Monsters Tour em Curitiba: noite inesquecível para fãs!

Resenha - Monsters Tour (Pedreira Paulo Leminski, Curitiba, 28/04/2015)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Andre Smirnoff, Fonte: X-PressON!, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Curitiba foi uma das afortunadas cidades a receber essa trinca de peso, somente lendas que ainda fazem ótimos shows. Foi um evento que certamente agradou as diferentes gerações de fãs do som pesado. A organização foi extremamente perfeita, estão de parabéns, pois tudo parece ter funcionado como estava planejado. Até São Pedro colaborou com a gente, pois apenas no show do Judas Priest é que uma fina chuva caiu, mas não chegou a incomodar muito.

274 acessosEm 20/09/1980: Ozzy Osbourne lança o álbum Blizzard Of Ozz5000 acessosSlipknot: demônio avistado em fogo durante show?

MOTORHEAD

Após o cancelamento do show do Motorhead em São Paulo, devido a um inesperado problema de saúde do Lemmy, a galera ainda estava um pouco apreensiva sobre como seria o show em Curitiba. Mas o show ocorreu como estava previsto e foi realmente muito bom! O set list contou com vários clássicos dos anos 70 e surpreendeu muita gente. Infelizmente, parece que boa parte do público só conhece “Ace of Spades”, porque foi somente nessa música que a galera começou a mostrar maior entusiasmo, pulando como se estivesse no show de alguma banda cover. Amadores…

Lemmy está visivelmente magro, com a aparência frágil e sua voz apresenta claros sinais de desgaste. Mas e daí? Só o fato de podermos ver esse verdadeiro ícone do Rock mais uma vez em nossa cidade (talvez seja a última, infelizmente…) já é motivo para curtirmos o show até com mais intensidade. Muita gente estava emocionada somente em poder ver a lenda no palco e ainda em condições de fazer um baita show. Phil Campbell, como sempre, continua muito bom, se movimentando por todo o palco e tocando com a precisão de sempre. Seu solo foi um pouco diferente do tradicional, foi um momento de destaque no show. E é sempre muito engraçado quando ele e o Lemmy começam a falar com o público ao mesmo tempo, haha! Mikkey Dee é um baterista excepcional mesmo, sua pegada não deixa a peteca cair um segundo sequer. Além de ser muito simpático dentro e fora do palco, também nos presenteou com um solo muito bom.

SET LIST
Shoot You in the Back
Damage Case
Stay Clean
Metropolis
Over the Top / Guitar Solo
The Chase Is Better Than the Catch
Rock It
Do You Believe
Lost Woman Blues
Doctor Rock / Drums solo
Just ‘Cos You Got The Power
Going to Brazil
Ace of Spades
Overkill

Para ver todas as fotos acesse:
http://goo.gl/3LhSMf

JUDAS PRIEST

Pelos comentários que ouvi após o evento e pelo que eu li nas redes sociais, muita gente considerou esse o melhor show da noite. E eu assino embaixo, porque realmente os caras estão detonando nessa nova tour! O set list não deve ter agradado a todo mundo, mas pra mim foi ótimo ter ouvido músicas diferentes, como “Devil’s Child” e “Jawbreaker” (além de “Love Bites”, mas essa foi em São Paulo, hehe). As músicas do novo álbum soam grandiosas ao vivo, a banda não depende apenas do seu passado, está olhando pra frente e conseguiu a proeza de gravar um álbum bem relevante. “Dragonaut” é uma música excelente e é perfeita pra abrir o show dessa nova turnê.

Richie Faulkner está na banda desde 2011, mas sempre será “o novato”, além de ser um clone do K.K. Downing uns 20 anos mais novo, haha! Achei legal o fato dele ter assumido o papel de segundo frontman, embora em alguns momentos ele exagere e se empolgue demais na sua performance. Mas talvez seja apenas uma implicância gratuita minha, o fato é que a entrada dele no Judas só veio a somar. Glenn Tipton, Ian Hill e Scott Travis continuam com a competência de sempre, não estão dando sinais de que precisam urgentemente se aposentar, ainda bem! Mas a grande surpresa foi conferir que Rob Halford continua genial, ele cantou muito nessa noite! Seus agudos continuam poderosos, ele realmente se esforçou pra oferecer o melhor ao público.

SET LIST
Dragonaut
Metal Gods
Devil’s Child
Victim of Changes
Halls of Valhalla
Turbo Lover
Redeemer of Souls
Jawbreaker
Breaking the Law
Hell Bent for Leather
The Hellion / Electric Eye
Painkiller
Living After Midnight

para ver todas as fotos acesse:
http://goo.gl/3LhSMf

OZZY OSBOURNE

O eterno “madman comedor de morcego” também não decepcionou em momento algum! Ozzy continua se divertindo no palco e sua energia é contagiante. O set list é meio manjadão, mas ao vivo todos esses clássicos soam muito bem. Fiquei surpreso com a banda atual dele, os caras são ótimos músicos (exceto o tecladista/guitarrista que é meio comum, bem “normalzão”). Foi legal ter percebido que os caras não ficaram enchendo as músicas de firulas e exageros virtuosísticos, eles tocaram basicamente os arranjos originais das músicas, com destaque para o timbre pesadão do baixo.

Novamente, foi fácil perceber que uma grande parte do público só conhece ou só se empolga nas músicas extremamente manjadas. Durante “Iron Man”, “Crazy Train” e “Paranoid” é que a galera começou a pular e a cantar junto com maior entusiasmo. Mas devemos lembrar que essa galera é um mal necessário nos shows, pois os produtores precisam vender o máximo de ingressos possível, não é mesmo? Ok então, o lado bom é que os fãs mais dedicados podem continuar tendo a oportunidade de ver seus ídolos de infância de perto.

SET LIST
Bark at the Moon
Mr. Crowley
I Don’t Know
Fairies Wear Boots
Suicide Solution
Road to Nowhere
War Pigs
Shot in the Dark
Rat Salad / Guitar solo / Drum solo
Iron Man
I Don’t Want to Change the World
Crazy Train
Paranoid

Por: Daniel Danmented
Foto: Andre Smirnoff

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Monsters Tour (Pedreira Paulo Leminski, Curitiba, 28/04/2015)

2306 acessosMonsters Tour: 3 ícones britânicos abalam estruturas de Curitiba

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Percebeu que era idiota quando filho disse que não tinha um pai

274 acessosEm 20/09/1980: Ozzy Osbourne lança o álbum Blizzard Of Ozz180 acessosEm 20/09/1980: Ozzy Osbourne lança o single "Crazy Train"977 acessosThe Jungle of RnR: 20 Grandes Shows de Rock do Rock In Rio Brasil0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ozzy Osbourne"

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
"Os Beatles mudaram a minha vida!"

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Comentando esclerose múltipla de seu filho Jack Osbourne

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Um tocante tributo a Lemmy na Rolling Stone

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Monsters Of Rock"0 acessosTodas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"0 acessosTodas as matérias sobre "Judas Priest"

SlipknotSlipknot
Demônio avistado em fogo durante show?

Renato RussoRenato Russo
A história do maior nome do rock nacional

SlipknotSlipknot
"Para cada Mustaine falando merda há um Hetfield"

5000 acessosGene Simmons: sexo com vocalista do Linkin Park na cadeia?5000 acessosAs tatuagens de Rob Halford5000 acessosEllen Jabour: Slayer, Metallica, Guns e Judas no seu Top104565 acessosGuns N' Roses: as dez melhores canções da banda4529 acessosDave Mustaine: "depois que eu saí do Metallica, eu me reavaliei"5000 acessosAlice In Chains: os álbuns da banda, do pior para o melhor

Sobre Andre Smirnoff

Fotógrafo oficial e CEO Marketing da Rock Brigade e X-Press ON! - Agência de Notícias e Assessoria de Imprensa.

Mais matérias de Andre Smirnoff no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online