Tradução - Legacy Of Gaia - Before Eden

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Legacy Of Gaia - Before Eden

Traduzido por www.beforeeden.com | Fonte: Site Oficial Before Eden

  | Comentários:
Imagem

NOMAD SOUL

Spirit that walks alone
Seek and you shall find
In this endless road
Lights blind and hold the night
Lost knowledges
Ghosts in a wide world
They dance around me, temptating me
Calling me, daring me, facing me, yeah
Waiting to be a part of my being
Everywhere I go
A brand world brings me a new horizon

Spirit that feels so cold
Lies, under the heart of the frozen storm
Flashes blind across the sky
Lightnings reflecting, in my closed eyes
They draw all my fears
Inside my mind, while I sleep
In my dreams, now I scream, yeah, trying
To awake from this choice I made
This pouring rain
Makes reality arise out from the shadows

I see the tragic way it goes
The choice was made without remorse
Far from home, the fatalities of been alone
But I must face my destiny
Put my soul of from misery
This strange feeling
That is leading me to the unknown

The Nomad Soul – (3x)
You know my soul!!!!!

ALMA NOMÂDE

Espírito que caminha sozinho
Busque e você deverá encontrar
Nesta estrada sem fim
Luzes cegam e abraçam a noite
Conhecimentos perdidos
Fantasmas em um amplo universo
Eles dançam à minha volta, me tentando
Me chamando, me desafiando, yeah
Esperando para tornarem-se uma parte do meu ser
Todo lugar que eu vou
Um vasto mundo me traz um novo horizonte

Espírito que se sente tão frio
Deitado, abaixo do coração da tempestade congelante
Flashes cegam através do céu
Relâmpagos refletindo, em meus olhos fechados
Eles desenham todos os meus medos
Dentro de minha mente, enquanto eu durmo
Nos meus sonhos, agora eu grito, yeah, tentando…
Acordar desta escolha que eu fiz
Esta chuva torrencial
Faz a realidade surgir pra fora das sombras

Eu vejo o caminho trágico que isto toma
A escolha foi feita sem remorso
Longe de casa, as fatalidades de estar sozinho
Mas eu devo encarar o meu destino
Tirar a minha alma da miséria
Este sentimento estranho
Que está me conduzindo para o desconhecido

A Alma Nômade – (3x)
Você conhece a minha alma!!!!!

WIZARD OF THE SOUTH

Some time ago
He was born
Angel or Demon
He was certainly a genius
Since his childhood, victory follows him
His Masters had nothing more to teach
Many challenges he overcame
And rewards received
Around him
An aura of satanism and magic
Involved in an atmosphere
Supernatural geniality

(Chorus)
The young causes fright
His fame grows and everybody wants to see
The Wizard of the South
Of undecipherable smile

Like in a dream, a demon with horns
Tail and shells
Playing violin, a diabolical sonata
The bookstand and the partiturs
Were burning in flames
I have never seen or heard something like it in my life
People that used to cross the cemetery said
That they had seen, hovering over the graves...
A thin and old man playing his violin

(Chorus)
The young causes fright
His fame grows and everybody wants to see
The Wizard of the South
Of undecipherable smile

He is dead, but not his legend, neither his opus

O MAGO DO SUL

Faz algum tempo
Que ele nasceu
Anjo ou Demônio
Ele é certamente um gênio
Desde pequeno, o triunfo lhe acompanha
Seus mestres nada tinham a lhe ensinar
Muitos desafios ele superou
E recompensas recebeu
Em torno de si
Havia uma aura de magia e satanismo
Envolvido numa atmosfera
De genialidade sobrenatural

(Refrão)
O jovem causa espanto
Sua fama cresce e todos querem ver
O Mago do Sul
De um sorriso indecifrável

Como num sonho, um demônio com chifres
Cauda e cascos
Tocando violino uma sonata diabólica.
A estante e as partituras
Ardiam em chamas
Eu nunca vi ou ouvi algo assim em minha vida.
Pessoas que passavam pelo cemitério diziam
Ter visto pairando sobre os túmulos
Um velho magro tocando seu violino

(Refrão)
O jovem causa espanto
Sua fama cresce e todos querem ver
O Mago do Sul
De um sorriso indecifrável

Ele está morto, mas não sua lenda, nem sua obra.

(Homenagem à Nicolò Paganini)

ESSENCE

Can you see the twilight over you
Can you hear the voice of the truth
Can you smell the absinth of your soul
Can you feel the energy flows

Can this be a dream or a nightmare
Can this be just a state of mind
Can you show answers
For all your doubts
Can you feel the meaning of life
What’s to find

(Chorus)
Essence inside out
Turns into a call
Brings the destiny shining the ways around
Years passed by
Tries hazed so many lies
Time to realize
If all your acts were right

Use your might, deep insight
Clear and bright

Time flows, life goes, mind grows
But only your essence knows

How invite, what’s inside
To meet the outside

(Chorus)
Essence inside out
Turns into a call
Brings the destiny shining the ways around
Years passed by
Tries hazed so many lies
Time to realize
If all your acts were right

ESSÊNCIA

Você consegue ver o crepúsculo sobre você?
Você consegue ouvir a voz da verdade?
Você consegue sentir o absinto da sua alma?
Você consegue sentir a energia fluir?

Pode ser isto um sonho ou um pesadelo?
Pode ser isto somente um estado da mente?
Pode você mostrar respostas
Para todas as suas dúvidas?
Pode você sentir o significado da vida
O que é para encontrar?

(Refrão)
Essência flui…
Transforma-se em uma chamada
Traz o destino iluminando os caminhos em volta
Anos se passaram
Tentativas frustradas, tantas mentiras
Tempo de perceber
Se todos os seus atos foram certos

Use sua vontade, percepção profunda
Limpa e clara

Tempo flui, a vida vai…a mente cresce
Mas somente a sua Essência sabe

Como convidar, o que está dentro
Para conhecer o lado de fora...

(Refrão)
Essência flui…
Transforma-se em uma chamada
Traz o destino iluminando os caminhos em volta
Anos se passaram
Tentativas frustradas, tantas mentiras
Tempo de perceber
Se todos os seus atos foram certos

PART I – EARTH CRY

(Instrumental)

PARTE I – CHORO DA TERRA

(Instrumental)

PART II – ENEMY EVE

Leave us Father away from men’s anxiety
Their eyes have burned the skies
Lands are drowned with tears
Children crying with fear

Leave this world away
from nightmares we live today
We’ve heard whispers of a cruel way
Cold voices are echoing again
Men planning in vain

God grant us the force
To leave the chaos away from here
Blow us the key to open the minds
Of all humanity
They just can’t see that the enemy
Is the will of what they want to be
War is the seed of evolution dreams
Full of grandiosity, supremacy, insanity

Eve of extinction is here
A virus that consume without perspective
And the future lies in the hands of this parasite
That breaths all fluxe of life
Living forms fade
Material things arise
Fruits of vanity of a mind
That draws his final sight
Hear our mother cry, the cry of Gaia

Leave us father, away from men’s sorcery
Leave this world away
From nightmares we live today

See the final lead
Men with an ego to feed
Glorious dreams come true
In place of the dead green
Dark in the sea
A brand new breeze, gray in the sky
The world falls into a new… new kind of time
Awaiting to sleep and die
Is this the end?

PARTE II – EVA INIMIGA

Deixe-nos "Pai" longe da ansiedade do homem
Os olhos deles têm queimado o céu
Terras são afogadas em lágrimas
Crianças chorando com medo

Deixe este mundo longe
Dos pesadelos que vivemos hoje em dia
Nós temos ouvido sussurros de um caminho cruel
Vozes geladas estão ecoando novamente
Homens planejando em vão

Deus nos conceba a força
Para deixar o caos longe daqui
Sopre-nos a chave para abrir as mentes
De toda a humanidade
Eles não conseguem ver que o inimigo
É a vontade daquilo que eles querem ser
Guerra é a semente de sonhos de evolução
Cheios de grandiosidade, supremacia, insanidade!!!

Eva da extinção está aqui
Um vírus que consome sem perspectiva
E o futuro está nas mãos deste parasita
Que respira todo fluxo de vida
Formas de vida desaparecem
Coisas materiais surgem
Frutos da vaidade de uma mente
Que desenha sua última visão
Escute nossa mãe chorar, o choro de Gaia

Deixe-nos "Pai" longe da bruxaria do homem
Deixe este mundo
Longe dos pesadelos que vivemos hoje em dia

Veja o último comando
Homens com um ego para alimentar
Sonhos gloriosos tornam-se realidade
No lugar do verde morto
Escuridão no mar
Uma nova brisa, cinza no céu
O mundo cai em um novo... novo tipo de era
Esperando para dormir e morrer
É este o fim?

PART III – TOAST OF MANKIND

Skies, falling around
Colors unbound do the dance, tragic dawn
They meet the souls and flesh, on the ground
Billions of lives
Won’t survive to men’s design

(Don’t lie, justify)
Why, we feed in our minds
With trivial needs
Compulsive greed, deadly seeds

(Don’t Hide, intensify)
Cry, hate for the human kind
An insane mind
Extremely blind, released this hell

Human Nation

Burning Cells

The end has come, the wasting dome
Can’t be undone,
This vision brings, regret within
What could be done???

We had foreseen, the war itself
Man was born to be extinguished...

“Space Station NOVA”
From here we see...
The distortion...
From here we hear...
Mass destruction....
For the last time
Say goodbye

As we rise far beyond from the skies
Leaving earth behind, in toast of mankind

Extermination

From here we see...
The extinction...
From here we feel...
The affliction ...

For endless time
The planet dies

Fly, away from revolution, it’s evolution
This wise solution by an institution
Institution of men, supreme, the rational being
A hurt ego to feed
War was the seed for this sad conclusion

(Don’t lie, justify)
Why, we feed in our minds
With trivial needs
Compulsive greed, deadly seeds

(Don’t Hide, intensify)
Cry, hate for the human kind
An insane mind
Extremely blind, released this hell

Termination

The Curtain fell!!!

PARTE III – TORRADA DA HUMANIDADE

Céus, caindo ao redor
Cores infinitas fazem a dança, trágico amanhecer
Eles encontram as almas e a carne, no chão
Bilhões de vidas
Não sobreviverão ao projeto dos homens

(Não minta, justifique)
Porque alimentamos nossas mentes
Com necessidades triviais
Ganância compulsiva, sementes mortais

(Não esconda, intensifique)
Chore, ódio pela humanidade
Uma mente insana
Extremamente cega, liberou este inferno

Nações da humanidade

Queimando células

O fim chegou, a cúpula devastada
Não pode ser desfeita
Esta visão nos traz, arrependimento no íntimo
O que poderia ser feito?!?

Nós previmos, a própria guerra
O homem nasceu para ser extinto

“Estação espacial NOVA”
Daqui nós vemos...
A distorção...
Daqui nós ouvimos...
Destruição em massa...
Pela última vez
Dizemos adeus.

Enquanto nos afastamos para bem longe dos céus
Deixando a terra para trás, na torrada da humanidade

Extermínio

Daqui nós vemos...
A extinção...
Daqui nós sentimos...
A aflição...

Por um tempo sem fim
O planeta morre

Voe para longe da revolução, é evolução
Esta sábia solução de uma instituição
Instituição do homem, supremo, o ser racional
Um ego machucado para alimentar
A guerra foi a semente para esta triste conclusão

(Não minta, justifique)
Porque alimentamos nossas mentes
Com necessidades triviais
Ganância compulsiva, sementes mortais

(Não esconda, intensifique)
Chore, ódio pela humanidade
Uma mente insana
Extremamente cega, liberou este inferno

Terminação

A cortina se fecha!!!

PART IV – NOVA

Taking Place, moving through the space
Illuminated by the third sun, look my son...
There was one like that from where we come

Side by side with the mother, an endless ring
They used to give the energy for the living things...
Above and below, the mystic sources
For the human beings...

Taking place, sailing through the space
Following the dust of the stars
Never had been so far....
Always witnessing, a new touch in the infinity

As the unknown around embrace
NOVA carries the hope of an afflicted race
Searching for a new chance just to start again
Will it all, be in vain????

(Chorus)
Immensely, indeed, so far, so deep, infinity
All that we see, has no end
In this tireless journey to find a new land

Every child that is to be born
A new hope to keep fighting on and on....
Crossing the years
Will we find a new home...

Children of tomorrow
From the belly of our dears...
Slayers of the sorrow
Keeping on, our dreams so clear....

But so, they came to life
Static bodies with no signs
All these fruits of love
Are lacked of a soul...

"She used to give a part of Gaia
For the living things"
We killed her, the source, the essence

Taking place, driving through the space
Facing the will of the Gods
Will humans never stop...
Never change, to destroy and to rearrange

As the unknown around embrace
NOVA carries the hope of an afflicted race
The last generation, final invitation
To face this hole creation

(Chorus)
Immensely, indeed, so far, so deep, infinity
All that we see, has no end
In this tireless journey to find a new land

The breath of life has ceased
Existence extinguished
Could a new “Earth”
Conceive us the essence of life?
And we shall not fear the end
We are searching for the Everland

PARTE IV – NOVA

Tomando lugar, movendo-se pelo espaço
Iluminados pelo terceiro sol, “olhe meu filho...”
“Havia um como este de onde viemos...”

Lado a lado com a “mãe”, um círculo interminável...
Eles costumavam dar a energia para os seres vivos...
Acima e abaixo, as fontes místicas
Para a humanidade...

Tomando lugar, velejando pelo espaço
Seguindo a poeira das estrelas
Nunca estivemos tão longe...
“Sempre testemunhando”, um novo toque no infinito

Enquanto o desconhecido ao nosso redor nos abraça
NOVA carrega a esperança de uma raça aflita
Procurando por uma nova chance de começar de novo Será isto tudo, em vão???

(Refrão)
Imensamente, de fato, tão longe, tão profundo, infinito
Tudo que vemos, não tem fim
Nesta incansável jornada em busca de uma nova terra

“Toda criança que está para nascer (é)
Uma nova esperança para continuar lutando...
Atravessando os anos
Será que encontraremos uma nova casa...”

Crianças do amanhã
Do ventre de nossas amadas...
Assassinas da tristeza...
Mantendo nossos sonhos tão claros

Mas então elas vêm à vida
Corpos estáticos sem sinais...
Todos estes frutos do amor
Estão desprovidos de uma alma...

“ELA costumava dar uma parte de Gaia
Para as coisas vivas”
Nós a matamos, a fonte, a essência.

Tomando lugar, dirigindo-se pelo espaço
Enfrentando a ira dos Deuses
Será que os humanos nunca vão parar...
“Nunca mudar”, de destruir e rearranjar...

Enquanto o desconhecido ao nosso redor nos abraça
NOVA carrega a esperança de uma raça aflita
A última geração, o convite final
Para encarar toda esta criação

(Refrão)
Imensamente, de fato, tão longe, tão profundo, infinito
Tudo que vemos, não tem fim
Nesta incansável jornada em busca de uma nova terra

O suspiro da vida cessou
Existência extinguida...
Será que uma nova “Terra”
Pode nos conceder a essência da vida?
E nós não devemos temer o fim
Estamos procurando pela “Terra do Sempre”.

PART V – TOMORROW’S GONE

Where is the land, the hope of man
Will still remain, will I feel all right to say
That is the end, for those that I love...

Many years have gone
Dust drew our way
Through endless stars
But now what is born, is born without soul

(Chorus)
Tomorrow's Gone
Can't you see all that was done
Tomorrow's Gone
All in vain... who will remain
Tomorrow's gone
They can't breath no soul to give
Tomorrow's gone
Life can't be conceived indeed

Will I feel all right…

Time is closing near
Deep inside we hold our fears
Where is the land that will dry our tears

(Chorus)
Tomorrow's Gone
Can't you see all that was done
Tomorrow's Gone
All in vain... who will remain
Tomorrow's gone
They can't breath no soul to give
Tomorrow's gone
Life can't be conceived indeed

I’ll be waiting
For the End

PARTE V – O AMANHÃ SE FOI

Onde está a terra, a esperança do homem
Ainda irá permanecer, irei me sentir bem para dizer
Que é o fim, para todos aqueles que eu amo?

Muitos anos se passaram
O pó desenhou nosso caminho
Através das estrelas sem fim
Mas agora o que nasce, nasce sem uma alma

(Refrão)
O Amanhã se Foi
Você não consegue ver tudo o que foi feito
O Amanhã se Foi
Tudo em vão… quem irá permanecer
O Amanhã se Foi
Elas não conseguem respirar, não há alma para dar
O Amanhã se Foi
A vida não pode de fato ser concebida

Irei eu me sentir bem…

O tempo está se fechando
Profundamente nós abraçamos os nossos medos
Onde está a Terra que irá secar as nossas lágrimas

(Refrão)
O Amanhã se Foi
Você não consegue ver tudo o que foi feito
O Amanhã se Foi
Tudo em vão… quem irá permanecer
O Amanhã se Foi
Elas não conseguem respirar, não há alma para dar
O Amanhã se Foi
A vida não pode de fato ser concebida

Eu estarei esperando
Pelo Fim

PART VI – EVERLAND

Every single tear I cry, fades each try...
Don’t let it die...
Awake your hope again
Invite your soul and keep the search
For the EverLand.

There’s no such place in our lifetime
It lies in human mind....
Dreamy kind...
There’s always hope in life
The evident truth while love
And dreams are still alive
Cold and fear embrace my mind...
I’m getting blind....
Lonely mind...
Look to the shameful past
The things we’ve done
And now the ones who last
Time fading fast, the future rests…

In the hands of an Empty
Selfish heart and dying soul
Evidence of a kind that loses
Its own control

Remember, the presence of this evil mind
Searching, in the endless of time

Listen to the deep voice
Of your asleep angel of life
And you’ll see, the beauty we left behind

Never, a blind mind shall rule again
And forever, our kind will in peace remain

Hurry, all the dreams shall now be cast
Ending this unavoidable quest

For the EverLand

PARTE VI – TERRA DO SEMPRE

Cada lágrima que choro, desvanece uma tentativa...
Não deixe morrer...
Reavive sua esperança novamente
Convide sua alma e continue a procura
Da “Terra do sempre”.

Não há tal lugar em nossa vida
Isto está em nossas mentes...
Espécie sonhadora...
Sempre há esperança na vida
A verdade evidente enquanto o amor
E os sonhos ainda estiverem vivos
Frio e medo tomam minha mente...
Estou ficando cego....
Mente solitária...
Olhe para o passado vergonhoso
As coisas que fizemos
E agora os que restam
O tempo se esvaindo, o futuro descansa...

Nas mãos de um coração vazio e egoísta
Uma alma agonizante
A evidência de uma espécie que perde
O seu próprio controle

Lembre-se, da presença desta mente perversa
Procurando, na infinidade do tempo

Ouça a profunda voz
Do seu anjo da vida adormecido
E você verá, a beleza que deixamos para trás

Nunca, uma mente cega governará novamente
E para sempre, nossa espécie em paz permanecerá

Apresse-se, todos os sonhos serão lançados agora
Encerrando esta inevitável busca

Pela “Terra do Sempre”.

REALITY

What is real?
I can’t see it clearly...
Shadows on my eyes, low noises are heard
I feel the cold beneath my feet
And my senses now are lost

Have I been corrupted?

It seems like a punishment
someone is trying to tell me something
I can’t distinguish what is real... I agonize...
In a twisted pain
A storm raises in my head

(Chorus)
I’m losing myself
I’m losing myself
I’m losing myself
It’s time to free yourself - In this hell
It’s time to feel yourself - In this hell
It’s time to free yourself - From this hell

Suddenly I’m waking... "strange places..."
Surrounded by unknown things...
It is a puzzle?
What am I doing here "is it real?"
Questions without answers tormenting me...

Closing my eyes I finally see
There’s an answer that no one has told
I feel the fire that burns my flesh
And my skin are now being ripped
Freedom to my dammed angel
Unleash my demon so I can beat him
Releasing my soul, forces around us
From the shadows and light they arise

We must balance the forces of life
Good and evil, wrong or right
Let the demons and angels fight
To protect the free will
Cause we have the right of choice
Choose what is right, I’m choosing life

I’m losing myself
I’m losing myself
I’m losing myself
It’s time to free yourself - In this hell
It’s time to feel yourself - In this hell
It’s time to free yourself - From this hell

"I forgive you my demon
But now it’s time for you to leave me..."

REALIDADE

O que é real?
Não consigo ver claramente...
Sombras em meus olhos, ouço alguns ruídos…
Sinto o frio sob meus pés
E meus sentidos desorientados…

Será que fui corrompido?

Parece uma punição
Alguém está tentando me dizer alguma coisa…
Não consigo distinguir o que é real... Eu agonizo...
Em uma dor retorcida
Uma tempestade nasce em minha cabeça…

(Refrão)
Estou me perdendo
Estou me perdendo
Estou me perdendo
É hora de libertar-se neste inferno…
É hora de sentir-se neste inferno...
É hora de libertar-se deste inferno…

De repente estou acordando (lugares estranhos)...
Cercado por coisas desconhecidas...
Será isso um quebra-cabeças?
O que estou fazendo aqui? (Isto é real?)
Perguntas sem respostas me atormentando…

Fechando meus olhos finalmente vejo…
Existe uma resposta que ninguém mencionou…
Sinto o fogo queimando minha carne
E minha pele está sendo rasgada...
Liberdade para meu anjo amaldiçoado...
Solte meu demônio para que eu possa derrotá-lo...
Libertando minha alma... Forças ao nosso redor... Surgem da luz e das trevas…

Temos que balancear as forças da vida
O bem e o mal, o certo e o errado…
Deixe os demônios e os anjos lutarem
Para proteger o livre arbítrio.
Porque temos o direito de escolher...
Escolha o certo... Eu escolho a vida.

Estou me perdendo
Estou me perdendo
Estou me perdendo
É hora de libertar-se neste inferno…
É hora de sentir-se neste inferno...
É hora de libertar-se deste inferno…

“Eu o perdôo meu demônio
Mas esta é a hora de você me deixar...”





Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Before Eden"

Before Eden: banda volta aos palcos em show em Blumenau
Before Eden: grupo anuncia o retorno das atividades
Mudanças no line-up da Before Eden
Before Eden disponibiliza EP para download
Tradução - Legacy Of Gaia - Before Eden
Before Eden solta novo vídeo para download
Before Eden: novo álbum e vídeos online
Before Eden disponibiliza música para dowload
Before Eden abrirá show do Dr. Sin em SC
Before Eden
Before Eden solta vídeo de Wizard Of The South
Assista Before Eden tocando As I Am do Dream Theater
Before Eden assina com Hellion Records e lança novo álbum
Festa de lançamento do álbum do Before Eden
Before Eden - Prog Metal de Santa Catarina

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre www.beforeeden.com

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas