Dragonforce: ótimo show para um publico seleto

Resenha - Dragonforce (Carioca Clube, São Paulo, 08/11/2009)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: Ponto ZerØ Blog
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Devido ao difícil acesso, pelo menos para nós do Ponto ZerØ, não conseguimos chegar ao Carioca Clube a tempo de assistir ao show do Burning Christmas. A banda de de Power Metal Melódico de Guarulhos (SP), que divulga seu recém lançado álbum "The Last Symphony" (2009), foi a responsável para abrir o show do DRAGONFORCE!

Dragonforce: ouça novo single da banda, "Heart Demolition"Raimundos: O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da banda

Logo que entramos no Carioca Club, as cortinas se abriram para o inicio do show do DRAGONFORCE. A música que abriu o show foi "Heroes of Our Time", primeira música do álbum "Ultra Beatdown" de 2008, que agitou a galera que cantava junto com o vocalista Zp Theart. Durante a execução da música podemos perceber que a casa não estava lotada, talvez devido aos festivais que ocorreram no mesmo fim de semana que o show da banda em São Paulo. Mas durante o show o público foi chegando, bem seleto, só com fãs do DRAGONFORCE.

"Operation Ground and Pound" e "Fury of the Storm" foram as próximas e podemos ter idéia de quanto a banda tem evoluído com o passar dos anos, com uma boa presença de palco e entrosamento de seus integrantes, em especial dos guitarristas Herman Li e Sam Totman, que fizeram parte do DEMONIAC, uma das maiores bandas de black metal da Nova Zelândia, que fazem duelos de guitarras em quase todas as músicas. "Black Winter Night" e "Starfire" são as próximas, ambas do primeiro álbum da banda, "Valley Of The Damned", lançado em 2003.

Vêm "Reasons to Live", mais uma música do novo álbum "Ultra Beatdown", seguida por "Soldiers of the Wasteland" e "The Last Journey Home". Não podemos deixar de destacar o guitarrista Herman Li com toda sua técnica e seus solos rápidos. Li é um dos principais integrantes da banda e tem uma ótima presença de pálco. "Valley of the Damned", também do primeiro álbum da banda, encerra a primeira parte do show.

Após uma pequena pausa o vocalista Zp Theart retornou ao palco para anunciar a próxima música, "My Spirit Will Go On". Destaque para o baixista Frédéric Leclercq e o baterista Dave Mackintosh, que completam a cozinha da banda. Logo após o termino desta música, talvez a parte mais esperada do show, a execução de "Through the Fire and Flames", considerada a música mais difícil do jogo Guitar Hero III: Legends of Rock, cantada em uníssono por todos que compareceram no Carioca Club.

O DRAGONFORCE fez um ótimo show para um publico seleto, que estava ali esperando um bom desempenho da banda e teve um resultado satisfatório. Nós agradecemos a Dark Dimensions, por nos conceder as credenciais e aproveitamos para parabenizar pela ótima iniciativa de trazer sempre bons shows para o Brasil.

1. Heroes of Our Time
2. Operation Ground and Pound
3. Fury of the Storm
4. Black Winter Night
5. Starfire
6. Reasons to Live
7. Revolution Deathsquad
8. Soldiers of the Wasteland
9. The Last Journey Home
10. Valley of the Damned

Encore:
11. My Spirit Will Go On
12. Through the Fire and Flames




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Dragon Force"


Dragonforce: ouça novo single da banda, "Heart Demolition"DragonForce: Baixista Frédéric Leclercq deixa a banda

Dragonforce: banda revela detalhes do próximo álbumDragonforce
Banda revela detalhes do próximo álbum

Metalhammer: 10 ridículos anúncios no Heavy MetalMetalhammer
10 ridículos anúncios no Heavy Metal

Guitarras: as 15 músicas mais complicadas para tocarGuitarras
As 15 músicas mais complicadas para tocar

Ultimate Guitar: 12 bandas que nunca mudamUltimate Guitar
12 bandas que nunca mudam


Raimundos: O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da bandaRaimundos
O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da banda

Steven Tyler: Há álbuns que prefiro esquecerSteven Tyler
"Há álbuns que prefiro esquecer"

Guns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da bandaGuns N' Roses
Funkeiro assassina clássico máximo da banda

Black Sabbath: os vocalistas misteriosos da bandaSeparados no nascimento: Synyster Gates e Luan SantanaAutismo: rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismoGuns N' Roses: vídeo conta história da banda em 60 segundos