Scorpions: fãs em êxtase no Credicard Hall de São Paulo

Resenha - Scorpions (Credicard Hall, São Paulo, 21/09/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Kalil Restivo
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Às 22:05 as luzes se apagaram e cenas de um festival estadunidense que ocorreu em 1983 que foram reproduzidas nos telões deram início ao show que foi aberto com "Sting in The Tail", do álbum homônimo lançado em 2010.

1429 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's5000 acessosPensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal: Aleister Crowley

Fotos: Histembergh Fernandes e Mariana Noé

Dos álbuns "Animal Magnetism" e "Lovedrive" vieram as músicas "Make it Real" e "Is There Anybody There?". "The Zoo" animou o público que lotava o Credicard Hall, que logo em seguida ouviu a bela música instrumental "Coast To Coast". Klaus Meine volta ao palco como vocalista para a execução de "Loving You Sunday Morning".

A banda faz uma pausa para conversar com o público e Klaus diz que o Brasil é muito especial, e que sua primeira passagem por aqui ocorreu há muito tempo e devido à presença de muitos jovens na plateia perguntou quem acompanhou o show da banda no Rock in Rio de 1985. Após essa interação com o público o vocalista diz que acredita que o melhor ainda está por vir ("The Best Is Yet To Come"), introduzindo a música seguinte que emocionou todos os presentes.

As baladas "Send me an Angel" e "Holiday" fizeram com que o público que lotava a casa as cantasse a plenos pulmões do início ao fim.

O vocalista Klaus Meine perguntou à plateia se ela estava pronta para o rock, pois ele havia sido criado para o rock, introduzindo assim a música "Raised on Rock" que precedeu "Tease Me, Please Me" e "Hit Between the Eyes".

Durante o Kottak Attack James Kottak mostrou o porquê é um dos melhores e mais queridos bateristas. Durante o solo várias imagens do baterista e várias capas de álbuns eram mostradas nos telões, fazendo referência a várias fases da banda. No final do seu solo Kottak fez o tradicional duelo lado direito x lado esquerdo e fez "caretas" para esse último que não correspondeu às suas "expectativas".

"Blackout" agitou os quase 7 mil presentes no Credicard Hall, Um fato que chamou a atenção durante a execução desta música foi a guitarra que soltava fumaça de Rudolf Schenker e sua máscara que imita a capa do álbum homônimo.

Matthias Jabs fez um virtuoso solo, o "Six String Sting" que precedeu "Big City Nights" que foi a última música antes do tradicional bis.

A banda voltou para tocar "Still Loving You" e "Wind of Change", ambas cantadas em uníssono pelo público presente.

"No One Like You" e o hino "Rock You Like a Hurricane" fecharam a apresentação com chave de ouro. Antes de a banda se despedir e agradecer ao público, Klaus Meine pegou uma bandeira do Brasil e se enrolou nela, deixando os paulistanos em êxtase.

Agora paira a dúvida, foi esta a última apresentação da banda em terras brasileiras?

Setlist:
1.Sting In The Tail
2.Make It Real
3.Is There Anybody There?
4.The Zoo
5.Coast To Coast
6.Loving You Sunday Morning
7.The Best Is Yet To Come
8.Send Me An Angel
9.Holiday
10.Raised On Rock
11.Tease Me, Please Me
12.Hit Between The Eyes
13.Kottak Attack
14.Blackout
15.Six String Sting
16.Big City Nights
Bis:
17.Still Loving You
18.Wind Of Change
19. No One Like You
20.Rock You Like A Hurricane

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Scorpions (Credicard Hall, São Paulo, 21/09/2012)

2424 acessosScorpions: a banda já galgou a imortalidade

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MudançasMudanças
10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discos

1429 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's1766 acessosScorpions: como surgiu a ideia de fazer turnê com o Megadeth1510 acessosAccept: "Nós deixamos as baladas para o Scorpions" diz Wolf0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Scorpions"

20072007
15 discos de rock/metal que completam 10 anos de lançamento

NovelasNovelas
Outros 10 clássicos do Rock que a Globo popularizou

Músicas RuinsMúsicas Ruins
Blog elege piores de grandes bandas do Rock/Metal

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Scorpions"

Aleister CrowleyAleister Crowley
Um dos pensadores que inspiraram o Heavy Metal

Iron MaidenIron Maiden
Nicko McBrain fala sobre sua conversão ao cristianismo

SlipknotSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

5000 acessosAs regras do Thrash Metal5000 acessosFotos de Infância: Arch Enemy5000 acessosVH1: 100 melhores músicas de hard rock de todos os tempos5000 acessosGuns N' Roses: transtorno bipolar, a doença de Axl Rose5000 acessosLinkin Park: Bennington fala sobre alcoolismo e abuso na infância5000 acessosVirais true: vídeos sobre Rock e Heavy Metal que bombaram em 2012

Sobre Kalil Restivo

Kalil F. Restivo Simão é um paulistano de 16 anos que cursa o Ensino Médio. Começou a ouvir rock por influência do pai, e através dele se tornou fãnático por Scorpions, Ozzy, Megadeth e AC/DC. Também acompanha o trabalho de grupos como Salário Mínimo, Kiss, Guns n' Roses, Iron Maiden, Judas Priest e Motörhead. Tem como ídolos James Kottak, Zakk Wylde e Ozzy Osbourne. O autor pode ser seguido no twitter: @kalilrestivo.

Mais matérias de Kalil Restivo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online