WHIPLASH.NET - Rock e Heavy MetalWHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal

FacebookTwitterGoogle+RSSYouTubeInstagramApp IOSApp Android
MenuBuscaReload

Tocando a distância: a nova biografia de Ian Curtis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Josué Rowstock, Fonte: Cult.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Lançada no Brasil com o nome “Tocando a distância”, a biografia de Ian Curtis, escrita por sua mulher Deborah Curtis, é um livro valioso para os fãs de a banda Joy Division apreciarem sem moderação nenhuma.

Duff McKagan: 3 litros de vodka, 3 gramas e meio de cocaínaHeavy Metal: 10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhos

O livro inicia com um belíssimo prefácio de Kid Vinil que assistiu a um show da banda nos anos oitenta quando viajava pela Inglaterra nos tempos em que Ian Curtis e seu Joy Division era os principais nomes do estilo musical mais cultuado na época, o Pós- Punk.

Imagem

Eis que depois de 77, o esplendor e auge do Punk, as bandas começaram a surgir com certa melancolia no ar já que a ideologia Punk perdia sentido no meio de tantas bandas que agora se enchiam de regras para se manterem fiéis ao estilo e a marca da diversão que estava em bandas como Ramones e Sex Pistols foram desaparecendo aos poucos com o surgimento do Pós-Punk.

Entretanto, naquele início de anos oitenta a banda Joy Division estava estourando com diversas canções que refletiam muito a vida do vocalista Ian Curtis. Por exemplo, “Love will tear us apart” era uma canção sobre o que acabara virando o casamento de Ian com Deborah e “She's Lost Control” representava na sua acidez a falta de controle de Ian que sofria demasiado com sua epilepsia e os remédios fortes da época que pouco ajudavam alguém como ele que se via frustrado dentro do seu descontrole emocional, porém artístico.

Antes de dar um fim a sua própria vida depois de escutar o disco “The Idiot” de Iggy Pop, Ian Curtis e Joy Division iriam fazer uma turnê que tornaria a banda um expoente mundial do estilo, entretanto tudo estava fadado à tragédia de Ian perante o peso nas suas costas devido a traição com sua mulher quando teve um caso com Annik na estrada, além de estar completamente exausto dos ataques da epilepsia. O resto da história todos conhecem...

Imagem
Agora para quem não conhece e também para os que conhecem a banda e estão ávidos por novas histórias, eis que esta nova biografia escrita por Deborah Curtis traz a versão da mulher que foi traída e que por muito tempo não confiou nos membros do então New Order, banda que surgiu dos integrantes do Joy Division, devido aos mesmos esconderem de Deborah as peripécias de Ian Curtis nos tempos em que Annik viajava em turnê com a banda e Deborah cuidava da sua filha com Ian em casa.

Portanto, a biografia “Tocando a distância” é uma bela maneira de enxergar os fatos através de outra vertente. O livro foi ainda muito estudado pelo diretor do filme “Control” que conta a biografia de Ian Curtis e a ascensão do Joy Division.

O livro está custando R$39,90 e vêm com 328 páginas de puro excesso e descontroles de Ian e sua turma nos tempos áureos do Pós- Punk.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Todas as matérias e notícias sobre "Joy Division"

Gigwise
Site elege os 69 melhores vocalistas da história

Ultimate Guitar
As 28 canções mais sombrias de todos os tempos

A Teia
Trilha sonora repleta de clássicos

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de LivrosTodas as matérias sobre "Joy Division"

Duff McKagan
3 litros de vodka, 3 gramas e meio de cocaína, e mais...

Heavy Metal
10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhos

"One"
Descartes tinha cabelo comprido e só se vestia de preto

Lemmy: "quando surge uma tentação, eu cedo imediatamente"Guns N' Roses: em vídeo, o momento em que Steven Adler tem que sair do palcoMetallica: "Whiplash" era uma das preferidas de Kurt CobainHeavy Metal: fãs sofrem de baixa autoestima, diz estudoLegião Urbana: A homenagem da Vivo a "Eduardo e Mônica"

Sobre Josué Rowstock

Josué Rowstock é escritor de Santa Maria/RS e coordena o projeto independente cultural @FebredeRato.

Mais matérias de Josué Rowstock no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online