados. É muito usado para shows e festivais e está a 1,6 quilômetros do Parque Olímpico De Londres (Parque Olímpico Rainha Elizabeth, complexo esportivo localizado na região nordeste de Londres, projetado para abrigar as principais instalações e a Vila Olímpica das Olimpíadas de Londres 2012), o que contribuiu para que fosse incluído, junto com o Hyde Park (parque da região central de Londres, com 350 acres/1,4 quilômetros quadrados de área), nas festividades da Olimpíada de Londres 2012 (caso do festival BT London Live, que incluiu música, esportes e cultura), em 2012, razão pela qual não houve o festival nesse ano.

O festival é produzido em parceria com a Mama Festivals (divisão da Mama & Company/Mamãe & Companhia, produtora e companhia de gerenciamento artístico baseada em Londres) e a Classic Rock Magazine (Revista Classic Rock/Rock Clássico), famosa revista mensal britânica especializada em classic rock, que é publicada pela TeamRock (Equipe de Rock), editora e estação de rádio britânica especializada em rock e metal, que também é responsável pela publicação das revistas Metal Hammer (Martelo do Metal), especializada em metal, e Prog Magazine (Revista Prog), especializada em rock progressivo, todas entre as mais vendidas do gênero.

Músicos de várias vertentes do rock (hard rock, rock and roll, classic rock, metal, blues e jazz rock (fusion), pop e progressivo) estiveram presentes em ambas as edições, que contaram com cerca de 40 bandas em cada uma delas, se apresentando em 3 palcos (Classic Rock Stage/Palco Classic Rock, o principal, Prog Stage/Palco Prog, o progressivo, e Metal Hammer Stage/Palco Metal Hammer, o metal) durante 2 dias, sendo todas as bandas escolhidas a dedo pela revista "Classic Rock".

Sua primeira edição aconteceu nos dias 24 e 25 de julho de 2010 e marcou a despedida do HEAVEN & HELL (a versão do BLACK SABBATH com DIO nos vocais), num emocionante tributo ao recém-falecido vocalista RONNIE JAMES DIO, com GLENN HUGHES e JORN LANDE nos vocais. Tivemos também o primeiro show em 12 anos do ELP (EMERSON, LAKE & PALMER), além do URIAH HEEP tocando o disco "Demons & Wizards" na íntegra. Cerca de 30 mil pessoas estiveram presentes.

O JUDAS PRIEST havia anunciado que seria sua última aparição num festival britânico, o que acabou não se confirmando.

Tivemos algumas interessantes atrações paralelas na edição de estréia, como as tendas de troca de discos de vinil (organizada por fãs do antigo e clássico formato de gravação), de cinema (em parceria com a Classic Rock Magazine) e de degustação de cervejas, além de uma exibição de motos e carros clássicos.

As muitas ótimas atrações de 2010 foram:

Classic Rock Stage: ZZ TOP, HEAVEN & HELL, FOREIGNER, GARY MOORE, THE ANSWER e THE UNION (sábado) e EMERSON, LAKE & PALMER (ELP), JOE ELLIOTT'S DOWN 'n' OUTZ (banda de covers criada por JOE ELLIOTT, vocalista do DEF LEPPARD), IAN HUNTER, JOE BONAMASSA, BACHMAN & TURNER, UFO e THE QUIREBOYS (domingo).

Prog Stage: TRANSATLANTIC, ASIA, DWEEZIL ZAPPA (ZAPPA PLAYS ZAPPA), BIGELF, FOCUS, PENDRAGON e TOUCHSTONE (sábado) e MARILLION, ARGENT, URIAH HEEP, MAGNUM, MARTIN TURNER'S WISHBONE ASH (tocando o disco "Argus" na íntegra), STEVE HACKETT e THE REASONING (Prog Stage/domingo).

Metal Hammer Stage: BLACK LABEL SOCIETY, SAXON, CATHEDRAL, HAMMERFALL, ORANGE GOBLIN, BLACK SPIDERS e NEW DEVICE (sábado) e DOWN, OPETH, CLUTCH, HIGH ON FIRE, AUDREY HORNE e LETHARGY (domingo). Infelizmente tivemos o cancelamento do show do VENOM, no domingo.

Na segunda edição do High Voltage, em 2011, nos dias 23 e 24 de julho, tivemos as também grandes atrações de:

Classic Rock Stage: JUDAS PRIEST, SLASH, THIN LIZZY, QUEENSRYCHE, RIVAL SONS, SKIN e MICHAEL MONROE, vocalista do HANOI ROCKS (sábado) e DREAM THEATER, BLACK COUNTRY COMMUNION, THUNDER, MICHAEL SCHENKER GROUP, SAINT JUDE, HEAVEN'S BASEMENT e LOVE FUNGUS (domingo).

Prog Stage: JOHN LEES' BARCLAY JAMES HARVEST, NEAL MORSE, ANATHEMA, CARAVAN, AMPLIFIER e VON HERTZEN BROTHERS (sábado) e JETHRO TULL, SPOCK'S BEARD, MOSTLY AUTUMN, CURVED AIR, THE ENID e PALLAS (domingo).

Metal Hammer Stage: RIVAL SONS, GRAND MAGUS, SYLOSIS, TRIGGERFINGER, RAVENS CREED, PRIMITAI e ATTICA RAGE (sábado) e NEUROSIS, BLACK SPIDER, GRAVEYARD, GENTLEMANS PISTOLS, THE TREATMENT e FuryOn (domingo).

Tivemos nesse ano o cancelamento do show do ELETRIC FUNERAL, por não conseguir chegar a tempo para sua apresentação, que seria a atração final do sábado, devido a problemas com seu vôo, tendo sido substituídos pelo RIVAL SONS, que foi atração, também, do palco principal.

Nessa edição tivemos também algumas atrações paralelas acontecendo durante o festival, como a apresentação do dublê e performer Evel Knievel, o Festival de Cervejas (o tradicional "Beer Festival", com bandas de folk, bluegrass e acústico se apresentando num palco intimista) e a Ace Cafe Area (Área Café Ace), uma área feita em parceria com a Ace Cafe London (Café Ace Londres, um Café/lanchonete e parada de caminhoneiros, localizado em Stonebridge/Ponte de Pedra, bairro do noroeste de Londres, muito usado como ponto de encontro e local de entretenimento da comunidade de motoqueiros de estrada), com apresentações de "THE CRAZY WORLD OF ARTHUR BROWN" ("O Louco Mundo De Arthur Brown", a famosa banda teatral de rock psicodélico, formada pelo cantor Arthur Brown, que, inclusive, lançou posteriormente um disco dessa apresentação), AARON KEYLOCK e ALLEGRA SHOCK.

Tivemos, em 2011, aproximadamente, o mesmo público de 2010, cerca de 30 mil pessoas presentes, uma prova de sucesso do festival, que, além das bandas clássicas, incorporou, como nenhum outro festival de rock, as bandas de rock progressivo.

Após o adiamento da edição de 2012, devido a realização dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, não tivemos também (mesmo com muitos rumores de que aconteceria) a edição de 2013, com a produção informando, no dia 5 de abril, via redes sociais, que mais uma vez o festival não seria realizado. Não há previsão de seu retorno até o momento.

Esperemos por seu breve retorno, pois trata-se de um festival grandioso, com a nata do rock e do metal, num parque maravilhoso, situado numa cidade que é o grande berço do rock mundial. LONG LIVE ROCK 'N' ROLL !!!

OXEGEN:

Sob a legenda de "O Maior Festival De Música Da Europa", eleito por 2 anos consecutivos "O Melhor Festival Europeu", Oxegen é um festival anual de 3 dias de duração (até 2007 eram "somente" dois), realizado na Irlanda (sendo o maior do país) desde 2004. É produzido pela MCD Productions (MCD Produções, promotora irlandesa de shows baseada no subúrbio litorâneo de Dún Laoghaire, localizado no leste do país, mais precisamente no condado de Dublin, na Província de Leinster, a 12 quilômetros do centro da cidade de Dublin, capital do condado e do país) e patrocinado pela famosa cerveja holandesa Heineken, que é produzida pela cervejaria Heineken International, baseada na cidade de Amsterdã (capital da Holanda, situada na província Holanda Do Norte, paradoxalmente no sul do país). Entre 2004 e 2011 o festival teve o rock, metal e pop como foco principal, tendo sido voltado, em 2013, à música eletrônica e dançante. Foi cancelado em 2012 e novamente em 2014, pela dificuldade de fechar as atrações principais e o constante prejuízo.

O festival contou em sua última edição (2013) com mais de 50 mil pessoas no total (nas primeiras edições esse número variava entre 70 e 80 mil pessoas), sendo a capacidade máxima do circuito de 50 mil. Sua audiência média varia de 20 a 30 mil pessoas por dia (recebendo muitos visitantes vindos de outros países de toda a Europa), com quase 50 mil se hospedando na própria área de camping do festival durante todo o evento. Possui 8 palcos (sendo um numa tenda dançante, a The Dance Arena/Arena De Dança), 3 grandes áreas de camping (azul, vermelha e verde, sendo esta última V.I.P. e todas elas equipadas com chuveiros aquecidos e lojas de conveniência da rede local Centra), 2 parques de diversão (com brinquedos como roda gigante, montanha-russa, tapete mágico e queda livre), um circo, uma área para videogames, um cinema, uma discoteca (silent disco/discoteca silenciosa, onde fones de ouvido sem fio substituem sistemas de som), postos da An Post (serviço nacional de correio e postagens do governo irlandês) e tanques com 25 mil litros de água gratuita espalhados pela área, além de lojas e barracas de comida de todos os tipos. Os camarins e áreas de mídia estão localizados no centro da locação, em prédios normalmente usados para assistir as corridas do circuito.

Originalmente o festival foi chamado de "Witnness" (testemunha/espectador, porém com dois N em alusão à patrocinadora) e realizado de 2000 a 2003 com o patrocínio da famosa cerveja escura irlandesa Guinness (produzida pela cervejaria Guinness, baseada na capital Dublin), tendo tido nomes como PAUL WELLER, MUSE, BECK, OASIS, FOO FIGHTERS e COLDPLAY como atrações principais. Suas 3 primeiras edições (2000 a 2002) aconteceram no Hipódromo Fairyhouse (Hipódromo Casa De Fadas, localizado na freguesia de Ratoath, no baronado (divisão administrativa menos importante que um condado) de Ratoath, que pertence ao Condado De Meath, parte da região meio-oeste, na Província de Leinster, no leste do país), antes de se mudar, em 2003, para o Hipódromo de Punchestown (Hipódromo Cidade Dos Socos, sendo o boxe o esporte nacional, localizado na freguesia de Eadestown, no condado de Kildare (cuja capital, Naas, situa-se bem próxima do Hipódromo), que fica, também, na Província de Leinster, no leste do país), onde permaneceu mesmo com a mudança que ocorreria no ano seguinte, quando deixou de ser patrocinado pela Guinness.

O festival de Witnness possui, no entanto, alguns bons momentos dignos de nota. Sua primeira edição aconteceu nos dias 5 e 6 de agosto de 2000 e teve como principais atrações: TRAVIS, BECK, PAUL WELLER, ASIAN DUB FOUNDATION, DAVID GRAY, HAPPY MONDAYS e THERAPY?.

Na edição seguinte, nos dias 4 e 5 de agosto de 2001, suas principais atrações foram: MUSE, PLACEBO, THE CHARLATANS, STEREOPHONICS, TEXAS, SNOW PATROL, WHITE STRIPES, JAMES, FRANK BLACK (vocalista/guitarrista do PIXIES), ASH, FUN LOVIN' CRIMINALS, THE FRAMES, FAITHLESS e THE AVALANCHES.

Em 2002, nos dias 13 e 14 de julho, na última edição em sua primeira casa, suas atrações foram: OASIS (encabeçando o domingo), THE PRODIGY (encabeçando o sábado), THE CHEMICAL BROTHERS, THE DANDY WARHOL, GREEN DAY, FOO FIGHTERS, SONIC YOUTH, THE FRAMES, MASSIVE ATTACK, PRIMAL SCREAM, THE HIVES, THE LIBERTINES e IAN BROWN (vocalista do STONE ROSES).

Na última edição com o nome original de "Witnness Festival", nos dias 12 e 13 de julho de 2003, 5 palcos viram a apresentação das bandas: DAVID GRAY e MANIC STREET PREACHERS (fechando o domingo), COLDPLAY (fechando o sábado), SUGABABES, THE RAPTURE, SUPERGRASS, THE CARDIGANS, SUPER FURRY ANIMALS, THE FLAMING LIPS (substituíndo o WHITE STRIPES, cujo vocalista/guitarrista JACK WHITE havia quebrado a mão), KINGS OF LEON e DOVE.

Com a saída da Guinness, a Heineken assumiria, então, o posto de patrocinadora principal do evento, e o festival seria, assim, rebatizado como Oxegen Festival.

Por acontecer na mesma semana que o festival escocês "T In The Park" partilham de quase as mesmas bandas em ambos os festivais. Oxegen é, também, comumente considerado o equivalente irlandês do famoso festival inglês Glastonbury (em 2008 ambos tiveram 3 bandas principais iguais em suas edições), e, assim como seu co-irmão inglês, têm muitos eventos culturais e sociais paralelos, tendo sido considerado em 2009 o "Festival Mais Verde da Europa" e livre de emissões de carbono. Foi duas vezes seguidas eleito o melhor festival europeu numa pesquisa que incluía festivais britânicos, espanhóis, franceses e holandeses, entre outros países. É costumeiramente descrito pelo jornal irlandês Belfast Telegraph (Telégrafo de Belfast, sendo Belfast a cidade-capital da Irlanda Do Norte, localizada no condado de Antrim, na província de Ulster, no nordeste do país) segundo as condições climáticas de cada ano. Assim, 2005 foi "o ensolarado", 2006 foi "o torrencialmente chuvoso", 2007 foi "o lamacento" e 2008 foi "o mais ou menos".

Caravanas chegam ao Oxegen vindas de todas as partes da Irlanda e do Reino Unido, assim como de várias partes da Europa, com empresas de ônibus expressos como a Bus Éireann (viação Éireann, numa tradução livre) trazendo visitantes de todas as partes do país, com exceção da Região de Dublin, que fica a cargo da Dublin Bus (viação Dublin, numa tradução livre), com seus serviços de transporte (micro-ônibus e vans) saindo da Praça Parnell, histórica praça em estilo arquitetônico localizada no centro da cidade de Londres.

Praça Parnell

Sua primeira edição, em 2004, foi realizada nos dias 10 e 11 de julho, em 5 palcos, sendo eles: Main Stage/Palco Principal, Ticket Stage (o secundário, em parceria com o The Ticket (O Ingresso, suplemento musical semanal do jornal The Irish Times/Época Irlandesa, baseado na capital Dublin), Green Room/Salão Verde (o alternativo), Spirit Dance Arena/Arena Dançante Spirit (em parceria com a estação de rádio irlandesa Spirit), e The New Band Stage/Palco A Nova Banda (para bandas emergentes, com o RAZORLIGHT e o THE KILLERS encabeçando sua estréia). Os ingressos se esgotaram uma semana antes do início, sendo vendidos a 60 euros (quase 210 reais) o ingresso diário. DAVID BOWIE fecharia o festival, mas foi obrigado a cancelar por motivos de saúde. 88 bandas na escalação oficial se apresentaram em 5 palcos durante 2 dias.

Em 2005, nos dias 9 e 10 de julho, 70 mil pessoas estiveram presentes para conferir 103 bandas (na escalação oficial) em 5 palcos, durante 2 dias. Apenas um cancelamento, do BRIGHT EYES. A edição, que foi transmitida pela MTV para toda a Europa, foi encabeçada pelo FOO FIGHTERS no palco principal, que passou a se chamar Oxegen Stage (Palco Oxegen). O Spirit Dance Arena foi chamado apenas de Dance Stage (Palco Dance), e na edição seguinte de Dance Arena (Arena Dance).

A edição de 2006 aconteceu nos dias 8 e 9 de julho e teve o mau tempo como destaque negativo (chuva intensa, ventos fortes e baixa temperatura), além de goteiras e poças no Green Room Stage e duras críticas feitas pela falta de segurança (houve queixas e prisões por abuso de substâncias, tráfico e tentativa de estupro), principalmente na área de camping. Seguranças tiveram que apartar brigas entre os conjuntos KASABIAN e KAISER CHIEFS. O ponto alto dessa edição, que levou a legenda "Your Ultimate Music Festival" ("Seu Definitivo Festival De Música"), foi o retorno do reunido THE WHO à Irlanda, após 35 anos. Tivemos ainda a adição de um novo palco, o Pet Sounds Stage (Palco Sons de Animais de Estimação, para bandas alternativas, com vários estilos de rock e pop), e a mudança de nome do Ticket Stage para NME Stage, em parceria com a revista musical britânica New Musical Express (Novo Expresso Musical). A produção lançou nessa edição uma competição chamada Platform Oxegen Battle Of The Bands (Plataforma Oxegen Batalha Das Bandas), encabeçada pela manager Susan Boyle, para escolher e revelar duas bandas locais ainda sem gravadora, residentes e com ao menos um integrante nascido na área do condado de Kildare, onde se localiza o autódromo. A competição é realizada no The Phoenix Music Venue (Fórum Musical A Fênix, casa de shows com capacidade para 120 pessoas, localizada em Kildare Town/Cidade de Kildare, cidade do condado de Kildare) e os vencedores ganham o direito de abrir as apresentações do palco The New Band Stage, que já teve o THE KILLERS debutando no festival.

A MTV transmitiu o festival para a Europa pelo segundo ano consecutivo e a estação de rádio nacional semi-estatal (público-privada) RTÉ 2fm (ou simplesmente 2FM, como é conhecida), transmitiu para todo o país, com a cobertura no local sendo feita pela rádio independente local FM104. Com nova lotação máxima, 84 bandas e DJ's se apresentaram em agora 6 palcos, durante 2 dias.

Com mais uma lotação máxima, algo que se tornou tradição, e ingressos se esgotando em pouco mais de uma hora (cerca de 70 minutos!), a edição de 2007 foi realizada nos dias 7 e 8 de julho, com várias novidades estreando. O palco do Laughter Lounge (Lounge Do Riso) foi adicionado ao festival, com performances de comediantes e stand-up comedy (monólogos engraçados sobre situações cotidianas), e os palcos NME Stage e Dance Arena foram re-batizados como Stage 2/NME (Palco 2/NME) e MTV Dance Arena (Arena Dançante MTV, agora em parceria com a MTV). As vencedoras da competição Platform II foram MY OK HELL e MIRACLE BELL e ganharam o direito de abrir o palco The New Band Stage. Uma área familiar para visitantes com crianças de até 12 anos foi inaugurada na área de camping, que teve também a estréia da Tangerine Fields (Campos de Tangerina), uma área privada de camping, com instalações à parte da área comum. Também nesse ano tivemos a introdução do Tent Aid (Auxílio Tenda), um programa de ajuda, feita pela Patrulha Dos Escoteiros Da Irlanda, aos visitantes com dificuldade de montar suas barracas, em troca de donativos para caridade. Eles também coletam barracas de visitantes que desejam doar ou reciclar suas barracas ao final do festival e as enviam para a África. Uma grande operação de limpeza passou a ser implementada na segunda, imediatamente ao fim do festival, com uma equipe de mais de mil pessoas trabalhando durante 24 horas ininterruptas para limpar e higienizar a locação e suas barracas, tendas, lixeiras, palcos e equipamentos. 144 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) se apresentaram em agora 7 palcos, durante 2 dias. Tivemos os cancelamentos de AMY WINEHOUSE e THE IMMEDIATE.

A edição de 2008 seria a primeira com 3 dias de duração, com a sexta-feira passando a ser parte integrante do Oxegen, e as bandas KINGS OF LEON (sexta), R.E.M. (sábado) e RAGE AGAINST THE MACHINE (domingo) sendo as atrações principais. Nesta edição novamente muitas novidades. As grandes publicações irlandesas passaram a fazer cobertura total do festival, casos da Hot Press (Imprensa Quente, revista musical e política quinzenal), Day And Night (Dia E Noite, suplemento do jornal Irish Independent/Independente Irlandês, o mais vendido do país), e do tablóide Irish Daily Star (Estrela Diária Irlandesa), todos baseados em Dublin, capital da Irlanda e do condado de Dublin (localizada no leste do país), além do Belfast Telegraph (Telégrafo de Belfast, que descreveu essa edição como "um enorme sucesso"), jornal publicado em Belfast, cidade e capital da vizinha Irlanda Do Norte que está localizada no leste do país, com sua maior parte territorial fazendo parte do Condado Antrim, e partes do leste e do sul pertencendo ao Condado Down. Na terceira edição da competição Platform (Platform III / Plataforma III), os vencedores foram as bandas KILL CITY DEFECTORS e SCHMACKEY AND THE SALADS.

O festival foi nomeado o "Maior Evento Neutro De Emissões de Carbono Da Irlanda" e os copos retornáveis Eco-Cup (Eco-Copo, copo ecológico) foram introduzidos (ao preço de 3 euros/10,50 reais o primeiro), para diminuir em 10% as emissões dos aterros sanitários causadas por resíduos não-recicláveis. Ao final do dia o último copo utilizado pode ser devolvido e o dinheiro reembolsado ou então o visitante pode levá-lo como lembrança. Foi inaugurada também a Hot Press Signing Tent (Tenda De Autógrafos Hot Press), usada em tardes de autógrafos dos artistas participantes do festival. Novos palcos debutaram esse ano, casos do IMRO New Sounds Stage (Palco IMRO Novos Sons, em parceria com a Irish Music Rights Organization/Organização Dos Direitos Musicais Irlandeses, uma sociedade de gestão coletiva de direitos autoriais e agenciamento de compositores e editores musicais da Irlanda, localizada na capital Dublin), destinado a revelar novos grupos indie e alternativos, e do X-Box Live Stage (Palco X-Box Ao Vivo, em parceria com o famoso videogame Xbox, fabricado pela Microsoft, a multi-nacional de eletrônicos baseada em Richmond, cidade do condado de King, no estado de Washington, região dos estados do Pacífico, nordeste dos Estados Unidos), com uma enorme tela LED de cinema de alta definição (HD/high-definition), destinado a DJ's e conjuntos de música eletrônica. Além disso tivemos nova mudança no nome do palco Stage 2/NME (Palco 2/NME), que passou a ser chamado de O2 Stage (Palco O2, em parceria com a O2, empresa de telecomunicações e banda larga que serve toda a Europa, subsidiária da Telefónica Europe plc, baseada em Slough, cidade do condado de Berckshire, localizado no oeste da região Londres Central, parte do condado de Londres, no sudeste da Inglaterra). Inaugurados também o primeiro posto da An Post ("Um Posto", o serviço nacional de correio e postagens do governo irlandês, para que os visitantes possam mandar para casa seus passaportes e carteiras de motorista (necessários apenas para entrar na locação), comprar bilhetes de loteria, carregar seus celulares, além de enviar, obviamente, cartões postais) e uma feira e parque de diversões na área de camping. Mais de 200 "gardaís" ("guardas" no irlandês), guardas da força policial da Irlanda, conhecidos como "guardiões da paz", estiveram presentes para garantir a segurança e prevenir incidentes de edições anteriores. Nesse ano a área de camping começou a ser aberta na quinta para prevenir os grandes congestionamentos formados na sexta.

O site oficial publicou uma mensagem dizendo "Um Grande Obrigado" aos fãs, por fazerem de 2008 o Oxegen "mais verde" até então, com 70% dos visitantes usando o transporte público e fazendo o montante de lixo diminuir drasticamente ao aderirem ao Eco-Copo.

181 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) se apresentaram nos agora 8 palcos, durante os agora 3 dias. Tivemos os cancelamentos do LITTLE MAN TATE, devido a uma mandíbula quebrada, e de IDA MARIA, devido a uma infecção linfática, sendo substituída por LIAM FINN.

A edição de 2009 foi realizada nos dias 10, 11 e 12 de julho, com rumores não confirmados da adição de um quarto dia de festival e de um toque de recolher que seria imposto às 18 horas do domingo, algo que foi descrito como "absolutamente ridículo". Esta edição contou com as únicas apresentações desse ano em solo irlandês das bandas KINGS OF LEON e BLUR, além de eleger o THE KILLERS como a banda mais popular do evento numa votação oficial feita no site do Oxegen. Todas foram atrações principais desse ano, sendo o KINGS OF LEON pelo segundo ano consecutivo, graças a apelos dos fãs no site, em razão da cativante apresentação de 2008. O THE KILLERS, inclusive, incluiu imagens de sua apresentação no DVD "Live From The Royal Albert Hall", lançado no final do ano.

Essa edição foi descrita como "Uma maravilha de organização", em comparação com o show de improvisos do lendário Woodstock, ocorrido em 1969, 30 anos antes, e mesmo com as das edições de aniversário do mesmo. No entanto tratou-se de uma edição chuvosa, com chuva intermitente na sexta, horas de chuvas torrenciais e muita lama durante todo o sábado, e clima ensolarado apenas no domingo. Na manhã de domingo, o tablóide noturno Evening Herald (Arauto Da Noite, publicado pela Independent News & Media/Mídia & Notícias Independentes (INM), organização midiática baseada na capital Dublin) descreveu a locação como um "pântano maciço"; na segunda, após o término do festival, o Irish Independent (Independente Irlandês, jornal também publicado pela INM) comparou o local às trincheiras de batalha da Primeira Guerra Mundial; enquanto o Irish Examiner (Examinador Irlandês, jornal de circulação nacional da Província de Munster, no Condado de Cork, no sudoeste do país) sugeriu que um torneio de aração (ato de arar o campo) seria disputado ali. Havia inúmeras galochas e tendas enlameadas abandonadas por todos os lados e foram necessários aproximadamente mil funcionários e escoteiros voluntários para limpar o lixo acumulado, o local dos equipamentos de palco e recolher as tendas abandonadas.

Foi também o primeiro festival europeu a contar com uma máquina de raios-x em sua locação, além de ter sido muito elogiado pelo esplendor de seus gramados e canteiros, e reconhecido como o maior evento 100% livre de emissões de carbono do país. Ainda tivemos a introdução do sistema de detecção instantânea de substâncias ilegais, para coibir o consumo e o tráfico de drogas nas premissas do festival.

A quinta-feira passou a contar com a noite de entretenimento para os acampantes que chegam antecipadamente (cerca de 35 mil chegaram apenas na quinta), com shows como os do THE STONE ROSES EXPERIENCE, e AC/DC e OASIS cover, no novo palco Thursday Night Live Stage (Palco Ao Vivo Na Noite De Quinta). .Uma nova feira/parque de diversões foi inaugurada, tendo agora uma em cada área de camping, além de áreas para churrasco, salão de beleza e áreas melhores para recarregar celulares. Tivemos, ainda, a adição do palco Red Bull Music Academy Tent (Tenda Academia de Música Red Bull, em parceria com a bebida energética Red Bull), a volta do Heineken GreenSpace (Espaço Verde Heineken) e o palco Xbox Live Stage promoveu um concurso onde o vencedor foi premiado com o direito de fazer uma apresentação de 30 minutos como DJ do palco durante a programação oficial. Na competição Platform IV tivemos como vencedoras as bandas SEVEN DAYS e BOX SOCIAL.

Na venda antecipada, o passe para todos os dias do festival foi vendido a 224,50 euros (784,50 reais, sendo o passe para o camping de quinta-feira vendido separadamente por 20 euros/70 reais), com limite de 4 por pessoa, e com direito a vaga de estacionamento para todos os tickets. O Oxegen 2009 demorou a esgotar a venda de ingressos, o que só veio a acontecer em julho mesmo, após uma súbita e intensa procura por ingressos diários.

O ministro irlandês das comunicações, energia e recursos naturais, Eamon Ryan, apoiou a competição "Rock Pelo Meio Ambiente", criada para promover a edição de 2009 como um "festival verde". Fãs enviaram vídeos "ambientalmente amigáveis" ao canal Oxegen Muzu TV Channel (Canal de TV Muzu do Oxegen, uma parceria com o site de vídeos musicais independentes Muzu.tv) e os vencedores tiveram sua entrada na área verde EcoGen (área em parceria com a empresa do Reino Unido especializada em energia renovável EcoGen) transmitida ao vivo.

Vários jornais e revistas especializadas publicaram edições especiais sobre o evento, entre elas a Hot Press (Imprensa Quente, revista musical e política quinzenal baseada na capital Dublin), o The Ticket (O Ingresso, suplemento musical semanal do jornal The Irish Times/Época Irlandesa, baseado na capital Dublin) e o Irish Independent (Independente Irlandês, jornal mais vendido da Irlanda, publicação principal da Independent News & Media (INM/Mídia & Notícias Independentes), organização midiática baseada na capital Dublin).

Muito tráfego foi encontrado pelos fãs no dia 9 (quinta), com esperas de até 3 horas, o que motivou a promotora MCD a publicar uma "cartilha" orientando os visitantes sobre os melhores meios e horários pra se chegar ao local. A mídia descreveu a ida dos residentes da vizinha Irlanda Do Norte ao festival como sendo um "êxodo em massa". A Dublin Bus (Viação Dublin) divulgou que seus traslados entre a Praça Parnell e Punchestown estavam ocorrendo em um hora e dez minutos, o que considerou um bom prazo. Após o festival todos os reportes davam conta de bom fluxo para todas as direções.

A MTV foi oficializada como a parceira de transmissão oficial do evento (com a famosa apresentadora irlandesa da MTV Europa, Laura Whitmore, comandando a equipe de transmissão), cobrindo ao vivo o festival durante toda sua duração e reprisando as performances em seus canais durante toda a semana. As transmissões de rádio ficaram por conta, mais uma vez, da RTÉ 2fm (ou simplesmente 2FM, estação de rádio nacional semi-estatal /público-privada) e da RTÉ 2XM (a estação de rádio digital, especializada em novas músicas alternativas, do Serviço Público De Transmissões Da Irlanda), num total de 21 horas de cobertura ao vivo.

Quanto às novidades de palco tivemos, além da volta do Red Bull Music Academy, a mudança de nome do Green Room para Heineken Green Spheres (Esferas Verdes Heineken), em parceria com a cervejaria holandesa Heineken International.

195 atrações na escalação oficial (entre bandas, DJ's e artistas) se apresentaram em 8 palcos principais durante 3 dias. Cancelamento de LADYHAWKE.

Em 2010 o festival ocorreu no fim de semana dos dias 9, 10 e 11 de julho, e teve EMINEM, MUSE e ARCADE FIRE como atrações principais, encabeçando um total de cerca de 150 atrações na escalação oficial. Ingressos foram colocados a venda ainda em dezembro de 2009, a preços de 2007, numa tentativa de estimular as vendas e evitar a lenta demanda da edição passada, o que não foi alcançado, já que na quarta-feira anterior à abertura do festival 5 mil ingressos ainda estavam disponíveis (e ainda havia ingressos mesmo com seu início), levando a uma crescente promoção nos preços conforme os dias se passaram. A produção lançou, também para promover o evento, um novo aplicativo de iPhone, com tudo sobre o Oxegen 2010.

17 mil acampantes chegaram na quinta-feira, lotando o estacionamento azul, e foram presenteados com algumas novidades na noite de entretenimento de quinta: Foi adicionado o palco Tribute Stage (Palco Tributo, para os shows de tributos), com performances de MICHAEL JACKSON, OASIS e THE POLICE cover, e o Thursday Night Live Stage, localizado na área de camping azul, passou a se chamar Nokia Live Stage, em parceria com a empresa finlandesa de telecomunicações Nokia (baseada em Keilaniemi, distrito da região sudeste de Espoo, cidade-município da região Capital Menor, que é parte da área metropolitana da Grande Helsinki, que inclui a capital Helsinki, no sul da Finlândia). Muitos já ficaram a espera da Silent Disco (Discoteca Silenciosa, muito comum em festivais, onde os visitantes dançam usando fones de ouvido sem fio ao invés de ouvirem grandes sistemas de som, o que permite que a festa continue além de eventuais horários-limite para emissão de ruídos. Comumente 2 DJ's competem pela preferência dos fãs), que abre na noite de sexta, que viu também a primeira edição da Fancy Dress Friday (Sexta Das Fantasias), onde os visitantes criam e vestem fantasias criativas.

Mais uma vez tivemos tempestades persistentes e banhos de lama na sexta e no sábado, e um pouco de sol no domingo. O jornal Irish Times comparou o local a um aterro cheio de lama e objetos abandonados. Cerca de 400 limpadores recolheram 150 toneladas de lixo, com cerca de 50% separado para reciclagem. O tráfego, mesmo com um grande volume de acampantes, foi melhor do que o do ano anterior, sendo, inclusive, criada uma rota alternativa nos traslados, contornando a cidade de Limerick (localizada na região meio-oeste e parte da província de Munster, no Condado de Cork).

Além do sistema de detecção instantânea de substâncias ilegais, introduzido na edição passada, o evento contou com uma nova e moderna sala de controle, com mais de 100 câmeras monitorando todas as áreas. Mais de 200 gardaís cuidaram da segurança e reportaram um pequeno número de incidentes, sendo os piores um esfaqueamento (de um homem que se recuperou completamente após ser hospitalizado) e o atropelamento de um dos gardaís por um visitante que se recusou a parar num ponto de inspeção de motoristas. O gardaí machucou seriamente a cabeça e o motorista foi encontrado, preso e processado pelas autoridades. O horário-limite do acampamento passou a ser até as 18hs de segunda, para que os motoristas tenham tempo de descansar e ficar inteiramente sóbrios, diminuindo assim incidentes de trânsito.

RTÉ 2fm e RTÉ 2XM transmitiram quase 30 horas de cobertura ao vivo do festival para toda a Irlanda, e as retransmitiram para 70 estações de rádio européias via Eurosonic (União de Radiodifusão Européia). Muitas estações independentes tiveram estúdios instalados na área de camarins durante todo o fim de semana. Um novo palco foi adicionado, o 2FM/Hot Press Academy (em parceria com a estação de rádio 2FM e com a revista Hot Press), destinado a indie e alternativo, e o palco O2 Stage passou a se chamar Vodafone Stage, em parceria com a multinacional britânica operadora de telefonia celular Vodafone, baseada em Londres, capital da Inglaterra e do Reino Unido.

142 atrações (154 na escalação oficial, entre bandas, DJ's e artistas) se apresentaram em agora 9 palcos principais durante 3 dias.

A edição de 2011 aconteceu nos dias 8, 9 e 10 de julho, mais uma vez com lenta venda de ingressos, obrigando a produtora MCD a investir muito dinheiro em publicidade para tentar chamar atenção para o Oxegen '2011.

A grande novidade dessa edição foi a introdução do palco Red Bull Electric Ballroom (Salão de Baile Red Bull Elétrico, em parceria com bebida energética Red Bull), destinado à música eletrônica.

121 atrações (126 na escalação oficial, entre bandas, DJ's e artistas) se apresentaram em 8 palcos (um a menos que a última edição), sendo 5 principais, durante 3 dias. JESSIE J teve que cancelar sua apresentação após uma cirurgia no pé, fruto de uma queda no palco.

A edição de 2012 foi cancelada com um anúncio oficial de que, assim como ocorre costumeiramente em Glastonbury, o festival daria uma parada para recuperar a locação e se reorganizar, mas sabe-se que a principal razão foi a lenta procura por ingressos das últimas edições e a dificuldade de fechar com grandes atrações para encabeçar o festival. Havia grande temor que o cancelamento arruinasse a economia local em Kildare, com isso o festival foi inteiramente reformulado em 2013 e não focado no rock, sendo voltado à música eletrônica e dance music.

Retornando em 2013, aconteceu nos dias 2, 3 e 4 de agosto, saindo assim do mês do julho, tendo como atrações principais DAVID GUETTA, EXAMPLE, CALVIN HARRIS, CHASE & STATUS e SNOOP DOGG. A escalação foi duramente criticada, por mídia e público, por não incluir bandas com guitarra. A venda de ingressos foi baixa e lenta, e pouco mais de 50 mil pessoas estiveram presentes durante os 3 dias, sendo o sábado o mais concorrido, com cerca de 25 mil pessoas presentes sob um clima chuvoso. Cerca de 60 atrações se apresentaram em 3 palcos principais durante 3 dias. Na verdade 2 dias e meio, já que a sexta se resumiu a metade do período de shows e apenas um dos palcos principais.

A edição seguinte (2014) foi novamente, e tristemente, cancelada, uma vez que voltaria a ser focada no rock. A MCD emitiu um comunicado informando que a dificuldade de agendar atrações principais e as dificuldades financeiras, além do constante prejuízo, tornou impossível continuar a produzir o festival no atual formato. Rumores dão conta de que a promotora pode se desligar do festival, tornando assim sua continuidade uma incógnita, com, inclusive, o site oficial sendo tirado do ar. Realmente uma pena. As atrações anunciadas nas primeiras versões de anúncios publicitários, antes do cancelamento oficial, tinham como nomes principais: bLINK-182, THE STROKES, LINKIN PARK, PEARL JAM, THE DANDY WARHOLS e DAVID GUETTA. Estava programado pra ocorrer nos dias 1, 2 e 3 de agosto.

As principais atrações de suas edições foram: THE CURE, THE STROKES, KINGS OF LEON, THE DARKNESS, PJ HARVEY, MUSE, CHEMICAL BROTHERS, ASH, FAITHLESS, PINK e BLACK EYED PEAS (2004), GREEN DAY, FOO FIGHTERS, THE PRODIGY, NEW ORDER, THE FRAMES, IAN BROWN, JAMES BROWN, SUPER FURRY ANIMALS, DEEP DISH, KEANE, THE KILLERS e SNOOP DOGG (2005), THE WHO (em seu primeiro show na Irlanda em mais de 30 anos), THE STROKES, RED HOT CHILI PEPPERS, JAMES BROWN, ARCTIC MONKEYS, FRANZ FERDINAND, KAISER CHIEFS, PLACEBO, PRIMAL SCREAM e PAUL WELLER (2006), MUSE, SNOW PATROL, THE KILLERS, RAZORLIGHT, SCISSOR SISTERS, KINGS OF LEON, ARCADE FIRE, INTERPOL, DAFT PUNK, MY CHEMICAL ROMANCE, QUEENS OF THE STONE AGE, JAMES e BRIAN WILSON (2007), KINGS OF LEON, R.E.M., THE VERVE, RAGE AGAINST THE MACHINE, GROOVE ARMADA, THE PRODIGY, THE CHEMICAL BROTHERS, MANIC STREET PREACHERS, IAN BROWN, INTERPOL, STEREOPHONICS, KAISER CHIEFS e THE CHARLATANS (2008), BLUR, SNOW PATROL, KINGS OF LEON, THE KILLERS, RAZORLIGHT, KEANE, NICK CAVE & THE BAD SEEDS, NINE INCH NAILS, JANE'S ADDICTION, MANIC STREET PREACHERS, TV ON THE RADIO e PET SHOP BOYS (2009), ARCADE FIRE, MUSE, EMINEM, JAY-Z, KASABIAN, FAITHLESS, FATBOY SLIM, THE BLACK EYED PEAS, THE PRODIGY, DAVID GUETTA, CALVIN HARRIS, MUMFORD & SONS, STEREOPHONICS, ASH e THE DRUMS (2010), COLDPLAY, FOO FIGHTERS, THE BLACK EYED PEAS, THE SCRIPT, ARCTIC MONKEYS, BEYONCÉ, SLASH, MANIC STREET PREACHERS, MY CHEMICAL ROMANCE, THE STROKES, THE NATIONAL, PENDULUM, BEADY EYE, dEADMAU5, CALVIN HARRIS e PRIMAL SCREAM (2011) e DAVID GUETTA, CALVIN HARRIS, CHASE & STATUS, EXAMPLE, ALESSO, 2MANYDJS, RITA ORA, NICKY ROMERO, NERO e SNOOP DOGG (2013).

A página do Facebook Oxegen 2015 anuncia nova edição do festival nos dias 10, 11 e 12 de julho, com atrações ainda não confirmadas. Aguardemos.

É um festival sensacional, idolatrado pelos fãs e muito premiado. Esperemos que continue sendo. Incompreensível como um festival de tanto sucesso encontre tantas dificuldades para continuar existindo.

DOWNLOAD FESTIVAL:

Download é um festival anual, focado no rock e no metal, de 3 dias de duração e capacidade para 120 mil pessoas por dia, que acontece desde 2003 no autódromo de Donington Park (Parque Donington, famoso circuito inglês, casa de grandes corridas, como a Fórmula 1), locação pertencente à Castle Donington (Castelo Donington), um vilarejo e freguesia (menor e menos importante das divisões territoriais inglesas, abaixo de distritos e condados) extremamente bem localizado, próximo a um parque industrial e com acesso fácil de todos os meios de transporte, estando 30 quilômetros ao norte do Aeroporto Internacional de East Midlands.

Encontra-se em North West Leicestershire (condado Leicester Noroeste), cidade e distrito governamental do condado de Leicestershire, na região de East Midlands /Terras Médias (parte central de um país) Oriental, no centro-leste da Inglaterra. O nome Castle Donington vem do antigo castelo medieval construído no vilarejo pela família De Lacy (nobres vindos da Normandia, região histórica do noroeste da França) no início do século 12. O castelo foi atacado na época da "Magna Carta", um documento, assinado pelo Rei João em 1215, que limitava o poder dos monarcas da Inglaterra, impedindo o exercício do poder absoluto e, na prática, fazendo com que a vontade do rei ficasse sujeita à lei, o que causou grande conflito (inclusive armado) entre o Rei João, os barões da nobreza e o Papa. O castelo eventualmente se tornou propriedade da Coroa Britânica e seus restos incorporados à Donington House (Casa Donington, sede do conselho regional), mais tarde renomeado Donington Hall (Salão Donington) e servindo como sede da British Midland International Airways (Linhas Aéreas Internacionais da Terra Média Britânica), hoje incorporada à British Airways (Linhas Aéreas Britânicas), companhia aérea internacional símbolo do Reino Unido.

O festival, que ocorre geralmente no mês de junho, é administrado pela produtora de artistas e eventos ao vivo Live Nation Entertainment (Nação Ao Vivo Entretenimemnto), uma fusão, feita em 2010, da antiga Live Nation Concerts (Nação Ao Vivo Concertos, produtora de shows que organiza o festival desde o seu início, baseada em Beverly Hills, cidade do condado de Los Angeles, no estado da Califórnia, costa oeste dos Estados Unidos), com a Ticketmaster (empresa, baseada na cidade-vizinha West Hollywood, que produz, distribui e vende ingressos para eventos).

Hoje um dos maiores e mais populares festivais de verão ingleses (ao lado de Glastonbury e Sonisphere), foi criado em 2003 (já com 2 dias de duração, e passando a 3 em 2005) pelos ingleses Stuart Galbraith (produtor de eventos fundador da Kilimanjaro Live, uma das maiores promotoras de eventos ao vivo do Reino Unido, baseada na capital Londres, e posterior diretor de operações e gestão da Live Nation, além de também ser responsável pela criação dos festivais Wireless Festival, Hyde Park Calling e Live 8 Concert, e consultor do Bloodstock), e por Andy Copping (importante promotor da Live Nation e principal recrutador e escalador de bandas para o Download, hoje vice-presidente de promoções), para substituir o extinto Monsters Of Rock, que aconteceu entre 1980 e 1996 em Donington Park, e por isso mesmo é considerado seu sucessor. Leva em seu logo a legenda "The UK's Premier Rock Festival At The Spiritual Home Of Rock, Donington Park" ("O Principal Festival De Rock Do Reino Unido No Lar Espiritual Do Rock, Parque Donington" .

O nome Download foi escolhido por dois motivos: era uma palavra amaldiçoada na indústria musical por causa dos downloads ilegais que fizeram cair as vendas de discos (o que deixou o rock sob muita pressão das gravadoras, por ser considerado um gênero musical "rebelde"), e por acreditarem que, por ser considerado o "Monsters Of Rock do século 21", a internet criaria uma forte ligação com o público, criando uma consciência sobre os downloads legais e ilegais. Os ingressos para a edição de estréia, em 2003, continham um código impresso que permitia que os visitantes fizessem downloads de músicas das bandas que estiveram no festival. Foi, inclusive, re-batizado em 2005 o terceiro palco como Napster Stage (Palco Napster, o programa de compartilhamento de arquivos em rede, principalmente MP3, criado em 1999 por Shawn Fanning e Sean Parker, que protagonizou o primeiro grande episódio na luta jurídica entre a indústria fonográfica e as redes de compartilhamento musical online. Luta essa que se intensificaria ainda mais com a entrada de LARS ULRICH, baterista do METALLICA, na briga contra o compartilhamento ilegal).

Seu mascote oficial é o Download-cão, que aparece em uma enorme gama de produtos licenciados do festival, como ingressos, camisas, adesivos, bandeiras de palco e todo tipo de mercadoria. Uma competição chamada Download Dog's Den Competition (Competição Toca Do Download-cão), foi criada e organizada pela Live Nation, onde o fã deve enviar uma sugestão de atividade não-musical que ele gostaria de ver no festival. O vencedor é premiado com 2 ingressos para a área de convidados.

Há, também, vários eventos paralelos no Download, como os debates entre fãs no Fan Forum (Fórum dos Fãs, que foi criado como um canal de críticas e sugestões entre fãs e produção, e acabou gerando uma comunidade online permanente de fãs, em contato constante com a produção, com contribuições regulares do diretor do festival John Probyn e do promotor e co-fundador Andy Copping), que gerou, à partir de 2006, encontros (em pessoa) nas áreas do festival entre membros da comunidade, churrascos, torneios de futebol e até um quiz no pub do festival para os acampantes que chegam na silenciosa noite de quarta.

É possível comprar vários tipos de pacotes (passe) para o festival, além dos ingressos diários, como os para 3 ou 5 noites, e com ou sem acesso à área de camping, além do estacionamento, que é cobrado à parte e antecipadamente, ao preço de 20 libras (cerca de 78 reais). O passe para o fim de semana sem camping é vendido por 180 libras, cerca de 703 reais. A área "Quiet Camping" ("Acampamento Tranquilo/Silencioso"), antiga "Family Camping" ("Acampamento Familiar"), localizada numa área separada dentro da área de camping principal, foi projetada para proporcionar um ambiente livre do som alto do festival (e mesmo da área geral de camping), contando, por isso mesmo, com o horário-limite de meia-noite para emissão de ruídos (música, gritos, conversas altas, etc). Os pacotes V.I.P. são válidos para a área RIP Park Farm & Metal Meadow (Rest In Peace/Descanse Em Paz na Fazenda do Parque E Campina do Metal), duas áreas contíguas com belíssima área verde para se montar a tenda e estacionar o carro, que contam com uma loja de conveniência, a Little Shop Of Horrors (Pequena Loja De Horrores), uma área de refrescos e lanches, a Hell's Kitchen (Cozinha Do Inferno), um Spa (Eco Day Spa, em parceria com o Programa Do Meio Ambiente Da ONU, o Eco Day/Dia Ecológico, que visa conscientizar em escala global sobre a necessidade de se tomar ações ambientais que protejam a natureza e o planeta Terra), além de vestiários e armários. Há, ainda, o pacote que inclui o hotel oficial do festival, o RIP Metal Hotel, localizado na RIP Park Farm, próximo à entrada principal. A produção mantém também convênios com hotéis localizados próximos ao Aeroporto de East Midlands, fornecendo, inclusive, o traslado hotel-festival. A área RIP leva a legenda "Rock By Day, Rest By Night" (Rock De Dia, Descanso De Noite).

Caravanas chegam para o Download vindas de todas as partes do Reino Unido (Inglaterra, Irlanda Do Norte, Escócia e País De Gales), além da Irlanda (República Da Irlanda ou Eire) e outras partes da Europa. A Big Green Coach (algo como Viação Grande Verde, a maior empresa de viagens por ônibus fretados do ramo de música ao vivo do Reino Unido, trabalhando com todos os principais festivais, baseada em Birmingham, cidade e distrito governamental da região e condado cerimonial de West Midlands/Terras Médias Ocidental, no centro-sul do país) é a parceira oficial do festival, trazendo os fãs na quarta, quinta e sexta, deixando-os no estacionamento oficial dos viajantes, ao lado do portão principal, e partindo na segunda. Há também os micro-ônibus fretados e vans oficiais, disponibilizados pela produção do festival, que trazem os fãs que chegam de trem de todas as partes do Reino Unido, desde as estações de trem da cidade de Derby (cidade do condado de Derbyshire, na região de East Midlands, centro-leste do país) e da região de East Midlands (região da parte oriental das Midlands/Terras Médias, que é a parte central do país. Midlands Oriental engloba os condados de Nottinghamshire, Derbyshire, Leicestershire, Rutland, Northamptonshire e a maior parte de Lincolnshire). Além disso, temos os vindos de Longhborough (Vila Do Lago, cidade do condado de Leicestershire localizada na Vila De Charnwood/Floresta De Charn, na região de East Midlands, centro-leste do país) de responsabilidade da KinchBus (Viação Kinch, companhia de ônibus baseada em Loughborough e subsidiária da Wellglade Group, um conglomerado de empresas de transporte rodoviário que serve toda a região das Midlands, baseado em Heanor, cidade e freguesia administrativa da cidade de Heanor E Loscoe, na vila e distrito governamental de Amber Valley/Vale Do Ambar, que pertence ao condado de Derbyshire, na região de East Midlands).

A primeira edição do Download aconteceu nos dias 31 de maio e 1 de junho de 2003 e foi encabeçado por IRON MAIDEN e AUDIOSLAVE, que substituiu de última hora o LIMP BIZKIT. A produção tentou trazer o METALLICA, porém a banda já estava escalada para encabeçar os festivais de Reading e Leeds, o que inviabilizou a tentativa. Contudo eles estiveram na escalação, fazendo um show surpresa no segundo palco no meio da tarde (sem passagem de som e após fazer um show em Londres na noite anterior), e se comprometendo a voltar no ano seguinte. Tivemos na estréia 2 palcos principais, o Main Stage (Palco Principal) e o Scuzz Stage (Palco Scuzz, em parceria com o canal de televisão musical britânico Scuzz, que transmitiu o evento a todo o Reino Unido, além da República Da Irlanda, de propriedade da Sony Pictures Television e baseado na capital Londres). Cancelamento de última hora de CHEVELLE, substituído por uma segunda apresentação do INSTRUCTION. 75 mil pessoas compareceram para acompanhar 57 bandas em 2 palcos principais durante 2 dias.

Em 2004 o Download teve uma mini-edição (com apenas 9 bandas) de 2 dias realizada na Escócia, no Glasgow Green (Jardin de Glasgow, numa tradução livre), um parque localizado no extremo-leste de Glasgow (City Of Glasgow/Cidade De Glasgow, a terceira maior cidade do Reino Unido), capital da Escócia e do Concelho De Glasgow (uma das 32 subdivisões independentes equivalentes a estados), no centro-sul do país. O parque, o mais antigo do país (datando do século XV), está localizado na margem norte do rio Clyde, possui 55 hectares (550 mil metros quadrados) de extensão, e possui muita área verde, além de playgrounds (Play Village/Vila de Brincadeiras), espaços para eventos, trilhas iluminadas para caminhadas e para passeios de charrete, cursos orientacionais gratuitos, plataformas para observação do rio Clyde, estábulos com grandes e belos cavalos, o McPhun's Park (Parque McPhun) e o People's Palace Garden (Jardim do Palácio do Povo), ambas áreas horticulturais, o Glasgow Green Football Centre (Centro de Futebol de Glasgow Green, um complexo com 18 campos de futebol, sendo 2 de dimensões oficiais, um de grama sintética e um de campo gramado, que foi o berço de nascimento do famoso time de futebol local Glasgow Rangers, em 1872), o museu People's Palace (Palácio do Povo) e a estufa Winter Garden (Jardim de Inverno), além da bela The Doulton Fountain (A Fonte Doulton), a maior fonte de terracota (uma enorme fonte construída com torres e telhas de terracota, um tipo de argila não-vidrada cozida no forno, que parece uma grande e extravagante casa numa propriedade elevada) do mundo e uma das últimas ainda existentes. O Download Scotland (Download Escócia) aconteceu nos dias 2 e 3 de junho de 2004 (alguns dias antes de Donington) e teve como atrações principais: METALLICA, SLIPKNOT, KORN e HIM (quarta dia 2) e LINKIN PARK, LOSTPROPHETS, IGGY POP & THE STOOGES, THE DISTILLERS e MACHINE HEAD (quinta dia 3). 9 bandas se apresentaram em um único palco durante 2 dias.

Na versão inglesa, que aconteceu nos dias 5 e 6 de junho, um novo palco foi adicionado, o alternativo Barfly Stage (Palco Barfly), em parceria a rede britânica de bares Barfly (sendo barfly uma gíria que descreve uma pessoa que passa muito do seu tempo em bares). O Scuzz Stage passou a se chamar Snickers "Game On" Stage (Palco Snickers "Vamos Competir"), em parceria com a famosa e mais vendida marca de chocolate Snickers, de propriedade da Mars Inc., que também patrocina esportes radicais. Suas sedes são em McLean (distrito do condado de Fairfax, no norte do estado da Virginia, região do Atlântico-Sul, sudeste dos Estados Unidos) e Hackettstown (cidade do condado de Warren, no estado de Nova Jersey, na região Centro-Atlântica, nordeste dos Estados Unidos). Problemas de última hora vitimaram algumas das bandas nessa edição: A banda SOIL se perdeu no caminho para Donington e perdeu sua apresentação no palco principal no sábado; STATIC-X perdeu sua apresentação devido a seu ônibus ter quebrado; Já no domingo o equipamento do SLAYER não chegou a tempo e sua apresentação, que seria no palco principal no meio da tarde, foi transferida para o segundo palco, à noite e com uma duração maior. Foram substituídos pelo DAMAGEPLAN, que estava escalado pra tocar no palco secundário; Até a atração principal do festival, METALLICA, teve sua baixa nessa edição. LARS ULRICH teve que ser levado às pressas para o hospital após passar mal no vôo que o trazia, e o show, que foi atrasado em 1 hora e meia, teve como bateristas DAVE LOMBARDO (SLAYER), JOEY JORDISON (SLIPKNOT) e FLEMMING LARSEN (técnico de bateria da banda). 75 mil pessoas compareceram para acompanhar 73 bandas se apresentando em agora 3 palcos principais durante 2 dias.

O festival seguinte seria expandido, e assim 2005 foi a primeira edição com 3 dias de duração (realizada nos dias 10, 11 e 12 de junho) e com 4 palcos. Essa foi uma edição atípica, com o sábado englobando o festival de OZZY OSBOURNE, o Ozzfest (sendo assim chamado de Ozzfest 2005 e tendo o já histórico show de reunião do BLACK SABBATH como atração principal), e a sexta sendo chamada de "Indie Day" (Dia Indie), com atrações principais bem variadas (no melhor estilo indie), sendo elas: FEEDER, GARBAGE, BILLY IDOL (fechando o Snickers Stage, voltando a tocar no Reino Unido depois de um longo hiato) e NAPALM DEATH. O festival foi fechado no domingo com SYSTEM OF A DOWM, SLIPKNOT e MOTÖRHEAD. O palco Barfly Stage passou a se chamar Napster Stage, o Snickers "Game On" Stage foi chamado apenas de Snickers Stage, e o menor e alternativo Snickers Bowl Stage (Palco Snickers Bowl/Tigela Snickers, nome fantasia criado pela Snickers após passar a patrocinar o Super Bowl, a final do campeonato de futebol americano, e criar a sua tigela (bowl) própria para doces). Novamente cerca de 75 mil pessoas estiveram presentes para acompanhar 110 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) se apresentando nos agora 4 palcos principais durante os novos 3 dias.

No ano seguinte (2006, o ano de clima mais quente de sua história) o Download foi realizado nos dias 9, 10 e 11 de junho e teve como headliners: TOOL, METALLICA e GUNS 'N' ROSES. Assim como ocorrera com LARS ULRICH dois anos antes, dessa vez JONATHAN DAVIS, vocalista do KORN, precisou ser hospitalizado após passar mal devido a um distúrbio sanguíneo, sendo substituído no show por vários vocalistas: COREY TAYLOR (SLIPKNOT), DEZ FAFARA (DEVILDRIVER), JESSE HASEK (10 YEARS), BENJI WEBBE (SKINDRED), M.SHADOWS (AVENGED SEVENFOLD) e MATT HEAFY (TRIVIUM). Destaque para o show do METALLICA, que tocou o álbum "Master Of Puppets" na íntegra, em comemoração do aniversário de 20 anos de seu lançamento. O show do GUNS 'N' ROSES teve problemas no início, quando, após um dos costumeiros atrasos da "diva" AXEL ROSE, garrafas foram atiradas no palco, sendo que o próprio AXEL caiu após escorregar no piso molhado, e o baixista TOMMY STINSON foi acertado por uma delas. Este, extremamente irritado, atirou seu baixo em qualquer direção, acertando um operador de câmera, e abandonou o palco. Ao final da música ele voltou e se desculpou, mas ameaçou abandonar o palco de vez se o problema recomeçasse.

O palco principal foi alocado no centro da locação e chamado de Kerrang! Stage (Palco Kerrang!), em homenagem ao 25º aniversário da revista de rock e metal britânica Kerrang! (de propriedade da Bauer Consumer Media Group Ltda/Grupo Midiático De Consumo Bauer, baseado em Peterborough, cidade-catedral (títulos concedidos pela coroa britânica às cidades com catedrais diocesanas) e distrito do condado cerimonial (sem função administrativa) de Cambridgeshire, no leste da Inglaterra), uma das mais famosas no mundo e de circulação global. O DOWN fez um show-surpresa, abrindo o palco, tendo colocado apenas "???" na escalação oficial. O palco secundário Snickers Stage, localizado no interior de uma enorme tenda, foi situado atrás do palco principal, e o Gibson/My Space Stage (novo nome do Napster Stage, em parceria com a Gibson Guitar Corporation/Corporação Guitarra Gibson, famosa marca de guitarra produzida nos Estados Unidos, e com a rede social de comunicação online My Space), o menor e com menor tenda entre os 3 maiores, foi alocado no outro lado da locação, de frente para o palco principal.

76 mil pessoas estiveram presentes para assistir 106 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) se apresentando em 4 palcos principais durante 3 dias. O SOILWORK estava escalado para tocar domingo no Snickers Stage, mas acabou substituído pelo DEVILDRIVER, que já havia se apresentado no sábado e fez, assim, sua segunda apresentação nessa edição.

Esse ano contou, também, com uma versão irlandesa do festival, similar à que havia ocorrido na irmã britânica Escócia em 2004, chamada de Download Festival Ireland (Festival Download Irlanda). Ela ocorreu nos dias 9 e 11 de junho, no antigo RDS Showgrounds (Área de Shows e Exposições RDS), hoje RDS Arena (Royal Dublin Society Arena/Arena da Real Sociedade de Dublin), um estádio poliesportivo com capacidade para 18.500 pessoas, de propriedade da Real Sociedade De Dublin, nome dado em 1820 à organização, criada em 1731, "para promover e desenvolver agricultura, artes, indústria e ciência na Irlanda". A sede da RDS possui em suas premissas áreas que incluem, além da RDS Arena, a RDS Simmonscourt (Tribunal Simmons RDS), RDS Main Hall (Salão Principal RDS) e outras locações, todas usadas regularmente para exibições, concertos e eventos esportivos, sendo a Arena a casa do time de rúgbi Leinster Rugbi. A RDS está localizada em Ballsbridge, subúrbio da cidade de Dublin (capital da Irlanda), na província de Leinster, costa leste do país. A sexta dia 9 teve como atração principal o GUNS 'N' ROSES, acompanhado de BULLET FOR MY VALENTINE e FUNERAL FOR A FRIEND, e o domingo dia 11 teve o METALLICA (em sua mini-turnê "Escape From The Studio 2006"), acompanhado de ALICE IN CHAINS e AVENGED SEVENFOLD.

O Download Festival 2007 aconteceu nos dias 8, 9 e 10 de junho, e teve como atrações principais: MY CHEMICAL ROMANCE, LINKIN PARK e IRON MAIDEN. Destaque para o retorno do KORN, cujo vocalista JONATHAN DAVIS, não havia podido se apresentar um ano antes. Pela primeira vez uma banda se apresentou oficialmente na quinta, quando o SCUMFACE se apresentou, durante o churrasco da cúpula do festival, no palco Tuborg Stage/Palco Tuborg, novo nome do Gibson/My Space Stage. O palco tem agora parceria com a cervejaria dinamarquesa Tuborg, baseada em Fredericia, cidade do município de mesmo nome (situado no centro-sul do país), localizado na região da Dinamarca Do Sul e na porção leste da península de Jutland (que é dividida com a Alemanha), sendo parte de uma sub-região chamada localmente de "Trekanten"/"O Triângulo", uma cooperativa que engloba outros 5 municípios da península, além de Fredericia, mais a ilha de Funen). A Tuborg, por sua vez, é propriedade do grupo Carlsberg, a maior cervejaria dinamarquesa e uma das maiores da Europa, baseada na cidade de Copenhagen, capital e região administrativa oriental da Dinamarca, situada nas ilhas de Zelândia e Amager (que são ligadas por pontes), no nordeste do país.

A apresentação do LAMB OF GOD foi gravada na íntegra e posteriormente lançada no DVD "Walk With Me In Hell". Foi a primeira participação do DIMMU BORGIR num festival inglês e ainda a primeira vez na história que uma banda da Índia tocava em Donington, o PARIKRAMA.

Com a saída da Snickers, o palco secundário passou a se chamar DIMEBAG DARRELL Stage, em homenagem ao guitarrista do PANTERA e do DAMAGEPLAN, assassinado em dezembro de 2004, e o quarto palco deixou de existir. 77 mil pessoas compareceram para acompanhar 101 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) se apresentando em novamente 3 palcos principais durante 3 dias. Desistência do HARDCORE SUPERSTAR, que se apresentaria domingo no Tuborg Stage, devido à quebra de seu ônibus de turnê na Alemanha.

A partir de 2008, reformas e modernizações feitas para as corridas de fórmula 1 obrigaram a produção a mudar algumas áreas de lugar, uma vez que o terreno arável da pista se tornou inadequado para ser usado em áreas do festival. Seria a primeira mudança em relação ao Monsters, que assim como as 5 primeiras edições do Download, usava muito essa parte arenosa do interior da pista. Primeiro a área Sunday Markets (Mercados de Domingo), seguida depois pela área de camping, teve que ser realocada para a ala oeste do circuito, limitando muito essas áreas em termos de capacidade, além de ter dificultado muito o trajeto entre as barracas e tendas e a arena de shows, o que motivou também a mudança da própria arena para a ala oeste. O palco secundário se tornou maior e mudou de formato, de palco-marquise para palco ao ar-livre, e foi realocado num dos estacionamentos pavimentados do circuito.

Essa edição aconteceu nos dias 13, 14 e 15 de junho e teve uma de suas melhores escalações em todos os tempos. Na sexta, com cerca de 60 mil pessoas presentes, o KISS encabeçou o palco principal, numa sequência matadora que contou com JUDAS PRIEST, MOTÖRHEAD e DISTURBED, numa noite mais "old school" ("velha guarda"). Os headliners dos outros palcos (Tuborg passou a ser o secundário e a Gibson voltou a nomear o terceiro) foram SIMPLE PLAN e THE DILLINGER SCAPE PLAN. No sábado a atração principal THE OFFSPRING contou com outra grande sequência: INCUBUS, BULLET FOR MY VALENTINE, BIFFY CLIRO e ALTER BRIDGE, claramente uma noite mais "atual". No Tuborg tivemos o HIM (curiosamente ACE FREHLEY, guitarrista original do KISS, se apresentou no meio dessa escalação), e no Gibson Stage um agrado para os metaleiros antigos: TESTAMENT e SAXON. Fechando o festival no domingo: LOSTPROPHETS (Palco Principal), CAVALERA CONSPIRACY (Tuborg Stage) e JONATHAN DAVIS AND THE SFA (SIMPLY FUCKING AMAZINGS, banda solo do vocalista do KORN, no Gibson Stage).

Algumas baixas nessa edição: CHRIS CORNELL, anunciado na escalação oficial, cancelou sua turnê européia para se concentrar em seu novo disco. TWIN METHOD e FINGER ELEVEN, que chegaram a ter seus nomes anunciados, foram retirados da escalação no site oficial do festival. KID ROCK, que estava escalado para tocar antes do DISTURBED na sexta, desistiu no último minuto, para alegria do público presente, que pôde ver uma apresentação maior de MOTÖRHEAD e JUDAS PRIEST. A declaração oficial da produção foi de que ele teria sofrido desidratação e dores abdominais e teria sido hospitalizado, mas mais tarde o próprio desmentiu, alegando que sua banda e equipe foram maltratados, tendo apenas um trailer como camarim para todos (sem água e sem banheiro), numa área com grama não-aparada, e nenhuma regalia (bebidas e comidas). Após o ultimato de 1 hora de prazo para ser agraciado, não-obedecido pelo então promotor Andy Copping (hoje vice-presidente da Live Nation), a banda se retirou do festival e KID ROCK teria invadido o escritório do promotor e urinado em seu sofá, antes de também ir embora. Como vingança Andy declarou que ROCK estaria deprimido e de coração partido por causa de sua esposa Pamela Anderson, que declarara amor eterno à seu então ex-marido TOMMY LEE, baterista do MÖTLEY CRÜE.

Cerca de 60 mil pessoas estiveram presentes para acompanhar 99 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) se apresentando em 3 palcos principais durante 3 dias. Na quinta-feira dia 12, durante o churrasco da cúpula do festival, a banda FOREVER NEVER se apresentou no Gibson Stage.

Em 2009, nos dias 12, 13 e 14 de junho, com 82 mil pessoas presentes (superando assim o limite de capacidade de 80 mil pessoas, o que motivou uma expansão da arena de shows nos anos seguintes para 120 mil) durante o fim de semana, o festival viu uma nova mudança no seu mapa, com a arena de shows passando para uma área em campo aberto, muito mais adequada, na ala sul do circuito, facilitando e encurtando muito o trajeto desde a área de camping, diferentemente do que fora em 2008. O festival passou, também, a contar com a estação de rádio local Rock Radio 87.7 FM, transmitindo shows, entrevistas e notícias direto do circuito e das imediações, com alcance de sinal até a cidade de Nottingham (famosa cidade cuja floresta abrigou o "ladrão-benfeitor" Robin Hood e seu bando durante o século XIII), capital do condado cerimonial (aquele que não tem função administrativa) de Nottingahmshire (que faz divisa ao norte de Leicestershire), localizado na região de East Midlands, no centro-leste do país.

Essa edição foi encabeçada por FAITH NO MORE, SLIPKNOT e DEF LEPPARD, com o destaque do domingo ter assumido uma atmosfera totalmente "Monsters Of Rock", com o ZZ TOP e o WHITESNAKE se apresentando antes do DEF LEPPARD. Na quinta o churrasco da cúpula do festival foi realizado na área do palco Red Bull Bedroom Jam Stage (em parceria com a bebida energética Red Bull, palco esse que passou a estar presente na maioria dos festivais britânicos, como o escocês T In The Park, assim como dos grandes festivais europeus), tendo o ATTICA RAGE como atração. Assim o festival passou a contar novamente com 4 palcos, e a competição "Red Bull Bedroom Jam Competition" (Competição Jam no Quarto Red Bull), que também ocorre em outros festivais, foi realizada para revelar uma nova banda, tendo como vencedora AFTER THE ORDEAL. A banda realizou, então, um show virtual, tocando literalmente de seu quarto, e tendo sua apresentação transmitida ao vivo direto no Palco Principal, antes do show de MARILYN MANSON. Outra competição realizada foi a "Tuborg Battle Of Bands" (Batalha Das Bandas Tuborg, realizada no Palco Tuborg, que voltou a ser o terceiro palco), e a vencedora foi a banda punk ACID DROP, que ganhou o direito de abrir o Tuborg Stage no sábado. Uma nova atração da noite de quinta foi o Boardie Takeover (Cúpula Assumindo O Controle), evento realizado na lotada End Tent (Tenda Final, mais uma estréia do festival), com 4 bandas (SCUMFACE, retornando após o churrasco de 2007, ORESTEA, ECHOVIRUS e o headliner SILENT DESCENT), 2 cantores, 4 DJ's, um humorista de stand-up comedy (monólogos engraçados sobre situações cotidianas) e uma dançarina burlesca (dança teatral satírica de cabaré), todos membros dos fóruns de fãs online do festival.

As entradas de camping se esgotaram nessa edição, com mais 2.500 sendo colocadas à venda e se esgotando em menos de 1 hora. O segundo palco foi chamado apenas de Second Stage (Segundo Palco), com o Tuborg voltando a ser terceiro palco e a Red Bull e seu concurso assumindo o quarto palco. Dois shows-surpresa foram realizados esse ano, do THUNDER (sábado) e do ENTER SHIKARI (sexta). O ANVIL, que havia estrelado um premiado filme-documentário sobre sua história, fez sua primeira apresentação em solo britânico em grande estilo, encabeçando o palco Tuborg no sábado, noite que contou com os headliners THE PRODIGY, no Segundo Palco, e SLIPKNOT, no Palco Principal, cuja apresentação foi registrada e lançada no ano seguinte no DVD "(Sic)Nesses", em homenagem a PAUL GRAY, baixista co-fundador da banda falecido quase um ano depois, tendo sido essa a última apresentação da banda em solo britânico com ele.

Cerca de 82 mil pessoas compareceram para acompanhar 132 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) em agora 4 palcos principais durante 3 dias. THE GOST OF A THOUSAND estava escalado para encabeçar o Red Bull Bedroom Jam Stage no sábado, mas acabou cancelando, sendo substituído pelo THE BLACKOUT, que ganhou assim uma segunda apresentação no festival, já que havia se apresentado na sexta no palco principal.

A edição de 2010 foi realizada nos dias 11, 12 e 13 de junho e teve AC/DC, RAGE AGAINST THE MACHINE e AEROSMITH como atrações principais. Dois aniversários de 30 anos foram comemorados nesse ano, o do festival antecessor ao Download, o histórico Monsters Of Rock (que aconteceu em 1980, tendo o RAINBOW de RITCHIE BLACKMORE, lendário ex-guitarrista do DEEP PURPLE, como atração principal), e o disco "Wheels Of Steel", do SAXON (também presente no Monsters original), que foi também lançado no já longínquo ano de 1980, o que motivou a banda a tocá-lo na íntegra em sua apresentação, para deleite dos fãs presentes. O segundo palco foi rebatizado como "RONNIE JAMES DIO Stage" (Palco RONNIE JAMES DIO), em homenagem ao recém-falecido vocalista de BLACK SABBATH, RAINBOW, DIO e ELF. O anúncio foi feito, inclusive, no próprio dia da morte do vocalista. Em ainda mais uma homenagem, o palco principal foi chamado de "The Maurice Jones Stage" (O Palco Maurice Jones), homenageando o co-fundador do Monsters Of Rock, que morrera em 2009. O festival marcou ainda a última apresentação no Reino Unido do baixista da banda norte-americana Y&T, PHIL KENNEMORE, que morreria 6 meses depois. O show foi muito aguardado pelos fãs, já que a última vez que a banda estivera em Donington havia sido no Monsters de 1984.

O evento Boardie Takeover aconteceu pelo segundo ano consecutivo, tendo como atrações a volta do SILENT DESCENT (que havia encabeçado a edição de estréia), FALLEN FATE, JACKNIFE HOLIDAY e CYSTER SCALPEL, além de outros cantores, DJ's e uma dançarina burlesca.

O show do AC/DC foi um acontecimento inédito em Donington. Pela primeira vez na história uma banda trazia seu próprio palco para o circuito, assim a banda pôde trazer todo o seu equipamento e o completo show de arena que a banda leva consigo em sua turnê. O palco foi posicionado próximo ao Maurice Jones Main Stage (Palco Principal Maurice Jones), foi chamado de AC/DC Stage (Palco AC/DC), e usado somente para a apresentação da banda, que fechou a noite de sexta, começando o show somente quando todos os shows dos outros palcos já haviam se encerrado, provando ser mesmo um evento único e muito especial, digno de não dividir as atenções com mais nenhuma banda ou palco. Na manhã seguinte ao show o aparato de segurança ao redor do palco foi retirado e o mesmo permaneceu vazio e fechado até o final do festival.

Novas mudanças quanto aos palcos: O Tuborg Stage passou a se chamar Pepsi Max Stage, em parceria com o refrigerante de baixa caloria da Pepsi, e tivemos a estréia do Jägermeister Acoustic Stage (Palco Acústico Jägermeister, em parceria com o licor alemão Jägermeister), destinado às apresentações acústicas, inclusive de bandas do próprio festival que fazem sets "plugados".

Cerca de 105 mil pessoas estiveram presentes para acompanhar 121 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) em agora 5 palcos principais (6 contando com o Palco AC/DC) durante 3 dias. Algumas desistências: SUM 41 teve que cancelar sua apresentação devido ao acidente de carro de seu baterista, STEVE JOCZ; WOLFMOTHER precisou cancelar por motivos de saúde e foi substituído pelo KILLSWITCH ENGAGE; RATT estava escalado para tocar no palco principal no domingo, mas teve que ser substituído pelo FM, por causa do vocalista STEPHEN PEARCY, que se encontrava doente.

Na edição seguinte (2011), nos dias 10, 11 e 12 de junho, tivemos como headliners: DEF LEPPARD (sexta), SYSTEM OF A DOWN (sábado) e LINKIN PARK (domingo), com grande destaque para a escalação "old school" ("velha guarda") do Second Stage (Palco Secundário) no sábado, com a sequência DIO DISCIPLES (Discípulos De DIO, banda-tributo formada pelos próprios ex-integrantes da banda solo de DIO: CRAIG GOLDY, RUDY SARZO, SIMON WRIGHT (mais tarde substituído por VINNY APPICE) e SCOTT WARREN, originalmente com TIM "RIPPER" OWENS nos vocais e DORO PESH como convidada), MR. BIG, CHEAP TRICK, TWISTED SISTER e ALICE COOPER fechando.

Mais de 100 mil pessoas compareceram para acompanhar 141 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) se apresentando em 5 palcos principais durante 3 dias. Desistências de WAYNE STATIC, que abriria o palco principal no domingo, MASTERS OF REALITY e KARMA TO BURN, esse último substituído pelo HYRO DA HERO, que assim fez sua terceira apresentação apenas nessa edição, recorde do festival.

Na edição de décimo aniversário (2012), nos dias 8, 9 e 10 de junho, tivemos uma escalação realmente especial: THE PRODIGY (sexta), METALLICA tocando o "Black Album" na íntegra (sábado) e BLACK SABBATH (domingo), fechando o festival em grande estilo, com mais de 90 mil pessoas presentes. Esse line-up (escalação) foi premiado no 2012 UK Festival Awards (Premiação dos Festivais Britânicos 2012) pelo "Melhor Line-Up Do Ano" e o diretor do festival, John Probyn, recebeu o "Prêmio De Realização De Uma Vida". O palco principal foi chamado de The Jim Marshall Main Stage (O Palco Principal Jim Marshall), em homenagem ao recém-falecido fundador da Marshall Amplification (Amplificação Marshall, empresa britânica que projeta e fabrica amplificadores, auto-falantes e fones de ouvido, baseada em Bletchley, cidade-constituinte (distrito) da cidade de Milton Keynes, pertencente ao condado de Buckinhamshire, distante 72 km ao noroeste da capital Londres, no sudeste da Inglaterra), pioneiro na amplificação de guitarras e considerado um dos 4 pais dos equipamentos elétricos para rock (ao lado de Leo Fender, Les Paul e Seth Lover).

O clima não cooperou muito nesse ano e devido às condições de sexta, úmido e com forte ventania, a locação demorou a ser aberta ao público, causando atrasos e adiamentos na programação, além de muita lama e desorganização na área de camping, o que provocou muitas críticas à organização do festival. O MACHINE HEAD quebrou o recorde do festival quando 29 rodinhas (circle pits) de fãs se abriram ao mesmo tempo durante uma música. Nota triste para o comediante BOB SLAYER, assíduo participante do Comedy Stage (Palco Comédia), que quebrou o pescoço ao se atirar em direção à platéia durante sua apresentação, numa tentativa de fazer o "crowd surf" (surfe na multidão), tradicional acrobacia presente em festivais, onde o indivíduo se atira do palco e é carregado no alto pelo público, literalmente "surfando" sobre a multidão.

O palco secundário foi batizado de Zippo Encore Stage (Palco Bis da Zippo), em parceria com a marca norte-americana de isqueiros metálicos recarregáveis Zippo, baseada em Bradford, cidade do condado de McKean, no estado da Pensilvânia, localizado na Região Do Centro-Atlântico, no nordeste dos Estados Unidos.

Não há um registro preciso sobre o público presente nessa edição, contudo estima-se que somente na apresentação do BLACK SABBATH havia quase 100 mil pessoas. 138 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) se apresentaram em 5 palcos principais durante 3 dias. Desistências dessa edição: T. MILLS, PORTER ROBINSON (para se dedicar à gravação de seu novo disco) e FIVE FINGER DEATH PUNCH, que tocaria domingo no palco principal e cancelou seu show devido a "dificuldades logísticas". Com isso o ANTHRAX, que tocaria no Zippo Encore Stage, foi escalado para o Main Stage.

O Download 2013 foi realizado nos dias 14, 15 e 16 de junho e teve SLIPKNOT, IRON MAIDEN e RAMMSTEIN como headliners, com grande destaque para a escalação do IRON no sábado, quando completou 25 anos de sua estréia em Donington, encabeçando o Monsters '88 durante a turnê "Maiden England", do álbum "Seventh Son Of A Seventh Son", que foi também a temática da turnê de 2013.

O palco em parceria com a Red Bull foi rebatizado como Red Bull Studios Stage (Palco Estúdios Red Bull), divulgando agora o Red Bull Studios London (Estúdios Red Bull Londres), localizado na capital da Inglaterra e do Reino Unido, Londres. O estúdio tem como proposta promover novos talentos da música britânica, de alcance local ou internacional, fornecendo acesso a instalações de gravação e produção musical com tecnologia de ponta. Também recebem mensalmente sessões de DJ's, transmitindo via internet entrevistas, novidades e vídeos de todos os artistas do estúdio, divulgando seu material e seu processo criativo. O palco apresenta muitos dos artistas que utilizaram o estúdio e é encabeçado por uma atração maior.

149 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) se apresentaram em 5 palcos principais durante 3 dias. Desistências de AFTER THE BURIEL, GOLDSBORO, SKIN e RED,WHITE&BLUES (as duas últimas tocariam duas vezes durante o fim de semana). BUCKCHERRY, que tocaria sábado no palco principal, foi substituído pelo BLACK STAR RIDERS (ex-THIN LIZZY).

Já em 2014, nos dias 13, 14 e 15 de junho, tendo como atrações principais AVENGED SEVENFOLD e THE OFFSPRING, tocando o álbum "Smash", que completava 20 anos de lançamento, na íntegra (sexta), LINKIN PARK, tocando o álbum "Hybrid Theory" na íntegra, STATUS QUO e TWISTED SISTER (sábado), e AEROSMITH (domingo), tivemos mais uma edição de muito sucesso. Pela primeira vez uma banda que havia sido headliner anteriormente retornava numa escalação secundária, quando o THE OFFSPRING encabeçou o Zippo Encore Stage na sexta. Uma brincadeira na internet pedindo pela banda DYING FETUS como atração principal, intitulada #WhyNotDyingFetus (#PorQueNãoDyingFetus), acabou levando a banda a ser realmente escalada no festival, obviamente não como headliner, mas esteve presente, abrindo o palco principal no sábado, que nesse ano foi batizado de Stephen Sutton Main Stage, em homenagem a Stephen Robert Sutton, um jovem inglês de 19 anos, falecido em maio vítima de câncer, que ficou famoso por sua luta e intensa campanha para ajudar a instituição de caridade Teenage Cancer Trust (algo como "Confiança/Esperança Contra o Câncer em Adolescentes"), arrecadando quase 5 milhões de libras (cerca de 20 milhões e 260 mil reais) em doações.

O promotor Andy Copping anunciou antes do festival que haveria um show surpresa no palco Pepsi Max Stage no domingo, show esse que seria do BLACK STONE CHERRY. A banda TRIVIUM estava originalmente escalada para encabeçar o palco Red Bull Studios Live Stage (Palco Ao Vivo dos Estúdios da Red Bull, novo nome do palco Red Bull) no domingo, mas a reclamação geral e imediata dos fãs quanto ao tamanho e capacidade limitada da tenda em que se encontra o palco motivou a produção a mudar a escalação, com a banda passando a encabeçar o Zippo Encore Stage. Um acontecimento inusitado nessa edição: Uma desconhecida banda chamada ICEMAN THESIS foi escalada para tocar no sábado por 5 minutos em 2 palcos (Pepsi Max e Red Bull Studios Live) ao mesmo tempo. A banda se apresentou em ambos os palcos como programado, 10 integrantes divididos em dois grupos de cinco, usando balaclavas (espécie de capuz) para encobrir o rosto, tocaram a mesma música, "Return To Harmony", antes de deixarem os palcos.

No retorno do evento Boardie Takeover, 4 bandas (LAST EDITION, SCUMFACE, DUMBJAW e INCINERY) e 2 DJ's se apresentaram na quinta, dia 12 de junho. Cerca de 150 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) se apresentaram em 5 palcos principais durante 3 dias. Desistências: IN FLAMES (que seria a segunda atração principal do Zippo Stage no domingo), para a gravação de seu novo álbum; DEFEATER, devido à cirurgia no quadril de seu vocalista, DEREK ARCHAMBAULT; DANGER DANGER, devido à erros de agendamento em sua turnê; SEPTEMBER MOURNING, também por gravação de álbum (sendo substituído pelo I AM FIRE); KING 810, pois seu vocalista e seu baixista foram presos; UPON A BURNING BODY, pois seu vocalista contraíra uma séria infecção no ouvido; além do CAGE THE GODS.

Suas principais atrações nessas 8 edições foram: IRON MAIDEN, AUDIOSLAVE, MARILYN MASON, DEFTONES, MINISTRY, APOCALYPTICA, DISTURBED, STONE SOUR, EVANESCENCE, LESS THAN JAKE, A, NOFX e SEPULTURA (2003), LINKIN PARK, METALLICA, KORN, SLIPKNOT, MACHINE HEAD, SUM 41, IGGY POP & THE STOOGES, THE HIVES, PENNYWISE, PEACHES, HIM, SUICIDE GIRLS, SOULFLY e SLAYER (2004/Inglaterra), METALLICA, LINKIN PARK, SLIPKNOT, KORN, HIM, LOSTPROPHETS, IGGY POP & THE STOOGES, THE DISTILLERS e MACHINE HEAD (2004/Escócia), BLACK SABBATH, SYSTEM OF A DOWN, FEEDER, GARBAGE, MEGADETH, VELVET REVOLVER, ANTHRAX, SLIPKNOT, SLAYER, NIGHTWISH, BILLY IDOL, IN FLAMES, MOTÖRHEAD, NAPALM DEATH, HELMET e THERAPY? (2005), METALLICA, GUNS 'N' ROSES, TOOL, DEFTONES, SOULFLY, KORN, TRIVIUM, AVENGED SEVENFOLD, ALTER BRIDGE, THE PRODIGY, OPETH, KILLING JOKE, SICK OF IT ALL, FUNERAL FOR A FRIEND e BULLET FOR MY VALENTINE (2006), IRON MAIDEN, LINKIN PARK, MY CHEMICAL ROMANCE, VELVET REVOLVER, MEGADETH, MARILYN MASON, SLAYER, EVANESCENCE, KORN, MÖTLEY CRÜE, BILLY TALENT, DREAM THEATER, SUICIDAL TENDENCIES, MACHINE HEAD e NAPALM DEATH (2007), KISS, THE OFFSPRING, LOSTPROPHETS, JUDAS PRIEST, MOTÖRHEAD, INCUBUS, SIMPLE PLAN, HIM, CAVALERA CONSPIRACY, THE DILLINGER ESCAPE PLAN, TESTAMENT, SAXON, JONATHAN DAVIS AND THE SFA, IN FLAMES, ACE FREHLEY e BULLET FOR MY VALENTINE (2008), FAITH NO MORE, SLIPKNOT, DEF LEPPARD, WHITESNAKE, ZZ TOP, KORN, LIMP BIZKIT, MARILYN MANSON, MÖTLEY CRÜE, THE PRODIGY, TRIVIUM, MESHUGGAH, ANVIL, GO: AUDIO, DOWN, TIM "RIPPER" OWENS, DREAM THEATER, JOURNEY, OPETH, CHRIS CORNELL e DUFF MCKAGAN 's LOADED (2009), AC/DC, RAGE AGAINST THE MACHINE, AEROSMITH, STONE TEMPLE PILOTS, MOTÖRHEAD, THEM CROOKED VULTURES, DEFTONES, MEGADETH, BULLET FOR MY VALENTINE, 30 SECONDS TO MARS, STONE SOUR, JOB FOR A COWBOY, MICHAEL MONROE, Y&T, SUICIDAL TENDENCIES, BILLY IDOL, SLASH, CINDERELLA e SAXON (2010), DEF LEPPARD, SYSTEM OF A DOWN, LINKIN PARK, BULLET FOR MY VALENTINE, AVENGED SEVENFOLD, THE DARKNESS, PENDULUM, KORN, ALICE COOPER, TWISTED SISTER, ROB ZOMBIE, THE CULT, DANZIG, FUNERAL FOR A FRIEND, FRANK TURNER, H.E.A.T., ALTER BRIDGE, THIN LIZZY, DOWN, CHEAP TRICK, MR. BIG e DIO DISCIPLES (2011), THE PRODIGY, METALLICA, BLACK SABBATH, SOUNDGARDEN, MEGADETH, CHASE & STATUS, BIFFY CLYRO, SLASH (Featuring MYLES KENNEDY & THE CONSPIRATORS), YOU ME AT SIX, RISE AGAINST, THE DEVIN TOWNSEND PROJECT, THE MISSION, MACHINE HEAD, TENACIOUS D, SAXON, BLACK LABEL SOCIETY, NIGHTWISH, OPETH e SEBASTIAN BACH (2012), SLIPKNOT, IRON MAIDEN, RAMMSTEIN, 30 SECONDS TO MARS, QUEENS OF THE STONE AGE, MÖTORHEAD, BULLET FOR MY VALENTINE, KORN, BLACK STONE CHERRY, ENTER SHIKARY, LIMP BIZKIT, HIM, THE HIVES, SATYRICON, DOWN, ALICE IN CHAINS, BLACK STAR RIDERS (ex-THIN LIZZY), UFO, GOGOL BORDELLO, EUROPE, URIAH HEEP e NEWSTED (2013), e AVENGED SEVENFOLD, LINKIN PARK, AEROSMITH, ROB ZOMBIE, ALTER BRIDGE, THE OFFSPRING, BAD RELIGION, STATUS QUO, TWISTED SISTER, TRIVIUM, OPETH, BEHEMOTH, THE DILLINGER ESCAPE PLAN, WITHIN TEMPTATION, BLACK LABEL SOCIETY, STEEL PANTHER, VOLBEAT, JOE BONAMASSA, RICHIE SAMBORA, PHILIP H. ANSELMO & THE ILLEGALS, SKID ROW e BLACK STONE CHERRY (2014).

Em 2015, nos dias 12, 13 e 14 de junho, as atrações principais são: SLIPKNOT, JUDAS PRIEST, FIVE FINGER DEATH PUNCH e BLACK STONE CHERRY (sexta), MUSE, FAITH NO MORE (novamente uma banda que fôra atração principal retornando como segunda atração), A DAY TO REMEMBER e MARILYN MANSON (sábado), e KISS, MÖTLEY CRÜE (em sua última apresentação num festival britânico antes do fim de suas atividades), SLASH (Featuring MYLES KENNEDY AND THE CONSPIRATORS) e ENTER SHIKARI (domingo), além de THUNDER, BODYCOUNT, BILLY IDOL, o reunido L7, LAMB OF GOD, IN FLAMES, ACE FREHLEY, BLACK STAR RIDERS (ex-THIN LIZZY) e TESTAMENT.

Mais um festival que, apesar de relativamente jovem, já tem seu nome cravado na história, principalmente por carregar o enorme legado do mítico circuito de Donington Park, deixado pelo igualmente mítico festival Monsters Of Rock. Bandeira essa carregada com muito orgulho e competência. Que ela continue tremulando e que a história continue sendo escrita até o final dos tempos.

SONISPHERE FESTIVAL:

Sonisphere é um festival itinerante, criado em 2009, que atravessa a Europa entre os meses de junho e agosto, tendo a versão inglesa como principal, com duração variável (3 para a inglesa) e média de 30 a 40 mil pessoas por dia. Foi no Sonisphere o berço da já histórica formação do "The Big Four Of Thrash Metal" ("Os Quatro Grandes Do Thrash Metal"), com METALLICA, SLAYER, MEGADETH e ANTHRAX.

É gerenciado pela Kilimanjaro Live (uma das maiores promotoras de eventos ao vivo do Reino Unido, baseada na capital Londres, também capital da Inglaterra) e pela K2 Promotions (Promoções K2, empresa promotora de eventos esportivos e de entretenimento baseada em Venice, distrito da cidade de Los Angeles, no condado de mesmo nome, estado da Califórnia, na região dos estados do Pacífico, sudoeste dos Estados Unidos), com apoio financeiro da AEG (Anschutz Entertainment Group/Grupo De Entretenimento Anschutz), uma empresa multinacional de esporte e entretenimento, subsidiária da Anschutz Corporation (Corporação Anschutz, de propriedade da família de empresários americanos Anschutz, uma holding, companhia privada que controla outras empresas comprando suas ações, norte-americana baseada em Denver, cidade localizada no centro-oeste dos Estados Unidos, que é ao mesmo tempo condado, municipalidade e capital do estado do Colorado, que faz parte das regiões oeste e sudoeste do país, e também dos Estados das Montanhas Rochosas). A AEG é proprietária ou gestora de mais de 120 arenas situadas em 5 continentes, entre elas a O2 Arena, em Londres. Já a AEG Live, que por sua vez é a subsidiária de entretenimento da AEG, é a segunda maior promotora de shows e turnês do mundo, com 15 escritórios regionais espalhados pelo globo.

O evento nasceu quando Stuart Galbraith (criador do Download Festival e de vários outros festivais britânicos), atual diretor de operações e gestões da Live Nation, se juntou a John Jackson (o idealizador, desde o final dos anos 90, do conceito itinerante do festival), que batizou o festival com a fusão das palavras Sonic e Sphere (Sônico e Esfera, algo como "Esfera Sônica"). Em 2008, Stuart firmou uma parceria com a AEG, e assim nascia o festival, tendo Jackson como diretor (e detentor dos direitos do Sonisphere, juntamente com a Kilimanjaro Live) e Stuart como produtor. Sua idéia ganhou o apoio do grupo METALLICA, que encabeçou toda a edição de estréia e, inclusive, encabeçaria o já citado lendário encontro dos "Big Four" do thrash metal americano.

Como todo grande festival europeu, possui uma grande área de camping e recebe visitantes de todas as partes da Europa, além de aquecer a economia local da cidade onde estiver hospedado, firmando parcerias com o governo local ao usar a rede de transportes públicos e trazer visitantes e turistas para os pontos históricos e para a rede hoteleira da cidade.

A primeira temporada ocorreu durante o verão de 2009 em 6 locações. A principal versão, a inglesa, começou como um festival de 2 dias de duração, tendo capacidade para 40 mil pessoas, e contou com 4 palcos principais: os principais Apollo Stage (Palco Apollo, para os headliners) e Saturn Stage (Palco Saturno), e os secundários (localizados na área Bohemia Village/Vila Boêmia) Bohemia (Boemia, um palco encoberto e fechado que pode permanecer funcionando mesmo após o limite para emissão de ruídos) e Jägermeister Stäge (Palco Jägermeister, em parceria com o fabricante de licor alemão Jägermeister, destinado a bandas iniciantes). O Sonisphere inglês ocorreu nos dias 1 e 2 de agosto, no Knebworth House (Casa Knebworth), no terreno em frente à histórica casa de campo de Knebworth (que pertence à nobreza, mais precisamente à família Lytton, desde 1490), próxima ao vilarejo de Knebworth, no condado-lar (condados que cercam a capital Londres) de Hertfordshire, no leste da Inglaterra. Teve como principais atrações: LINKIN PARK, HEAVEN & HELL, BULLET FOR MY VALENTINE, THE FACT, COHEED AND CAMBRIA, ANTHRAX (fazendo um show único com o ex-vocalista JOHN BUSH, já que DAN NELSON havia recém-saído para a volta de JOEY BELLADONNA) e AIRBOURNE (sábado) e METALLICA, NINE INCH NAILS, AVENGED SEVENFOLD, LIMP BIZKIT, LAMB OF GOD, KILLING JOKE, ALICE CHAINS e FEEDER (domingo). Foi a última apresentação européia de RONNIE JAMES DIO com o HEAVEN & HELL antes de sua morte, em maio de 2010. Também última apresentação do baterista THE REV, do AVENGED SEVENFOLD, antes de sua morte, no final do ano. O grupo MACHINE HEAD se apresentaria no Apollo Stage, mas desistiu devido à escalação do LIMP BIZKIT, que o empurraria para baixo na escalação, tendo depois se apresentado no palco Bohemia. O COHEED AND CAMBRIA se atrasou por ter perdido a balsa que o levaria para Knebworth e por isso foi transferido para o palco Bohemia, no lugar do THE FACT, que tocou no Apollo em seu lugar. O LAMB OF GOD se apresentou sem seu guitarrista MARK MORTON, que acompanhava o parto de sua esposa. Cancelamentos de FRANK TURNER (por motivos de agenda), THIN LIZZY (pela saída do guitarrista/vocalista JOHN SYKES), FEAR FACTORY (que cancelou datas da turnê por causa de uma disputa judicial), DIRTY LITTLE RABITS (seu baterista estava excursionando com o SLIPKNOT) e THE ATARIS (um de seus integrantes contraiu gripe suína). Cerca de 40 atrações se apresentaram para 40 mil pessoas em 4 palcos durante 2 dias.

Já a versão itinerante ocorreu em cinco festivais de 1 dia de duração (Holanda, Alemanha, Espanha, Suécia e Finlândia). A escalação das bandas teve alterações em todas as cidades, sendo que o METALLICA encabeçou todas elas.

O festival holandês ocorreu no dia 20 de junho, no Goffert Park (Parque Goffert, um parque público com 60 acres/cerca de 243 mil metros quadrados de área, registrado como monumento municipal, que inclui, além de belas áreas verdes muito usadas em shows ao ar-livre, áreas para prática de atletismo e ciclismo, campos esportivos, zoológico, uma casa de chá e um estádio com capacidade para 12.500 pessoas, o Goffertstadion/Estádio Goffert, casa do time de futebol N.E.C.), localizado em Nijmegen (cidade-município da província de Gelderland, no leste da Holanda), e teve como principais atrações: METALLICA, SLIPKNOT, KORN, LAMB OF GOD e DOWN. Cancelamentos de MASTODON (por motivos de agenda) e THE SWORD, poucos dias antes.

O festival alemão ocorreu no dia 4 de julho no circuito de Hockeinheim (histórico circuito, muito usado na Fórmula 1), próximo à cidade de Hockeinheim (localizada no distrito de Rhein-Neckar-Kreis, região administrativa da cidade-distrito independente de Karlsruhe, no estado de Baden-Württemberg, sudoeste da Alemanha), e teve como principais atrações: METALLICA, DIE TOTEN HOSE, THE PRODIGY, DOWN, MASTODON, LAMB OF GOD e ANTHRAX.

O festival espanhol ocorreu em Barcelona no dia 11 de julho, no The Forum Park (El Parc Del Fòrum, no catalão, e Parque Do Fórum, em português), uma área de shows e eventos ao ar-livre que faz parte de um enorme complexo chamado The Forum (El Fòrum/O Fórum), que inclui um hotel (El Fòrum Hotel), um centro de convenções internacionais (CCIB), um museu (o Museu Blau/Museu Azul de ciências naturais), um parque aquático (Banys Fòrum/Fórum de Banhos), um porto e marina (Port Fòrum Marina/Marina Do Porto Do Fórum, com 170 ancoradouros, à margem do Mar Diagonal) e um salão de exibições com 5 mil metros quadrados. O The Forum está localizado no distrito de Sant Martí Barcelona, em Barcelona (capital da província de Barcelona e da região autônoma da Catalunha, no nordeste da Espanha), e teve como principais atrações do Sonisphere Barcelona: METALLICA, SLIPKNOT, MACHINE HEAD, DOWN, MASTODON e LAMB OF GOD.

O festival sueco ocorreu no dia 18 de julho, no parque público de Fölkets Park (Parque do Povo), em Hultsfred (uma área urbana e sede do município de mesmo nome, localizada no condado de Kalmar, na província de Smäland, extremo-sul da Suécia), e teve como principais atrações: METALLICA, THE HIVES, THE CULT, MACHINE HEAD, PRIMAL SCREAM, ANTHRAX, CRADLE OF FILTH, LAMB OF GOD e MASTODON.

O festival finlandês ocorreu no dia 25 de julho na Kirjurinluoto Arena (também chamada de Pori Delta Arena, um anfiteatro e parque para shows a céu aberto com 5 hectares/50 mil metros quadrados de área), parte integrante do Pori National Urban Park (Parque Nacional Urbano de Pori), localizado na ilha de Kirjurinluoto (pertencente à cidade-município de Pori, na região de Satakunta, costa oeste da Finlândia), e teve como principais atrações: METALLICA, LINKIN PARK, MACHINE HEAD, ANTHRAX, MASTODON e SAXON. O set do MACHINE HEAD teve que ser encurtado devido ao guitarrista PHIL DEMMEL ter desmaiado no palco.

Na temporada de 2010 o SONISPHERE visitou 11 locações pela Europa (Polônia, Suíça, República Tcheca, Bulgária, Grécia, Romênia, Turquia, Espanha, Inglaterra, Suécia e Finlândia), entre os dias 16 de junho e 11 de agosto. A produção planejava aumentar o número de festivais e ir além dos limites da Europa, visitando outros continentes. Sua edição principal, a inglesa, passou a ter 3 dias de duração e aumentou a capacidade da locação para 60 mil pessoas, ocupando uma área maior de Knebworth. Ao contrário de 2009 os festivais tiveram durações variadas e não tivemos um headliner fixo, dessa vez foram 3: METALLICA, IRON MAIDEN e RAMMSTEIN.

O Sonisphere 2010 marcou a reunião do "Big Four" (os quatro grandes do thrash metal), formado por METALLICA, SLAYER, MEGADETH e ANTHRAX, tocando todos juntos pela primeira vez. Essa reunião só não aconteceu na Espanha e na Inglaterra. O show na Bulgária foi transmitido ao vivo em cinemas de todas as partes do mundo (incluindo o Brasil) e foi lançado em DVD, tendo como destaque integrantes das 4 bandas juntos no palco pela primeira vez (e DAVE MUSTAINE tocando ao lado de seus ex-colegas de METALLICA), tocando o clássico cover "Am I Evil?", do DIAMOND HEAD. O HEAVEN & HELL teve que desmarcar sua participação em vários desses festivais devido à doença e posterior morte de RONNIE JAMES DIO.

O festival inglês ocorreu novamente no Knebworth House nos dias 30 e 31 de julho e 1 de agosto. Tivemos as estréias dos palcos de "stand-up comedy" (monólogos engraçados sobre situações cotidianas) Bohemian Hilarity (Hilaridade Boêmia), o de bandas emergentes Bowtime Bar (Palco Catapulta), e o Red Bull Bedroom Jam Stage (Palco Red Bull Jam No Quarto, em parceria com a bebida energética Red Bull), onde as bandas iniciantes concorriam na competição da Red Bull por um lugar na escalação), todos na área Bohemia Village, passando assim ao total de 7 palcos. O palco Bohemia passou a se chamar last fm/Bohemia Stage, em parceria com a rádio online e rede social musical britânica Last fm, baseada na capital Londres. O Apollo Stage só foi utilizado sábado e domingo (encabeçado por RAMMSTEIN no sábado e IRON MAIDEN no domingo), tendo as atrações principais de sexta (que foi chamada de Bizarre Friday/Sexta Bizarra), encabeçadas por ALICE COOPER e seu show temático de horrores, se apresentado no Saturn Stage. As principais atrações desse ano foram: ALICE COOPER, GARY NUMAN, EUROPE, TERRORVISION e KARMA TO BURN (sexta), RAMMSTEIN, PLACEBO, MÖTLEY CRÜE, PAPA ROACH, ANTHRAX, LACUNA COIL, APOCALYPTICA, FEAR FACTORY, SOULFLY, GALLOWS, COREY TAYLOR (vocalista do SLIPKNOT) e THERAPY?, tocando o álbum "Troublegum" na íntregra (sábado), e IRON MAIDEN, PENDULUM, IGGY POP & THE STOOGES, ALICE IN CHAINS, SLAYER, THE CULT e FUNERAL FOR A FRIEND (domingo). 142 atrações (entre bandas, comediantes e DJ's na escalação oficial) se apresentaram em 7 palcos durante 3 dias. Desistências de OUTCRY COLLECTIVE e MUNICIPAL WASTE.

O festival polonês, que foi a primeira edição do Sonisphere em 2010 e marcou a primeira reunião do "Big Four", ocorreu no aeroporto de Bemowo, localizado no powiat (distrito) de Bemowo, na cidade de Varsóvia (capital da Polônia e do voivodato/região administrativa de Mazóvia, no centro-leste do país), no dia 16 de junho, e teve os shows de: METALLICA, SLAYER, MEGADETH, ANTHRAX, MASTODON e BEHEMOT.

O festival suíço ocorreu no Degenaupark (Parque Degenau, um parque gramado público com área para shows), em Jonschwil (comuna/cidade emancipada do distrito de Wil, no cantão de St. Gallen, nordeste da Suíça), no dia 18 de junho, e teve os shows principais de: METALLICA, SLAYER, MEGADETH, ANTHRAX, MOTÖRHEAD, ALICE IN CHAINS, STONE SOUR, RISE AGAINST, VOLBEAT, MASTODON, AS I LAY DYING, BULLET FOR MY VALENTINE e DEVILDRIVER. Shows de aquecimento para os visitantes na quinta dia 17 incluíram: AIRBOURNE e OVERKILL. Essa edição ficou marcada pela forte chuva e a grande quantidade de lama que se formou no local.

O festival tcheco ocorreu no aeroporto de Milovice, em Milovice (cidade da região da Boêmia Central, localizada na comuna/cidade emancipada de Lysá nad Labem, no distrito de Nymburk, próxima à capital Praga, no centro-norte da República Tcheca), no dia 19 de junho, e teve os shows principais de: METALLICA, SLAYER, MEGADETH, ANTHRAX, ALICE IN CHAINS, RISE AGAINST, STONE SOUR, MASTODON, DEVILDRIVER e VOLBEAT.

O festival búlgaro ocorreu no Vasil Levski National Stadium (Estádio Nacional Vasil Levski, principal estádio do país, com capacidade para 43.632 pessoas, que leva o nome do herói nacional Vasil Levski e é a casa da seleção búlgara de futebol e da equipe local Levski Sofia, abrigando as principais competições do país), no centro da cidade-município de Sofia (capital da Bulgária e da Província da Cidade de Sofia, no oeste do país), nos dias 22 e 23 de junho (pela primeira vez uma edição com 2 dias nas versões itinerantes), levou a legenda "Sofia Rocks" ("Rocks de Sofia" ou "Sofia é demais!") e teve as bandas: METALLICA, SLAYER, MEGADETH e ANTHRAX (dia 22) e RAMMSTEIN, MANOWAR, ALICE IN CHAINS, STONE SOUR e MASTODON (dia 23). Foi transmitido ao vivo em cinemas do mundo inteiro (inclusive Brasil) e marcou a primeira reunião do "Big Four".

O festival grego ocorreu no Terra Vibe Park (Parque Vibração da Terra, um parque gramado com 160 mil metros quadrados/39,5 acres e muita área verde, usado como locação para eventos ao ar-livre em larga escala), localizado em Malakasa (vilarejo da cidade-município de Oropos, região de Ática Leste, na histórica região administrativa de Ática, que engloba também a capital Atenas, no centro da península Ática, região da Grécia Antiga, na Grécia Central), no dia 24 de junho, com 30 mil pessoas presentes, e teve as bandas: METALLICA, SLAYER, MEGADETH, ANTHRAX, MASTODON, BULLET FOR MY VALENTINE e STONE SOUR.

O festival romeno ocorreu na Romexpo (ExpoRomênia, uma arena multi-uso com capacidade para 40 mil pessoas), localizada em Bucareste (cidade-primaz e capital da Romênia, na região sudeste do país), absorvendo o festival local Tuborg Green Fest (Festival Verde Tuborg, em parceria com a cervejaria dinamarquesa Tuborg), nos dias 25, 26 e 27 de junho (simultaneamente à edição turca), e teve as bandas: MANOWAR, VOLBEAT e ACCEPT (sexta), METALLICA, SLAYER, MEGADETH e ANTHRAX (sábado) e RAMMSTEIN, ALICE IN CHAINS, STONE SOUR e MASTODON (domingo).

O festival turco ocorreu no BJK Inönü Stadium (Besiktas Jimnastik Kulübü Ismet Inönü Stadyumu/Estádio Ismet Inönü Clube De Ginástica Besiktas, estádio demolido em 2013 que levava o nome do general turco Mustafa Isnet Inönü, que foi presidente e primeiro-ministro da Turquia. O estádio, casa do time de futebol Besiktas, com capacidade para 32.145 pessoas, que foi demolido para dar lugar à moderna arena multi-uso Vodafone Arena, ficava localizado no distrito e município de Besiktas, na província de Istambul, região e sub-região de Istambul, no noroeste do país) nos dias 25, 26 e 27 de junho (simultaneamente ao festival romeno), e teve as bandas: RAMMSTEIN, ALICE IN CHAINS, STONE SOUR e MASTODON (sexta), MANOWAR, ACCPET e VOLBEAT (sábado) e METALLICA, SLAYER, MEGADETH e ANTHRAX (domingo).

O festival espanhol ocorreu no Getafe Open Air (Espaço Ao Ar Livre de Getafe), um anfiteatro a céu aberto localizado em Getafe, município da província de Madrid, na Comunidade autônoma de Madrid (cuja capital, cidade de Madrid, é também a capital da Espanha e dista 14 km de Getafe), no centro do país. Ocorreu nos dias 9 e 10 de julho e contou com as bandas: FAITH NO MORE, SLAYER, SAXON, W.A.S.P., PORCUPINE TREE, SUICIDAL TENDENCIES, BULLET FOR MY VALENTINE e VOLBEAT (sexta dia 9), e RAMMSTEIN, ALICE IN CHAINS, DEFTONES, MEGADETH, ANTHRAX e SOULFLY (sábado dia 10).

O festival sueco ocorreu no dia 7 de agosto em Stora Skuggan (Sombra Grande, nome da fazenda original da região, tendo ainda sua co-irmã Sombra Pequena), uma região histórica, com 27 acres de área (quase 110 mil metros quadrados), usada como área de lazer (a região possui uma fazenda e uma pousada), pertencente ao Royal National City Park (Parque Nacional Real Da Cidade, também chamado de EcoPark/Parque Ecológico, o primeiro, e um dos maiores, parque nacional urbano do mundo. Sua extensa área, de quase 27 quilômetros quadrados, abrange grande parte de 3 municípios: Estocolmo, Lidingö e Solna, e inclui muitos lagos, parques arborizados, paisagens naturais, ciclovias e muita área verde, além de seu grandioso valor histórico, possuindo alguns dos principais edifícios históricos, castelos, museus, obeliscos e florestas do país), que está localizado na capital Estocolmo, cidade-município e condado da província de Södermanland e Uppland (algo como Planalto e Terra do Sul), no centro-sul da costa leste da Suécia. Suas principais atrações foram: IRON MAIDEN, MÖTLEY CRÜE, IGGY POP & THE STOOGES, SLAYER, HAMMERFALL e ANTHRAX.

O festival finlandês ocorreu novamente no Kirjurinluoto Arena (também chamado de Pori Delta Arena), na cidade-município de Pori (localizada na região de Satakunta, na costa oeste da Finlândia), nos dias 7 e 8 de agosto, e teve os shows de: HIM, ALICE IN CHAINS, THE CULT, VOLBEAT, APOCALYPTICA e SERJ TANKIAN (dia 7) e IRON MAIDEN, ALICE COOPER, MÖTLEY CRÜE, IGGY POP & THE STOOGES, SLAYER e ANTHRAX (dia 8).

Em 2011 o Sonisphere retornou com novas locações (Índia, França e Itália), porém sem a Romênia e com o cancelamento da Bulgária por problemas logísticos. Essa edição marcou a primeira reunião do "Big Four" no Reino Unido, além da primeira apresentação do METALLICA na Índia.

O Sonisphere UK Knebworth 2011 aconteceu nos dias 8, 9 e 10 de julho na sua tradicional locação, o terreno em frente à Knebworth House, e contou com a presença de 190 mil pessoas durante os 3 dias de festival. O MOTÖRHEAD dedicou sua apresentação a seu ex-guitarrista WÜRZEL, que havia morrido na véspera do show. Como aquecimento, no domingo a banda CANCER BATS realizou um show tributo ao BLACK SABBATH. A banda escocesa BIFFY CLYRO encabeçou pela primeira vez um grande festival ao fechar a noite de sábado. O palco Bohemian Hilarity (Hilaridade Boêmia) foi rebatizado como Comedy & Spoken Word Stage (Palco Comédia & Palavra Falada, incluindo os monólogos em forma de discurso social e político em meio aos de stand up comedy), e o Bowtime Bar stage foi extinto. Os principais continuam sendo o Apollo Stage e o Saturn Stage. Cerca de 80 atrações (entre bandas, comediantes e DJ's na escalação oficial) se apresentaram em 6 palcos para 190 mil pessoas durante 3 dias.

As principais atrações de 2011 foram: METALLICA, SLAYER, MEGADETH, ANTHRAX, DIAMOND HEAD e KILLING JOKE (sexta dia 8), BIFFY CLYRO, WEEZER, YOU ME AT SIX, BAD RELIGION, CAVALERA CONSPIRACY, THE MARS VOLTA, ALL TIME LOW, THE SISTERS OF MERCY e PARADISE LOST (sábado dia 9) e SLIPKNOT, LIMP BIZKIT, MOTÖRHEAD, MASTODON, PARKWAY DRIVE, ARCH ENEMY, VOLBEAT, BILL BAILEY e OPETH (domingo dia 10).

O Sonisphere Polônia 2011 retornou no dia 10 de junho ao aeroporto Bemowo, na capital Varsóvia, com 40 mil pessoas presentes, e teve como atrações principais: IRON MAIDEN, MOTÖRHEAD, MASTODON, VOLBEAT, KILLING JOKE e DEVIN TOWNSEND PROJECT.

O Sonisphere República Tcheca 2011, que originalmente estava previsto para acontecer no aeroporto de Milovice (cidade do distrito de Nymburk, na região da Boêmia Central, centro-norte do país, a 38 km da capital Praga), acabou sendo realocado para o Výstavite Praha (Fórum De Exposições De Praga, um complexo com seis pavilhões usados para feiras, exposições e eventos culturais, esportivos, sociais e musicais, com uma área total de 36 hectares/360 mil metros quadrados, tendo sua área de shows, o pavilhão Krizík's Light Fountain/Fonte Luminosa de Krizík, criada pelo engenheiro tcheco Frantiek Krizík, capacidade para 35.880 pessoas), em Holeovice (subúrbio do norte da cidade de Praga, capital da República Tcheca e da histórica região da Boêmia, no noroeste do país). Aconteceu no dia 11 de junho, contou com cerca de 30 mil pessoas presentes (com visitantes vindos de Alemanha, Áustria e Polônia), e teve como atrações: IRON MAIDEN, KORN, IN FLAMES, THE SISTERS OF MERCY, MASTODON, KREATOR, MISFITS, CAVALERA CONSPIRACY e DUFF McKAGAN'S LOADED.

O Sonisphere Grécia 2011 retornou no dia 17 de junho ao Terra Vibe Park, em Oropos (cidade da região de Ática, que engloba a capital Atenas, algo como a "Grande Atenas"), e, com mais de 25 mil pessoas presentes, teve como atrações principais: IRON MAIDEN, SLIPKNOT (em seu primeiro show após a morte do baixista PAUL GRAY), MASTODON, ROTTING CHRIST (encabeçando o segundo palco), MOONSPELL, GOJIRA e NIGHTFALL.

O Sonisphere Turquia 2011 aconteceu no dia 19 de junho, dessa vez no KüçükÇiftlik Park (Parque Campo Murado, um enorme centro cultural e de entretenimento civil e corporativo com mais de 9 mil metros quadrados de área, que inclui cinema, parque de diversões, circo, teatro, anfiteatro, restaurantes, os famosos jardins reais, área para concertos ao ar-livre e um centro de atividades multi-uso, com capacidade para 17 mil pessoas, para exposições, recepções, casamentos e todos os tipos de artes cênicas e eventos culturais, tudo com tecnologia e equipamento técnico de última geração), localizado em Maçka (um dos quatro bairros que formam o quadrante de Nisantasi, que por sua vez é um dos quatro quadrantes que formam o distrito de Sisli, situado no lado europeu da cidade e província de Istambul, que pertence à região de Marmara, no noroeste do país), e suas principais atrações, com um público presente de cerca de 25 mil pessoas, foram: IRON MAIDEN, SLIPKNOT, ALICE COOPER, MASTODON e IN FLAMES.

O Sonisphere Suíça 2011 aconteceu nos dias 23 e 24 de junho em duas locações na região de St. Jakob (vilarejo do distrito de Basel-St. Alban, na cidade-município de Basel, capital do cantão de Basel-Stadt/Basel-Cidade, noroeste do país): o St. Jakobshalle (St. James Hall no inglês/Salão de São Jacó no português, um centro multi-uso com 22 mil metros quadrados de área total e salões com capacidade para até 11 mil pessoas, sendo 9 mil sentadas, usado principalmente para esportes indoor, como tênis e badminton, e eventos ao vivo, com 2 palcos principais), localizado em Münchenstein (Pedra De Munique, município, próximo à Basel, da comuna/cidade emancipada de Arlesheim, no cantão de Basel-Landschaft/Paisagem De Basel, no noroeste do país), e o Leichtathletik-Stadion St. Jakob (Estádio de Atletismo de St. Jakob, um complexo esportivo com capacidade para 6 mil pessoas sentadas, antiga casa do time de futebol local FC Basel, que hoje manda seus jogos no moderno St. Jakob-Park), localizado em St. Jakob, Basel. O primeiro dia do festival, quinta dia 23, foi encabeçado pelo JUDAS PRIEST, com sua turnê mundial "Epitaph World Tour", no St. Jakobshalle, contou com a presença de cerca de 10 mil pessoas, e teve como atrações: JUDAS PRIEST, WHITESNAKE e THE DAMNED THINGS. O segundo dia, sexta dia 24, foi encabeçado pelo IRON MAIDEN, com sua turnê mundial "The Final Frontier World Tour", na presença de cerca de 25 mil pessoas que lotaram o campo do Leichtathletik-Stadion, e teve como atrações principais: IRON MAIDEN, SLIPKNOT, ALICE COOPER, IN FLAMES, IN EXTREMO, MR. BIG, PAPA ROACH, HATEBREED, KREATOR, HAMMERFALL, CAVALERA CONSPIRACY e MASTODON.

O Sonisphere Itália 2011 (debutando em solo italiano) aconteceu nos dias 25 e 26 de junho no autódromo Enzo E Dino Ferrara (a 80 km da fábrica da Ferrari, na comuna de Maranello), em Imola (comuna da província de Bolonha, na região de Emilia-Romagna, no centro-norte do país), contou com a presença de 43 mil pessoas (30 mil apenas no primeiro dia, encabeçado pelo IRON MAIDEN) e as atrações principais de: IRON MAIDEN, SLIPKNOT, MOTÖRHEAD, ROB ZOMBIE, PAPA ROACH, APOCALYPTICA e MASTODON (sábado dia 25), e LINKIN PARK, MY CHEMICAL ROMANCE, ALTER BRIDGE, SUM 41, THE CULT e THE DAMNED THINGS (domingo dia 26).

O Sonisphere Finlândia 2011 aconteceu no dia 2 de julho no porto de Helsinki (Porto Vuosaari, o maior porto de contêiners e de pesca do país, responsável por boa parte do transporte marítimo de cargas internacionais), em Kalasatama (distrito da cidade e sub-região de Helsinki (capital da Finlândia), localizada na região de Uusimaa, na província da Finlândia Meridional, no sul do país), e, com apenas 12 mil pessoas presentes, contou com as atrações principais de: SLIPKNOT, IN FLAMES, ROB ZOMBIE, MASTODON, OPETH e SONATA ARTICA.

O Sonisphere França 2011 (mais uma estréia) aconteceu nos dias 8 e 9 de julho no Snowhall Parc (Parque Salão de Neve, um complexo turístico e desportivo, que inclui uma pista de esqui artificial indoor com 17 mil metros quadrados de área, 620 metros de comprimento, 35 de largura, 90 de altitude e um "tapete" de neve de 60 centímetros, além de 15 canhões de neve, para prática livre e aulas, o ano inteiro, de todos os estilos de esporte na neve), localizado em Amnéville (Cidade de Amné, uma comuna do departamento de Moselle, na região de Lorraine, nordeste do país). Essa edição marcou mais uma reunião do "Big Four", na segunda noite, com direito a jam do METALLICA com ANTHRAX e DIAMOND HEAD, tocando "Helpless", do DIAMOND HEAD, sem, infelizmente, integrantes do SLAYER e do MEGADETH dessa vez. 76 mil pessoas estiveram presentes nos dois dias de festival para acompanhar as atrações principais: SLIPKNOT, DREAM THEATER, AIRBOURNE, MASTODON, GOJIRA e BRING ME THE HORIZON (sexta dia 8), e METALLICA, SLAYER, MEGADETH, ANTHRAX, DIAMOND HEAD, PAPA ROACH, VOLBEAT e TARJA (sábado dia 9).

O Sonisphere Suécia 2011 aconteceu no dia 9 de julho, novamente em Estocolmo, porém com mudança de locação, dessa vez no Ericsson Globen Arena Open Air (Arena Globo ao Ar Livre Ericsson, antiga Arena Globo de Estocolmo, que leva desde 2009 o nome da Ericsson, a multi-nacional sueca de tele-comunicações, baseada na capital Estocolmo), uma arena multi-uso circular em formato de globo (a maior do mundo, lembrando muito uma grande bola de golfe), com capacidade para pouco mais de 16 mil pessoas, usado como estádio multi-esportivo (comumente para futebol e hockey no gelo) e arena de shows e eventos. Possui teto retrátil (por isso o nome "open air"), e um elevador externo inclinado, chamado Skyview (Visão do Céu), com duas gôndulas esféricas que levam 16 "passageiros" cada para o topo da arena, onde se localizam camarotes com visão panorâmica desobstruída da cidade (a mesma do elevador), uma atração que traz turistas e visitantes durante todo o verão e também nos fins-de-semana, sendo necessário agendar o passeio com antecedência devido à grande procura.

16 mil pessoas estiveram presentes para acompanhar os shows principais de: SLIPKNOT, IN FLAMES, MASTODON e AIRBOURNE.

O Sonisphere Espanha 2011 (terceira participação espanhola) retornou nos dias 15 e 16 de julho ao Getafe Open Air, em Getafe, município da província de Madrid, e contou, com a presença de 70 mil pessoas (45 mil apenas na noite principal, lotação máxima), com as atrações principais de: THE DARKNESS, SLASH, ARCH ENEMY e GOJIRA (dia 15) e IRON MAIDEN, ALICE COOPER, TWISTED SISTER, DREAM THEATER, MASTODON, APOCALYPTICA, LACUNA COIL e HAMMERFALL (dia 16).

O Sonisphere Índia 2011, pela primeira vez visitando o continente asiático, aconteceu no dia 30 de outubro, absorvendo o festival local "Rock 'N' India", com a primeira aparição do METALLICA em solo indiano.

O evento ocorreu no Palace Grounds (Área/Terreno do Palácio, uma grande área, usada para eventos públicos e concertos ao ar livre, ao redor do Palácio de Bangalore, de propriedade da família real de Mysore, que foi um reino pertencente à Índia Meridional e hoje é uma cidade do estado de Karnataka, no sul do país), em Bangalore (oficialmente chamada de Bengaluru, uma metrópole (cidade) e capital do estado de Karnataka, na região de BayaluSeeme, localizada na área Índia Sul, no sul do país) e contou com a presença de 31 mil pessoas e as atrações: METALLICA, BIFFY CLYRO, GUILLOTINE e INNER SANCTUM.

Infelizmente foi o último evento musical na locação, uma vez que as autoridades locais não mais permitiram novas realizações.

No ano seguinte (2012) tivemos menos edições do Sonisphere, que visitou apenas 5 países e ainda sofreu uma grande baixa, quando, no dia 29 de março, os produtores do Sonisphere Knebworth anunciaram que a versão inglesa do festival, que seria realizada nos dias 6, 7 e 8 de julho (com KISS, QUEEN + ADAM LAMBERT e FAITH NO MORE como headliners) estava cancelada, por problemas na coordenação do evento.

A edição polonesa aconteceu no dia 10 de maio, retornando ao aeroporto Bemowo, na capital Varsóvia, e contou com as atrações principais: METALLICA (tocando o "Black Album" na íntegra), SLAYER, MOTÖRHEAD, BLACK LABEL SOCIETY, MASTODON e GOJIRA.

A edição espanhola aconteceu nos dias 25 e 26 de maio, retornando ao Getafe Open Air, em Getafe, Madrid, e contou com as atrações principais: SOUNDGARDEN, LIMP BIZKIT, THE OFFSPRING, MACHINE HEAD, KYUSS LIVES! e PARADISE LOST (sexta dia 25), e METALLICA (tocando o "Black Album" na íntegra), SLAYER, EVANESCENCE, MASTODON, WITHIN TEMPTATION, FEAR FACTORY, CHILDREN OF BODOM e GOJIRA (sábado dia 26).

A edição suíça aconteceu no dia 30 de maio, dessa vez no Parc des Rives (Parque das Margens, um ex-hipódromo e atual parque, com 20 hectares/200 mil metros quadrados de área, com muito verde e áreas para prática de esportes, ciclismo e caminhadas, às margens do lago Neuchâtel, o maior do país), localizado no acampamento Les Rives-du-Lac (As Margens Do Lago, uma imensa área para prática de camping, ao ar-livre ou em chalés, que proporciona todos os tipos de esportes aquáticos aos visitantes), em Yverdon-les-Bains (Balneário de Yverdon, município e capital do distrito de Jura-Nord Vaudois/Jura-Norte de Vaud, no cantão de Vaud, no oeste do país), e contou com as atrações principais: METALLICA (tocando o "Black Album" na íntegra), SLAYER, MOTÖRHEAD, MASTODON e GOJIRA.

A edição finlandesa aconteceu no dia 4 de junho, retornando ao porto de Helsinki, em Kalasatama, Helsinki, e contou com as atrações principais: METALLICA (tocando o "Black Album" na íntegra), MACHINE HEAD, AMORPHIS, GOJIRA e GHOST.

A edição francesa aconteceu nos dias 7 e 8 de julho, retornando ao Snowhall Parc, em Amnéville, e contou com as atrações principais: FAITH NO MORE, MARILYN MANSON, MACHINE HEAD e MESHUGGAH (sábado dia 7), e EVANESCENCE, WOLFMOTHER, SOULFLY, THE DARKNESS, LACUNA COIL, GHOST, ARMORED SAINT e PORN QUEEN (domingo dia 8).

O Sonisphere 2013 presenciaria uma nova decepção causada pela versão inglesa, quando, após anúncio oficial do retorno de Knebworth, um novo anúncio, no final de 2012, sepultou uma vez mais a pretensão de revivê-lo. Um pedido oficial de desculpas por parte do CEO da Kilimanjaro Live, Stuart Galbraith (que justificou a decisão pela dificuldade em conseguir uma escalação à altura do festival, que havia ganhado o prêmio de melhor escalação em 2011), e a promessa de iniciar imediatamente os esforços para 2014, encerraram melancolicamente o protagonismo inglês em 2013.

Na versão espanhola do festival, que aconteceu nos dias 31 de maio e 1 de junho, pela primeira vez tivemos 2 cidades diferentes no mesmo país, dia 31 em Madrid e dia 1 retornando a Barcelona. A edição madrilenha foi realizada no Auditório Miguel Ríos (um belo anfiteatro, com capacidade para 34 mil pessoas, encravado na encosta de uma colina, que leva o nome do famoso cantor, compositor e ator espanhol Miguel Ríos, pioneiro do rock espanhol), em Rivas-Maciamadrid (município da província de Madrid, na comunidade autônoma de Madrid, bem no centro do país).

A edição em Barcelona foi realizada em sua antiga casa, o Parc Del Fòrum (Parque Do Fórum), no distrito de Sant Martí Barcelona, em Barcelona (capital da província de Barcelona e da região autônoma da Catalunha, no nordeste da Espanha).

Ambas as edições tiveram como atrações principais: IRON MAIDEN, na turnê "Maiden England", MEGADETH, ANTHRAX, GHOST, TOBIAS SAMMET'S AVANTASIA e NEWSTED.

Na versão italiana do festival, que aconteceu no dia 8 de junho, dessa vez no Fiera Milano (Arena Concerti-Fiera Milano Rho/Arena de Shows à céu aberto da Feira de Milão, um complexo de instalações para conferências internacionais, exposições, planejamento e desenvolvimento corporativo, e exibições profissionais de última geração. Anualmente o local atrai cerca de 30 mil expositores e mais de 5 milhões de visitantes, sendo o maior da Itália e um dos principais do mundo, com uma área total de 405 mil metros quadrados, divididos em 8 pavilhões), localizado em Rho (comuna da província de Milão, na região da Lombardia, norte da Itália), tivemos como atrações principais: IRON MAIDEN, na turnê "Maiden England", MEGADETH, MASTODON, GHOST, VOODOO SIX e AMPHITRIUM.

Na versão francesa do festival, que aconteceu nos dias 8 e 9 de junho, novamente no Snowhall Parc, em Amnéville, tivemos como atrações principais: LIMP BIZKIT, SLAYER, MOTÖRHEAD, KORN e IN FLAMES (sábado dia 8), e IRON MAIDEN, na turnê "Maiden England", MEGADETH, AIRBOURNE, CHILDREN OF BODOM, EPICA, STONE SOUR e MASTODON (domingo dia 9).

O Sonisphere 2014 finalmente veria o retorno triunfal de Knebworth ao seleto hall de suas edições itinerantes. No dia 12 de novembro de 2013 foi anunciado que as festividades pelos 40 anos de música em Knebworth incluiriam uma nova edição do festival, com uma escalação à altura do evento. Assim, nos dias 4, 5 e 6 de julho de 2014, tivemos um festival histórico com THE PRODIGY, IRON MAIDEN (no último show da turnê "Maiden England") e METALLICA (em sua turnê "By Request", onde os fãs escolhiam o setlist por votação) como atrações principais, com o Sonisphere Knebworth levando a legenda "Celebrating 40 Years Of Festivals At Knebworth" ("Celebrando 40 Anos De Festivais Em Knebworth". As principais atrações foram: THE PRODIGY, LIMP BIZKIT, HIM, ANTHRAX (no palco Last.fm/Bohemia, tocando o álbum "Among The Living" na íntegra), BAND OF SKULLS, GARY NUMAN, ELECTRIC WIZARD, ATARI TEENAGE RIOT e CARNIFEX (sexta dia 4), IRON MAIDEN, DEFTONES, SLAYER, FRANK TURNER & THE SLEEPING SOULS, ANTHRAX (dessa vez no palco Apollo), THE SISTERS OF MERCY, GHOST, HUNDRED REASONS, CARCASS, THE WINERY DOGS, NEW MODEL ARMY, DOG EAT DOG (tocando o álbum "All Boro Kings" na íntegra), SEBASTIAN BACH e VOODOO SIX (sábado dia 5), e METALLICA, ALICE IN CHAINS, DREAM THEATER, THERAPY? (tocando o álbum "Infernal Love" na íntegra), MASTODON, AIRBOURNE, DEVIN TOWNSEND PROJECT, GOJIRA, DROPKICK MURPHYS e ANTI-NOWHERE LEAGUE (domingo dia 7).

127 atrações (entre bandas, DJ's e artistas) na escalação oficial se apresentaram em 5 palcos principais durante 3 dias.

O Sonisphere finlandês aconteceu no dia 28 de maio, dessa vez na popular praia de Hietaniemen (Península Arenosa, no finlandês), localizada no distrito de Töölö, na capital Helsinki (cidade e sub-região da região de Uusimaa, na província da Finlândia Meridional, sul do país), e teve como atrações principais: METALLICA (em sua turnê "By Request"), SLAYER, DANZIG, MASTODON, GHOST e GOJIRA.

O Sonisphere norueguês (mais uma estréia) aconteceu no dia 1 de junho no Valle Hovin (Vale Hovin, um rinque de patinação no gelo e jogos de bandy, um esporte similar ao hóquei, com capacidade para 40 mil pessoas, muito usado para shows ao ar-livre), localizado na área residencial Valle Hovin, em Oslo (capital da Noruega, é uma cidade, município e condado do distrito de Ostlandet, no oeste do país), e teve como atrações principais: METALLICA (em sua turnê "By Request"), SLAYER, MASTODON, GHOST e GOJIRA.

O Sonisphere alemão (retornando ao festival) foi realizado no dia 4 de junho no Imtech Arena (Arena Imtech, em parceria com a empresa holandesa provedora de serviços técnicos Imtech, baseada em Gouda, cidade-município da província Holanda Do Sul, no noroeste do país. É o atual HSH Nordbank Arena/Arena HSH Banco do Norte, banco alemão baseado em Hamburgo, e antiga AOL Arena e Volksparkstadion/Estádio Parque da Volks, o estádio que abriga os jogos do time de futebol Hamburgo SV, com capacidade para 57 mil pessoas), em Hamburgo (cidade-estado/cidade com estatuto de estado, e distrito urbano do norte da Alemanha) e teve como atrações principais: METALLICA (em sua turnê "By Request"), SLAYER, MASTODON e GHOST.

O Sonisphere italiano aconteceu no dia 1 de julho, dessa vez no Hipódromo de Campannelle (uma área de 140 hectares/1,4 quilômetros quadrados com 2 pistas (1 para treinos), estábulos para até 1000 cavalos, capacidade para 20 mil pessoas sentadas e muita área verde), em Lazio (região administrativa/equivalente a estado, cuja capital Roma é também a capital da Itália, localizada na seção peninsular central, a Itália Central, bem no centro do país), absorvendo o festival local "Rock In Roma", e teve como atrações: METALLICA (em sua turnê "By Request"), ALICE IN CHAINS, VOLBEAT e KVERLETAK.

O Sonisphere suíço foi realizado no dia 4 de julho, dessa vez no estádio St. Jakob-Park (Parque St. Jakob, antigo St. Jakob Stadion/Estádio St. Jakob (demolido em 1998), o maior estádio de futebol da Suíça, casa do time local FC Basel, com capacidade para 38.512 pessoas em jogos locais, 37.500 em internacionais e 60 mil para shows), em St. Jakob (vilarejo do distrito de Basel-St. Alban, na cidade-município de Basel, capital do cantão de Basel-Stadt/Basel-Cidade, noroeste do país) e teve como atrações principais: METALLICA (em sua turnê "By Request"), ALICE IN CHAINS e Airbourne. 35 mil pessoas estiveram presentes.

O Sonisphere polonês foi realizado no dia 11 de julho, dessa vez no Estádio Nacional De Varsóvia (Stadion Narodowy, propriedade do governo polonês e casa da seleção polonesa de futebol, com capacidade para 58.145 pessoas), em Varsóvia (capital da Polônia, é uma cidade e powiat/distrito da voivodia/província de Mazóvia, no centro-leste do país) e teve como atrações principais: METALLICA (em sua turnê "By Request"), ALICE IN CHAINS e ANTHRAX.

O Sonisphere francês, que seria novamente realizado em Amnéville e encabeçado pelo METALLICA, foi cancelado em 2014 devido à falta de acordo com a locação, o Snowhall Parc.

O Sonisphere espanhol, que retornaria a Madrid e Barcelona, e seria encabeçado pelo METALLICA, foi também cancelado.

Finalmente, em 2015, mais uma decepção para os fãs britânicos, o que já se tornou costumeiro. Novamente o Sonisphere Knebworth, que seria realizado de 3 a 5 de julho, foi cancelado, pela incapacidade da produção de agendar uma escalação à altura do festival. Lamentável. Contudo temos confirmadas as versões de Itália, no dia 2 de junho, retornando ao Fiera Milano, em Rho, Milão, com as atrações principais METALLICA e FAITH NO MORE, acompanhados de MESHUGGAH, GOJIRA, WE ARE HARLOT, THREE DAYS GRACE e HAWK EYES; e de Suíça, no dia 6 de junho, dessa vez no Strandbad Biel (beira-mar/praia do lago Biel), situado no ExpoPark Nidau-Biel (Parque de Exposições Nidau-Biel, antigo Bieler Seebad Resort/Resort A Beira-Mar De Biel, um parque aquático e resort à beira-mar (beira do lago Biel), com capacidade para mais de 50 mil pessoas, que inclui praia de areia, piscinas, quadras de vôlei de praia, restaurantes e estacionamento), sendo Nidau o centro administrativo dos distritos de Nidau e Berna, no cantão de Berna, e o próprio parque uma cooperação das cidades de Nidau e Biel. O ExpoPark (assim chamado por ter sido uma das 5 locações da Expo 2002, a sexta exposição nacional na história da Suíça, com mais de 10 milhões de pessoas comparecendo entre os dias 15 de maio e 20 de outubro) está localizado em Biel (cidade do distrito de Biel, no cantão de Berna, cuja capital, a cidade/distrito/comuna de Berna, é também a capital da Suíça), na região dos Três Lagos (Zealand/Zelândia, noroeste do país), e terá como atrações principais: MUSE, INCUBUS e THE HIVES, mais BLACK VEIL BRIDES e BONAPARTE.

Knebworth, o perfeito conceito de UM evento, MUITOS países. Combina com o conceito moderno de mundo globalizado. Mais países deveriam se juntar à essa "família". E os ingleses deveriam se esforçar mais para não ficar de fora dela.

CALLING FESTIVAL / HARD ROCK CALLING / HYDE PARK CALLING (Chamando Festival / Chamada do Rock Pesado / Chamada do Parque Hyde):

Festival anual inglês de 2 dias de duração (teve 3 dias entre 2009 e 2012), realizado até 2012 no Hyde Park (Parque Hyde, um parque com capacidade para 65 mil pessoas em shows e 350 acres/1,4 quilômetros quadrados de área que forma uma das maiores áreas verdes da cidade, reconhecido como um dos 8 parques reais de Londres, localizado em Westminster, distrito do centro de Londres. O parque oferece entre suas atividades recreacionais: natação em águas abertas, canoagem, ciclismo, tênis e equitação); em seguida, em 2013, no Estádio Olímpico De Londres (com capacidade para 80 mil pessoas, sendo reduzida para 60 ou 50 mil em shows), que é parte do Queen Elizabeth Olympic Park (Parque Olímpico Rainha Elizabeth, complexo esportivo localizado em Stratford, distrito do nordeste de Londres, projetado para abrigar as principais instalações (Estádio Olímpico, Parque Aquático, VeloPark/Parque de Ciclismo, Arena de Basquete e Media Center/Cento de Mídia) e a Vila Olímpica das Olimpíadas de Londres 2012); e desde então no Clapham Common (Popular de Clapham, um parque urbano triangular com 220 acres/89 hectares/890 mil metros quadrados de área verde, 3 lagoas e um bandstand (coreto) victoriano, localizado em Clapham, distrito do sudoeste de Londres), todos os locais situados em Londres (capital da Inglaterra e do Reino Unido, no sudeste do país).

É organizado pela produtora norte-americana Live Nation (baseada em Beverly Hills, cidade do condado de Los Angeles, no estado da Califórnia, costa oeste dos Estados Unidos) e foi patrocinado até 2013 pelo Hard Rock Cafe (Café Rock Pesado, cadeia norte-americana de restaurantes temáticos, cassinos e hotéis, voltado para o rock 'n' roll, com 191 unidades espalhadas por 59 países, baseada em Orlando, cidade do extremo sudeste dos Estados Unidos, no estado da Flórida, no condado de Orange, do qual é sede, na região Sul Dos Estados Unidos), daí o nome. É inteiramente voltado ao rock, desde o classic rock, para os fãs mais antigos, até o hard rock, grunge e alternativo (tradicionalmente na sexta), para os mais jovens.

Ao contrário de seus co-irmãos, o (atual) Calling Festival é um festival urbano, bem na área urbana da cidade, não havendo com isso área de camping, cabendo aos visitantes, portanto, procurarem acomodações externas, na própria cidade. Apesar de haver, como em todos os festivais europeus, visitantes de todas as partes da Europa, sua audiência é, predominantemente, britânica, com uso intenso do transporte público londrino.

Originalmente chamava-se Hyde Park Calling e teve sua primeira edição, em 2006 (nos dias 1 e 2 de julho), com 2 palcos (Main Stage/Palco Principal e Second Stage/Palco Secundário ou Segundo Palco), sendo brilhantemente encabeçada por ROGER WATERS (com NICK MASON como convidado, ambos membros originais do PINK FLOYD, tocando o disco "Dark Side Of The Moon" na íntegra) no sábado e o reunido THE WHO no domingo, fechando o evento, numa edição de estréia com escalação predominantemente britânica. 60 mil pessoas (em cada noite) compareceram para acompanhar 20 bandas se apresentando em 2 palcos durante 2 dias.

No ano seguinte (2007) foi adicionado um terceiro palco, o Third Stage (Terceiro Palco), com o Second Stage passando a se chamar The Pepsi Stage (O Palco Da Pepsi), em parceria com a marca norte-americana de refrigerantes Pepsi, fazendo com que o festival se expandisse. Foi realizado nos dias 23 e 24 de junho e contou com uma escalação considerada desbalanceada, com o AEROSMITH, cujas vendas superam as das duas bandas principais do sábado juntas, fechando no domingo com a participação especial de DMC (DARRYL McDANIELS do RUN-DMC) na clássica música "Walk This Way". Show esse que precisou ser encurtado, com a polícia forçando a banda a encerrar por causa do toque de recolher, às 22:30hs, graças à apresentação de CHRIS CORNELL, que, apesar de ser a segunda atração do palco, teve a mesma duração dos headliners. Mais de 60 mil pessoas compareceram para acompanhar 36 bandas se apresentando em 3 palcos durante 2 dias.

A edição de 2008 marcou o lançamento do site oficial do (então) Hard Rock Calling (primeira edição com esse nome), comprovando o sucesso e popularidade do festival, que, nos dias 28 e 29 de junho, sem a presença do Pepsi Stage, contou com as atrações principais de ERIC CLAPTON (sábado) e o reunido THE POLICE (domingo). Mais de 55 mil pessoas em cada noite (sendo 57 mil na segunda) compareceram para acompanhar 24 bandas se apresentando em 2 palcos durante 2 dias.

Em 2009 passou a ser um evento de 3 dias de duração, começando agora na sexta, e, assim, nos dias 26, 27 e 28 de junho, contou com as presenças principais de THE KILLERS (sexta), NEIL YOUNG (sábado, com PAUL McCARTNEY como convidado especial no fechamento do show, na música "A Day In The Life", dos BEATLES), e BRUCE SPRINGSTEEN, que lançou sua apresentação um ano depois no DVD "London Calling: Live In Hyde Park" (domingo). O Second Stage foi renomeado como Pepsi Max Stage (Palco Pepsi Max, em parceria com o refrigerante de cola de baixa caloria da Pepsi), sendo destinado às bandas indie e alternativas. Mais de 45 mil pessoas (em cada uma das noites) compareceram para acompanhar 35 bandas se apresentando em 2 palcos durante os agora 3 dias.

Na edição seguinte (2010) voltaríamos a ver um terceiro palco no festival, chamado de Band Stand (Coreto), um palco circular, menor e mais intimista, típico dos parques e praças do Reino Unido da era Victoriana (período de reinado da Rainha Victoria, de 1837 a 1901), em parceria com o projeto cultural britânico "Bandstand Marathon" (Maratona do Coreto), para a revelação de novos talentos. Realizado de 25 a 27 de junho, com a presença de 55 mil pessoas em cada noite, tivemos as atrações principais de PEARL JAM (sexta), STEVIE WONDER (sábado) e sir PAU McCARTNEY (domingo). 52 bandas se apresentaram em 3 palcos durante 3 dias. Cancelamento do WOLFMOTHER.

A edição de 2011, ocorrida nos dias 24, 25 e 26 de junho, celebrando o aniversário de 40 anos da marca Hard Rock Cafe, teve como atrações: THE KILLERS (encabeçando a sexta, como em 2009), BON JOVI (sábado) e a reunião dos velhos parceiros ROD STEWART e RONNIE WOOD (domingo). Mais de 150 mil pessoas (no total) estiveram presentes para acompanhar 46 bandas se apresentando em 3 palcos durante 3 dias.

Em 2012, com a adição de mais um palco, o Hard Rock Rising Stage (Palco Ascenção Hard Rock, em parceria com o Hard Rock Cafe), para bandas emergentes (fechado por JAMES WALSH no domingo), o festival passaria a contar com 4 palcos e, nos dias 28, 29 e 30 de junho, veria as apresentações principais de SOUNDGARDEN (sexta), BRUCE SPRINGSTEEN AND THE E-STREET BAND, com a participação especial de PAUL McCARTNEY durante a música "Twist And Shout", canção que ficaria famosa mundialmente com a versão dos BEATLES, e que acabou sendo a última, já que BRUCE foi obrigado a encerrar sua apresentação por ter estourado o limite de tempo oficial (sábado) e PAUL SIMON, tocando o álbum "Graceland" na íntegra (domingo). Mais de 150 mil pessoas (sendo 76 mil apenas no sábado) compareceram para acompanhar 71 bandas se apresentando em agora 4 palcos durante 3 dias.

Em 2013, o festival migrava para sua nova casa, após muita reclamação dos moradores da região do Hyde Park, e assim, o Estádio Olímpico De Londres, no Parque Olímpico Rainha Elizabeth, veria, nos dias 29 e 30 de junho (voltando a ter apenas 2 dias de duração), com a retirada do BandStand Stage, as atrações principais de KASABIAN (sábado) e BRUCE SPRINGSTEEN AND THE E-STREET BAND (domingo), encabeçando o festival pela terceira vez, e pelo segundo ano consecutivo. 40 mil pessoas em cada noite compareceram para acompanhar 44 bandas se apresentando em novamente 3 palcos durante novamente 2 dias.

No ano seguinte (2014), com a saída do Hard Rock Cafe como patrocinador oficial do festival, a produtora Live Nation o rebatizou como "Calling Festival" e o realizou nos dias 28 e 29 de junho em nova locação, o parque Clapham Common, no sudoeste de Londres. Suas atrações principais, AEROSMITH (sábado) e STEVIE WONDER (domingo), encabeçaram uma escalação com 28 bandas divididas em 2 palcos (Main Stage/Palco Principal e Pepsi Max Stage/Palco Pepsi Max) durante 2 dias, diante de um público de quase 40 mil pessoas por dia.

Os melhores momentos do festival foram: ROGER WATERS (com NICK MASON), TEXAS, THE LIGHTNING SEEDS, ROBERT CRAY e SUZANNE VEGA (sábado 2006) e THE WHO, RAZORLIGHT e PRIMAL SCREAM (domingo 2006), PETER GABRIEL, CROWDED HOUSE e BUENA VISTA SOCIAL CLUB (sábado 2007) e AEROSMITH (com DMC do RUN-DMC), CHRIS CORNELL, JOE SATRIANI e BLACK STONE CHERRY (domingo 2007), ERIC CLAPTON, SHERYL CROW, JOHN MAYER e THE CHARLATANS (sábado 2008) e THE POLICE, THE STRANGLERS e THE BANGLES (domingo 2008), THE KILLERS, THE KOOKS, ECHO & THE BUNNYMEN e AIR TRAFFIC (sexta 2009), NEIL YOUNG (com PAUL McCARTNEY), BEN HARPER, THE PRETENDERS, THE MAGIC NUMBERS e MUMFORD AND SONS (sábado 2009) e BRUCE SPRINGSTEEN & THE E-STREET BAND, DAVE MATTHEWS BAND, JAMES MORRISON e STARSAILOR (domingo 2009), PEARL JAM, BEN HARPER & THE RELENTLESS 7 e THE HIVES (sexta 2010), STEVIE WONDER, JAMIROQUAI e JAMES MORRISON (sábado 2010) e PAUL McCARTNEY, CROSBY,STILLS AND NASH, CROWDED HOUSE e ELVIS COSTELLO (domingo 2010), THE KILLERS, KAISER CHIEFS e JAMES (sexta 2011), BON JOVI e RAY DAVIES (sábado 2011) e ROD STEWART (com RON WOOD), STEVIE NICKS, MIKE + THE MECHANICS, BARENAKED LADIES e JAMES WALSH (domingo 2011), SOUNDGARDEN, IGGY POP & THE STOOGES, THE MARS VOLTA e BLACK STONE CHERRY (sexta 2012), BRUCE SPRINGSTEEN & THE E-STREET BAND e JOHN FOGERTY (sábado 2012) e PAUL SIMON, ALISON KRAUSS (com JERRY DOUGLAS), BIG COUNTRY e JAMES WALSH (domingo 2012), KASABIAN, PAUL WELLER e THE CRIBS (sábado 2013) e BRUCE SPRINGSTEEN & THE E-STREET BAND, THE BLACK CROWES, ALABAMA SHAKES e PASSENGER (domingo 2013), AEROSMITH, JOE BONAMASSA, THUNDER, RICHIE SAMBORA e THE JEZABELS (sábado 2014) e STEVIE WONDER, JACK JOHNSON e GREGORY PORTER (domingo 2014).

Em 2015, nos dias 4 e 5 de julho, novamente no Clapham Common, temos até agora as atrações confirmadas de: NOEL GALLAGHER'S HIGH FLYING BIRDS, RYAN ADAMS AND THE SHINING, THE HIVES e ECHO & THE BUNNYMEN.

Grande festival! Ilustre representante da família britânica de festivais!

BLOODSTOCK FESTIVAL:

Bloodstock Open Air (ou simplesmente B:O:A Festival) é um festival anual independente (mais "underground", ao contrário de seus co-irmãos, que são mais "mainstream") de metal de 3 dias de duração (geralmente no mês de agosto), com capacidade para 10 mil pessoas, realizado na região do Catton Hall (Salão Catton, uma enorme e antiga casa de campo construída entre 1741 e 1745 no extinto vilarejo de Catton, daí seu nome), no Catton Park (Parque Catton), um parque público com 70 acres/28 hectares/283 mil metros quadrados de área, localizado em Walton-on-Trent, uma freguesia e vilarejo situado dentro da Floresta Nacional (um projeto ambiental com 520 quilômetros quadrados que engloba partes dos condados de Derbyshire, Leicestershire e Staffordshire), no sul do condado de Derbyshire (na região de East Midlands/Terras Centrais Orientais), no centro da Inglaterra, Reino Unido, desde 2005.

Catton Hall

Catton Park

Paul Raymond Gregory

Foi fundado pelo artista Paul Raymond Gregory (pintor de quadros baseados na obra de JRR Tolkien e ilustrador de capas de discos e livros) e pelo publicitário Vince Brotheridge (especialista em propaganda e marketing), como uma extensão do festival indoor de mesmo nome, fundado por eles mesmos (que se conheceram, através de um amigo mútuo, quando Paul procurava alguém para fazer seu website, o Amust4music), que ocorreu de 2001 a 2006 no Derby Assembly Rooms (Salas De Reunião De Derby, um complexo com salões de exibições, conferências e concertos que inclui a Derby Arena, com capacidade para 5 mil pessoas), em Derby, cidade do condado cerimonial (sem função administrativa) de Derbyshire, na região de East Midlands, no centro da Inglaterra. A parceria foi amigavelmente desfeita em 2006, e no ano seguinte Paul trouxe seus filhos (Vicky Hungerford, Rachael Greenfield e Adam Gregory) para dirigirem o festival.

O mascote/logotipo do Bloodstock foi criado por Paul com a intenção de associar as raízes do festival com a cidade de Derby, onde vive. Assim, baseado numa fábula local ("O Carneiro de Derby", uma besta tão grande que quando um açougueiro finalmente a abate, se afoga em seu sangue), nascia "S-tan" (cujo nome foi escolhido através de uma competição), o carneiro-besta, que na edição de 2005 sofreu uma metamorfose, quando se "transformou" em serpente, o "S-tan Serpente". Desde então Paul passou a combinar as imagens do "S-tan Ram" (S-tan carneiro) com o S-tan serpente.

A área do festival possui 4 palcos (RONNIE JAMES DIO Stage, Sophie Lancaster Stage, New Blood Stage/Palco Sangue Novo e Jägermeister Stage), 4 áreas de camping (Asgard, Hel, Midgard e Valhalla, nomes de locais da mitologia nórdica) com áreas para churrasco, o "Serpents Lair VIP"/"VIP Covil Das Serpentes" (bar VIP e área de camping VIP) com mais de 80 tipos de cerveja artesanal, um enorme mercado metal, uma tenda de autógrafos para as bandas participantes e área de alimentação. A Big Green Coach (Viação Grande Verde), traz todos os anos visitantes de todas as regiões da Inglaterra e de todo o Reino Unido (Escócia, Irlanda Do Norte e País De Gales), além da Irlanda, e o site Blabla Car (Carro Blabla) organiza caravanas de carros e caronas coletivas, com os visitantes utilizando a extensa rede hoteleira da região (que inclui as cidades menores Lichfield e Burton On Trent, e as maiores Derby, Stoke, Coventry, Leicester e Birmingham), que oferece hotéis, hostels, pousadas e pensões. O passaporte para os 4 dias de festival e camping sai por 131 libras (589 reais). A cobertura do festival é feita pela ToTalRock Station (Estação RockToTal), a rádio oficial do BOA (usando durante os dias de festival o nome de Bloodstock Radio), e pelo canal oficial do festival no youtube, o Bloodstock TV. Um dos principais parceiros do BOA é a cerveja inglesa Hobgoblin (a mais popular da Cervejaria Wychwood, baseada em Witney, cidade do distrito de Oxfordshire Oeste, condado de Oxfordshire, no sudeste da Inglaterra, Reino Unido), patrocinando, inclusive, a competição e campanha "Metal 2 To The Masses" ("Metal Para As Massas"), que revela novas bandas emergentes e independentes.

A primeira edição do festival indoor, em 2001, foi um evento de apenas um dia, 16 bandas e 2 palcos, encabeçado pelo SAXON, com um público de 700 pessoas. O contato com a banda foi feito pelo próprio Paul, que havia feito a arte do disco "Crusader" para a banda em 1984. 16 bandas se apresentaram para 700 pessoas em 2 palcos durante um único dia.

Mesmo com o prejuízo financeiro da edição de estréia, Paul e Vince seguiram firmes e, assim, a segunda edição, em 2002, foi encabeçada por BLIND GUARDIAN (em seu primeiro show no Reino Unido, algo que se tornou uma marca registrada dos festivais de Paul) e GAMMA RAY, com mais do que o dobro de pessoas na audiência em relação ao ano anterior, com cerca de 1500 pessoas presentes. Mais uma vez Paul agendava uma banda com quem havia trabalhado como artista (BLIND GUARDIAN) para encabeçar o festival. 14 bandas se apresentaram para 1500 pessoas em 2 palcos durante um único dia.

A edição de 2003 marcou a estréia do segundo dia de festival, tendo, novamente, SAXON e NIGHTWISH (em seu primeiro show no Reino Unido) como atrações principais. Paul e Vince saíram em turnê com o SAXON em 2002, e assim Vince viria a conhecer o NIGHTWISH, convencendo-os a encabeçar a segunda noite de 2003, com o SAXON encabeçando a primeira. A banda EDGUY (também em seu primeiro show no Reino Unido) teve que substituir o HAMMERFALL, cujo guitarrista, OSCAR DRONJAK, havia quebrado o braço. 17 bandas se apresentaram para 2 mil pessoas em 2 palcos durante 2 dias.

Em 2004 o festival alcançaria capacidade máxima e teria sua lotação esgotada, com 2.500 pessoas presentes (e assim seria até o fim da versão indoor), quando o GAMMA RAY retornou para encabeçar o primeiro dia e o CHILDREN OF BODOM o segundo, provando que o festival crescia e precisava ser expandido. 26 bandas se apresentaram para 2.500 pessoas em 2 palcos durante 2 dias.

2005 veria a primeira vez e penúltima vez em que o festival seria realizado tanto na versão indoor quanto na ao ar-livre. Dessa vez o HAMMERFALL compareceu e encabeçou o primeiro dia, enquanto o WITHIN TEMPTATION encabeçou o segundo. Nesta edição tivemos a Battle Metal Night (Noite da Batalha Metal), uma competição revelando novas bandas emergentes. 25 bandas se apresentaram para 2.500 pessoas em 2 palcos durante 2 dias.

Na última vez que a versão indoor foi realizada, em 2006, PRIMAL FEAR encabeçou o primeiro dia e MY DYING BRIDE o segundo, sendo a última banda a tocar no Bloodstock Indoor. Essa decisão foi tomada para que todo o foco e esforços passassem a ser direcionados apenas para a versão ao ar-livre. 26 bandas se apresentaram para 2.500 pessoas em 2 palcos durante 2 dias.

A primeira edição do Bloodstock Open Air foi realizada nos dias 24 e 25 de junho de 2005 no Catton Hall, com as atrações principais de SEBASTIAN BACH (sexta) e CHILDREN OF BODOM (sábado). O festival alemão de Wacken passou a apoiar Bloodstock oferecendo seu forte esquema de marketing para divulgar o BOA na Europa. 13 bandas se apresentaram em um único palco durante 2 dias.

A segunda edição, nos dias 14 e 15 de julho de 2006, viu a adição do segundo palco, o Unsigned Stage (Palco dos Sem Contrato, numa tradução livre), destinado às bandas emergentes, ainda sem contrato de gravação. As bandas que se apresentam nesse palco também se apresentam no Wacken Open Air, na Alemanha, aumentando a parceria entre os festivais e fazendo com que mais bandas "européias" passassem a fazer parte da escalação do BOA. EDGUY (sexta) e STRATOVARIUS (sábado) foram as atrações principais do Main Stage (Palco Principal). Mais de 2 mil pessoas estiveram presentes para acompanhar 34 bandas se apresentando em agora 2 palcos durante 2 dias.

O ano de 2007 marcou a expansão definitiva do festival, agora com 3 dias de duração (a quinta foi incluída) e 3 palcos, com a adição do Lava Stage (Palco Lava), para bandas menores ou emergentes, mas já estabelecidas. Com isso, mais de 5 mil pessoas estiveram presentes entre os dias 16 e 18 de agosto, mais do que dobrando a audiência de 2006, graças também ao grande trabalho de marketing feito pela produção e a extensa cobertura da mídia musical. As bandas ainda sem contrato puderam subir seus vídeos para o site oficial do festival e a vencedora, pelo voto dos fãs, convidada para abrir o Main Stage, foi SIGHT OF EMPTINESS, da Costa Rica, que fez, assim, sua primeira apresentação na Europa. O Unsigned Stage permaneceu fechado na quinta. As atrações principais foram TESTAMENT (quinta), LACUNA COIL (sexta) e IN FLAMES (sábado). Paul Raymond considera essa a edição de maior sucesso até hoje. Mais de 5 mil pessoas estiveram presentes para acompanhar 56 bandas se apresentando em agora 3 palcos, durante os agora 3 dias.

Na edição de 2008, ocorrida nos dias 15, 16 e 17 de agosto, o festival passou a ser realizado de sexta a domingo (apenas com alguns shows acontecendo no Lava Stage na quinta, para aquecer os acampantes que chegam antecipadamente) e o palco Unsigned Stage passou a ser chamado de Scuzz Stage, em parceria com o canal musical de TV britânico Scuzz, de propriedade do CSC Media Group (Grupo Midiático CSC), uma sub-divisão da Sony Pictures Television (Televisão Sony Filmes). As principais atrações foram: OPETH (sexta), DIMMU BORGIR (sábado) e NIGHTWISH (domingo). 82 bandas (contando as bandas da quinta-feira) se apresentaram em 3 palcos para 8.500 pessoas durante 3 dias.

O BOA 2009 aconteceu nos dias 14, 15 e 16 de agosto e teve CARCASS e ARCH ENEMY (sexta), CRADLE OF FILTH e BLIND GUARDIAN (sábado) e EUROPE (domingo) como atrações principais. O Scuzz Stage voltou a se chamar Unsigned Stage e o Lava Stage passou a se chamar Sophie Lancaster Stage, em homenagem à adolescente atacada e morta em 2007, junto com seu namorado, no Parque Stubbylee, na cidade de Bacup (parte do distrito e vilarejo de Rossendale, no condado de Lancashire, no norte da Inglaterra, Reino Unido), apenas por causa de seu visual, pois eram adeptos da cultura gótica. Uma campanha de combate à intolerância, com o nome de S.O.P.H.I.E. (Stamp Out Prejudice, Hatred and Intolerance Everywhere/Carimbe Para Fora O Preconceito, O Ódio E A Intolerância Em Toda Parte), assim como a Fundação Sophie Lancaster (que firmou parceria com o festival), foram criadas em sua homenagem. 77 bandas (contando as bandas da quinta-feira) se apresentaram em 3 palcos para 9.500 pessoas durante 3 dias.

A edição comemorativa de décimo aniversário do Bloodstock aconteceu nos dias 13, 14 e 15 de agosto de 2010 e contou com OPETH (sexta), CHILDREN OF BODOM e FEAR FACTORY (sábado) e TWISTED SISTER (domingo) como atrações principais. Considerada a maior (até então) e a melhor edição até hoje, contou com mais de 10 mil pessoas presentes. O Main Stage foi permanentemente rebatizado como RONNIE JAMES DIO Stage em homenagem à RONNIE JAMES DIO, vocalista de BLACK SABBATH, HEAVEN & HELL, RAINBOW, DIO e ELF, falecido em maio e que estava escalado para tocar com o HEAVEN & HELL (versão do BLACK SABBATH com DIO nos vocais) no domingo. O TWISTED SISTER, que estava escalado para encabeçar o Main Stage na sexta, foi realocado para o domingo, e o OPETH chamado para o seu lugar. O Unsigned Stage passou a se chamar New Blood Stage (Palco Sangue Novo), com o Sophie Lancaster Stage sendo aumentado e passando a ser o palco secundário, apresentando também DJ's, humoristas de stand-up comedy (monólogos engraçados sobre situações cotidianas), karaokês, filmes e competições. Desistências de DREAM EVIL, por "compromissos pessoais", e BEHEMOTH, pela hospitalização de seu vocalista, ADAM "NERGAL" DARSKI, sendo substituído pelo CATHEDRAL. 78 bandas, DJ's e artistas (contando as bandas da quinta-feira) se apresentaram em 3 palcos para mais de 10 mil pessoas durante 3 dias.

Ronnie James Dio Stage

Em 2011, nos dias 12, 13 e 14 de agosto, com quase 11 mil pessoas na audiência (seu recorde até hoje, a produção almeja elevar a capacidade do festival para 20 ou 25 mil), o festival contou com W.A.S.P, IMMORTAL e MOTÖRHEAD como atrações principais. Tivemos nessa edição a adição do quarto palco, o Jägermeister Stage, em parceria com o famoso licor alemão Jägermeister, presente em grande parte dos principais festivais europeus, destinado às bandas britânicas emergentes de metal clássico e metal alternativo. Destaque para LAST IN LINE (fechando o palco no domingo), banda formada pelos integrantes originais da banda DIO (VINNY APPICE, JIMMY BAIN, VIVIAN CAMPBELL e CLAUDE SCHNELL), responsável pelos clássicos 3 primeiros álbuns da banda do vocalista RONNIE JAMES DIO. Os quatro, contando com ANDREW FREEMAN nos vocais, fizeram um set emocionante, com os grandes clássicos do falecido mestre do metal. Cancelamentos de NEVERMORE e PRIMEVIL. 111 bandas, DJ's e artistas (contando as bandas da quinta-feira) se apresentaram em agora 4 palcos durante 3 dias.

A edição de 2012 do festival, que passou a ser transmitido ao vivo pela internet, aconteceu nos dias 17, 18 e 19 de agosto (após anúncio de que ocorreria uma semana depois para que não coincidisse com o encerramento das Olimpíadas De Londres 2012), com BEHEMOTH (sexta), MACHINE HEAD (sábado) e ALICE COOPER (domingo) como atrações principais. Destaque para o DIO DISCIPLES (tocando antes do BEHEMOTH), banda formada pelos membros da última formação da banda DIO (CRAIG GOLDY, SIMON WRIGHT, SCOTT WARREN e RUDY SARZO, depois substituído por baixistas contratados), do falecido vocalista RONNIE JAMES DIO, tocando os grandes clássicos do mestre do metal, falecido há 2 anos, contando com ONI LOGAN e TIM "RIPPER" OWENS nos vocais. O I AM I se apresentou duas vezes no sábado, como a segunda banda na escalação do RONNIE JAMES DIO Stage, após o BENEDICTION, e fechando o Jägermeister Stage. Cancelamentos de ANTHRAX (que tocaria no sábado antes do MACHINE HEAD), LOCK UP (por problemas logísticos) e DEICIDE, que foi substituído pelo EVILE, que se apresentaria no Sophie Lancaster Stage e acabou transferido para o Ronnie James Dio Stage. Essa edição foi premiada pela Premiação Dos Festivais Britânicos '2012 como "Melhor Festival Abaixo De 15 Mil Pessoas". 114 bandas, DJ's e artistas (contando as bandas da quinta-feira) se apresentaram em 4 palcos para 11.500 pessoas durante 3 dias.

O B:O:A 2013 ocorreu nos dias 9, 10 e 11 de agosto e contou com KING DIAMOND (sexta), LAMB OF GOD (sábado) e SLAYER (domingo) como atrações principais. 116 bandas, DJ's e artistas (contando as bandas da quinta-feira) se apresentaram em 4 palcos para 13 mil pessoas durante 3 dias.

Já em 2014, nos dias 8, 9 e 10 de agosto, tendo DOWN (sexta), EMPEROR (sábado) e MEGADETH (domingo) como atrações principais, 119 bandas, DJ's e artistas (contando as bandas da quinta-feira) se apresentaram em 4 palcos durante 3 dias. Mais de 2 milhões de pessoas ao redor do mundo assistiram o festival pela internet. Após encabeçar e ser a principal atração do Jägermeister Stage em 2013, o PHIL CAMPBELL'S ALL STARR BAND (banda do guitarrista do MOTÖRHEAD, PHIL CAMPBELL), que estava escalado para encabeçar nessa edição o Sophie Lancaster Stage na quinta, teve que cancelar sua apresentação, devido à compromissos do guitarrista com a banda de LEMMY KILMISTER (MOTÖRHEAD). A nova adição do BOA foi o RAM (Rock And Metal Gallery/Galeria Rock E Metal), uma galeria de arte voltada ao rock e metal, idealizada pelo próprio Paul Raymond Gregory, renomado artista que estava completando 30 anos de sua entrada no meio musical, quando fez a arte do disco "Crusader", do SAXON, em 1984. Toda a arte original do festival, desde 2001, esteve presente no ano de estréia da galeria, com o próprio Paul autografando seus trabalhos para o público.

Principais momentos do Bloodstock Indoor: SAXON, GLENN HUGHES e PRIMAL FEAR (2001), BLIND GUARDIAN, GAMMA RAY e DIAMOND HEAD (2002), SAXON, NIGHTWISH, PARADISE LOST, MASTERPLAN e EDGUY (2003), GAMMA RAY, CHILDREN OF BODOM, EVERGREY, SONATA ARCTICA e PRIMAL FEAR (2004), HAMMERFALL, WITHIN TEMPTATION, AMON AMARTH, AFTER FOREVER, RAVEN, IRON SAVIOUR, METALIUM e CATHEDRAL (2005), e PRIMAL FEAR, MY DYING BRIDE, AXEL RUDI PELL e VANDEN PLAS (2006).

Principais momentos do Bloodstock Open Air (BOA): SEBASTIAN BACH, CHILDREN OF BODOM, PARADISE LOST, EDGUY, MASTERPLAN e EVERGREY (2005), EDGUY, STRATOVARIUS, METAL CHURCH, ATHEIST, NOCTURNAL RITES e RAGE (2006), TESTAMENT, LACUNA COIL, IN FLAMES, FIREWIND, DARK TRANQUILITY, ARCH ENEMY, NEVERMORE, EPICA, KORPIKLAANI, SABBAT, DREAM EVIL e CHRIS SLADE (ex-baterista de AC/DC, URIAH HEEP, THE FIRM e MICHAEL SCHENKER GROUP/MSG, entre outros) (2007), OPETH, DIMMU BORGIR, NIGHTWISH, HELLOWEEN, ICED EARTH, AT THE GATES, SOULFLY, PRIMAL FEAR, DESTRUCTION, SOILWORK, NAPALM DEATH, OVERKILL e AS I LAY DYING (2008), CARCASS, CRADLE OF FILTH, EUROPE, ARCH ENEMY, BLIND GUARDIAN, SATYRICON, SAXON, SODOM, MUNICIPAL WASTE, APOCALYPTICA, KREATOR, ENSLAVED, CANDLEMASS, ENTOMBED, AMON AMARTH, MOONSPELL, GIRLSCHOOL e SABATON (2009), OPETH, CHILDREN OF BODOM, TWISTED SISTER, MESHUGGAH, FEAR FACTORY, CANNIBAL CORPSE, SONATA ARCTICA, GORGOROTH, CATHEDRAL, RAGE, ROSS THE BOSS, THE DEVIN TOWNSEND PROJECT, AMORPHIS, OBITUARY, EDGUY, ONSLAUGHT, BLOODBATH, GOJIRA, GWAR, KORPIKLAANI, DORO, ENFORCER e BENEDICTION (2010), W.A.S.P, IMMORTAL, MOTÖRHEAD, THE DEVIN TOWNSEND PROJECT, RHAPSODY OF FIRE, MORBID ANGEL, KREATOR, CORONER, FORBIDDEN, GRAVE DIGGER, AT THE GATES, EXODUS, HAMMERFALL, NAPALM DEATH, ANGEL WITCH e LAST IN LINE (2011), BEHEMOTH, MACHINE HEAD, ALICE COOPER, DIO DISCIPLES, TESTAMENT, DIMMU BORGIR, SEPULTURA, ICED EARTH, HATEBREED, CROWBAR, PARADISE LOST, ANVIL, THE BLACK DAHLIA MURDER, NILE, CORROSION OF CONFORMITY, KOBRA AND THE LOTUS e BENEDICTION (2012), KING DIAMOND, LAMB OF GOD, SLAYER, ACCEPT, AVANTASIA, ANTHRAX, VOIVOD, MUNICIPAL WASTE, DARK FUNERAL, SABATON, GOJIRA, DEVILDRIVER, EXODUS, AMORPHIS, LAST IN LINE e PHIL CAMPBELL'S ALL STARR BAND (2013) e DOWN, EMPEROR, MEGADETH, DIMMU BORGIR, CARCASS, AMON AMARTH, HATEBREED, PRONG, FLOTSAM AND JETSAM, PRIMORDIAL, ENTOMBED A.D., CHILDREN OF BODOM, LACUNA COIL, CROWBAR, SAXON, OBITUARY, BIOHAZARD, ROTTING CHRIST e HELLYEAH (2014).

Em 2015, de 6 a 9 de agosto, as atrações principais: ARNOCORPS (quinta), TRIVIUM, SABATON, OVERKILL, ENSLAVED, ARMORED SAINT e DELAIN (sexta), WITHIN TEMPTATION, OPETH, DEATH DTA, DARK ANGEL, NAPALM DEATH, KORPIKLAANI, NUCLEAR ASSAULT e FLESHGOD APOCALYPSE (sábado) e ROB ZOMBIE, BLACK LABEL SOCIETY, CANNIBAL CORPSE, SEPULTURA, GODFLESH e ONSLAUGHT (domingo).

Mais um digníssimo e maravilhoso membro da família britânica de festivais, idealizado pelo artista do meio musical Paul Raymond Gregory, esse com uma atmosfera mais intimista e underground que seus co-irmãos, maiores em dimensão, mas não em atitude, e mais mainstream. Hail!

OPTIMUS ALIVE! / NOS Alive:

OPTIMUS ALIVE! (ou simplesmente ALIVE!), atual NOS Alive, é um festival anual realizado no Passeio Marítimo de Algés (passeios marítimos são trechos cimentados de praia onde os visitantes podem passear, correr, praticar exercícios, comer e beber), localizado na Avenida Marginal, em Algés (uma freguesia do concelho de Oeiras, vizinho a leste com o concelho de Lisboa, no oeste de Portugal), desde 2007. A locação possui capacidade para 55 mil pessoas.

Organizado pela promotora de eventos portuguesa "Everything Is New" ("Tudo É Novo", baseada na capital Lisboa, distrito e região de Lisboa, sub-região da Grande Lisboa, no oeste do país) e patrocinado pela Optimus (Optimus Telecomunicações S.A., atual NOS Comunicações S.A., operadora de telecomunicações móveis portuguesa e marca de dispositivos móveis da NOS, maior operadora portuguesa de TV à cabo e satélite, fornecedora de serviços de TV à cabo, internet, telefone fixo e telefonia móvel, com base na capital Lisboa), o NOS Alive é um dos 3 maiores festivais de Portugal, ao lado do SUPER BOCK SUPER ROCK e o ROCK IN RIO LISBOA, atraindo anualmente fãs do país inteiro e mais de 5 mil estrangeiros (de maioria espanhola e britânica), fruto de sua parceria com importantes operadoras de turismo e com a TAP Portugal (Transportes Aéreos Portugueses, a maior companhia aérea de Portugal, com sede na capital Lisboa), disponibilizando no mercado pacotes com viagem, estadia no Lisboa Camping & Bungalows (Acampamento & Bangalôs Lisboa, a 5 minutos do Passeio Marítimo, um parque de campismo que inclui piscinas, restaurantes, balneários, quadras de tênis e campo de mini-golfe, tudo por 17 euros pelas 3 noites, incluindo o transporte entre a área de shows e o parque) e ingressos inclusos. Além, claro, da extensa rede hoteleira da região.

Sua primeira edição aconteceu nos dias 8, 9 e 10 de junho de 2007 com o nome Alive! 07 (apesar de popularmente ter ficado conhecido como Oeiras Alive!), contou com 2 palcos (o principal Optimus e o secundário Sagres Mini, para bandas emergentes locais, em parceria com a mini cerveja Sagres Mini, da cervejaria portuguesa Sagres, baseada na capital Lisboa) e 50 mil pessoas presentes durante os 2 dias. Foi encabeçado por PEARL JAM, SMASHING PUMPKINS e BEASTIE BOYS. 31 atrações se apresentaram em 2 palcos durante 3 dias.

A segunda edição, já com o nome Optimus Alive! 08, aconteceu nos dias 10, 11 e 12 de julho de 2008, com cerca de 100 mil pessoas presentes, sendo 40 mil só no primeiro dia, dentre eles cerca de 5 mil estrangeiros (principalmente espanhóis, ingleses, australianos e neo-zelandeses). Essa edição ganhou grande repercussão internacional, sendo apontada pela NME Magazine (New Musical Express/Novo Expresso Musical, revista musical britânica, baseada em Londres, capital da Inglaterra e do Reino Unido, a mais vendida no Reino Unido) como um dos 12 melhores festivais europeus, fora do Reino Unido, de 2008. A também revista musical britânica Uncut (Sem Cortes, baseada na capital Londres) a elogiou muito, devido à excelente escalação (que reuniu RAGE AGAINST THE MACHINE, BOB DYLAN e NEIL YOUNG, entre outros), o baixo preço dos ingressos e ótimas condições climáticas. O palco secundário foi rebatizado como Metro On Stage. 41 atrações se apresentaram em 2 palcos durante 3 dias. Desistências de NOUVELLE VAGUE e CANSEI DE SER SEXY.

Em 2009, nos dias 9, 10 e 11 de julho, tivemos a inclusão de um terceiro palco, o Optimos Discos, para promover o selo de gravação e armazenamento e partilhamento digital online da Optimus (hoje NOS), apresentando na escalação os grupos que aderiram à inciativa digital da empresa. O palco secundário foi renomeado Palco Super Bock (o palco indie), numa parceria com a marca de cerveja portuguesa Super Bock (líder de mercado, ao lado da concorrente Sagres, e patrocinadora principal do festival co-irmão Super Bock Super Rock), de propriedade da empresa Unicer (que corresponde à nossa Ambev), baseada em Matosinhos (cidade do distrito do Porto, na área metropolitana do Porto, região norte de Portugal). O festival foi, mais uma vez, nomeado um dos 12 melhores da Europa, fora do Reino Unido, atraindo, somente na primeira noite, mais de 40 mil pessoas, e mais de 110 mil no total. Suas atrações principais foram METALLICA, THE PRODIGY e DAVE MATTHEWS BAND. 58 atrações (entre bandas e DJ's) se apresentaram em 3 palcos durante 3 dias.

A edição seguinte foi realizada nos dias 8, 9 e 10 de julho de 2010 e contou com as bandas FAITH NO MORE, DEFTONES e PEARL JAM como atrações principais. Passaportes para os 3 dias de festival foram vendidos a 90 euros (50 euros para um dia) e acesso à área de camping a 15 euros. O terceiro palco foi rebatizado como Optimus Clubbing (Boates Optimus), destinado agora à música eletrônica. Mais uma edição de sucesso que atraiu 55 mil pessoas (lotação máxima) apenas na noite final, com a atração principal do festival, o PEARL JAM. Mais de 130 mil pessoas estiveram presentes para acompanhar 77 atrações se apresentando em 3 palcos durante 3 dias.

O Optimus Alive '11 foi realizado nos dias 6, 7, 8 e 9 de julho, adicionando um quarto dia ao festival, aumentando ainda mais a sua dimensão. Essa edição atraiu mais de 8 mil estrangeiros (na maioria espanhóis e britânicos, com a produção contratando, inclusive, uma empresa de relações públicas na Inglaterra para promover o festival no Reino Unido), tendo como atrações principais: COLDPLAY, FOO FIGHTERS, 30 SECONDS TO MARS e JANE'S ADDICTION. 160 mil pessoas estiveram presentes para acompanhar 95 atrações se apresentando em 3 palcos durante 4 dias. Desistências de YOU ME AT SIX, THE PRETTY RECKLESS, KLEPHT, Mr. OIZO e DIZZIE RASCAL, este substituído por DIABO NA CRUZ.

A sexta edição do festival aconteceu nos dias 13, 14 e 15 de julho de 2012 e atraiu mais de 55 mil pessoas em cada um dos dias, que foram encabeçados pelo reunido THE STONE ROSES (dia 13), THE CURE (dia 14) e RADIOHEAD (dia 15). Tamanho sucesso fez com que o festival concorresse em várias categorias do European Festival Awards (Premiação Dos Festivais Europeus), sem, entretanto, vencer nenhuma. O Palco Secundário foi mais uma vez renomeado, sendo agora o Palco Heineken, em parceria com a cervejaria holandesa Heineken. Houve nesse ano um aumento substancial no preço dos ingressos, agora vendidos por 53 euros o ingresso diário e 105 euros o passaporte para os 3 dias. Cancelamento do FLORENCE + THE MACHINE no sábado, sendo substituído pelo MORCHEEBA. 155 mil pessoas estiveram presentes (sendo 16 mil estrangeiros, recorde do festival) para acompanhar 62 atrações se apresentando em 3 palcos durante 3 dias.

O Optimus Alive '13 aconteceu nos dias 12, 13 e 14 de julho de 2013 e teve como atrações principais GREEN DAY, DEPECHE MODE e KINGS OF LEONS. O passaporte para os 3 dias pôde ser comprado junto com acomodações de camping por 121 euros. Essa edição foi premiada com 6 prêmios na primeira Portugal Festival Awards (Premiação Dos Festivais Portugueses). Mais de 150 mil pessoas estiverem presentes durante os 3 dias para acompanhar 69 atrações divididas em 3 palcos durante 3 dias.

A edição de 2014 foi a primeira a usar a nova nomenclatura NOS Alive, porém ainda em conjunto com a antiga, Optimus Alive, ilustrando bem a fase de transição que a empresa, patrocinadora do festival, passava. A nova nomenclatura foi, também, adotada nos palcos, que passaram a se chamar: Palco NOS (antigo Palco Optimus) e NOS Clubbing (antigo Optimus Clubbing), com o Palco Heineken permanecendo inalterado. A novidade dessa edição ficou por conta do novo Palco Comédia Jardim Caixa, destinado aos humoristas portugueses. Assim, o Optimus Alive/NOS Alive '14 ocorreu nos dias 10, 11 e 12 de julho de 2014 e contou com as atrações principais: ARCTIC MONKEYS (dia 10), THE BLACK KEYS (dia 11) e THE LIBERTINES (dia 12). Mais de 150 mil pessoas estiveram presentes para acompanhar 81 atrações se apresentando em agora 4 palcos durante 3 dias.

Suas principais atrações até aqui foram: PEARL JAM, SMASHING PUMPKINS, BEASTIE BOYS, LINKIN PARK, WHITE STRIPES e DA WEASEL (2007), RAGE AGAINST THE MACHINE, BOB DYLAN, NEIL YOUNG, THE HIVES, WITHIN TEMPTATION, BEN HARPER & THE INNOCENT CRIMINALS, GOGOL BORDELLO e THE NATIONAL (2008), METALLICA, THE PRODIGY, DAVE MATTHEWS BAND, SLIPKNOT, PLACEBO, BLACK EYED PEAS, MACHINE HEAD, LAMB OF GOD, MASTODON, CHRIS CORNELL e dEADMAU5 (2009), FAITH NO MORE, DEFTONES, PEARL JAM, KASABIAN, SKUNK ANANSIE, LCD SOUNDSYSTEM, ALICE IN CHAINS, MANIC STREET PREACHERS, GOGOL BORDELLO, CALVIN HARRIS e STEVE AOKI (2010), COLDPLAY, FOO FIGHTERS, 30 SECONDS TO MARS, JANE'S ADDICTION, BLONDIE, IGGY POP & THE STOOGES, THE CHEMICAL BROTHERS, PARAMORE, XUTOS E PONTAPÉS, MY CHEMICAL ROMANCE, KAISER CHIEFS, WHITE LIES e PRIMAL SCREAM (2011), STONE ROSES, THE CURE, RADIOHEAD, JUSTICE, MORCHEEBA, THE KOOKS, SNOW PATROL e MUMFORD & SONS (2012), GREEN DAY, DEPECHE MODE, KINGS OF LEON, STEVE AOKI, 2MANYDJS, PHOENIX, TWO DOOR CINEMA CLUB, BIFFY CLYRO, STEREOPHONICS, MARKY RAMONE'S BLITZKRIEG, VAMPIRE WEEKEND e BAND OF HORSES (2013), e ARCTIC MONKEYS, THE BLACK KEYS, THE LIBERTINES, INTERPOL, MGMT, FOSTER THE PEOPLE, IMAGINE DRAGONS, THE LUMINEERS, BEN HOWARD e BASTILLE (2014).

O (agora) NOS Alive 2015 acontece nos dias 9, 10 e 11 de julho, em sua tradicional casa, tendo como atrações principais: MUSE (dia 9), THE PRODIGY (dia 10) e DISCLOSURE (dia 11).

Mais um grandioso e excelente festival de nossos irmãos lusitanos. Esperem por mim.

ROCK IN RIO LISBOA / ROCK IN RIO MADRI / ROCK IN RIO BUENOS AIRES / ROCK IN RIO LAS VEGAS:

Após realizar a terceira edição do Rock In Rio em sua terra natal, em 2001, Roberto Medina, publicitário e empresário brasileiro, idealizador do festival nascido no Brasil e detentor dos direitos, teve a idéia de internacionalizar o festival e levá-lo para a Europa durante o tempo em que estava morando na Espanha, aproveitando assim o apelo que a marca ROCK IN RIO tem no mundo inteiro. Inicialmente enfrentou alguma resistência quanto à utilização do no nome "In Rio", mas isso acabou se provando uma grande sacada, já que o festival passou a promover o nome não só de nossos grandes e consagrados artistas, quanto dos emergentes também. Brasil e Portugal se tornariam assim verdadeiros irmãos musicais, e, pouco depois, a Espanha entraria também nessa irmandade. Já são seis edições em Lisboa e três em Madrid, e em 2015 a estréia em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Rock In Rio:

A terceira edição do Rock In Rio (Rock In Rio III) aconteceu nos dias 12, 13, 14, 18, 19, 20 e 21 de janeiro de 2001, na "Cidade Do Rock" construída no Rio Centro (o maior centro de convenções da América Latina, com 100 mil metros quadrados de pavilhões interligados e um parque com 571 mil metros quadrados de área total), no bairro de Jacarepaguá (zona oeste do município do Rio de Janeiro, capital do estado do Rio de Janeiro, no sudeste do Brasil), com capacidade para 250 mil pessoas e 1 milhão e 465 mil pessoas presentes durante os 7 dias.

Atrações: STING, DANIELA MERCURY, JAMES TAYLOR, MILTON NASCIMENTO, GILBERTO GIL e ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA (dia 12 / 160 mil pessoas), R.E.M., FOO FIGHTERS, BECK, BARAO VERMELHO, FERNANDA ABREU e CÁSSIA ELLER (dia 13 / 190 mil pessoas), GUNS 'N' ROSES, OASIS, PAPA ROACH, IRA! & ULTRAGE A RIGOR, CARLINHOS BROWN e PATO FU (dia 14 / 250 mil pessoas), 'N SYNC, BRITNEY SPEARS, FIVE, SANDY E JUNIOR, AARON CARTER e MORAES MOREIRA (dia 18 / 240 mil pessoas), IRON MAIDEN, ROB HALFORD, SEPULTURA, QUEENS OF THE STONE AGE, PAVILHAO 9 e SHEIK TOSADO (dia 19 / 250 mil pessoas), NEIL YOUNG, SHERYL CROW, DAVE MATTHEWS BAND, KID ABELHA, ELBA RAMALHO & ZÉ RAMALHO e ENGENHEIROS DO HAWAII (dia 20 / 125 mil pessoas), e RED HOT CHILI PEPPERS, SILVERCHAIR, CAPITAL INICIAL, DEFTONES, O SURDO e DIESEL (dia 21 / 250 mil pessoas).

O Rock In Rio IV aconteceu nos dias 23, 24, 25, 29 e 30 de setembro e 1 e 2 de outubro de 2011, pela primeira vez fora do mês de janeiro, na nova "Cidade Do Rock", rebatizada como "Parque Olímpico Cidade Do Rock", construída na Barra da Tijuca (bairro da zona oeste do Rio De Janeiro), na Avenida Salvador Allende, próxima da antiga "Cidade Do Rock", fechada para passar por reformas para abrigar as "Olimpíadas De Verão De 2016". A capacidade foi diminuída para 100 mil pessoas, para proporcionar mais conforto e mobilidade pela locação, com a lotação máxima atingida em todos os dias (segundo a organização), atingindo 700 mil pessoas presentes em 7 dias.

Essa edição marcou a estréia em terras brasileiras dos palcos secundários "Sunset", para as atrações secundárias (normalmente colaborações entre dois artistas ou bandas, nacionais ou internacionaius) que se intercalam com as principais do "Palco Mundo", e do Palco de Música Eletrônica, o "Eletrônica". Duzentos países assistiram os shows ao vivo pelo Youtube (incluindo um soldado americano no Afeganistão), assim como acontece nas edições de Lisboa e Madrid, não incluindo o Brasil na transmissão, pois a exclusividade pertencia à Rede Globo. 3 milhões de pessoas assistiram ao show do METALLICA pela internet. 290 mil fãs ouviram a "Rádio Rock In Rio". Essa edição entrou para a história dos festivais por ter esgotado os ingressos apenas 4 dias após o início das vendas.

Atrações: RIHANNA, ELTON JOHN, KATY PERRY, CLAUDIA LEITTE e OS PARALAMAS DO SUCESSO + TITAS (Dia Pop - 23/09), RED HOT CHILI PEPPERS, SNOW PATROL, CAPITAL INICIAL, STONE SOUR e NX ZERO (Dia Rock - 24/09), METALLICA, SLIPKNOT, MOTÖRHEAD, COHEED AND CAMBRIA e GLORIA (Dia Metal - 25/09), STEVIE WONDER, KE$HA, JAMIROQUAI, JANELLE MONÁE e Tributo A LEGIAO URBANA, com DADO VILLA-LOBOS, MARCELO BONFÁ, ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA e convidados (Dia Jazz - 29/09), SHAKIRA, LENNY KRAVITZ, IVETE SANGALO, JOTA QUEST e MARCELO D2 (Dia Latino - 30/09), COLDPLAY, MAROON 5, MANÁ, SKANK e FREJAT (Dia Rock Alternativo - 01/10), e GUNS 'N' ROSES, SYSTEM OF A DOWN, EVANESCENCE, PITTY e DETONAUTAS ROQUE CLUBE (Dia Rock/New Metal - 02/10).

O Rock In Rio V aconteceu nos dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro de 2013, novamente no "Parque Olímpico Cidade Do Rock", na Barra Da Tijuca, Rio De Janeiro, e contou com a presença de 595 mil pessoas (nova diminuição na capacidade diária, passando a 85 mil, número alcançado em todos os dias) durante os 7 dias.

Atrações: BEYONCÉ, DAVID GUETTA, IVETE SANGALO e o tributo "CAZUZA, O Poeta Está Vivo" (13/09), MUSE, FLORENCE + THE MACHINE, 30 SECONDS TO MARS e CAPITAL INICIAL (dia 14), JUSTIN TIMBERLAKE, ALICIA KEYS, JESSIE J e JOTA QUEST (dia 15), METALLICA, ALICE IN CHAINS, GHOST e SEPULTURA & LES TAMBOURS DU BRONX (dia 19), BON JOVI, NICKELBACK, MATCHBOX TWENTY e FREJAT (dia 20), BRUCE SPRINGSTEEN AND THE E-STREET BAND, JOHN MAYER, PHILLIP PHILLIPS e SKANK (dia 21), e IRON MAIDEN, AVENGED SEVENFOLD, SLAYER e KIARA ROCKS (dia 22).

A próxima edição brasileira, que será realizada nos dia 18, 19, 20, 24, 25, 26 e 27 de setembro de 2015, comemorará os 30 anos do nascimento do festival, tendo confirmados: QUEEN + ADAM LAMBERT (sexta 18/09), METALLICA (com abertura do MÖTLEY CRÜE, sábado 19/09), ROD STEWART (com abertura de ninguém menos que sir ELTON JOHN, domingo 20/09), SYSTEM OF A DOWN (com abertura do QUEENS OF THE STONE AGE, quinta 24/09), SLIPKNOT (com abertura de FAITH NO MORE e MASTODON, sexta 25/09), RIHANNA (sábado 26/09) e KATY PERRY (domingo 27/09), como atrações principais do Palco Mundo e Homenagem A CÁSSIA ELLER (sexta 18/09), KORN (com abertura de MINISTRY, sábado 19/09), JOHN LEGEND (domingo 20/09), DEFTONES (quinta 24/09), STEVE VAI + CAMERATA FLORIANÓPOLIS (sexta 25/09), SÉRGIO MENDES + CARLINHOS BROWN (sábado 26/09) e AL JARREAU (domingo 27/09), como atrações principais do Palco Sunset. Destaque para a abertura do festival no Palco Mundo, com o evento "ROCK IN RIO 30 ANOS", com DINHO OURO PRETO, do CAPITAL INICIAL, recebendo no palco nomes como: PARALAMAS DO SUCESSO, ERASMO CARLOS, SAMUEL ROSA e HAROLDO FERRETTI (ambos do SKANK), FREJAT, JOTA QUEST, ANDREAS KISSER (do SEPULTURA), NEY MATOGROSSO, IVAN LINS, TITAS, BLITZ, GEORGE ISRAEL e IVETE SANGALO, todos importantes astros da música brasileira e da história do festival, juntos num acontecimento certamente inesquecível.

Rock In Rio Lisboa:

A "Cidade Do Rock" portuguesa foi construída no Parque Da Bela vista (uma ex-fazenda, atualmente um grande parque urbano com 200 mil metros quadrados de área total, muita área verde, e fauna e flora tipicamente portuguesas, com grande variedade de aves, incluindo, ainda, instalações poliesportivas, trilhas, campo de golfe e playgrounds; batizado com o nome da freguesia adjacente, Bela Vista), na freguesia da Moscavide (atual Moscavide E Portela, freguesia do concelho de Loures, que faz fronteira com o concelho de Lisboa, no centro-oeste do país), vizinha da Bela Vista (freguesia/bairro do concelho/município de Lisboa, capital do distrito de Lisboa (e de Portugal), na sub-região da Grande Lisboa, região de Lisboa, centro-oeste do país).

Possui 3 palcos principais: o Palco Mundo (para as atrações principais), o Palco Sunset (Palco Pôr-Do-Sol, para as bandas da escalação principal) e o Palco Millennium (palco secundário), 3 tendas (Raízes, Eletrônica e Mundo Melhor), além de algumas áreas especiais, como a Rock Street (Rua do Rock, com lojas, bares, lanches, shows culturais e humorísticos e um palco intimista, para pequenos shows musicais), o Heineken Star Lounge (Lounge Heineken Star, em parceria com a cervejaria holandesa Heineken e seu programa de fidelidade Heineken Star), o Parque De Bicicletas, a montanha-russa e a roda-gigante, brinquedos tradicionais do festival em qualquer lugar do mundo.

Na primeira edição, nos dias 28, 29 e 30 de maio e 4, 5 e 6 de junho de 2004, foram mais de 70 artistas ao longo de 6 dias, 386 mil pessoas presentes e mais de 700 jornalistas acompanhando. Cerca de 80 países assistiram o evento e 70 milhões de pessoas no Brasil acompanharam pela TV. Inaugurou a nova infra-estrutura da franquia, que atualmente é utilizada em todas as versões do festival. O pontapé inicial foi dado em grande estilo, com o ex-beatle PAUL McCARTNEY inaugurando o Palco Mundo da Cidade do Rock portuguesa.

As principais atrações do Rock In Rio Lisboa foram: PAUL McCARTNEY (dia 28/05), PETER GABRIEL, BEN HARPER, JET, RUI VELOSO e GILBERTO GIL (dia 29/05), FOO FIGHTERS, EVANESCENCE, KINGS OF LEON, CHARLIE BROWN JR., XUTOS E PONTAPÉS e SEETHER (dia 30/05), METALLICA, INCUBUS, SLIPKNOT, SEPULTURA, os portugueses do MOONSPELL e CIVIC (dia 04/06), DANIELA MERCURY, THE BLACK EYED PEAS e NUNO NORTE (dia 05/06), e STING, PEDRO ABRUNHOSA, ALICIA KEYS, ALEJANDRO SANZ, IVETE SANGALO e LUÍS REPRESAS (dia 06/06).

Na segunda edição (passando a ser realizado oficialmente a cada 2 anos), nos dias 26 e 27 de maio e 2, 3 e 4 de junho de 2006, 5 dias de festival atraíram 350 mil pessoas e arrecadaram 625 mil euros (mais de 672 mil dólares, atualmente cerca de 2 milhões e 135 mil reais) através do programa "Por Um Mundo Melhor", destinados à instituições ambientalistas. A curiosidade dessa edição foi a mudança no design dos palcos, com painéis solares no revestimento do palco Mundo e adição de moderna tecnologia de iluminação, e a inclusão de uma pista de neve verdadeira no parque. Ainda nessa edição tivemos a estréia da proposta das reuniões de músicos de diferentes estilos, tocando juntos num novo palco, o Palco Sunset (Palco Pôr-Do-Sol).

Palco Sunset

As principais atrações do Rock In Rio Lisboa II foram: SHAKIRA, JAMIROQUAI, IVETE SANGALO e D'ZRT (dia 26/05, com lotação máxima de 90 mil pessoas), GUNS 'N' ROSES, THE DARKNESS, XUTOS E PONTAPÉS e PITTY (dia 27/05), ROGER WATERS, SANTANA, RUI VELOSO e os brasileiros do JOTA QUEST (dia 02/06), RED HOT CHILI PEPPERS, DA WEASEL, KASABIAN e ORISHAS (dia 03/06), e STING, ANASTACIA, CORINNE BAILEY RAE e MARCELO D2 (dia 04/06).

Na terceira edição, nos dias 30 e 31 de maio e 1, 5 e 6 de junho de 2008, 5 dias de festival trouxeram 354 mil pessoas, sendo 2 noites com lotação esgotada de 90 mil pessoas. Nessa edição foi criado o Espaço Fashion para desfiles de moda e novamente o programa "Por Um Mundo Melhor" arrecadou mais de 2 milhões de reais para instituições ambientalistas, além de instalar painéis solares em 20 escolas, iniciativa que foi premiada com o Energy Globe Awards (Premiação Globo De Energia), na categoria "Juventude". 800 jornalistas fizeram a cobertura.

As principais atrações do Rock In Rio Lisboa III foram: LENNY KRAVITZ, AMY WINEHOUSE, IVETE SANGALO e PAULO GONZO (dia 30/05, com lotação máxima de 90 mil pessoas), BON JOVI, ALANIS MORRISSETTE, SKANK e ALEJANDRO SANZ (dia 31/05), ROD STEWART, JOSS STONE, XUTOS E PONTAPÉS e TOKIO HOTEL (dia 01/06), METALLICA, MACHINE HEAD, APOCALYPTICA e MOONSPELL (dia 05/06) e LINKIN PARK, THE OFFSPRING, MUSE, KAISER CHIEFS e ORISHAS (dia 06/06, com lotação máxima de 90 mil pessoas).

Nas comemorações pelos 25 anos da franquia Rock In Rio tivemos pela primeira vez as 3 versões do festival (Brasil, Portugal e Espanha) no mesmo ano. Assim, nos dias 21, 22, 27, 29 e 30 de maio de 2010, a Cidade do Rock portuguesa, no Parque Da Bela Vista, recebia a 4ª edição do Rock In Rio Lisboa. Nesse ano tivemos a estréia do hotel da cidade do rock (o Vodafone Hotel, um hotel volante, em parceria com a operadora de telecomunicações britânica Vodafone, com sede em Newbury (cidade do condado cerimonial/sem função administrativa de Berkshire, no sudoeste da Inglaterra), destinado a vencedores de uma promoção da operadora) e de debates sobre conscientização ambiental, com o tema "mudanças climáticas" na pauta sustentável do evento, além da consolidação das jam sessions do Palco Sunset, com maravilhosos e inusitados encontros entre músicos de diferentes estilos, principalmente brasileiros e portugueses. 345 mil pessoas compareceram aos 5 dias de festival, que teve uma alteração na escalação: a banda portuguesa FONZIE substituiu o SUM 41, devido à uma lesão sofrida pelo seu baterista, STEVE JOCZ, dias antes do início.

As principais atrações do Rock In Rio Lisboa IV foram: SHAKIRA, JOHN MAYER, IVETE SANGALO e MARIZA (dia 21/05), ELTON JOHN, 2MANYDJS, LEONA LEWIS, TROVANTE e JOAO PEDRO PAIS (dia 22/05), MUSE, SNOW PATROL, XUTOS E PONTAPÉS e FONZIE (dia 27/05), MILEY CYRUS, McFLY, AMY MACDONALD e D'ZRT (dia 29/05, com lotação máxima de 93 mil pessoas, ano em que a capacidade do festival foi ligeiramente aumentada), RAMMSTEIN, MEGADETH, MOTÖRHEAD e SOULFLY (dia 30/05, ano em que foi adotada a tradição do "dia do metal").

Na quinta edição, nos dias 25 e 26 de maio e 1, 2 e 3 de junho de 2012, 5 dias de festival trouxeram 351 mil pessoas. Mais estréias, dessa vez da área Rock Street (Rua do Rock, homenageando o clima do blues e o visual de New Orleans, cidade portuária norte-americana e área metropolitana do estado da Lousiana, no sul dos Estados Unidos), do Palco Eletrônica, que encerra as atividades em cada dia, e a área Street Dance (Dança de Rua, inspirada na cultura de dança de rua, com competições para eleger os melhores do estilo. O festival foi transmitido ao vivo para o mundo inteiro pelo Youtube, site de compartilhamento de vídeos em formato digital da internet.

As principais atrações do Rock In Rio Lisboa V foram: METALLICA, EVANESCENCE, MASTODON e SEPULTURA & TAMBOURS DU BRONX (dia 25/05), SMASHING PUMPKINS, LINKIN PARK, THE OFFSPRING e LIMP BIZKIT (dia 26/06), LENNY KRAVITZ, MAROON 5, IVETE SANGALO e EXPENSIVE SOUL (dia 01/06), STEVIE WONDER, BRYAN ADAMS, JOSS STONE e THE GIFT (dia 02/06), e BRUCE SPRINGSTEEN AND THE E-STREET BAND, XUTOS E PONTAPÉS, KAISER CHIEFS e JAMES (dia 03/06).

Na sexta edição, comemorando 10 anos de sua migração para Portugal, nos dias 25, 29, 30 e 31 de maio e 1 de junho de 2014, 5 dias de festival trouxeram 345 mil pessoas, com lotação máxima (cerca de 90 mil pessoas) no segundo dia, encabeçado por ninguém menos que o ROLLING STONES (e uma histórica participação especial de BRUCE SPRINGSTEEN), o maior nome da edição de aniversário. A Street Rock homenageou dessa vez a cidade de Londres (capital da Inglaterra e do Reino Unido) e todo o seu clima de rock sessentista, com shows performáticos homenageando os BEATLES e aquela geração de bandas que tanto influenciou as décadas seguintes.

As principais atrações do Rock In Rio Lisboa VI foram: IVETE SANGALO, ROBBIE WILLIAMS, PALOMA FAITH e BOSS AC E AUREA (dia 25/05), ROLLING STONES (com participação de BRUCE SPRINGSTEEN), GARY CLARK JR., XUTOS E PONTAPÉS e RUI VELOSO (com LENINE e ANGELÍQUE KID JO) (dia 29/05, com lotação máxima de 90 mil pessoas), STEVE AOKI, LINKIN PARK, QUEENS OF THE STONE AGE e os brazucas do CAPITAL INICIAL (dia 30/05), ARCADE FIRE, LORDI, ED SHEERAN e Homenagem A ANTÔNIO VARIAÇÕES (dia 31/05), e JUSTIN TIMBERLAKE, JESSIE J, MAC MILLER, JOAO PEDRO PAES E JORGE PALMAS e KIKA (dia 01/06).

Segundo Roberto Medina (criador do Rock In Rio), a franquia investe 25 milhões de euros na versão portuguesa, cria temporariamente 10 mil postos de trabalho e gera um impacto econômico na cidade de 10 milhões de euros.

Rock In Rio Madrid:

A "Cidade Do Rock" espanhola foi construída em Arganda Del Rey (município da Comunidade Autônoma de Madrid, na província de Madrid, no centro da Espanha), a poucos minutos do centro da capital da Espanha, Madrid (cidade de Madrid), numa área de 200 mil metros quadrados.

Sua primeira edição aconteceu nos dias 27 e 28 de junho e 4, 5 e 6 de julho de 2008 e teve a cobertura de mais de mil jornalistas. 3 palcos principais fizeram parte da infra-estrutura da edição de estréia: o tradicional Palco Mundo (o principal), o Eletrônica (para música eletrônica) e o Hot Stage (Palco Quente, para bandas emergentes). Assim como seu co-irmão português, houve muito debate sobre problemas sócio-ambientais e uma quantia substancial de fundos foi investida em iniciativas pela sustentabilidade.

Palco Mundo

As principais atrações do Rock In Rio Madrid foram: NEIL YOUNG, MANOLO GARCIA, JACK JOHNSON e ALANIS MORISSETTE (dia 27/06), EL CANTO DEL LOCO, TOKIO HOTEL, CARLINHOS BROWN e IVETE SANGALO (dia 28/06), SHAKIRA, JAMIROQUAI, AMY WINEHOUSE e STEREOPHONICS (dia 04/07), THE POLICE, ALEJANDRO SANZ, ESTOPA e FLAMENCO ALL-STARS (dia 05/07), e BOB DYLAN, TÏESTO, LENNY KRAVITZ, FRANZ FERDINAND e CHRIS CORNELL (dia 06/07).

A segunda edição, realizada nos dias 4, 5, 6, 11 e 14 de junho de 2010 (estabelecendo-se como um evento bienal, a exemplo de Lisboa), já contando com o tradicional Palco Sunset no lugar do Hot Stage, teve a presença de 328 mil pessoas ao longo dos 5 dias. A grande novidade foi a introdução de uma "fonte inteligente", cujas águas dançavam ao som da música, se tornando a grande atração do corredor central do festival.

As principais atrações do Rock In Rio Madrid II foram: BON JOVI, PAUL VAN DYK, JOHN MAYER e PEREZA (dia 04/06), SHAKIRA, DAVID GUETTA, RIHANNA e CALLE 13 (dia 05/06), MILEY CYRUS, McFLY e AMY MACDONALD (dia 06/06), RAGE AGAINST THE MACHINE, TÏESTO, JANE'S ADDICTION e CYPRESS HILL (dia 11/06), e METALLICA, MOTÖRHEAD, SÔBER e MARILLION (dia 14/06).

A terceira edição, realizada nos dias 30 de junho e 5, 6 e 7 de julho de 2012, contou com cerca de 185 mil pessoas ao longo dos 4 dias, uma queda significativa em relação às edições anteriores, demonstrando o impacto da crise econômica vivida no país. O festival foi transmitido ao vivo para o mundo inteiro pelo Youtube, site de compartilhamento de vídeos em formato digital da internet. Tivemos, poucos dias antes do início, a desistência de RIHANNA, que se apresentaria no dia 5, encabeçando o Palco Mundo, devido ao falecimento de sua avó. Foi substituída por CARL COX.

As principais atrações do Rock In Rio Madrid III foram: MANÁ, LENNY KRAVITZ, MACACO, LA OREJA DE VAN GOGH, MALDITA NEREA, EL PESCAO, DJ LUCIANO e HERNÁN CATTANÉO (dia 30/06), CARL COX, CALVIN HARRIS, AMAIA MONTERO, EL ÚLTIMO VAGÓN e SWEDISH HOUSE MAFIA (dia 05/07), DAVID GUETTA, PITBULL, ERIC MONTILLO, AFROJACK, MARTIN SOLVEIG, PETE TONG e WALLY LOPEZ (dia 06/07), RED HOT CHILI PEPPERS, INCUBUS, GOGOL BORDELLO, dEADMAU5 e STEVE LAWLER (dia 07/07).

A edição de 2014 do Rock In Rio Madrid (que já levou mais de 600 mil pessoas às suas premissas em 3 edições), assim como a estréia do Rock In Rio Buenos Aires (que já havia sido adiado, após anúncio de que ocorreria nos dias 27, 28 e 29 de setembro e 4, 5 e 6 de outubro de 2013 no Parque Da Cidade, o maior observatório da América Latina, com capacidade para 100 mil pessoas), na capital da Argentina, foram canceladas devido à crise econômica e política que os países atravessavam no período de pré-produção do festival, e, segundo a assessoria de imprensa da franquia Rock In Rio, foram apenas adiadas. Vários cartazes virtuais promocionais, alguns com muitas das maiores bandas do mundo na escalação, chegaram a ser divulgados.

Rock In Rio Las Vegas:

Em 2012, durante o Rock In Rio Madrid (e em plena pré-produção do quinto Rock In Rio em sua cidade natal, que aconteceria no ano seguinte), Medina anunciou sua intenção de internacionalizar ainda mais a marca do festival, levando-o para os continentes em que ainda não esteve, assim como para seus co-irmãos sul-americanos e outros países europeus, como Rússia, Inglaterra e Alemanha (a capital Berlin chegou a ser cogitada). Após negociações com Peru e Colômbia, a Argentina seria o primeiro sul-americano confirmado, sendo, contudo, cancelado, após adiamento de 2013 para 2014. A Ásia foi apenas mencionada, sem nenhuma especulação específica.

Roberto Medina, o segundo da esquerda para a direita

Outra aposta de Medina seria o mercado norte-americano, chegando a anunciar que a próxima edição seria realizada no México, o que acabou não se concretizando, sendo então escolhido os Estados Unidos, com o anúncio oficial sendo feito no dia 24 de maio de 2014.

A cidade escolhida foi Las Vegas (Cidade De Las Vegas, localizada na área metropolitana Vale De Las Vegas, no sul do estado de Nevada, sede do condado de Clark, parte das regiões Oeste, Sudoeste e dos Estados Montanhosos, no oeste dos Estados Unidos), e a locação será uma nova e moderna Cidade Do Rock construída, em parceria com a MGM (Metro-Goldwyn-Mayer, empresa americana de comunicação de massa, especializada na produção e distribuição de filmes e programas televisivos, baseada em Los Angeles, cidade do condado de mesmo nome, no estado da Califórnia, costa oeste do país), o Cirque Du Soleil (Circo Do Sol, a companhia circense internacional com base em Montreal, cidade da província de Quebec, no sudeste do Canadá) e as Empresas Yucaipa (uma holding/empresa que possui ações de outras empresas, especializada em equidade privada e capital de risco, baseada em Los Angeles, fundada em 1986 pelo investidor, filantropo e magnata norte-americano dos negócios Ronald Burkle), em Las Vegas Strip (conhecida apenas como The Strip/A Faixa/O Pedaço, um trecho/extensão do Boulevard Sul Las Vegas, uma larga estrada do Vale De Las Vegas. A região é famosa internacionalmente pela grande concentração de hotéis e cassinos, possui 6,8 quilômetros de extensão e está situada no limite-sul da cidade), com 33 acres/13,3 hectares/133.546 metros quadrados de área, infra-estrutura nos mesmos moldes da franquia brasileira: 5 palcos (sendo o Main Stage e o Mercedez-Benz Evolution os principais, e EDM Stage o eletrônico), 5 ruas temáticas (com destaque para os shows na Rock Street Brazil, Rock Street USA e Rock Street UK), praças de alimentação, parque de diversões, lojas e telões modernos de última geração) e moderna engenharia, com cabeamento subterrâneo, grama artificial e banheiros de verdade, não os tradicionais (e nojentos) banheiros químicos. Foram investidos 20 milhões de dólares (atualmente cerca de 62 milhões e 440 mil reais) na obra e são esperadas 80 mil pessoas por dia (capacidade máxima da locação) e mais de 120 atrações.

O contrato firmado prevê que o festival seja realizado a cada 2 anos até 2019, com possibilidade de renovação, o que assegura ao menos 3 edições para a versão norte-americana. A primeira edição será realizada em 2 fins de semanas (com temática rock no primeiro e pop no segundo), com 2 dias cada (nos dias 8, 9, 15 e 16 de maio de 2015), e será expandido para 6 dias (3 dias em cada fim de semana) nas próximas edições.

Suas principais atrações da edição de estréia: NO DOUBT, MANÁ, THE PRETTY RECKLESS e SMALLPOOLS (Main Stage/Palco Principal, dia 08/05), FOSTER THE PEOPLE, GARY CLARK JR., BLEACHERS e SAINTS OF VALORY (Mercedez-Benz Evolution Stage/Palco Evolution Mercedez-Benz, em parceria com os modelos esportivos Evolution, da montadora automotiva alemã Mercedez-Benz, dia 08/05), METALLICA, LINKIN PARK, RISE AGAINST e HOLLYWOOD UNDEAD (Main Stage, dia 09/05), DEFTONES, SEPULTURA & STEVE VAI, COHEED AND CAMBRIA e OF MICE & MEN (Mercedez-Benz Evolution Stage, dia 09/05), TAYLOR SWIFT, ED SHEERAN, ECHOSMITH e IVETE SANGALO (Main Stage, dia 15/05), JESSIE J, CHARLI XCX, TOVE LO e JAMES BAY (Mercedez-Benz Evolution Stage, dia 15/05), BRUNO MARS, SAM SMITH, EMPIRE OF THE SUN e BIG SEAN (Main Stage, dia 16/05) e JOHN LEGEND, JOSS STONE, MAGIC! e MIKKY EKKO (Mercedez-Benz Evolution Stage, dia 16/05).

Segundo estudos, até 2012 a marca Rock In Rio atraiu mais de 6 milhões de pessoas em 12 edições (4 brasileiras, 5 portuguesas e 3 espanholas), mais de 700 bandas, mais de 800 horas de música e transmissão para mais de 1 bilhão de telespectadores, em 80 países. Só no Rio De Janeiro, em 2011, houve um impacto na economia de 354 milhões de euros, 700 mil pessoas de público total, sendo 350 mil turistas, dos quais 25% estrangeiros, atingindo 90% de ocupação da rede hoteleira local.

O que dizer de um dos maiores e principais festivais de toda a história, nascido aqui mesmo no Brasil? Longa vida e inúmeras edições mais!

CRÜE FEST:

O Crüe Fest foi um festival de verão criado e encabeçado pelo MÖTLEY CRÜE em 2008, cujo sucesso gerou uma segunda edição no ano seguinte. A idéia, que teve como primeiro "embrião" um pequeno evento beneficente organizado por seus fãs desde 2001 em pequenos clubes de Hollywood (uma espécie de festa anual da banda com seus fãs) e que perdura até hoje (estando em sua 13ª edição), nasceu quando o baixista NIKKI SIXX resolveu excursionar com sua banda SIXX A.M. junto com a turnê do MÖTLEY CRÜE, que começou no dia 1 de julho e foi até o dia 31 de agosto, visitando grande parte das principais cidades norte-americanas e canadenses.

No dia 15 de abril de 2008 a banda convocou uma coletiva de imprensa, divulgada em seu então novo site oficial, e anunciou sua intenção de excursionar, nos mesmos moldes do Ozzfest, com "bandas que incorporem o espírito do rock 'n' roll". Foi uma grande festa, como todos os eventos que incluem a banda, que contou ainda com o lançamento do vídeo-clipe da nova música "Saints Of Los Angeles", do recém-lançado single (disco com uma música de cada lado) e faixa-título do disco que seria lançado em junho, além de uma pequena apresentação, tocando as músicas "Kickstart My Heart" e "Saints Of Los Angeles".

O festival, que levou a legenda "Crüe Fest 1: The Loudest Show On Earth" ("Crüe Festival 1: O Show Mais Alto Da Terra") contou com o MÖTLEY CRÜE encabeçando e as bandas BUCKCHERRY, PAPA ROACH, SIXX A.M. e TRAPT na escalação. A turnê arrecadou cerca de 40 milhões de dólares (atualmente 124 milhões e 880 mil reais) e foi a mais lucrativa e popular daquele verão, gerando o lançamento de um DVD, o "Crüe Fest 1 DVD", que alcançou o primeiro lugar na parada Billboard, vendendo 7 mil cópias somente na primeira semana, e garantindo assim nova edição no ano seguinte.

As cidades visitadas pela turnê "Crüe Fest 1" foram: West Palm Beach, Florida (01/07), Tampa, Florida (03/07), Charlotte, North Carolina (05/07), Virginia Beach, Virginia (06/07), Wantagh, New York (08/07), Corfu, New York (09/07), Sarnia, Ontario, Canadá (10/07), Camden, New Jersey (12/07), Bristow, Virginia (13/07), Clarkston, Michigan (15/07), Tinley Park, Illinois (16/07), Noblesville, Indiana (18/07), Milwalkee, Wisconsin (19/07), Maryland Heights, Missouri (20/07), Houston, Texas (22/07), Selma, Texas (23/07), Dallas, Texas (24/07), Albuquerque, New Mexico (26/07), Greenwood Village, Colorado (27/07), West Valley City, Utah (29/07), Phoenix, Arizona (31/07), Paradise, Nevada (01/08), San Bernardino, Califórnia (02/08), Wheatland, Califórnia (05/08), Mountain View, Califórnia (06/08), Auburn, Washington (08/08), Portland, Oregon (09/08), Vancouver, Columbia Britânica, Canadá (11/08), Edmonton, Alberta, Canadá (13/08), Calgary, Alberta, Canadá (14/08), Saskatoon, Saskatchewan, Canadá (15/08), Winnipeg, Manitoba, Canadá (17/08), Cincinnati, Ohio (19/08), Cuyahoga Falls, Ohio (20/08), Mansfield, Massachusetts (22/08), Holmdel Township, New Jersey (23/08), Uncasville, Connecticut (24/08), Toronto, Ontario, Canadá (28/08), Saratoga Springs, New York (29/08), Scranton, Pensylvannia (30/08) e Burgettstown, Pensylvannia (31/08).

A segunda edição, que levou a legenda "Crüe Fest 2: White Thrash Circus" ("Crüe Festival 2: Circo do Lixo Branco", sendo white thrash uma expressão racista referente à raça branca), ocorreu no verão de 2009, nos mesmos moldes do ano anterior. Durante a coletiva de imprensa, no dia 16 de março de 2009, em que as bandas que excursionariam foram anunciadas, NIKKI SIXX disse: "Isso é o que a gente imaginou quando viemos com a idéia do Crüe Fest no verão passado, colocar juntas em uma escalação as bandas mais "pauleiras" para um dia de puro rock. Todas as bandas nessa turnê se complementam. Musicalmente, teatralmente e passionalmente".

Para comemorar os 20 anos de lançamento do álbum "Dr. Feelgood" a banda o tocou na íntegra em todos os shows da turnê. A novidade nessa turnê foi a inclusão de um segundo palco (Monster Energy Stage, em parceria com a bebida energética Monster Energy), com 5 bandas emergentes na escalação, sendo uma local, escolhida por uma emissora de rádio local, responsável por abrir o palco. Novamente a turnê atravessou os Estados Unidos, dessa vez ficando o Canadá de fora, começando no dia 19 de julho e terminando no dia 5 de setembro. Dessa vez as bandas na escalação, encabeçada pelo MÖTLEY, foram: DROWNING POOL, GODSMACK, CHARM CITY DEVILS e THEORY OF A DEADMAN.

Nesse mesmo ano, no festival italiano Gods Of Metal, o MÖTLEY levou uma versão do Crüe Fest para a Itália, tendo um dos palcos batizados de "Cruefest Stage" (Palco Crüefest) e as seguintes bandas na escalação: MÖTLEY CRÜE, TESLA, LITA FORD, MARTY FRIEDMAN, BACKYARD BABIES e LAUREN HARRIS (filha do baixista do IRON MAIDEN, STEVE HARRIS).

As cidades visitadas pela turnê "Crüe Fest 2" foram: Camden, New Jersey (19/07), Cuyahoga Falls, Ohio (21/07), Tinley Park, Illinois (22/07), Minot, Dakota Do Norte (24/07), Auburn, Washington (27/07), Ridgefield, Washington (28/07), Mountain View, Califórnia (30/07), San Bernardino, Califórnia (31/07), Paradise, Nevada (01/08), West Valley City, Utah (03/08), Greenwood Village, Colorado (04/08), Albuquerque, New Mexico (05/08), The Woodlands, Texas (07/08), Dallas, Texas (08/08), Kansas City, Missouri (09/08), Maryland Heights, Missouri (11/08), Noblesville, Indiana (12/08), Cincinnati, Ohio (14/08), Clarkston, Michigan (15/08), Burgettstown, Pensylvannia (16/08), Holmdel, New Jersey (18/08), Mansfield, Massachusetts (19/08), Virginia Beach, Virginia (21/08), Bristow, Virginia (22/08), Raleigh, North Carolina (23/08), West Palm Beach, Florida, (27/08), Tampa, Florida (28/08), Atlanta, Georgia (29/08), Charlotte, Carolina Do Norte (30/08), Saratoga Springs, New York (01/09), Syracuse, New York (03/09), Scranton, Pensylvannia (04/09) e Corfu, New York (05/09).

Em 2010 a banda resolveu não realizar o festival para se dedicar à produção de um novo disco, que no entanto não foi realizado. Mas, apesar de não ter havido um festival de verão, aconteceram alguns eventos isolados em clubes, principalmente em Los Angeles (cidade natal da banda), quando a banda comemorou os 25 anos de lançamento do disco "Theatre Of Pain". Desde então o Crüe Fest se resumiu aos eventos em clubes de Hollywood, e assim deve ser até o fim, já que a banda encerra suas atividades ao final da turnê de despedida, em 2015.

Em 2013 seria realizada a terceira edição do Crüe Fest, vindo inclusive à América do Sul, incluindo o Brasil, e a escalação incluiria: ALICE IN CHAINS, BLACK REBEL MOTORCYCLE CLUB e PAPA ROACH. Havia até rumores da participação de SLASH. Consta, de maneira não-oficial, que a turnê Crüe Fest foi abandonada por desavenças com a produtora Live Nation, que teria exigido o lançamento de um novo disco, para que a banda tivesse um sucesso comercial maior que o da segunda edição, que, ao contrário da primeira, não divulgou disco novo.

Essa foi (e deve mesmo ser apenas essa) a história desse interessante festival, idealizado por uma das grandes bandas de Glam Rock dos anos 80.

TORONTO ROCKS:

MOLSON CANADIAN ROCKS FOR TORONTO (algo como Molson Traz O Rock Para Toronto, sendo Molson uma cervejaria canadense baseada em Montreal, cidade da província de Quebec, no leste do Canadá), ou simplesmente TORONTO ROCKS ("Rocks de Toronto" ou "Toronto Agita"/"Toronto é Demais"), foi um festival beneficente realizado em Toronto (cidade e capital da província de Ontário, no sudeste do país), no Canadá, no dia 30 de julho de 2003, numa tentativa de alavancar a economia canadense após uma epidemia de Sars (Síndrome respiratória aguda severa, no inglês, uma grave pneumonia atípica) ter matado 42 pessoas naquele ano e causado pânico e muita preocupação na comunidade internacional. Toronto ainda estava sob alerta da Organização Mundial da Saúde e o turismo havia tido uma queda brutal. O show foi uma sugestão do grupo ROLLING STONES e estima-se que entre 450 e 500 mil pessoas estiveram presentes, no que se tornou o maior festival musical acontecido no Canadá, tendo sido chamado de "Woodstock Canadense", em alusão à Woodstock, acontecido nos Estados Unidos em 1969.

O concerto foi realizado no Downsview Park (Parque Downsview, um parque nacional urbano, conhecido por abrigar eventos de grande porte, com 2,4 quilômetros quadrados de área total, localizado em Downsview, um bairro ao norte de Toronto), uma antiga base militar que havia acomodado 800 mil pessoas durante a visita do Papa João Paulo II em 2002.

O evento teve o ator Dan Aykroid como anfitrião e foi transmitido pela rede de TV canadense CBC (propriedade da Corporação Canadense de Radiodifusão, com base em Montreal), e pelo canal de TV à cabo MuchMoreMusic (MuitoMaisMúsica, atual M3, propriedade da Bell GlobeMedia/Mídia Global Sino, com base em Toronto). Partes do show foram transmitidas ao vivo, principalmente o show de encerramento do ROLLING STONES, rendendo posteriormente o lançamento de um DVD quádruplo da banda, o "Four Flicks". As bandas que abriram o festival tiveram 20 minutos para se apresentar, enquanto as bandas principais tiveram cerca de 90 minutos.

As principais bandas a se apresentar no festival, que teve um público de cerca de 490 mil pessoas, foram: ROLLING STONES, AC/DC, RUSH, GUESS WHO, JUSTIN TIMBERLAKE (extremamente vaiado e hostilizado pelo público rockeiro), ISLEY BROTHERS, FLAMING LIPS, DAN AYKROID-JIM BELUSHI BAND e TEA PARTY.

Bela e importante iniciativa! Bravo!

LIVE 8:

Coincidindo com o aniversário de 20 anos do LIVE AID (festival realizado em 1985 por BOB GELDOF e MIDGE ÜRE com o intuito de angariar fundos em prol dos famintos na Etiópia), às vésperas de uma reunião do G8, BOB GELDOF (cantor, compositor e humanitário irlandês, líder da banda BOOMTOWN RATS) organizou o LIVE 8, com o intuito de pressionar os países do G8 (França, Alemanha, Itália, Japão, Reino Unido, Estados Unidos, Canadá e Rússia) a perdoar a dívida externa dos países pobres e negociar regras de comércio mais justas. O nome é uma alusão ao seu predecessor LIVE AID (8 se pronuncia "Eight" em inglês), aos 8 países do G8 e aos 8 países (mais a África do Sul) que participaram do concerto.

O evento foi realizado nos mesmos países do G8, mais África do sul, no dia 2 de julho de 2005 (houve ainda um show extra no dia 6 na Escócia, dia do início da reunião do G8, que foi realizado em Edimburgo, cidade-capital do país, que foi intitulado "Edimburgo 50.000 - O Empurrão final"), contou com 150 bandas e cerca de 1250 músicos se apresentando em 10 locações em 9 países, sendo transmitido por 182 redes de televisão e 2000 estações de rádio, além da internet, num total de cerca de 3 bilhões de pessoas assistindo o evento. Foi transmitido no Brasil pela MTV, que mostrou ao vivo grande parte das apresentações, com mais de 10 horas de transmissões.

O concerto aconteceu de maneira simultânea em todos os países, com total integração entre eles, com o ator Will Smith, que apresentava o festival na Filadélfia (cidade do estado e do condado da Pensilvânia, no leste dos Estados Unidos), fazendo, logo no início do show, com que as platéias de Londres (Inglaterra, Reino Unido), Filadélfia (Estados Unidos), Berlin (Alemanha), Roma (Itália), Paris (França) e Barrie (nas cercanias de Toronto, Canadá) estalassem os dedos em sincronia, simbolizando a morte de uma criança a cada estalo. Acredita-se que mais de 700 mil pessoas compareceram ao Benjamin Franklin Parkway (Rodovia Panorâmica Benjamin Franklin, uma avenida cênica no coração cultural da cidade, com 1,6 quilômetros de extensão, que leva o nome do famoso político, escritor e cientista Benjamin Franklin, natural da cidade e um dos pais da independência dos Estados Unidos), na Filadélfia.

O grande destaque do LIVE 8 Londres (capital da Inglaterra e do Reino Unido, no sudeste do país), e do LIVE 8 em geral, foi a reunião do PINK FLOYD (que não reunia os 4 membros da formação clássica desde 81), que acabaria também sendo a última, já que em 2008 morreria o tecladista RICHARD WRIGHT. Houve ainda discursos de Kofi Annan (então secretário-geral da ONU), Bill Gates (fundador da Microsoft) e Nelson Mandela (presidente da África do Sul). O concerto rendeu a produção de um DVD com os principais momentos de cada país, e outros com as apresentações de cada país individualmente. No dia 2 de julho de 2006 foi apresentado um especial de 60 minutos (90 minutos na MTV) pelas emissoras BBC 1 (principal canal da Rede BBC, com base em Londres, Inglaterra), MTV (propriedade da Viacom Media Networks/Rede Midiática Viacom, com base em Nova York, Estados Unidos) e CTV (propriedade da Bell GlobeMedia/MediaGlobal Sino, baseada em Toronto, Canadá), que foi chamado de "Live 8: What a Difference a Day Makes" ("8 Ao Vivo: Que Diferença Um Dia Faz", em português).

No dia 7 de julho os representantes do G8 prometeram dobrar a ajuda dada em 2004 às nações pobres, passando de 25 para 50 milhões de dólares (moeda ainda predominante à época), cerca de 157 milhões e 460 mil reais hoje, até o ano 2010. Metade do dinheiro seria destinado à África.

As principais atrações do LIVE 8, divididas por país, foram:

London Stage

Londres, Inglaterra, Reino Unido: Show realizado no Hyde Park (Parque Hyde, localizado no centro de Londres, sudeste do país) com 205 mil pessoas presentes. Shows de: PAUL McCARTNEY (com participação de GEORGE MICHAEL), o reunido PINK FLOYD, THE WHO, ROBBIE WILLIAMS, MARIAH CAREY, STING, VELVET REVOLVER, SCISSOR SISTERS, JOSS STONE, THE KILLERS, SNOW PATROL, MADONNA, RAZORLIGHT, SNOOP DOGG, UB40, ANNIE LENNOX, BOB GELDOF, TRAVIS, KEANE, MS. DYNAMITE, R.E.M., STEREOPHONICS, DIDO (com participação de YOUSSOU N'DOUR), ELTON JOHN (com participação de PETE DOHERTY), COLDPLAY (com participação de RICHARD ASHCROFT), U2 e PAUL McCARTNEY & U2 (sir PAUL abriu e fechou o festival).

Cornwall/Cornuália (condado cerimonial/sem função administrativa e península do extremo sudoeste do país), Inglaterra, Reino Unido: Show realizado no Eden Project (Projeto Éden, um complexo de estufas com cerca de 3 hectares/7,4 acres/30 mil metros quadrados de área e visual inspirado na lua, que é uma atração turística da região da Cornuália, a 2 quilômetros da cidade de St. Blazey), batizado de "Africa Calling" ("Africa Chamando"), com quase 5 mil pessoas presentes, e transmitido ao vivo pela BBC. Tivemos 2 palcos, um ao ar-livre (Open Air Stage/Palco ao Ar Livre, montado no bioma externo, não coberto) e o Biome Stage (Palco Bioma, montado num dos 2 grandes biomas cobertos). Shows principais de: PETER GABRIEL (como mestre de cerimônias e coordenador do evento), YOUSSOU N'DOUR (com participação de DIDO) e uma grande escalação de músicos africanos ou afro-descendentes.

Eden Project Stage

Philadelphia Stage

Filadélfia, Estados Unidos: Show realizado no Benjamin Franklin Parkway, sem números oficiais, por ter se tratado de um evento aberto e gratuito, mas com uma estimativa de 600 a 800 mil pessoas presentes ao mesmo tempo, e de 1 a 1,5 milhão de pessoas durante as 7 horas de festival. Shows de:

STEVIE WONDER (com participações de ADAM LEVINE, vocalista do MAROON 5, e ROB THOMAS), ROB THOMAS, KEITH URBAN, MAROON 5, SARAH McLACHLAN (com participação de JOSH GROBAN), JARS OF CLAY, DEF LEPPARD, LINKIN PARK & JAY-Z, LINKIN PARK, ALICIA KEYS, DAVE MATTHEWS BAND, TOBY KEITH, KANYE WEST, DESTINY'S CHILD, BON JOVI, THE BLACK EYED PEAS (com participação de RITA MARLEY e STEPHEN MARLEY) e KAISER CHIEFS.

Benjamin Franklin Parkway

Berlin Stage

Berlin (cidade e capital do estado de Berlin (capital da Alemanha), no nordeste do país), Alemanha: Show realizado no Siegessäule (Obelisco Da Vitória, um monumento histórico de 72 metros localizado no centro do parque público Grober Tiergarten/Maior Jardim Zoológico, com 210 hectares/519 acres/2,1 quilômetros quadrados de área), com cerca de 100 mil pessoas presentes. Shows principais de: OTTO, HERBERT GRÖNEMEYER, FAITHLESS, ROXY MUSIC, A-HA, SASHA, BRIAN WILSON, CHRIS DE BURGH, JULI, GREEN DAY, AUDIOSLAVE e DIE TOTEN HOSEN. Desistências de CROSBY,STILLS & NASH e LAURYN HILL.

Paris Stage

Paris (cidade-capital da França e da região administrativa de Île-de-France/Ilha da França, no norte do país), França: Show realizado no Château De Versailles (Palácio De Versalhes, um castelo real localizado na cidade de Versalhes, que é um subúrbio de Paris, com 700 hectares/70 mil acres/7 quilômetros quadrados de área de parque, um dos pontos turísticos mais visitados do país) com cerca de 200 mil pessoas presentes. Shows principais de: YOUSSOU N'DOUR (com participação de DIDO), THE CURE, PLACEBO, DAVID HALLYDAY, SHAKIRA, SHERYL CROW, ANDREA BOCELLI, MUSE, TINA ARENA & CRAIG DAVID e ALPHA BLONDY. Desistências de JAMIROQUAI e JAMES BROWN, por motivos de agenda.

Roma Stage

Roma (cidade, comuna especial e capital da Itália, da província de Roma e da região de Lazio, na Itália Central, centro do país), Itália: Show realizado no Circus Maximus (um antigo estádio de corrida de bigas romanas e fórum de entretenimento em massa, atualmente um parque público, com capacidade para 250 mil pessoas, cerca de 1/4 dos habitantes da cidade, em seus tempos áureos) com cerca de 100 mil pessoas presentes. Shows principais de: FRANCESCO DE GREGORI, PAGANI & AFRICAN DRUM COLLECTIVE, VELVET, LAURA PAUSINI, LE VIBRAZIONI, PLANET FUNK, FAITH HILL, TIM McGRAW e DURAN DURAN.

Moscow Stage

Moscow (capital da Rússia, é uma cidade e sub-região federal do Distrito Federal Central, no oeste do país), Rússia: Show realizado na Praça Vermelha (famosa praça, conhecida pelos históricos desfiles militares soviéticos, durante a era da extinta União Soviética. É considerada a praça central de Moscou e de toda a Rússia, situada a leste do Kremlin, o histórico complexo fortificado que é o coração político do país. Suas áreas combinadas possuem cerca de 28 hectares/69 acres/280 mil metros quadrados). A "perna" russa contou com cerca de 200 mil pessoas presentes. Shows principais de: PET SHOP BOYS, ALIONA SVIRIDOVA, SPLEAN, RED ELVISES, MORAL CODE X e AGATA KRISTI.

Praça Vermelha/Kremlin

Live 8 Japan (McFLY)

Chiba Stage

Chiba (cidade da província de Chiba, região do Kantõ, na ilha de Honshu (Ilha Principal/Província Principal no japonês), próxima ao centro da capital Tokyo, na Baía de Tokyo, no centro do arquipélago e do país, sendo a maior área metropolitana do mundo), Japão: Show gravado no Makuhari Messe/Feira Comercial de Makuhari (Makuhari Messe International Exhibition Hall/Salão De Exibições Internacionais Da Feira Comercial De Makuhari, pertencente ao Makuhari Messe International Conventions Complex/Complexo De Convenções Internacionais De Makuhari Messe, um imenso complexo, localizado no Protecionado De Mihama, com shoppings e restaurantes, de 210 mil metros quadrados e estacionamento para 6 mil veículos. O Complexo engloba ainda o Makuhari Event Hall/Salão De Eventos De Makuhari, o International Conference Hall/Salão De Conferências Internacionais e outros 10 Salões De Exibições Internacionais, sendo que os 11 Salões De Exibições somam uma área total de 75 mil metros quadrados. Trata-se de um espaço flexível que pode ser usado em sua totalidade ou subdividido em partes), com a presença de 10 mil pessoas somente, devido à pouca capacidade do pavilhão escolhido (que teve lotação esgotada) e o pouquíssimo tempo que os organizadores tiveram para organizar e divulgar o evento. A "perna" japonesa do Live 8 foi a primeira a iniciar os shows, devido à diferença de fuso-horário entre os continentes, com isso os shows foram gravados e exibidos no telão das outras locações.

Shows de: BJÖRK, DEF TECH, DO AS INFINITY, DREAMS COME TRUE, GOOD CHARLOTTE, McFLY e RIZE.

Makuhari Messe

Johannesburgo Stage (Discurso de Nelson Mandela)

Johannesburgo (cidade-capital da África Do Sul e da província de Gauteng, no nordeste do país), África Do Sul: Show realizado na praça Mary Fitzgerald Square (Praça Mary Fitzgerald, antiga Aaron's Ground/Terreno de Aaron, é um espaço público, batizado em homenagem à primeira sindicalista mulher do país, localizado no subúrbio de Newtown/CidadeNova, muito utilizado para eventos sindicais) com cerca de 40 mil pessoas presentes. Shows principais de: VUSI MAHLASELA, ZOLA, OUMOU SANGARÉ, MALAIKA, MAHOTELLA QUEENS, LUCKY DUBE e 4PEACE ENSEMBLE, entre outras atrações locais.

Canada Stage

Barrie (cidade independente do condado de Simcoe, na província de Ontario, próxima a Toronto, que é a capital da província, no sul do país), Canadá: Show realizado no Park Place (Local do Parque, antiga Molson Park/Parque Molson, um ex-parque com o nome da cervejaria canadense Molson, hoje de propriedade de um desenvolvedor de terrenos comerciais, que o rebatizou como Park Place e o transformou numa locação muito popular em concertos a céu-aberto, estando atualmente agendado para se transformar num centro comercial) com cerca de 35 mil pessoas presentes, capacidade máxima da locação. Shows principais de: NEIL YOUNG (com participação de sua esposa à época, PEGI YOUNG), BARENAKED LADIES, DMC (do RUN-DMC, se apresentando junto com ELLIOT EASTON (guitarrista do THE CARRS), TOM HAMILTON e JOEY KRAMER (baixista e baterista do AEROSMITH) e JOSH TODD, vocalista do BUCKCHERRY), THE TRAGICALLY HIP (com participação de DAN AYKROID), MÖTLEY CRÜE, JET, GORDON LIGHTFOOT, CELINE DION (se apresentando via satélite de Las Vegas, Nevada, Estados Unidos, com o show sendo exibido no telão), GREAT BIG SEA, DEEP PURPLE, RANDY BACHMAN & THE CARPET FROGS, BRUCE COCKBURN, SIMPLE PLAN, BRYAN ADAMS, SAM ROBERTS e TOM COCHRANE. Desistência de BURTON CUMMINGS, que se apresentaria com RANDY BACHMAN.

Edinburgh Stage

Edimburgo, Escócia: Show realizado no dia 6 de julho de 2005 (4 dias após os outros shows, no dia do encontro do G8) no Murrayfield Stadium (Estádio Campo de Murray, estádio multi-esportivo com capacidade para 67.800 pessoas, casa da seleção nacional de rugbi), com 50 mil pessoas presentes. Shows principais de: JAMES BROWN, THE CORRS, TRAVIS, SNOW PATROL, TEXAS, YOUSSOU N'DOUR (com participação de NENEH CHERRY), FEEDER, MIDGE ÜRE (com EDDIE IZZARD e TROY DONOCKLEY), BOB GELDOF e CAMPINO (vocalista do DIE TOTEN HOSEN), ANNIE LENNOX, SUGABABES, EDDIE IZZARD, McFLY, PETER KAY, WET WET WET, JAMIE CULLUM (com participação de NATASHA BEDINGFIELD) e THE PROCLAIMERS.

Mais uma maravilhosa e inesquecível iniciativa de BOB GELDOF, que sempre nos brinda com reuniões marcantes e igualmente inesquecíveis, como a última reunião dos 4 integrantes da formação clássica do PINK FLOYD em 2005, além das reuniões de LED ZEPPELIN e BLACK SABBATH, no LIVE AID, em 1985. OBRIGADO, BOB !!!

LIVE EARTH (Terra Ao Vivo):

Foi um festival de 24 horas de música ao vivo, realizado simultaneamente em 9 países de 6 continentes, mais a Antártida (somando 7 continentes no total), nos mesmos moldes do Live 8, no dia 7 de julho de 2007 (07/07/07) com o intuito de conscientizar os líderes mundiais e a opinião pública sobre o problema do aquecimento global. O LIVE EARTH foi criado por Kevin Wall (empresário, produtor e ativista humanitário norte-americano, produtor-executivo do LIVE 8 de BOB GELDOF e MIDGE ÜRE, considerado pioneiro na mídia digital) em parceria com o ex-vice-presidente dos Estados Unidos e também ativista Al Gore e a "Aliança Pela Proteção Ao Clima" ("Alliance For Climate Protection"), a organização sem fins lucrativos fundada por Gore em 2006 para encorajar iniciativas civis contra a mudança climática.

Al Gore e Kevin Wall

Foi produzido pelo "Save Our Selves - SOS" ("Salvemos a Nós Mesmos", um grupo de ativistas, criado por Kevin Wall, que incluiu como principais parceiros Al Gore e sua organização ACP, o portal e rede de serviços tecnológicos de internet da Microsoft MSN/Microsoft Network, responsável pela transmissão via internet, e a produtora de concertos Control Room/Sala de Controle, responsável pelo festival) e patrocinado por SMART (Self-Monitoring, Analysis and Reporting Technology/Tecnologia de Auto-Monitoramento, Análise e Relatório, um sistema de monitoramento e detecção de falhas de discos rígidos), Pepsi e Itaú.

Participaram mais de 150 músicos e artistas, com ampla divulgação e transmissão para mais de 130 países e mais de 500 redes de TV e emissoras de rádio e internet (8 milhões de internautas assistiram) do mundo todo, sendo acompanhado por mais de 2 bilhões de pessoas (19 milhões apenas nos Estados Unidos, 41% das casas do Canadá, 37% do Brasil e 20% da Alemanha) ao redor do planeta. Os shows foram realizados em 11 cidades (inclusive o Brasil) de 6 continentes, além de um único show na Antártida (acompanhado por 17 "testemunhas", com gravações transmitidas para todo o mundo, cobrindo assim todos os continentes da Terra), realizado numa estação científica britânica.

As cidades participantes foram: Nova Jersey (Estados Unidos, América do Norte), Washington (Estados Unidos), Londres (Inglaterra, Reino Unido, Europa), Sydney (Austrália, Oceania), Rio de Janeiro (Brasil, América do Sul), Johannesburgo (África do Sul, África), Tokyo (Japão, Ásia), Kyoto (Japão), Shanghai (China, Ásia), Hamburgo (Alemanha, Europa) e Roma (Itália, Europa), além da Antártida. O ministério público chegou a conseguir uma liminar impedindo o show de acontecer no Rio de Janeiro, alegando que a polícia seria incapaz de garantir a segurança das pessoas que compareceriam ao evento (foi um evento gratuito e esperava-se cerca de 700 mil pessoas, contudo "apenas" 400 mil compareceram), devido à maior parte do efetivo policial estar atuando nos preparativos para os Jogos Pan-Americanos que seriam realizados na cidade. Contudo, 2 dias depois, a liminar foi caçada e o show pôde ser realizado.

As principais atrações do LIVE EARTH, divididas por país, foram:

Europa:

Londres, Inglaterra: Show realizado no Wembley Stadium (Estádio de Wembley, estádio nacional da Inglaterra, casa da seleção nacional de futebol, localizado no subúrbio londrino de Wembley Park (Parque Wembley), na Grande Londres, com capacidade para 90 mil pessoas). 4,5 milhões de pessoas acompanharam os shows principais pela TV, praticamente metade do número do Live 8, dois anos antes. Apenas metade da capacidade do estádio foi atingida. Shows de: MADONNA (com participação de GOGOL BORDELLO), FOO FIGHTERS, PUSSYCAT DOLLS, BEASTIE BOYS, JAMES BLUNT, SPINAL TAP, METALLICA, KEANE, CORINNE BAILEY RAE (com participação de JOHN LEGEND), BLOC PARTY, RED HOT CHILI PEPPERS, DURAN DURAN, JOHN LEGEND, THE BLACK EYED PEAS, PAOLO NUTINI, KASABIAN, DAMIEN RYCE & DAVID GRAY, SNOW PATROL, RAZORLIGHT, GENESIS e SOS ALL-STARS (com os bateristas ROGER TAYLOR do QÜEEN, TAYLOR HAWKINS do FOO FIGHTERS e CHAD SMITH do RED HOT CHILI PEPPERS).

London Stage

Hamburgo, Alemanha: Show realizado no HSH Nordbank Arena (Arena HSH Banco Do Norte, estádio que abriga os jogos do time de futebol Hamburgo SV, com capacidade para 57 mil pessoas). Cerca de 30 mil pessoas estiveram presentes. Shows principais de: CAT STEVENS (atualmente usando o nome de YUSUF SLAM), CHRIS CORNELL, REVOLVERHELD, ENRIQUE IGLESIAS, SASHA, SNOOP DOGG e SHAKIRA.

Hamburg Stage

Roma, Itália: Show gratuito realizado na Basílica de São João de Latrão (Arquibasílica Do Santíssimo Salvador, com uma área de cerca de 20 mil metros quadrados, localizada na Praça Giovanni Paolo II, é a Catedral do Bispo de Roma: o Papa). Show de: MICHAEL D'ALESSANDRA conduzindo "The Heptavium Concert" ("O Concerto do Lugar Onde Sete Caminhos Se Encontram", concebido por MICHAEL D'ALESSANDRA).

Rome Stage

Haveria, ainda, uma "perna" do Live Earth em Istambul (cidade e metrópole da região de Mármara, capital da província de Istambul, no noroeste do país), na Turquia, que acabou sendo cancelada.

América Do Norte:

Nova Jersey (próximo à Nova York), Estados Unidos: Show realizado no Giants Stadium (Estádio dos Giants/Gigantes, parte do Complexo Esportivo de Meadowlands/Terras do Prado/Pradaria, com capacidade para 80.242 pessoas, casa de várias equipes de futebol americano, futebol e beisebol de Nova York e Nova Jersey, mas principalmente do New York Giants (time de futebol americano, baseado em East Rutherford, que representa a região metropolitana de Nova York), que o usou até ser demolido, em 2010, localizado em East Rutherford/Rutherford Leste, distrito do condado de Bergen, no estado de Nova Jersey, no nordeste do país). 52 mil pessoas presentes. Shows de: THE POLICE (com participação de JOHN MAYER e KANYE WEST), ROGER WATERS, SMASHING PUMPKINS, BON JOVI, KANYE WEST, KELLY CLARKSON, DAVE MATTHEWS BAND, ALICIA KEYS, MELISSA ETHERIDGE, JOHN MAYER, AKON, FALL OUT BOY, AFI, LUDACRIS, KEITH URBAN, TAKING BACK SUNDAY, KT TUNSTALL e KENNA.

New Jersey Stage

Washington D.C. (Washington, Distrito De Columbia, capital do país, localizado na Costa Leste), Estados Unidos: Show realizado no National Mall (Alameda Nacional, um parque nacional, localizado no centro de Washington D.C., que contém museus, monumentos, memoriais, marcos históricos, a Galeria Nacional De Arte, e muita área verde. Com exceção da Galeria de Arte, todos os museus pertencem ao Instituto Smithsonian, uma instituição educacional e de pesquisa, fundada e administrada pelo governo dos Estados Unidos. A região do parque e dos museus nacionais cobre uma área de 12.510 acres/5.062 hectares/50,62 quilômetros quadrados, sendo visitada anualmente por cerca de 24 milhões de pessoas), no Museu Nacional Do Índio Americano (um prédio de 23 mil metros quadrados dedicado exclusivamente à cultura indígena), patrocinador do evento, que foi oficialmente batizado de "Mother Earth" ("Mãe Terra") e realizado gratuitamente. Apenas os 200 primeiros visitantes puderam assistir o show na área do palco, o restante teve que assistir pelo JumboTron (enorme televisão, com tela de alta definição, que serve como telão, tecnologia da Sony), instalado na praça do museu, que só foi confirmado como locação oficial do festival horas antes do seu início, apesar do National Mall ter sido a primeira escolha do ex-vice-presidente Al Gore para ser a sede oficial. Como o National Mall já possuía outro evento agendado, a locação principal foi transferida para o Giants Stadium, em Nova Jersey. Contudo, de última hora, a área do Museu pôde ser usada como parte do festival, fazendo com que horas antes Al Gore dissesse à imprensa que "os índios americanos vieram em socorro do Live Earth, não a cavalaria". Shows de: TRISHA YEARWOOD, YARINA, NATIVE ROOTS, KIM RICHEY, GARTH BROOKS e BLUES NATION.

Al Gore no National Mall Stage, Washington D.C.

América Do Sul:

Calçadão de Copacabana, Rio De Janeiro

Rio De Janeiro (cidade e capital do estado do Rio De Janeiro, região sudeste do país), Brasil: Show gratuito realizado na Praia de Copacabana, em frente ao histórico hotel Copacabana Palace Hotel (Hotel Palácio Copacabana), com a presença de 400 mil pessoas. Shows de: LENNY KRAVITZ, JORGE BEN JOR, MACY GRAY, O RAPPA, PHARRELL WILLIAMS, MARCELO D2, MARCELO D2 & ALCIONE, MV BILL (com participação de MC PERLLA), PERLLA, JOTA QUEST e XUXA.

Rio De Janeiro Stage

Jorge Ben Jor

Ásia:

Chiba (próximo a Tokyo), Japão: Show realizado no Makuhari Messe (Feira Comercial De Makuhari), cuja área de shows possui 75 mil metros quadrados. Shows principais de: RIHANNA, KUMI KODA e LINKIN PARK.

Chiba Stage

Kyoto (cidade da parte central da ilha de Honshu (Ilha Principal/Província Principal no japonês), na região de Kansai, centro-sul do país), Japão: Show realizado no histórico templo budista Tõ-ji (Templo-Leste), nomeado "Patrimônio Histórico da Humanidade" pela Unesco, um complexo com vários prédios usados para cultos, concertos, meditação, leitura e museus, além de uma feira ("mercado de pulgas") a céu-aberto e muita área verde, com uma área total de 72.675 metros quadrados. Shows de: YELLOW MAGIC ORCHESTRA, MICHAEL NYMAN, BONNIE PINK, UA e RIP SLYME.

Kyoto Stage

Tõ-ji Tower (Torre de Tõ-ji)

Shanghai (cidade e município diretamente-controlado (província) da região China-Leste, no leste do país), China: Show realizado no Oriental Pearl Tower (Torre Pérola Oriental), um complexo que inclui a Oriental Pearl Radio & TV Tower (Torre de Rádio e TV Pérola Oriental, uma torre transmissora de rádio e TV com 468 metros de altura, ornada com 11 esferas grandes e pequenas, considerada um marco da região), um centro de comunicações, uma torre de observação com 15 níveis observatórios em 3 andares (sendo o último, à 350 metros, chamado de "Módulo Espacial"), um observatório/mirante com visão de 360 graus, uma montanha-russa indoor, um hotel (Space Hotel/Hotel Espacial), o Museu De História Urbana De Shanghai, salões de exibição, um teatro, uma doca para cruzeiros, um shopping e restaurantes. O local atrai milhões de visitantes todos os anos e está localizado em Lujiazui, distrito-financeiro do Distrito de Pudong, em Shanghai. Apenas 3 mil pessoas estiveram presentes. Shows principais de: PU BA JIA, EASON CHAN, SARAH BRIGHTMAN, WINNIE HSIN, JOEY YOUNG, 12 GIRLS BAND e HUANG XIAU MING.

Shanghai Stage

África:

Johannesburgo (cidade-capital da África Do Sul e da província de Gauteng, no nordeste do país), África do Sul: Show realizado no Coca-Cola Dome (Domo Coca-Cola, um fórum de eventos em forma de domo com 11 mil metros quadrados e capacidade para 19 mil pessoas), localizado em North Riding/Passeios ao Norte, subúrbio do distrito de Randburg, no noroeste de Johannesburgo, próximo ao Aeroporto Internacional Lanseria. A locação foi escolhida apenas 2 dias antes do início, substituindo a região conhecida como "Berço Da Humanidade" (uma área, em um complexo de cavernas de calcário com 147 mil hectares/1470 quilômetros quadrados, no noroeste de Johannesburgo, nomeada em 1999 pela Unesco como "Patrimônio Da Humanidade"), que foi descartada devido à baixa venda de ingressos. Eram esperadas 10 mil pessoas para o show, porém apenas cerca de 4 mil compareceram. A produção culpou (ridiculamente) a "mudança climática" no país, mas os relatos dão conta que o fator principal foi a falta de divulgação do evento. Shows principais de: UB40, JOSS STONE, ANGELIQUE KIDJO, VUSI MAHLASELA, THE PARLOTONES, ZOLA, BAABA MAAL, DANNY K AND THE SOWETO GOSPEL CHOIR e SOUTH AFRICAN DRUM CAFE TEAM.

Johannesburgo Stage

Oceania:

Sydney (cidade e capital do estado de New South Wales/Nova Gales Do Sul, na Costa Leste, sudeste do país), Austrália: Show realizado no Aussie Stadium (atual Allianz Stadium/Estádio Allianz, nome-fantasia do Estádio De Futebol De Sydney, principal arena de rugby da Austrália, em parceria com a multi-nacional alemã de serviços financeiros Allianz, baseada em Munique, cidade, distrito-urbano e capital do estado da Bavaria, no sul da Alemanha, com capacidade para 45.500 pessoas), com 45 mil pessoas presentes. Essa "perna" ficou marcada por graves falhas na iluminação. Shows de: CROWDED HOUSE, JACK JOHNSON, WOLFMOTHER, THE JOHN BUTLER TRIO, MISSY HIGGINS, ESKIMO JOE, PAUL KELLY, GHOSTWRITERS, SNEAKY SOUND SYSTEM, TONY COLLETE & THE FINISH e BLUE KING BROWN.

Sydney Stage

Antartida:

Território da Antártica Britânica (porção oeste da península), Península Antártica: Show realizado no Rothera Research Station (Estação de Pesquisa Rothera, uma base científica de observação britânica que investiga a mudança climática e a biologia evolucionária na península antártica), com os 17 membros da equipe de pesquisas na audiência. O show foi da banda NUNATAK, cujos 5 integrantes fazem parte da equipe da estação.

NUNATAK na Antartida

Nunatak ao vivo

O festival seria muito criticado pelo próprio BOB GELDOF e por ROGER DALTREY (vocalista do THE WHO), que afirmaram que o festival não possuía uma finalidade específica, uma vez que todos já sabiam sobre o aquecimento global há anos; e pela mídia, pela falta de transparência financeira do evento, que seria documentado e lançado no final do ano, com o nome de "Live Earth: The Concerts For A Climate In Crisis" ("Terra Ao Vivo: Os Concertos Por Um Clima Em Crise") em CD e DVD duplo, com imagens dos shows de Londres, Nova Jersey (região metropolitana de Nova York) e Tokyo, sendo o valor das vendas destinado à "Aliança Pela Proteção Ao Clima".

Teremos, no dia 18 de junho de 2015, uma segunda versão do Live Earth, com mais de 100 artistas se apresentando em 7 continentes. Dessa vez terá o rapper, produtor musical e estilista PHARRELL WILLIAMS como diretor criativo, promovendo o festival junto com Al Gore e Kevin Wall.

Mais uma maravilhosa iniciativa humanitária que une beneficência e boa música. Que venham muitas mais.

E esses foram os festivais nascidos juntamente com o nascimento do já relativamente distante "novo" milênio. Após os anos 2000, na década seguinte o conceito de festival se banalizou muito. Não temos mais o que se considerava "o festival de um país", agora praticamente todas as cidades importantes (e até algumas menos importantes) têm seu próprio festival (às vezes mais de um), fazendo com que se tornem historicamente irrelevantes. Contudo, voltaremos em breve com um adendo especial sobre os festivais nascidos fora do eixo Europa-América. Aguardem!


Festivais: A História Contada Desde Os Primórdios

Festivais: A História Contada Desde Os Primórdios - Anos 60Festivais
A História Contada Desde Os Primórdios - Anos 60

Festivais: A História Contada Desde Os Primórdios - Anos 70Festivais
A História Contada Desde Os Primórdios - Anos 70

Festivais: A História Contada Desde Os Primórdios - BrasilFestivais
A História Contada Desde Os Primórdios - Brasil

Festivais: A História Contada Desde Os Primórdios - Anos 80Festivais
A História Contada Desde Os Primórdios - Anos 80

Festivais: A História Contada Desde Os Primórdios - Anos 90 (EUA)Festivais
A História Contada Desde Os Primórdios - Anos 90 (EUA)

Festivais: A História Contada Desde Os Primórdios - Anos 90 (Europa)Festivais
A História Contada Desde Os Primórdios - Anos 90 (Europa)

Todas as matérias sobre "Festivais: A História Contada Desde Os Primórdios"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Festivais: A História Contada Desde Os Primórdios"


Iron Maiden: a tragédia pessoal do baterista Clive BurrIron Maiden
A tragédia pessoal do baterista Clive Burr

Monsters of Rock: a feijoada que quase derrubou King DiamondMonsters of Rock
A feijoada que quase derrubou King Diamond


Sobre Leandro Da Silva Rico

Músico, baixista, letrista, escritor, tradutor e formado em Licenciatura em Música pela faculdade Unisantanna, em São Paulo.

Mais matérias de Leandro Da Silva Rico no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336