Grave Digger: Metal germânico empolgando a noite de POA

Resenha - Grave Digger (Beco, Porto Alegre, 30/05/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Zé Henrique
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Após 10 anos, desde a última visita do GRAVE DIGGER na capital gaúcha, a noite fria de 30/05/13 recebe novamente o "coveiro" alemão, mas com o privilégio de ser plugado, e não acústico como na capital paulista. Por problemas de logística a SCELERATA, não abriria mais o show, uma lástima, pois tem um excelente desempenho e muitos fãs que gostariam de ter presenciado sua apresentação.

Hellish War: banda brasileira de heavy lança o álbum Wine Of GodsSlash: Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vício

Fotos por Liny Rocks
https://www.facebook.com/photoslinyrocks

Pontualmente às 20h, as luzes do palco do Beco se apagaram, e o quinteto sobe ao palco, o tradicional mascote com seu traje clássico, capa e capuz negros, com uma máscara de caveira, lembrando a figura sombria da morte, muito bem representado por Hans Peter "H.P." Katzenburg (teclado), Alex Ritt (guitarra), Stefan Arnold (bateria), Jens Becker (baixo) e por último o carismático líder, Chris Boltendahl (vocal). Dando início ao espetáculo marcado por vocal grave, rasgado e riffs pesados, a faixa título do último álbum "Clash of the Gods" (2012), seguindo com "Death Angel & The Grave Digger" e "Hammer of the Scots".

No primeiro contato com o público, Chris Boltendahl (vocal) saudou os presentes e relembrou que faziam exatos 10 anos que o DIGGER não tocava em Porto Alegre, e que era muito tempo, assim, com seu carisma e simpatia, ganhou o publico de vez. Destaque para o semblante de alegria e satisfação estampado em cada um dos alemães que tocaram com ainda mais paixão, a cada música a ser executada para os poucos mais de 300 presentes, sendo assim completamente gratificante para ambos, a apresentação para quem realmente compareceu por curtir de verdade a banda.

A atmosfera oitentista, característica do metal do GRAVE DIGGER seguiu durante todo o set, e a cada canção os fãs cantavam junto e vibravam em sintonia com os cinco no palco. A noite segue com músicas como "Medusa" e "Excalibur", muito bem representadas e potencializadas por Alex Ritt (guitarra), que está na banda há apenas 4 anos, mostrando que veio para ficar definitivamente.

Partindo para o fim da apresentação, mandam "The dark of the Sun", "Home at last", finalizaram com a clássica "Rebellion", deixando o palco com os fiéis gritando: "Olê olê olê olê Digger! Digger! Para o retorno ao palco, "Highland Farewell" e por fim a hora da canção marcante dos anos 80, capaz de fazer todos "banguearem" com seus riffs empolgantes e simples, encerraram com a eterna do primeiro disco "Heavy Metal Breakdown", uma verdadeira celebração ao metal, música certa para terminar o show, injetando em cada headbanger presente uma felicidade indescritível.

O GRAVE DIGGER mais uma vez deixa sua marca nos gaúchos, com seu heavy metal germânico tradicional da melhor qualidade. Resta-nos apenas esperar que eles não levem mais dez anos para retornarem a Porto Alegre.

SET LIST:

. Charon (Fährmann des Todes)
. Clash of the Gods
. Death Angel & the Grave Digger
. Hammer of the Scots
. Ballads of a Hangman
. The House
. Killing Time
. Medusa
. Excalibur
. The Reaper / Baphomet / We Wanna Rock You
. Knights of the Cross
. The Round Table (Forever)
. The Dark of the Sun
. Home at Last
. Rebellion (The Clans Are Marching)

. Highland Farewell
. Heavy Metal Breakdown


Outras resenhas de Grave Digger (Beco, Porto Alegre, 30/05/2013)

Grave Digger: review de show em POA no All That Metal




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Grave Digger"Todas as matérias sobre "Scelerata"


Hellish War: banda brasileira de heavy lança o álbum Wine Of Gods

Metal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.comMetal Alemão
As 10 melhores bandas segundo o About.com

Capas: as 10 mais bonitas lançadas em 2014 eleitas por blogCapas
As 10 mais bonitas lançadas em 2014 eleitas por blog

Grave Digger: Ozzy foi a pior performance que vi na minha vidaGrave Digger
Ozzy foi a pior performance que vi na minha vida


Slash: Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vícioSlash
Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vício

Megadeth: Magia negra arruinou minha vida, diz MustaineMegadeth
"Magia negra arruinou minha vida", diz Mustaine

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1981Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1981

Separados no nascimento: Dave Mustaine e Mika HakkinenRoadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadoraBeatles: John Lennon homenageado com cratera em MercúrioRock: Ele morreu? Slash responde!

Sobre Zé Henrique

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.