Matérias Mais Lidas

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemVocalista do Gwar diz que integrantes do Maiden são "um bando de velhas britânicas"

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden está ensaiando para turnê que passa pelo Brasil

imagemO segredo da longevidade do baixista do Guns N' Roses tem inspiração nos Stones

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemJames LaBrie fala sobre a possibilidade de trabalhar novamente com Mike Portnoy

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemMalmsteen ameaça cancelar show por que vocalista Jeff Scott Soto estava no local

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemDez músicas muito legais do Iron Maiden que não são cantadas por Bruce Dickinson

imagemLuciano Hang processa vocal do Fresno e quer indenização de R$ 100 mil por danos morais

imagemQuando Pete Townshend faltou a um show do The Who pra ir assistir o Pink Floyd

imagemLes Claypool, do Primus, explica por que não se tornou baixista do Metallica

imagemMetallica divulga vídeo de "Whiskey In The Jar" ao vivo em Curitiba


Stamp

Raimundos: Desfile de clássicos em Santa Catarina

Resenha - Raimundos (Concórdia, Santa Catarina, 24/08/2013)

Por Luis Fernando Ribeiro
Em 27/08/13

Só aqueles que moram em municípios do interior, rota improvável para bons shows, sabem a empolgação causada quando uma banda grande dá as caras em sua cidade. Foi isso que aconteceu em Concórdia, no meio-oeste catarinense. A energia dos fãs podia ser sentida no ar, no gelado 24 de Agosto deste ano, quando o RAIMUNDOS passou pela cidade.

Também, como é típico nessas situações, as casas de shows não estão preparadas para receber este tipo de bandas, mas a estrutura que recebeu o RAIMUNDOS era muito boa. Lamentável apenas foram as músicas executadas pelo DJ antes da banda entrar, totalmente despreparado para o show que iria antecipar.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Detalhes à parte, o que pudemos presenciar foi uma banda que já não está à sombra de seu ex-vocalista, Rodolfo Abrantes. Digão, Canisso, Marquim e Caio fizeram uma apresentação tão enérgica e empolgante que nem dá para reclamar da notável falta de clássicos como "Tora Tora", "Herbocenética", "Sereia da Pedreira", "Andar na Pedra", "Palhas do Coqueiro", "Baile Funky", "Selim", "Marujo", "Deixa eu Falar", "Pintando no Kombão", "Nariz de Doze", "Bestinha" entre outros inúmeros clássicos. Ficou claro que a proposta da banda era tocar as músicas que obtiveram maior sucesso comercial do que as que são realmente clássicas.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Os músicos sequer deixaram transparecer o cansaço de uma viajem direta de São Paulo para Santa Catarina e tocavam com um sorriso de alegria no rosto, demonstrando claro prazer de estar se apresentando para aquele público, que por sinal correspondeu à altura, gritando, pulando e promovendo grandes rodas de mosh. Os já não tão novos integrantes, Marquim e Caio, respectivamente guitarrista e baterista, se mostraram escolhas acertadas e fecharam perfeitamente com os já conhecidos Digão e Canisso.

O show começou com uma das mais conhecidas. "Mulher de Fases" se mostrou uma escolha acertada, pois agrada os fãs das antigas, mas também aqueles que só conhecem as músicas que tocaram nas FM's, isso trouxe os fãs pra perto da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O desfile de clássicos se deu com "Nega Jurema", "O Pão da Minha Prima", "Bê-a-Bá" e "Opa! Peraí, caceta", deixando os fãs mais antigos ensandecidos. Durante essas músicas tivemos alguns efeitos pirotécnicos muito bem utilizados.

Digão já tinha o público na mão, se mostrando muito comunicativo e fazendo muitas brincadeiras, então foi fácil trazer a casa abaixo em "Aquela", "Me Lambe", "A Mais Pedida", "Reggae do Maneiro", "Eu quero ver o oco" e numa versão bem diferente para "I Saw You Saying (That You Say That You Saw)", que foi cantada em uníssono pela plateia.

Não é difícil notar o entrosamento da banda, que parava durante as músicas e retomava inesperadamente, bem como improvisava com naturalidade.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Vale destacar também vários momentos inusitados e engraçados durante o show, como o casal de meninas que agarrou as partes íntimas do vocalista Digão durante uma aproximação do músico ao publico em frente ao palco, o Canisso voltando para o bis e quase não conseguindo pegar o baixo em tempo de a música começar e as dancinhas de Marquim e Canisso, claramente não ensaiadas, visto a falta de entrosamento.

Além da homenagem ao falecido vocalista do Charlie Brown Jr., com "Zóio de Lula", ainda tivemos outros bons momentos em "Rapante", "Pompém" e "Esporrei na Manivela". Se "Jaws" já impressiona pelo peso em sua versão original, ao vivo ela fica ainda mais matadora, fazendo cabeças baterem e as rodas comerem soltas. Aliás, as novas músicas tem se mostrado muito promissoras e deixam uma boa expectativa para o novo álbum.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

A banda volta para o bis, com "Puteiro em João Pessoa", que foi aclamada por todos, encerrando assim um show que certamente ficará na memória de quem o viu.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Raimundos: Rodolfo explica por que "Mulher de Fases" fez sucesso com público feminino


Raimundos: Canisso relembra fase pós-Raimundos



Sobre Luis Fernando Ribeiro

Apaixonado por música, cinema, escrita, literatura e pela zoeira infinita. Inserido no mundo da música pesada em 2004 com Destruction, Metallica e Blind Guardian, quando ainda se compartilhava música através de fitas K7.

Mais matérias de Luis Fernando Ribeiro.