Krokus: Marc comenta teste para o Rainbow

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Lucas Pierri, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 05/05/07. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

(Nota do editor: parte da tradução desta entrevista foi publicada há dois dias)

O webzine sueco Metalshrine recentemente conduziu uma entrevista com o vocalista do KROKUS, Marc Storace. Seguem alguns trechos:

Rock e Metal: os dez maiores Deuses dos RiffsMúsica Brasileira: Quais os discos mais vendidos da história?

Metalshrine: Você sente falta dos anos oitenta, onde você fazia turnês pelo mundo inteiro e vendia milhões de discos?

Storace: "Não, eu não sinto falta, mas estou feliz que passei por isso. Os álbuns de ouro e platina que estão pendurados em minha parede são como fotos. Estamos aqui e agora, o futuro está à frente e temos que correr atrás de nossos objetivos".

Metalshrine: Falando de AC/DC, eu ouvi várias histórias que você estava em uma audição para entrar na banda, isso é verdade?

Storace: "Não, o que aconteceu é que nós tínhamos a mesma produtora em Birmingham, e eles vieram com tudo, luzes e o que mais precisávamos, estávamos muito felizes como porcos na lama. (risos) O dono da produtora me perguntou: 'você gostaria de fazer um teste para o AC/DC?' Mas eu disse 'não, não! Estou feliz aqui! Eles não tem um vocalista então o problema é deles, não nosso!'. E naqueles tempos, ingênuo como possa soar, foi isso que aconteceu. E eu devo admitir que virei um grande fã do AC/DC mais tarde, mas naquele tempo, eles não significavam nada para mim".

Metalshrine: Você fez um teste para o Rainbow?

Storace: Sim, sim. Em Londres, eu formei o Easy Money e ainda tocava em bares. Estávamos prestes a assinar um contrato com Chrysalis, a mesma gravadora do Genesis, e estávamos conversando sobre fazer uma turnê pelos Estados Unidos com eles. Foi ótimo, mas houveram problemas internos na banda. Não havia química. Ao mesmo tempo, um cara do A&R chegou pra mim durante um ensaio do Easy Money e perguntou se eu gostaria de ir para Genebra por uma semana. Qualquer um gostaria de ir para Genebra por uma semana (risos)! E, além disso, fazer um teste para o Rainbow. Eu faria mesmo se não estivesse interessado (risos). Apenas para conhecer Ritchie Blackmore, um ídolo na guitarra, Roger Glover, Cozy Powell, e o tecladista..."

Metalshrine: Don Airey!

Storace: "Isto, Don Airey. Foi ótimo, mas eu não estava bem equipado. Eu não conhecia as músicas do Rainbow e acho que isso foi depois de 'Since You’ve Been Gone'... Não não não, foi depois do Dio, porque uma das músicas que eu conhecia era 'Mistreated'. Eu aprendi aquela e a escutei no quarto de Cozy e ele me mostrou toda sua coleção de armas. Grandes adagas e tudo o mais. Ritchie apareceu com uma garrafa de uísque e disse 'você quer essa para se encorajar?' e eu disse que não era bom para a minha voz. Eu nunca bebo uísque, eu bebo vinho branco, mas só depois de cantar. Então, eu estava nervoso quando começamos e Ritchie disse 'cante o que você sente!'".

Metalshrine: Você se lembra quais músicas cantou?

Storace: “'Mistreated' e então fizemos uma jam. Eles tinham essa música que eles queriam colocar no próximo álbum. Eles a tocaram e eu cantei o que eu estava sentindo na hora e então, mais tarde, o último teste foi sentar no sofá diante de uma grande lareira. Estávamos em um castelo e haviam cavalos brancos lá fora. Eu estava... eu vi milhões atrás da banda e aqui estou eu contando essa situação".

Leia a entrevista completa (em inglês) neste link.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Rock e Metal
Os dez maiores Deuses dos Riffs

Todas as matérias e notícias sobre "Rainbow"

Ritchie Blackmore
Conquistando mulher jogando meia na cara

Para entender
O que é power metal?

Humor
Quais são os rockstars mais chatos do mundo?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Krokus"Todas as matérias sobre "Rainbow"

Música Brasileira
Quais os discos mais vendidos da história?

Tony Iommi
"Não sei como criei aqueles riffs"

Kiss
Sobre Secos e Molhados: "Há quem acredite em OVNIs!"

Guns N' Roses: Slash relembra Use Your Illusion e criseMetallica: homem que matou Bin Laden usou faixas em torturaBon Jovi - a coleção do paulista Flávio CelestinoMário Pacheco - Figura única, colecionador e contraculturalistaRaul Seixas: Canção salvou a carreira de Chitãozinho e XororóScott Weiland: 7 músicas em que ele mostrou a que veio

Sobre Lucas Pierri

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Lucas Pierri no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online