Elton John & James Taylor: noite histórica em São Paulo

Resenha - Elton John & James Taylor (Allianz Parque, 06/04/2017)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Gabriel Zorzetto
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Não é todo dia que o Brasil tem a honra de receber uma turnê conjunta de dois dos maiores nomes da história da música popular. É bem verdade que um deles já esteve aqui várias vezes. Esta foi a sétima passagem de Elton John por terras brasileiras: Ele tocou em 1995 (São Paulo e Rio de Janeiro), 2009 (São Paulo e Rio de Janeiro), 2011 (Rock In Rio), 2013 (São Paulo, Porto Alegre, Brasília, Brasília, Belo Horizonte e Recife), 2014 (Rio de Janeiro, Goiânia, Salvador e Fortaleza), 2015 (Rock In Rio) e agora em 2017 (Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo). Nesta turnê, o ícone do rock, que recentemente completou 70 anos, promove seu mais recente álbum "Wonderful Crazy Night", lançado no ano passado.

Rock: os álbuns mais vendidos nos EUA durante o 1° semestre de 2019Filmes sobre rock: A história do gênero no cinema

James Taylor, menos midiático, não costuma fazer grandes turnês mundiais. Ele se apresentou no Brasil apenas duas vezes, sendo ambas em edições do Rock In Rio (1985 e 2001). Portanto, esta foi a primeira vez em São Paulo. O cantor americano também veio para promover seu último disco, chamado "Before This World" e lançado em 2015.

As 20:00, no suntuoso Allianz Parque, vestindo uma camisa azul escura e um paletó preto, James Taylor subiu ao palco e, após um breve aceno, abriu os trabalhos com "Up On The Roof", que por sinal foi a grande surpresa de seu show, já que nos demais ele havia escolhido "Wandering" para a abertura.

Após ser ovacionado, ele saudou os 45 mil paulistas com um bom português: "Muito obrigado São Paulo. Eu sou James Taylor. Não falo bem português. Estou muito feliz por estar no Brasil, mas lamento dizer que quebrei meu dedo e não vou poder tocar o violão neste noite. Mas aqui está Dean Parks e ele será eu hoje", em referência ao violonista que veio de última hora para participar desta miniturnê. Feitas as ponderações, o cantor emendou "Everyday", cover de Buddy Holly e seguiu com "Walking Man" e "Today Today", para chegar na belíssima "Country Road".

Sua "All Star Band" soava fantasticamente. Composta por uma seleção de grandes músicos, faz jus ao nome que tem. Dentre os grandes instrumentistas do grupo, destacam-se o baterista Steve Gadd, que trabalhou com Simon & Garfunkel e Eric Clapton, o guitarrista Michael Landau, que tocou em turnê com o Pink Floyd nos anos 90, o baixista Jimmy Johnson, que assume o lugar do lendário Leland Sklar e o tecladista/trompetista Walt Fowler, que já fez parte da banda de Ray Charles. Além do pianista Jim Cox, do percussionista Luis Conte e das backing vocals Andrea Zonn e Kate Markowitz.

Em meio a gritos de "You've Got a Friend" do público, James teve classe e bom humor para respondê-los: "Sim, nós iremos tocar You've Got a Friend. Vejam, ela está no setlist, mas vocês tem que esperam tudo isto aqui antes", mostrando em seu quadro de giz a relação das músicas que seriam tocadas.

Após "Don't Let Me Be The Lonely Tonight", canção do disco "One Man Dog" de 1972, James lembrou suas experiências no Brasil em 1985 e emocionou o público pela primeira vez com "Only a Dream In Rio" e "Carolina In My Mind".

Um pouco desconfortável por não tocar violão, ele se soltava como podia. Seguiu com "First of May" e "Handy Man". Então, ele mandou uma sequência matadora que encerrou o seu concerto no ápice, com um punhado de hits: "Your Smiling Face", "You've Got a Friend", dedicada para Carole King e cantada por grande parte do estádio, "Shower To The People", "Fire & Rain", o blues "Steamroller", "Mexico" e "How Sweet It Is", cover de Marvin Gaye que embalou ainda mais o público.

James agradeceu a todos e já se preparava para ir embora, porém com a alegria dos fãs ele resolveu tocar mais uma: "Shed a Little Light", do álbum "New Moon Shine" de 1991, encerrando uma ótima apresentação. Um excelente início de noite para os milhares que lá estavam para testemunhar a história.

SETLIST - JAMES TAYLOR:

1.Up on the Roof
2.Everyday (Buddy Holly cover)
3.Wandering
4.Walking Man
5.Today Today Today
6.Country Road
7.Don't Let Me Be Lonely Tonight
8.Only a Dream in Rio
9.Carolina in My Mind
10.First of May
11.Handy Man (Jimmy Jones cover)
12.Your Smiling Face
13.You've Got a Friend
14.Shower the People
15.Fire and Rain
16.Steamroller
17.Mexico
18.How Sweet It Is (Marvin Gaye cover)

Encore:
19.Shed a Little Light

Toda calma e tranquilidade vista nas 1h30 do bom concerto de James Taylor foi por água abaixo em poucos segundos para a catarse tradicional de Sir Elton John.

Vestindo um paletó preto com brilhos dourados, o cantor inglês surgiu em meio aos riffs de "The Bitch Is Back", eletrizante música do álbum "Caribou" que ele corriqueiramente abre seus shows. Com o público extasiado, ele emendou a marcante "Bennie And The Jets".

Sua tradicional banda, como sempre, soava muito bem e dispensa demais apresentações. Há décadas mantém praticamente a mesma formação com o baterista Nigel Olsson, o baixista Matt Bissonette, o tecladista Kim Bullard, o percussionista John Mahon e o fantástico guitarrista Davey Johnstone.

Elton então diminuiu o ritmo para as belíssimas "I Guess That's Why They Call It The Blues", "Daniel" e "Someone Save My Life Tonight". A partir destas foi que veio uma chuva torrencial para lavar a alma dos fãs que ali cantavam.

O público cantou junto em "Philadelphia Freedom", hit de 73 escrito para a tenista Billy Jean King, seguido de um longo solo de piano característico de Elton.

As emoções vieram à flor da pele e com as próximas duas músicas do set: "Rocket Man" e "Tiny Dancer", que botaram abaixo o Allianz Parque. Seguiu com a ótima "Levon", do disco "Madman Across The Water" e escrita em homenagem ao já falecido Levon Helm (ex-baterista da The Band).

Seu setlist nos últimos é menor, com cerca de 21 canções, porém todas precisamente escolhidas, construindo um verdadeiro greatest hits de sua carreira.

Nova catarse com a monstruosa "Goodbye Yellow Brick Road", seguida por "Burn Down The Mission" e "Your Song". De tirar o fôlego. E ainda tinha mais.

Sir Elton matou a pau com a balada "Sad Songs" e com as emocionantes "Don't Let The Sun Go Down On Me", em homenagem ao cantor George Michael e "Skyline Pigeon", esta última que voltou ao set para os shows no Brasil.

Por fim, terminou o setlist regular com uma sequência bem rock and roll: "Looking Up", "I'm Still Standing", "You Sister Can't Twist" e "Saturday Night's Alright For Fighting". Nesta última, destaque para o percussionista John Mahon, que provocou risadas de todos ao fazer diversas palhaçadas durante a canção.

Após esta sequência, Elton agradeceu a todos e voltou para o Bis para concluir a noite mágica com "Candle In The Wind" e "Crocodile Rock", se despedindo do Brasil com mais um show apoteótico. Provavelmente pela última vez.

SETLIST - ELTON JOHN

1.The Bitch Is Back
2.Bennie and the Jets
3.I Guess That's Why They Call It the Blues
4.Daniel
5.Someone Saved My Life Tonight
6.Philadelphia Freedom
7.Rocket Man (I Think It's Going to Be a Long, Long Time)
8.Tiny Dancer
9.Levon
10.Goodbye Yellow Brick Road
11.Your Song
12.Burn Down the Mission
13.Sad Songs (Say So Much)
14.Skyline Pigeon
15.Don't Let the Sun Go Down on Me
16.Looking Up
17.I'm Still Standing
18.Your Sister Can't Twist (But She Can Rock 'n Roll)
19.Saturday Night's Alright for Fighting

Encore:
20.Candle in the Wind
21.Crocodile Rock




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Elton John"Todas as matérias sobre "James Taylor"


Rock: os álbuns mais vendidos nos EUA durante o 1° semestre de 2019Rock
Os álbuns mais vendidos nos EUA durante o 1° semestre de 2019

Futebol: 10 Rock Stars amantes do esporteFutebol
10 Rock Stars amantes do esporte

Elton John: ele contraiu infecção muito grave na América do SulElton John
Ele contraiu infecção muito grave na América do Sul

Elton John: Elton John
"Rocketman" é o que "Bohemian Rhapsody" não pôde ser, diz diretor


Filmes sobre rock: A história do gênero no cinemaFilmes sobre rock
A história do gênero no cinema

Ave, Satan!: As dez melhores músicas sobre o InfernoAve, Satan!
As dez melhores músicas sobre o Inferno

Aerosmith: curiosidades sobre a voz de Steven TylerAerosmith
Curiosidades sobre a voz de Steven Tyler

Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockKiss sobre Secos e Molhados: "há quem acredite em OVNIs"AC/DC: "Escrevemos músicas para jovens de 17 anos"Jimi Hendrix: "cantada" de guitarrista em garota será leiloada

Sobre Gabriel Zorzetto

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGooILQ