Steve Vai: Resenha e fotos do show em Porto Alegre

Resenha - Steve Vai (Auditório Araújo Vianna, Porto Alegre, 06/06/2017)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Guilherme Dias
Enviar Correções  

Fotos: Liny Oliveira

Uma noite cinza e chuvosa em Porto Alegre, mas não dentro do Auditório Araújo Vianna. O local recebeu um dos maiores ícones da guitarra, Steve Vai. O músico já esteve várias vezes no Brasil, e a demora para retornar para a capital gaúcha estava sendo sentida pelos fãs. O encontro de Vai com a cidade aconteceu em uma turnê especial, a de comemoração dos 25 anos de lançamento de "Passion and Warfare" (1990), um álbum que foi um marco no seguimento musical do artista. O responsável pela abertura do evento foi o músico gaúcho Erick Endres.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As 21 horas, um vídeo do filme "Crossroads" com uma cena introdutória e um duelo de Vai com o ator Ralph Macchio pôde ser vista no telão. Acompanhado de Phil Bone (baixo), Dave Weiner (guitarra) e Jeremy Colson (bateria) Steve subiu ao palco com capuz na cabeça, luzes de laser em seus óculos e muitas luzes de led na sua guitarra. No primeiro momento a banda tocou "Bad Horsie" ("Alien Love Secrets", 1995), "The Crying Machine" ("Fire Garden", 1997), "Gravity Storm" ("The Story of Light", 2012) e a linda e emocionante "Whispering a Prayer" ("Alive in an Ultra World", 2001).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Logo após, Vai apresentou os seus companheiros de palco. Antes de receber os parabéns do público, anunciou que era o seu aniversário de 57 anos. Nesse momento o artista realizou uma performance como se estivesse dançando com a guitarra. Aconselhou aos seus fãs a realizarem os mesmos gestos quando chegassem em suas casas, porém sem roupas, gerando muitas gargalhadas. Vai pediu desculpas pelas brincadeiras e disse que deve ser coisa da idade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Enfim "Passion and Warfare" na íntegra. Em "Liberty" um vídeo com a participação de Brian May (Queen) no telão. Para "Answers" o convidado virtual foi o amigo e primeiro professor de Steve, Joe Satriani. Além do duelo de guitarra entre ambos e os diversos efeitos de transformação de visual de Satriani (óculos, perucas, máscaras, guitarras e etc.), Vai e Satriani tiveram uma espécie de conversa, parecendo que o encontro era real. Com a narração "La Ballerina si chiama bella rusa" idêntica ao álbum, o norte-americano tocou a curta "Ballerina 12/24", precedendo o seu maior clássico, "For the Love of God", onde muito feeling e emoção são depositados em sua guitarra, refletindo no público que assistia com os olhos lacrimejando. "The Audience is Listening" iniciou com o vídeo clipe no telão, e no decorrer da canção ocorreu mais uma participação especial já gravada para duelar com Vai, dessa vez foi "John Petrucci". Na sequência "I Would Love To" com exibição do vídeo clipe também.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O guitarrista apresentou então "Love Secrets", como a última e a mais estranha de "Passion and Warfare" e pediu para que a plateia aproveitasse. Em homenagem ao seu antigo amigo e companheiro Frank Zappa, Steve apresentou "Stevie’s Spanking" dos tempos em que tocavam juntos, mandando um "Thank you Frank Zappa" ao final da música e do vídeo com uma jam de 1982. O grupo executou "Racing the World" ("The Story of Light") e em seguida Vai perguntou se os fãs queriam mais uma, e a resposta foi óbvia. Antes disso o a plateia cantou parabéns para o mestre. Aí veio "Fire Garden Suite IV – Taurus Bulba" ("Fire Garden") para o grande final com direito ao guitarrista passear pelos corredores do auditório.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ao término do show, a equipe inteira de Steve Vai entrou no palco, Dave Weiner pediu para que fosse cantado parabéns novamente, enquanto a equipe jogava spray de espuma e papel no guitarrista. Uma noite para ser lembrada por muito tempo, não só para Steve e seu aniversário, mas pela atuação e a maneira de como ele foi capaz de tocar no coração de quem estava assistindo ao seu show. Um músico que não usa o seu instrumento, que o incorpora como parte ou extensão do seu corpo. Pouquíssimos são capazes de fazer o que Steve Vai faz. Esperamos que mais turnês especiais aconteçam, e que Steve Vai saiba que Porto Alegre quer estar sempre com ele.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Set-list completo:

Bad Horsie
The Crying Machine
Gravity Storm
Whispering A Prayer

Liberty
Erotic Nightmares
The Animal
Answers
The Riddle
Ballerina 12/24
For the Love of God
The Audience Is Listening
I Would Love To
Blue Powder
Greasy Kid's Stuff
Alien Water Kiss
Sisters
Love Secrets
Stevie's Spanking
Racing the World

Fire Garden Suite IV - Taurus Bulba

publicidade

Comente: Esteve lá? O que achou do show?




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


CD vs Vinil: não diga que o som do vinil é melhor - porque não éCD vs Vinil
Não diga que o som do vinil é melhor - porque não é

Curiosidades: 40 fatos inacreditáveis do rockCuriosidades
40 fatos inacreditáveis do rock


Sobre Guilherme Dias

Fanático por heavy metal e hard rock desde os 12 anos de idade. Coleciona CDs e LPs, principalmente do Helloween e seus derivados. Colabora com o site desde 2013. Nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Mais matérias de Guilherme Dias no Whiplash.Net.

WhiFin Cli336 Cli336 Cli336 Cli336 Cli336 WhiFin