Andre Matos e Viper: Rock Comedy resenha show no Rock in Rio

Resenha - Andre Matos e Viper (Rock in Rio, Rio de Janeiro, 22/09/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Sérgio H., Fonte: Rock Comedy
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Iniciando o último dia de Rock in Rio, no dia de metal, no palco Sunset começamos com Andre Matos e Viper, uma mescla da carreira solo de Andre Matos e a banda Viper, no qual Andre Matos integrou nos anos 80. Mesclando músicas de sua carreira solo, Viper e algumas músicas do Angra, Andre Matos fez um verdadeiro espetáculo no palco Sunset, introduzindo o dia do metal com maestria e muito peso!

Angra: Iniciado processo de composição de novo álbumOzzy Osbourne: "tive ressaca contínua durante 40 anos"

Imagem

Liberty – O show começa com a música Liberty da carreira solo de Andre Matos, do mais recente álbum lançado “The Turn of the lights” já mostrando os fiéis fãs da carreira presentes cantando cada letra da música.

I Will Return – Do álbum Mentalize com a introdução inspirada na banda Queen, apontou problemas no começo com o microfone do Andre desligado. Com uma das músicas mais conhecidas da carreira solo do Andre Matos, os fãs mais fiéis cantavam o refrão em plenos pulmão junto com Andre Matos.

Imagem

Fairy Tale - Então tocaram a Fairy Tale do Shaman, conhecida por qualquer fã que se preze da carreira de Andre Matos. Desde a primeira nota do piano, os fãs entraram em delírio, cantando do começo ao fim.

Lisbon – Clássico do Angra, Uma verdadeira surpresa para os presentes no show. Desde sua introdução já havia um público cantando a introdução com os tradicionais “OOooos” já que se trata de um clássico do álbum Fireworks, uma das mais conhecidas dele.

Angels Cry – Com a introdução cantada ao refrão, ao anunciar a comemoração dos “20 anos de Angels Cry”, já contava com o agito dos headbangers, com os perfeitos instrumentais de Andre Hernandes e Hugo Mariutti, a faixa-titulo do primeiro álbum do Angra foi um dos auges do show. Em meio ao solo, a banda já emendou para Carry On.

Carry On - A faixa de abertura do álbum Angels Cry, clássico supremo da banda , soou nostalógica aos fãs, ouvir grande clássico cantado por Andre na época do Angra na década de 90.

Viper:

Imagem

Living for The Night - Então os acordes de Living for the Night, levaram o público ao delírio, com a entrada do Viper, quase sem houver a necessidade de Andre Matos cantar a música já que muitos presentes sabiam a letra desse clássico do Viper. Após o primeiro refrão, Andre Matos apresentou a banda rapidamente.

To Live Again - Do álbum Theatre of Fate, com seus vocais rápidos e solos voadores,

Prelude to Oblivion - Também do Theatre of Fate, contou com seus pesados riffs ao seu melhor, um grande indicativo e pioneiros do metal melódico nacional. Um dos auges do show!

Rebel Maniac – Da época do Pit Passarell nos vocais do Viper, interpretado por Andre Matos com maestria, com o refrão “Everybody, Everybody” cantado pelo público junto ao Viper, foi um dos destaques do Viper, com um verdadeiro clássico do Metal nacional.

We will rock you – Cantando a versão do álbum “Evolution”, a versão heavy metal da música impressionou quem não conhecia a versão. Contando com os instrumentistas da carreira solo do Andre e do Viper no mesmo palco.

Set-list:

Imagem

Formação Andre Matos solo:

Andre Matos – Vocal
Hugo Mariutti – Guitarra
Andre Hernandes – Guitarra
Bruno Ladisleu – Baixo
Rodrigo Silveira – Bateria

Formação Viper:

Andre Matos – Vocal
Hugo Mariutti - Guitarra
Felipe Machado - Guitarra
Pit Passarell - Baixo
Guilherme Martin - Bateria

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Angra
Iniciado processo de composição de novo álbum

Kiko Loureiro: E se eu for feio e morar no Acre?Todas as matérias e notícias sobre "Angra"

Andre Matos
Covers de Iron e Manowar com Dreadnox e Tribuzy em 95

Angra
As músicas de cada álbum que definem a banda

Angra
Problemas não se resolvem com sonho de doce de leite

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Rock In Rio"Todas as matérias sobre "Viper"Todas as matérias sobre "Andre Matos"Todas as matérias sobre "Angra"

Ozzy Osbourne
"Tive ressaca contínua durante 40 anos"

Motley Crue
As críticas de Vince Neil a Nikki Sixx e Tommy Lee

Guns N' Roses
Como eles eram... e como estão hoje

Nü-Metal: De onde veio? Para onde foi? A culpa é do Sepultura?Axl Rose: vocalista diz que Slash o forçava a fazer showsWoodstock: Quanto faturaram Jimi Hendrix, Creedence, The Who...?Metaleiro: popularizado no 1º RIR, termo continua polêmicoIron Maiden: visita às locações do video "Can I Play with Madness?"Metallica x Megadeth: a análise musical de Nando Moura

Sobre Sérgio H.

Sérgio Henrique é autor e fundador do site Rock Comedy, que possuí centenas de milhares de acessos. Nele publicou inúmeras matérias e postagens misturando duas de suas maiores paixões: música e humor. É guitarrista de uma banda de heavy metal em sua cidade, onde toca músicas de bandas que o inspiram e músicas autorais. É fã principalmente de power metal e thrash metal.

Mais matérias de Sérgio H. no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online