Tradução - Violent Revolution - Kreator

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Violent Revolution - Kreator

Traduzido por Fabricio Nascimento

  | Comentários:
Imagem

RECONQUERING THE THRONE

Paralyse the actions of the weak
Force fed propaganda preying on the meek
Individuals resisting defeat
Manipulate the colonies
Infected by their seed

Vampires of possession
Shroud of cold distrust
Watching as you finally fall
Then drag you through the dust
The only way to save your soul
From scum with hearts of stone

Reconquering the throne

Parasites have drained you from your mind
Anesthisize your conscience
Infliction will take time
Fools once trusted, guilty of the crime
Suck deep upon your energy
Delusions lead the blind

Our rising has begun

A million hearts
Not alone
Light the spark
Storm the throne

RECONQUISTANDO O TRONO

Paralisar as ações do fraco
A força alimenta a propaganda que depreda o humilde
As pessoas resistem à derrota
Manipulam as Colônias
Infectadas pelas suas sementes

Vampiros da possessão
Cobertos de fria desconfiança
Assistindo sua queda final
Pois em seguida puxarão você direto para o pó
O único caminho para salvar sua alma
Da escória com coração de pedra é

Reconquistando o Trono

Parasitas drenaram sua mente
Anestesiaram sua consciência
Seu castigo virá com o tempo
Os tolos uma vez confiaram no culpado do crime
Sugaram sua energia
Desilusões guiam o cego

Nossa ascensão começou

Milhões de corações
Não estão sozinhos
Iluminam as faíscas
Atacam o trono

THE PATRIARCH

(Instrumental)

O PATRIARCA

(Instrumental)

VIOLENT REVOLUTION

Society failed to tolerate me
And I have failed to tolerate society
Still I can't find what you adore
Inside I hear the echoes of an inner war

Nothing can take the horror from me
Your sick world the loss of all morality
My hate has grown as strong as my confusion
My only hope my only solution
Is a violent revolution

Violent revolution
Violent revolution
Reason for the people to destroy

I do not need a cause for my rage
I just despise the nature of the human race
When all I see is repulsion and hate
Violence becomes my only friend
My saving grace

When love is lost beyond your control
A pale shadow of lust
Can not enlight your soul
So keep your ice cold bitter illusions
I don't need your empty world
My only solution
Is a violent revolution

Violent revolution
Violent revolution
Reason for the people to destroy

Beauty is no more it's all gone
And utopia will not come
Trust I can not feel, only pain
And my burning mind has gone insane

REVOLUÇÃO VIOLENTA

A sociedade falhou em me tolerar
E eu falhei em tolerar a sociedade
Eu não consigo encontrar o que você idolatra
Por dentro eu ouço ecos de uma guerra interna

Nada pode tirar o horror de mim
Seu mundo doente, a perda de toda moralidade
Meu ódio cresce forte como minha confusão
Minha única esperança, minha única solução
É a revolução violenta

Revolução Violenta
Revolução Violenta
Razão para o povo destruir

Eu não preciso de uma causa para minha raiva
Apenas desprezo a natureza da raça humana
Quando tudo que vejo é repugnância e ódio
A violência se torna minha única amiga
Minha virtude ressalva

Quando o amor está perdido, além de seu controle
Uma pálida sombra de luxúria
Não consegue iluminar sua alma
Então mantenha sua fria e amarga ilusão
Não preciso de seu mundo vazio
Minha única solução é a
Revolução violenta

Revolução Violenta
Revolução Violenta
Razão para o povo destruir

Não há mais beleza, está tudo perdido
E a utopia não virá
Confiança eu não sinto, somente dor
E minha mente em chamas ficou insana

ALL OF THE SAME BLOOD (UNITY)

See them all marching
Beyond the horizon of hate
Bound by an ancient curse
Annihilate

Nothing will break them apart
No sign of fear ever touches their hearts
So they endure side by side
Brothers in spirit their trust and their faith
Their bloodline

All of the same blood
All of the same blood
Legions forgotten by the gods

See them all marching towards the final frontier
Fantasies killed by realities cold atmosphere
Ambitions to purify
Cleansing all cast out dehumanise
Destroy all that crosses their path
Armies of totalitarian psychopaths

All of the same blood
All of the same blood
Legions forgotten by the gods

Is this what distopia breeds
Within the darkest beliefs
Taking utopia away
Distorted truth lead you astray
With time you will come to see
Deprived of the hope that was built on unity

And so the darkness fades, metropolis awakes
Another empty day in lives so dark and grey
And words of propaganda
Hammered into their heads
Consumers swastikas
To put some life into the dead

TODOS DO MESMO SANGUE (UNIÃO)

Vejo todos marchando
Além do horizonte do ódio
Confinados por uma antiga maldição
Aniquilar

Nada irá destruí-los
Nenhum sinal de medo toca em seus corações
Eles resistem lado a lado
Irmãos no espírito, na sua confiança e na sua fé
Suas linhas de sangue

Todos do mesmo sangue
Todos do mesmo sangue
Legiões esquecidas pelos Deuses

Vejo todos marchando em direção à fronteira final
Fantasias mortas pela atmosfera fria da realidade
Ambições de purificar
Purificar todos, expulsar os desumanizados
Destruir todos que cruzem seus caminhos
Batalhões de psicopatas totalitários

Todos do mesmo sangue
Todos do mesmo sangue
Legiões esquecidas pelos Deuses

É isso que a Distopia cria?
Por dentro a mais obscura das crenças
Levando a utopia embora
A verdade destorcida te desvia do caminho
Com o tempo você irá ver
Privado da esperança que foi construída na união

E então a escuridão diminui, metrópoles despertam
Outro dia vazio nas vidas, tão negro e cinza
E palavras de propaganda
Martelam em suas mentes
Consomem suásticas
Para pôr algum tipo de vida nos mortos

SERVANT IN HEAVEN / KING IN HELL

Some may struggle and some may fall
One only follows, another one leads
And while some only endure constant slavery
Others satisfy their never ending greed

Some born to win, some born to loose
What fate may come, only time can tell
Better to live in sin than nothing else to choose

Servant in heaven, king in hell

Some may give and some may take
One only suffers others celebrate
And while some know
That their time will never come
Others realise that it's never ever too late

Some see the dark, some see the light
What's in your view only time can tell
Better to taste the fire
Than swallowed by the night

Servant in heaven, king in hell

Some are cast aside as anger blinds the mind
Baptised in flames to lead again
To see them take it all a tearing of the heart
A thousand reasons for your hate

SERVO NO CÉU - REI NO INFERNO

Uns podem lutar, outros podem cair
Um somente seguirá, o outro conduzirá
E enquanto um somente sofrerá constante escravidão
O outro satisfará sua interminável ganância

Uns nascem para vencer, outros nascem para perder
E o que o destino irá trazer, só o tempo poderá dizer
Melhor viver em pecado do que não ter nada para escolher

Servo no Céu - Rei no Inferno

Uns dão e outros tomam
Um só sofre, o outro celebra
E enquanto alguns souberem
Que sua hora nunca chegará
Outros percebem que nunca é tarde demais

Alguns vêem a escuridão e outros vêem a luz
E o que há em suas vistas, só o tempo poderá dizer
Melhor provar o fogo
Do que ser engolido pela escuridão

Servo no Céu - Rei no Inferno

Uns foram abandonados pela ira que cegou suas mentes
Batizados nas chamas para comandar novamente
Para vê-los tomarem toda a fúria de seus corações
Mil razões para o seu ódio

SECOND AWAKENING

Two thousand years of oppression
Slowly intelligence died
Bringing another obsession
Singing the songs of the blind

Two thousand years of devotion
Misery conquered the mind
Finally found a way out of this terror
Before final death of the soul
Killed your sight

The second awakening
Finally reborn together we're standing
Now the time has come

The second awakening
Things wont be the same
As the spirit awakes again

Come praise those years for progression
Come curse those years for its wars
Blood thirst and endless aggression
Governments put into force

Two thousand years of confusion
Finally come to an end
Cleaning the earth from this spiritual poison
Before a new chapter of life can begin

The second awakening
Finally reborn together we're standing
Now the time has come

The second awakening
Things wont be the same
As the spirit awakes again

Raise your hand
As we transcend
Time to rise
Reawakening

SEGUNDO DESPERTAR

Dois mil anos de opressão
Lentamente a inteligência morreu
Trazendo outras obsessões
Cantando as canções do cego

Dois mil anos de devoção
A miséria dominou a mente
Finalmente acharam um modo de sair deste terror
Antes que a morte final da alma
Acabe com sua visão

O segundo despertar
Finalmente renascemos juntos, nós estamos de pé
Agora a hora chegou

O segundo despertar
As coisas não serão mais as mesmas
Os espíritos acordam novamente

Venha louvar esses anos pelo progresso
Venha amaldiçoar aqueles anos de guerra
Sede de sangue e infinitas agressões
O Governo posto à força

Dois mil anos de confusão
Finalmente chega ao fim
Limpando a terra desse veneno espiritual
Antes que um novo capítulo da vida possa começar

O segundo despertar
Finalmente renascemos juntos, nós estamos de pé
Agora a hora chegou

O segundo despertar
As coisas não serão mais as mesmas
Os espíritos acordam novamente

Levante as mãos
Enquanto transcendemos
É hora de se levantar
Redespertar

GHETTO WAR

Out there
In the shadows of suburbia
Minds consumed by substance
Only cold hearts survived
A gathering of mutants in disorder
Way below the surface
Something is still alive

Confrontation, terror is the law
Beneath the ruins of this ghetto war!
Ghetto war

Losers in this sickening Reich of Mammon
Penetrate realities of fake plastic men
Side by side their heads filled with adrenaline
Nothing stops this hate flow now
The war begins

Confrontation terror is the law
Beneath the ruins of this ghetto war!
Ghetto war

Energy explodes as one
Neon rays erased the sun
Bitter end of harmony
Filled with hate and misery

GUERRA DE GUETOS

Aqui fora
Nas sombras do subúrbio
Mentes consumidas por substâncias
Somente os de coração frio sobrevivem
Uma reunião de mutantes em desordem
Nos caminhos abaixo da superfície
Algo ainda vive

Confrontação, terror é a lei
Sob as ruínas desta guerra de guetos
Guerra de guetos

Perdedores neste repugnante Império de riquezas
A realidade penetra nesses falsos homens de plástico
Lado a lado suas cabeças cheias de adrenalina
Nada pára este ódio que flui agora
A guerra começou

Confrontação, terror é a lei
Sob as ruínas desta guerra de guetos
Guerra de guetos

Energia explode como uma
Raios de néon apagam o sol
Amargo fim da harmonia
Cheia de ódio e miséria

REPLICAS OF LIFE

Like the strangest of all nightmares came to life
Like misfortune of all nations combined
Like the heart of what once was has turned to ice
Metropolis has taken
All the dreams of creatures once godlike

Born under a dark sign
Of hatred terror and despair
Thorn apart from deep inside
You see depression everywhere
Sanity is hard to keep in times
Where everything seems cursed
Victory for those who deny their souls
For all they're worth

Hell on earth
Finally open its gates
Silence is broken chaos is here
Dead souls are feeding the flames

Hell on earth
Nothing remains in this night
Final destruction of all
Replicas of life

Ice is raining on their souls
Like the coming of the last embrace
Lines show history of fear carved in stone
On this city's face

Storm winds of lava brings the doom of future
Lust and pride
Arrogance of ignorant minds
Of profit finally has died

Hell on earth
Finally open its gates
Silence is broken chaos is here
Dead souls are feeding the flames

Hell on earth
Nothing remains in this night
Final destruction of all
Replicas of life

In dying cities of this world
There's only replicas of life
And as those cities drown in flame
In misery they'll die in pain

Die in pain, die in pain
Live in fear and die in pain
Die in pain, die in pain
Live in fear and die in pain

RÉPLICAS DA VIDA

Como o mais estranho dos pesadelos que se torna real
Como a desgraça de todas as nações combinadas
Como o coração de qualquer um que virou gelo
As Metrópoles aprisionaram
Todos os sonhos das criaturas que já foram divinas

Nascido sob um sinal negro
De ódio, terror e desespero
Dilacerado dentro de si
Você vê tristeza em toda parte
Sanidade é difícil de manter em tempos
Onde tudo parece amaldiçoado
Vitória para aqueles que negam suas almas
Por tudo eles são dignos

Inferno na Terra
Finalmente abriram seus portões
Silêncio é quebrado, o caos está aqui
Almas mortas alimentam as chamas

Inferno na Terra
Nada sobrará nesta noite
Destruição final de tudo
Réplicas da vida

Chove gelo dentro de suas almas
Como a vinda de um último abraço
Linhas mostram história de medo esculpida na pedra
Nesta face da cidade

Fortes ventos de lava trazem a destruição do futuro
Luxúria e orgulho
Arrogância de mentes ignorantes
Pro seu bem, finalmente morreram

Inferno na Terra
Finalmente abriram seus portões
Silêncio é quebrado, o caos está aqui
Almas mortas alimentam as chamas

Inferno na Terra
Nada sobrará nesta noite
Destruição final de tudo
Réplicas da vida

Nas moribundas cidades deste mundo
Só há réplicas da vida
E essas cidades se afogam em chamas
Em penúria eles morrerão em sofrimento

Morrerão em sofrimento
Viva com medo e morra em sofrimento
Morrerão em sofrimento
Viva com medo e morra em sofrimento

SLAVE MACHINERY

Slave machinery
Existence once devoured never to escape
Despotic hierarchy
Ruled with terror eternity enslaved

And the gearwheels of enslavement
Keep on turning every day
Extinguish hopes
The moment they first walk through the gates
Sounds of penetration screaming
Through the factory
Foundation for a slave machinery

Slave machinery
Keeps feeding on controlled manipulated lives
Fabric of depression
For a future now history has died

Just a functional endurance
Like a puppet on a string
Never realising they have taking everything
Ultra steel construction to dictate your destiny
Foundation for a slave machinery

All you've never meant to be
All you've never meant to see
All those demons in your sleep
Sacrificed grace for deceit

And the gearwheels of enslavement
Keep on turning every day
Extinguish hopes
The moment they first walk through the gates
Sounds of penetration screaming
Through the factory
Foundation for a slave machinery

MAQUINÁRIO ESCRAVO

Maquinário escravo
A existência uma vez devorada nunca escapa
Hierarquia tirânica
Governada com terror e eternamente escravizada

E a roda dentada da escravidão
Continua a rodar todos os dias
Extinguindo esperanças
O primeiro momento que eles atravessaram os portões
Sons de gritos penetrantes
Pela fábrica
Fundada por um maquinário escravo

O maquinário escravo
Continua alimentando vidas controladas e manipuladas
Fábrica de depressão
Para o futuro, a história morreu

Apenas uma resistência funcional
Como um fantoche nas cordas
Nunca percebendo que eles tomaram tudo
Construções gigantes de aço para ditar seu destino
Fundadas por um maquinário escravo

Tudo que você nunca imaginou ser
Tudo que você nunca imaginou ver
Todos esses demônios nos seus sonos
Graça sacrificada por falsidade

E a roda dentada da escravidão
Continua a rodar todos os dias
Extinguindo esperanças
O primeiro momento que eles atravessaram os portões
Sons de gritos penetrantes
Pela fábrica
Fundada por um maquinário escravo

BITTER SWEET REVENGE

Jealousy has turned a man into a demon
Wounded from deep within
Love has turned to hate so murder fantasies
Beyond all reason can begin

And so your heart it fills with rage
Driven by words that sealed your fate
There's nothing left as we descent
Upon your bitter sweet revenge

Pain grows stronger
Than you ever thought it could
Kiss of Judas brings deceit
Necromancer waits bidding time
The serpent's venom taste bittersweet

Outbreak of panic, once oppressed
Crisis of anger self possessed
On mental scars shadows descend
Upon your bitter sweet revenge

Taken quickly with precision
Pay for all repulsive lies
What once started as a vision
Becomes reality's demise

Anger is coming like a lust now
Eating slowly through your mind
Everlasting penetration
Ignore the fear deep in the eyes

There ain't no love without hate
There's no existence without fate
There's no beginning without end
There's no betrayal without revenge

VINGANÇA AMARGA

A inveja tornou o homem um demônio
Ferido internamente
O amor se tornou ódio que mata as fantasias
Muito além onde toda razão pode começar

E seu coração se enche de ira
Guiado por palavras que selaram seu destino
Não há nada aqui enquanto descemos
Sobre sua amarga vingança

A dor aumenta
Como você nunca imaginou
O Beijo de Judas traz a falsidade
O nigromante aguarda uma ordem
O veneno da serpente tem um gosto amargo

Eclosão de pânico, uma vez oprimido
Crises de raiva, sangue-frio
Nas cicatrizes mentais, as sombras descem
Sobre sua vingança amarga

Pego rápido e com precisão
Pague por todas as mentiras repugnantes
O que uma vez começou como uma visão
Se torna o fim da realidade

A raiva vem como uma luxuria agora
Se alimentando lentamente através de sua mente
Penetração perpétua
Ignore o medo no fundo dos olhos

Não existe amor sem ódio
Não há existência sem destino
Não existe começo sem um fim
Não existe traição sem vingança

MIND ON FIRE

So set your
Mind on fire
And burn all bridges down
Ashes are left behind to lead you
Further underground

From this void of confusion
Into a sphere of light
Hypnotic great illusion
Keeps this bitter world outside

Nothing here to break you now
As eden becomes real
Nothing that can take away
The pleasures that you feel
Orgies between ruins on the treasures of desire
Offered as a gift from god now
As your time of suffering expired

Mind on fire

To set your mind on fire
Brings total liberty
And as your soul burns
You'll awake in purest fantasy

And all those haunting demons
That live inside your head
Fade in this shining freedom
Where the angels fear to tread

Voices getting clearer
Now can you hear them call
Voices from a higher place mystifying all
Voices will not disappear in this souls empire
Voices of transgression
Ancient opium to take you higher

Mind on fire

Holy drug of kings and queens
Like a cancer on the face of desire
For reality is not what it seems
And the rules were written down by a liar

MENTE EM CHAMAS

Então coloque sua
Mente em chamas
E queime todas as pontes
Cinzas são deixadas para trás para te conduzir
Além no subterrâneo

Vindo desse vazio de confusão
Em direção a uma esfera de luz
Grande ilusão hipnótica
Mantém este mundo amargo do lado de fora

Não há nada aqui para destruir você agora
Enquanto o Éden se torna real
Nada que possa levar
Os prazeres que você sente
Orgias entre as ruínas nos tesouros dos desejos
Ofertado como um presente de Deus agora
No momento que seu tempo de sofrimento termina

Mente em chamas

Colocar sua mente em chamas
Traz liberdade total
E enquanto sua alma queima
Você irá acordar em pura fantasia

E todos esses demônios assombrados
Que vivem dentro de sua mente
Desaparecem nessa brilhante liberdade
Onde os anjos temem pisar

As vozes se tornam claras
Agora você pode ouvir o chamado deles
Vozes vindas de um lugar acima iludindo todos
As vozes não irão desaparecer nesse império de almas
Vozes de violação
Ópio antigo para te deixar alto

Mente em Chamas

Drogas sagradas de reis e rainhas
Como um câncer na face do desejo
Pois a realidade não é o que parece ser
E as leis foram escritas por um mentiroso

SYSTEM DECAY

Look into cities eyes
Mirror of souls
Now tell me what you see
Beneath the hole

Another sick
Another poor
Another slave
Another weak
Another lost
Another dark system decay

System decay

I look into your eyes
Empty and cold
I'll tell you what I see
All that unfolds
Another sheep
Another dead
Another grave
Another cursed
Another doomed
Another dark system decay

System decay

Silence falls when words collide
Egos replaced souls in fields of lies
Minds and spirits sacrificed
Hearts controlled
By a modern lord of flies

And in this dying world
Without a sun
Existing shadow like
Fear what may come
A poisoned arrow shot
Straight through your heart
And so you fade away
Within this dark system decay

DECADÊNCIA DO SISTEMA

Olhe para os olhos das cidades
Espelho das almas
Agora me diga o que você vê
Abaixo do buraco

Outro doente
Outro indigente
Outro escravo
Outro fraco
Outro perdido
Outra decadência sombria do sistema

Decadência do sistema

Eu olho dentro dos seus olhos
Vazio e frio
Irei dizer a você o que eu vejo
Tudo que se revela
Outra ovelha
Outro morto
Outra sepultura
Outro amaldiçoado
Outro condenado
Outra decadência sombria do sistema

Decadência do sistema

O silêncio cai quando as palavras se colidem
Egos repõem as almas nos campos das mentiras
Mentes e espíritos sacrificados
Corações controlados
Por um moderno senhor das moscas

E nesse mundo moribundo
Sem um sol
Como na existência da sombra
Tema o que possa vir
Uma flecha envenenada disparada
Diretamente no seu coração
E então você desaparece
Dentro dessa decadência sombria do sistema








Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Kreator"

Kreator: turnê européia ao lado de Arch Enemy, Sodom e Vader
Guitar World: 11 Álbuns Essenciais do Thrash Metal
Kreator: filmagem multi-câmera da apresentação no Hammerfest
Kreator: 15 anos do lançamento do álbum "Endorama"
Kreator: "Quando o sol queima vermelho"
Kreator: questionamentos sobre usinas nucleares em "Fatal Energy"
Kreator: a devastação da Terra em "Toxic Trace"
Kreator: qual álbum você salvaria e qual descartaria?
Thrash Metal: Os melhores discos lançados depois do ano 2000
Wacken Open Air: DVD oficial será lançado em Fevereiro
Melhores de 2013: as escolhas de Petrozza, Enslaved, Tankard
Claustrofobia: shows inesquecíveis com Kreator e Sepultura
Kreator: "Sempre acreditei que a música nos une!"
Kreator: ingressos esgotados para o show em São Paulo
Kreator: líder da banda fala no Wikimetal

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Fabricio Nascimento

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas