Suicidal Tendencies: mais uma noite histórica no Rio de Janeiro

Resenha - Suicidal Tendencies (Circo Voador, Rio de Janeiro, 27/08/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Glauber Magalhães
Enviar correções  |  Ver Acessos

O dia 27/08/13 deverá entrar para o Hall da Fama dos dias históricos do Circo Voador, casa de shows lendária do Rio de Janeiro. Por volta das 22 horas a história começou a ser escrita por Mike Muir e Cia quando SUICIDAL TENDENCIES subiu ao palco. Quase que como uma tradição, o show começa com o playback da introdução de You Can't Bring Me Down algo que não poderia ser melhor para incitar o público com suas bandanas e bonés com abas levantadas.

Manowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted SisterKerrang!: os 100 melhores álbuns de Rock em lista da revista

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Misturando clássicos como YCBMD, War Inside My Head, Subliminal com coisas mais recentes como Cyco Style o SUICIDAL mostrou mais uma vez o porque que mais de 30 anos depois de sua fundação a banda de Venice continua não decepcionando ao vivo, mesmo tendo apenas Mike Muir como membro original na banda. Na verdade o que faz toda a diferença é a imagem clássica de seu frontman e sua bandana quase cobrindo os olhos. O cara com seus 50 anos de idade tem energia para correr por quase 2 horas sem parar, exceto no prólogo de How Will I Laugh Tomorrow, em que Mike pára no lado esquerdo do palco para discorrer algumas palavras tristes enquanto Nico Santora, o ótimo novato da banda vai dedilhando a introdução marcante da música.

Durante o show, são poucos os momentos em que Cyco Myco para para conversar com o público, mas em um desses momentos ele disse que não se arrependeu nem um pouco em fazer aquele show no Rio com o Soulfly e que aquilo ali seria inesquecível para ele a para a banda.

Chegada a hora de Possessed to Skate, Mike Muir pergunta se existe skatistas naquele lugar e obviamente o público já sabe o que esta por vir clamando o nome da música hino de todos os skatistas old school que estavam no local. A banda detona o som repaginado com alguns novos solos de Dean Pleasants que não deixou a pegada do som cair em momento algum.

A cozinha formada por Tim Rawbiz Williams e Eric Moore em alguns momentos chega a lembrar as épocas áureas de Trujillo e Herrera, o que para os fãs mais antigos é quase que um presente, incluindo Max Cavalera que por muitos momentos ficou contemplando o show do SUICIDAL ali sentado em um canto discreto do palco, antes de entrar e também detonar o lugar com o Soufly. A formação e o entrosamento da banda estão fantásticos, é nítido ver a satisfação dos novatos da banda em estar dividindo o palco com o Mike Muir e Dean Pleasants

Chegada a hora de Pledge Your Allegiance e mais um ponto alto do show, onde os roadies e membros da banda chamam os fãs para cima do palco e assim fazer o final triunfal de todos os shows do ST. Para o desespero dos seguranças do local, o palco fica tomado fãs ávidos por um grito no microfone do líder da gang, inclusive este que vos escreve que conseguiu algumas fotos e bons gritos no palco.

O SUICIDAL TENDENCIES mostrou mais uma vez que mesmo com todas as trocas de formação e alguns discos de gosto duvidosos, a banda criou uma legião de fãs por onde passa e que a essência da banda ainda está lá independente de ser apenas com seu membro fundador.

Chegada a hora dos Headliners da noite, o fechamento triunfal que QUALQUER um que estava lá não tinha a mínima dúvida de que seria o gran finale, o tão aguardado show do Soufly em terras cariocas, algo que nem deve ser tão comentado, uma vez que Max Cavalera é o maior mestre do metal nacional que mais uma vez destruiu com um set matador contendo Nailbomb, muito Sepultura além de uma ótima participação de um de seus filhos em Bloodshed e o fechamento caótico com Roots, Jump The Fuck Up e Eye For an Eye. HISTÓRICO.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Suicidal Tendencies"


Suicidal Tendencies: Muir fala de gangues, Trujillo e RATMSuicidal Tendencies
Muir fala de gangues, Trujillo e RATM

Guerra: batalha sangrenta parodiada nas capas de 8 álbuns de RockGuerra
Batalha sangrenta parodiada nas capas de 8 álbuns de Rock


Manowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted SisterManowar
O dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

Kerrang!: os 100 melhores álbuns de Rock em lista da revistaKerrang!
Os 100 melhores álbuns de Rock em lista da revista


Sobre Glauber Magalhães

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336