Matérias Mais Lidas

Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Rock In Rio
Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

Eddie Van Halen: ele fez vários fãs queimarem amplificadores ao mentir sobre truqueEddie Van Halen
Ele fez vários fãs queimarem amplificadores ao mentir sobre truque

Angra: banda anuncia turnê para comemorar os 20 anos do clássico RebirthAngra
Banda anuncia turnê para comemorar os 20 anos do clássico "Rebirth"

Jon Bon Jovi: veja-o cantar Here Comes the Sun, hit dos Beatles, na posse de BidenJon Bon Jovi
Veja-o cantar "Here Comes the Sun", hit dos Beatles, na posse de Biden

Thin Lizzy: você sabe pronunciar o nome de Phil Lynott?Thin Lizzy
Você sabe pronunciar o nome de Phil Lynott?

Guns N' Roses: a famosa trilogia de clipes do grupoGuns N' Roses
A famosa trilogia de clipes do grupo

Kerrang: do grunge ao death metal, 20 álbuns clássicos que farão 30 anos em 2021Kerrang
Do grunge ao death metal, 20 álbuns clássicos que farão 30 anos em 2021

Pantera: e se Vulgar Display Of Power fosse gravado pelo Metallica?Pantera
E se "Vulgar Display Of Power" fosse gravado pelo Metallica?

Iron Maiden: vaquinha para ajudar Paul Di'Anno a fazer cirurgia ainda não atingiu 25%Iron Maiden
Vaquinha para ajudar Paul Di'Anno a fazer cirurgia ainda não atingiu 25%

Ultimate Classic Rock: 81 álbuns essenciais que completam 40 anos em 2021Ultimate Classic Rock
81 álbuns essenciais que completam 40 anos em 2021

New Radicals: a pedido de Biden, reunidos e tocando seu maior hit na posse; vejaNew Radicals
A pedido de Biden, reunidos e tocando seu maior hit na posse; veja

Dave Grohl: ele ficou chocado ao ver Lemmy com cueca bizarra em um apartamento nojentoDave Grohl
Ele ficou chocado ao ver Lemmy com cueca bizarra em um apartamento nojento

Greta Van Fleet: Robert Plant odeia aquele vocalistaGreta Van Fleet
Robert Plant "odeia" aquele vocalista

Lista: 15 covers gravados pelas bandas do Big Four do thrash metalLista
15 covers gravados pelas bandas do Big Four do thrash metal

Rock in Rio 2021: produção aposta em 50% da população vacinada até festival rolarRock in Rio 2021
Produção aposta em 50% da população vacinada até festival rolar


Matérias Recomendadas

Raul Seixas: Em carta psicografada, o alerta sobre a Sociedade Alternativa e as drogas?Raul Seixas
Em carta psicografada, o alerta sobre a Sociedade Alternativa e as drogas?

Homossexualidade: 5 nomes da cena rock/metal que assumiramHomossexualidade
5 nomes da cena rock/metal que assumiram

Axl Rose: ele é um fracassado, diz mulher de SlashAxl Rose
"ele é um fracassado", diz mulher de Slash

Sílvio Santos: The Number Of The Beast em ritmo de festaSílvio Santos
"The Number Of The Beast" em ritmo de festa

Megadeth: O recadinho provocante da vocalista do HuntressMegadeth
O recadinho provocante da vocalista do Huntress

Tunecore
Malvada
Dead Daisies

Yes: em Brasília, a master class de progressivo

Resenha - Yes (Nilson Nelson, Brasília, 19/05/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maurício Gomes Angelo
Enviar Correções  

O YES é a definição do que se convencionou chamar de "progressivo sinfônico". Depois de 45 anos de estrada, combalidos pelo tempo, a banda se mantém em pé e bem. O progressivo, em si, ainda sobrevive dos seus dinossauros e, em outra ponta, das bandas atuais geralmente calcadas no metal e/ou extremamente experimentais, misturando vários gêneros do prog, nenhuma, no entanto, a alcançar um reconhecimento sequer mediano de popularidade no mundo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se lá nos anos 60 e principalmente 70 o progressivo dominou boa parte dos holofotes da música, o YES foi uma das peças centrais nisso. Seus 8 discos lançados na década de 70 são um testemunho do talento e da produção incansável de uma das formações mais clássicas do rock: Jon Anderson, Chris Squire, Rick Wakeman, Bill Bruford (e logo depois Alan White) e Steve Howe. Nesta turnê no Brasil Anderson foi substituído por Jon Davison, que busca reproduzir fielmente o estilo e os vocais de Anderson, tendo muita competência pra isso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E que privilégio é ver Squire, White e Howe ali no palco. Geoff Dowes, que substitui Wakeman, um dos responsáveis por tornar o YES o que é, um dos tecladistas mais megalomaníacos e talentosos da história do rock, não compromete em nenhum momento. Depois de inúmeras idas e vindas, Wakeman deixou o YES pela última vez em 2008.

Mas aí você tem uma reunião de gênios no que fazem interpretando 3 dos maiores discos do prog: "Close To The Edge", símbolo máximo, obra-prima absoluta, inclusive considerado pela comunidade Prog Archives (talvez a maior referência em prog na web) o maior disco de progressivo de todos os tempos e outras duas belezuras "Going For The One" e "The YES Album".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E ali, quando o show começa, ainda febril e doente, lembro porquê, apesar da minha "pouca idade" (risos) sempre fui um fanático por progressivo desde que me entendo por gente. Nunca me decepcionei ao ver esses dinossauros no palco. Nunca foi deprimente ou forçado. Ao contrário. O progressivo, essa mistura pretensiosa de "rock", que de "rock" tem muito pouco, "acentos clássicos e sinfônicos", "jazz" e muito "experimentalismo" – o excesso de aspas denota o quanto o estilo guarda uma exclusividade característica, uma poliritmia de sentidos e orientações – é um mundo em si. E o YES é um dos seus mestres.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Close To The Edge", em seus 38 minutos, é a essência da banda. A faixa-título é um testamento. E o público delira, naturalmente. Um bom público, diga-se, para os padrões de Brasília. Arriscaria pelo menos umas 5 mil pessoas no Nilson Nelson. Talvez mais. O som, ainda que longe da perfeição – e nunca será, num ginásio – estava bem aceitável, melhor que muitos outros shows que já vi ali.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Going For The One", que já começa num quase "hard rock", puxa as coisas para outro clima, outro tipo de construção, mostrando especialmente a capacidade de Howe e da "cozinha completa" em se aventurar no que bem entendem. Depois do intervalo, "The Yes Album" volta no tempo, de 77 para 71 e dá outra visão da crueza burilada dos anos iniciais da banda. Este disco é o primeiro que revela realmente as intenções do grupo, toda sua pretensão (justificada) e sua capacidade. Como um colega afirmou no Prog Archives:

Opening on the almost 10-mins Yours is No Disgrace, a track that will become the first Yes epic that is loved by fans and still played nowadays, as is most of this album. Right from the first guitar notes, Howe shows the why of his hiring, and the show goes on with the amazing acoustic guitar solo piece of The Clap, a Django Reinhardt live-extravaganza. Another uber-Yes classic the 9-mins+ three-part Starship Trooper fills the rest of this first flawless side of vinyl, where Tony Kaye’s organ flies forward because of Howe’s more versatile nature.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O bis vem com a inevitável "Roundabout", o "hit" da banda nos bicudos anos 80 para o progressivo, o AOR (Adult Oriented Rock) do YES, o rock melódico (Antena 1, manja?) do grupo. Se os anos 80 destruíram a dignidade e o talento de muitos do prog, o YES conseguiu passar por eles conservando alguma vergonha. Como não poderia deixar de ser, "Roundabout" é um AOR temperado com o jeito YES de ser e é boa pra caramba.

Delírio total de um público privilegiado e a certeza de que ver bandas assim ao vivo é uma experiência sempre renovadora, sempre "transcendente".