Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu se garante e não retira uma palavra do que disse sobre Di'Anno e Iron Maiden

imagemBruno Valverde diz que preconceito contra ele veio mais da igreja do que dos metaleiros

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemGeezer Butler, Heavy Metal e a clássica canção do Black Sabbath inspirada por Jesus

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemComo foram os últimos meses de Renato Russo e a causa da sua morte

imagemAC/DC: Angus Young recorda como fazia para ouvir rock em seus tempos de garoto

imagemHelloween divulga vídeo de "Best Time", com participação de Alissa White-Gluz

imagemIron Maiden: Bruce fala sobre groupies; "parei de transar com elas quando me apaixonei"

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemIggor Cavalera manda ver em "Dead Embryonic Cells" ao vivo; confira drumcam

imagemTobias Forge, do Ghost, diz que ABBA deveria receber um Prêmio Nobel


Stamp

Ed Kowalczyk: Mostrando os sucessos do Live em Porto Alegre

Resenha - Ed Kowalczyk (Opinião, Porto Alegre, 03/07/2011)

Por Paulo Finatto Jr.
Em 07/07/11

Por mais que o LIVE tenha encerrado as suas atividades em 2009, o conflito do ex-vocalista ED KOWALCZYK com os demais integrantes do conjunto não colocou um ponto final na história da banda. De um lado, o grupo retomou a sua trajetória de sucesso e promete um novo disco para muito em breve. De outro, ED KOWALCZYK vem investindo pesado em sua carreira solo. O cantor norte-americano, que soltou recentemente o debut "Alive" (2010), não visitou no último domingo a capital gaúcha apenas para mostrar os principais destaques da sua nova empreitada, mas para igualmente recordar os grandes sucessos da sua ex-banda.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Fotos: Liny Rocks (http://www.flickr.com/linyrocks)

Com o Opinião até que bem cheio, sobretudo para o fim de semana que registrou as temperaturas mais baixas na história recente da capital gaúcha, precisamente às 22h20 ED KOWALCZYK iniciou o seu show para um público que ocupava boa parte da pista em frente ao palco. A introdução – uma espécie de canto gregoriano – criou o clima perfeito para a abertura do espetáculo, com a música "All Over You", provavelmente um dos maiores sucesso do LIVE. Com o público na mão desde o início da noite, o cantor norte-americano esbanjou simpatia e soube dosar na medida certa as músicas do seu primeiro álbum independente com os clássicos do seu ex-grupo que todos os fãs queriam ver e ouvir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Embora seja acompanhado por uma banda muito competente, formada por James Gabbie (guitarra), Christopher Heerlein (baixo) e Ramy Antoun (bateria), ED KOWALCZYK é, sem sombra de dúvidas, o maior destaque do conjunto. Não só a sua simpatia é capaz de conquistar os fãs. A sua voz, que permanece praticamente intacta mesmo após duas décadas de shows pelo mundo inteiro, é determinante para a qualidade da apresentação comandada pelo cara. Depois de "The Great Beyond", uma das poucas retiradas do seu álbum solo, o repertório evidenciou outros clássicos do LIVE, como "The Distance" e "Selling the Drama", que foi bastante ovacionada pelos presentes após a sua execução. Na sequência, a cadenciada "Drink (Everlasting Love)" mostrou que a empreitada independente de ED KOWALCZYK possui muito fôlego e bom gosto para seguir adiante.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Por misturar muito do rock básico às melodias mais animadas do pop, o espectro de admiradores de ED KOWALCZYK – e consequentemente da sua ex-banda – é muito amplo e diversificado. Por isso, a plateia, curiosamente constituída por pessoas de várias idades, aplaudiu a recente "Drive" antes de cantar junto com o artista aquilo que foi o grande ápice da noite: a faixa "The Dolphin’s Cry". Para quem achou que o espetáculo perderia o pique após a música mais imponente do repertório, depois da novata "Stand" ED KOWALCZYK dedicou a bonita "Heaven" para as mulheres da audiência. O público acompanhou o vocalista mais uma vez e comprovou que o legado da ex-banda de ED KOWALCZYK permanece ainda vivo e vitorioso.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

No entanto, o show perdeu um pouco do seu pique quando o repertório abriu margem para que outras músicas de "Alive" (2010) aparecessem com destaque. Por mais que o disco mereça os melhores adjetivos possíveis, muitos dos presentes pareciam desconhecer completamente o que ED KOWALCZYK produziu após deixar o LIVE cerca de três anos atrás. A prova disso foi que "Grace" – mesmo com o rótulo de primeiro single do álbum solo – animou pouco a plateia gaúcha, mais ou menos como a pesada "White Discussion" (do LIVE) deixou igualmente a desejar. Para encerrar a primeira parte do espetáculo, o cantor norte-americano comandou o público, que cantava e estendida os braços para cima, em "I Alone", outro hit absoluto do seu ex-grupo.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

De volta para o primeiro bis, o vocalista ainda possuía na manga diversos sucessos do LIVE que foram executados praticamente um após o outro, com apenas um intervalo para duas faixas de "Alive" (2010). No entanto, a resposta conquistada por "Pain Lies on the Riverside" se sobressaiu as demais, como na balada "Overcome" e na rocker "Lakini’s Juice", que chegou a ser cantada pelos fãs mais devotos de ED KOWALCZYK. Na sequência, "Lightning Crashes" precedeu as novatas "Just in Time" e "Zion". O encerramento do espetáculo aconteceu com as esperadas (e extremamente bonitas) "The Beauty of Grey" e "Dance with You".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Na sua despedida, ED KOWALCZYK exibiu um sincero agradecimento ao público gaúcho que compareceu e vibrou muito durante o show, sobretudo durante os principais hits do LIVE. De certo modo, esperava-se uma audiência maior e mais envolvida com aquilo que o cantor representou (e representa) para o rock contemporâneo. Porém, os que compareceram ao Opinião certamente não se decepcionaram com o show comandado pelo ex-vocalista do LIVE.

Set-list:

01. All Over You
02. The Great Beyond
03. The Distance
04. Selling the Drama
05. Drink (Everlasting Love)
06. Drive
07. The Dolphin’s Cry
08. Stand
09. Heaven
10. Grace
11. White Discussion
12. I Alone
13. Pain Lies on the Riverside
14. Overcome
15. Lakini’s Juice
16. Lightning Crashes
17. Just in Time
18. Zion
19. The Beauty of Grey
20. Dance with You

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre

Mais matérias de Paulo Finatto Jr..