Grave Digger: Metal germânico empolgando a noite de POA

Resenha - Grave Digger (Beco, Porto Alegre, 30/05/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Zé Henrique
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Após 10 anos, desde a última visita do GRAVE DIGGER na capital gaúcha, a noite fria de 30/05/13 recebe novamente o “coveiro” alemão, mas com o privilégio de ser plugado, e não acústico como na capital paulista. Por problemas de logística a SCELERATA, não abriria mais o show, uma lástima, pois tem um excelente desempenho e muitos fãs que gostariam de ter presenciado sua apresentação.

5000 acessosO Suprassumo do Superestimado: os 11 mais (ou menos) nacionais5000 acessosSpike: os sete piores solos de guitarra

Fotos por Liny Rocks®
https://www.facebook.com/photoslinyrocks

Pontualmente às 20h, as luzes do palco do Beco se apagaram, e o quinteto sobe ao palco, o tradicional mascote com seu traje clássico, capa e capuz negros, com uma máscara de caveira, lembrando a figura sombria da morte, muito bem representado por Hans Peter “H.P.” Katzenburg (teclado), Alex Ritt (guitarra), Stefan Arnold (bateria), Jens Becker (baixo) e por último o carismático líder, Chris Boltendahl (vocal). Dando início ao espetáculo marcado por vocal grave, rasgado e riffs pesados, a faixa título do último álbum “Clash of the Gods” (2012), seguindo com “Death Angel & The Grave Digger” e “Hammer of the Scots”.

No primeiro contato com o público, Chris Boltendahl (vocal) saudou os presentes e relembrou que faziam exatos 10 anos que o DIGGER não tocava em Porto Alegre, e que era muito tempo, assim, com seu carisma e simpatia, ganhou o publico de vez. Destaque para o semblante de alegria e satisfação estampado em cada um dos alemães que tocaram com ainda mais paixão, a cada música a ser executada para os poucos mais de 300 presentes, sendo assim completamente gratificante para ambos, a apresentação para quem realmente compareceu por curtir de verdade a banda.

A atmosfera oitentista, característica do metal do GRAVE DIGGER seguiu durante todo o set, e a cada canção os fãs cantavam junto e vibravam em sintonia com os cinco no palco. A noite segue com músicas como “Medusa” e ”Excalibur”, muito bem representadas e potencializadas por Alex Ritt (guitarra), que está na banda há apenas 4 anos, mostrando que veio para ficar definitivamente.

Partindo para o fim da apresentação, mandam ”The dark of the Sun”, ”Home at last”, finalizaram com a clássica “Rebellion”, deixando o palco com os fiéis gritando: “Olê olê olê olê Digger! Digger! Para o retorno ao palco, “Highland Farewell” e por fim a hora da canção marcante dos anos 80, capaz de fazer todos “banguearem” com seus riffs empolgantes e simples, encerraram com a eterna do primeiro disco “Heavy Metal Breakdown”, uma verdadeira celebração ao metal, música certa para terminar o show, injetando em cada headbanger presente uma felicidade indescritível.

O GRAVE DIGGER mais uma vez deixa sua marca nos gaúchos, com seu heavy metal germânico tradicional da melhor qualidade. Resta-nos apenas esperar que eles não levem mais dez anos para retornarem a Porto Alegre.

SET LIST:

• Charon (Fährmann des Todes)
• Clash of the Gods
• Death Angel & the Grave Digger
• Hammer of the Scots
• Ballads of a Hangman
• The House
• Killing Time
• Medusa
• Excalibur
• The Reaper / Baphomet / We Wanna Rock You
• Knights of the Cross
• The Round Table (Forever)
• The Dark of the Sun
• Home at Last
• Rebellion (The Clans Are Marching)

• Highland Farewell
• Heavy Metal Breakdown

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Grave Digger (Beco, Porto Alegre, 30/05/2013)

457 acessosGrave Digger: review de show em POA no All That Metal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Grave Digger"

Grave DiggerGrave Digger
Ozzy foi a pior performance que vi na minha vida

Kai HansenKai Hansen
Escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha

CapasCapas
As 10 mais bonitas lançadas em 2014 eleitas por blog

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Grave Digger"0 acessosTodas as matérias sobre "Scelerata"

Os 11 mais (ou menos)Os 11 mais (ou menos)
O Suprassumo do Superestimado

SpikeSpike
Os sete piores solos de guitarra

Heavy MetalHeavy Metal
Cinco discos necessários dos anos setenta

5000 acessosAxl Rose: sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley5000 acessosLuxúria: uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história5000 acessosCorey Taylor: "não comprem a playboy da Lindsay Lohan"5000 acessosHeavy Metal: 10 vídeos involuntariamente engraçados5000 acessosMastodon: veja fotos do casamento de Brent Hinds com brasileira4003 acessosAxl Rose: vocalista critica policia de Utah por morte de cachorro

Sobre Zé Henrique

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online