Iron Maiden: banda leva o público de SP de volta a 1988

Resenha - Iron Maiden (Arena Anhembi, São Paulo, 20/09/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcus Vinicius Magalhães
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Os metaleiros do Iron Maiden mostraram na noite desta sexta-feira, dia 20, em São Paulo, que o tempo não passa para a uma das principais bandas de heavy metal de todos os tempos. Apresentando a lendária turnê Maiden England, os britânicos levaram os mais de 60 mil fãs, que lotaram a Arena Anhembi, de volta ao ano de 1988. Com quase duas horas de show, o grupo presenteou o público com canções do álbum Seventh Son of a Seventh Son, entre outros grandes sucessos dos anos 80.

1018 acessosBlend Guitar: em vídeo, os dez melhores duelos de guitarra5000 acessosKing Diamond: o "Rei Satânico"

Antes da Donzela de Ferro subir ao palco, as bandas Ghost e Slayer trataram de aquecer o público que recebeu muito bem ambos os grupos. O segundo homenageou seu ex-guitarrista Jeff Hanneman, que faleceu em maio deste ano, devido ao abuso de álcool.

Após uma ansiedade incontrolada por parte da plateia, eis que, às 21h15, o sexteto do Iron Maiden iniciou o show com a clássica Moonchild, que seguiu com Can I Play With Madness e The Prisioner.

"Rock in Rio? No, that´s Rock in São Paulo", disse Bruce Dickinson durante conversa com o público.

Com a proposta de priorizar as músicas dos anos 1980, refletindo a era de ouro da Donzela de Ferro, as duas músicas mais recentes foram Afraid to Shoot Strangers e Fear of the Dark, título do último álbum gravado com Bruce Dickinson, antes de sua saída do grupo em 1993. O vocalista retornaria para o Maiden em 1999, quando lançou, junto com a banda, o excelente trabalho Brave New World no ano 2000.

Essa foi a quarta apresentação da banda no Brasil nos últimos cinco anos. A turnê Maiden England ainda acontece no próximo domingo, dia 22, no Rock in Rio, e dia 24 em Curitiba.

Confira as músicas do repertório do show desta sexta-feira:

Moonchild
Can I Play with Madness
The Prisoner
2 Minutes to Midnight
Afraid to Shoot Strangers
The Trooper
The Number of the Beast
Phantom of the Opera
Run to the Hills
Wasted Years
Seventh Son of a Seventh Son
The Clairvoyant
Fear of the Dark
Iron Maiden

Bis:
Aces High
The Evil That Men Do
Running Free

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Iron Maiden (Arena Anhembi, São Paulo, 20/09/2013)

5000 acessosIron Maiden: "Scream for me São Paulo!!!"

Iron MaidenIron Maiden
"Caught Somewhere In Time" em novo vídeo de Val Andrade

1018 acessosBlend Guitar: em vídeo, os dez melhores duelos de guitarra664 acessosIron Maiden: "Caught Somewhere In Time" por Val Andrade1981 acessosIron Maiden: Garrafas especiais para show na Escócia0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Iron MaidenIron Maiden
Bruce não se contém e critica a China durante show

Iron MaidenIron Maiden
"Run To The Hills" como você nunca ouviu antes

Iron MaidenIron Maiden
Os dois primeiros álbuns soavam horríveis, diz Di'anno

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

King DiamondKing Diamond
Ele é satanista, e não meramente marqueteiro

CD vs VinilCD vs Vinil
Não diga que o som do vinil é melhor - porque não é

MellotronMellotron
O instrumento cult que ajudou a compor clássicos

5000 acessosOzzy Osbourne: de "saco cheio" de Lady Gaga5000 acessosArctic Monkeys: o significado de 5055000 acessosGuns N' Roses: os percalços de Chinese Democracy5000 acessosThe Rev: um dos músicos mais brilhantes perdidos na última década5000 acessosGene Simmons: "as mulheres não são mais escravas"5000 acessosHeavy Metal: as 10 capas mais "de macho" de todos os tempos

Sobre Marcus Vinicius Magalhães

Marcus Vinicius Magalhães: jornalista formado pela FIAM, com especialização em Políticas Públicas Sociais pela USP, foi redator, repórter e colunista nas redações da Band, Rede Record, Editora Abril, Climatempo Meteorologia, Rede Internacional de Televisão, Portal Terceiro Tempo e Editora Moderna. Pela música, tenta, desde criança, ser guitarrista, violonista e baterista. Além de já ter se apresentado em grandes rock bares de São Paulo com seu cover Symphony Maiden, atua como assessor de imprensa do grupo de rock nacional Marques Geraldo. Atualmente Marcus é o jornalista responsável pela área de comunicação da EMESP Tom Jobim (Escola de Música do Estado de São Paulo). Entre em contato com o jornalista no blog www.jornalistamarcusvini.com.

Mais matérias de Marcus Vinicius Magalhães no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online