Matérias Mais Lidas

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemEddie aparece em versão samurai no primeiro show do Iron Maiden em 2022; veja foto

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemJen Majura disse que sair do Evanescence não foi decisão dela e recebe apoio dos fãs

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden tocou no primeiro show de 2022

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemSentado em cadeira de rodas, Paul Di'Anno faz primeiro show em sete anos

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemVeja Iron Maiden tocando músicas do "Senjutsu" pela primeira vez ao vivo

imagemAndre Matos sempre foi de esquerda e reprovaria governo atual, diz irmão do maestro

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park


Stamp

Martin e Kotzen: Valeu esperar que alguém os trouxesse para o Rio

Resenha - Eric Martin e Richie Kotzen (Bar do Tom, Rio de Janeiro, 29/09/2007)

Por Denyze Moreira
Em 26/10/07

Um show dessa natureza só poderia se traduzir em grande expectativa e grande ansiedade. E assim foi. Marcado para abrir as portas às 20hs, o Bar do Tom viu uma fila se formar e dobrar o quarteirão em questão de minutos, que se transformaram em horas. A casa realmente abriu para os aproximadamente 500 fãs depois das 21hs, quando teoricamente se iniciaria o show, que só foi começar mesmo depois das 22hs. E valeu esperar!

Fotos: Denyze Moreira

Foto da chamada: Carolina Oliveira (do Show de São Paulo)

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Eric Martin pisou no palco com talvez a melhor música para levantar qualquer ânimo e justificar qualquer atraso – "Daddy, Brother, Lover, Little Boy", acompanhada estrofe por estrofe pelo público que mal podia se conter de tanta felicidade. Problemas de som à parte, o show de Martin pontuou momentos de carreira solo e grandes sucessos do Mr. Big, sempre sob fortes e longos aplausos.

Eric Martin é um artista completo – canta, toca guitarra, conversa com o público, faz graça sobre os eventuais problemas técnicos, enfim tudo o que o fã gosta de ver. E sempre muito bem-humorado e satisfeito por ver o trabalho dele tão bem reconhecido e aprovado. Durante todo o seu show, Martin mostrou que não estava ali meramente cumprindo contrato – ele estava curtindo o próprio show. Dentre os muitos sucessos, "To Be With You" estava lá para provar que todos haviam feito a lição de casa, com Eric emocionado e quase sem acreditar que um bar em pleno Leblon, numa cidade onde ele nunca havia estado antes, sabia cantar – não só essa – mas todas as músicas inteiras. Eric se despediu com "Colorado Bulldog" e a promessa de retorno, que já é muito aguardado.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Ansiedade 50% sanada para o início do show daquele que detém uma larga e eclética legião de fãs, desde jazzistas a fãs de Poison, passando por aprendizes e profissionais de guitarra. Richie Kotzen subiu ao palco debaixo de flashes e câmeras de um público descontroladamente feliz em vê-lo e cantando o seu mais recente sucesso, "Go Faster". Dizer o que Richie faz com sua Fender Stratocaster chega a ser insuficiente, frente a técnica e o feeling que ele traduz em notas, tanto na guitarra quanto na voz, outra característica extremamente marcante do guitarrista. O show de Richie Kotzen foi todo baseado em sentimento, mesmo para aqueles que não conhecem tanto sobre guitarra ou seus trabalhos mais discretos. O set list, cercado de mistério pela produção, foi marcado por músicas realmente intimistas, como "Faith" e "High" e de conhecimento restrito ao fãs mais fiéis. Comoção mesmo aconteceu em "Fire and Ice" que, teoricamente, não estava programada para fazer parte do set e que foi praticamente à "capella" com o público. Solos de improviso emocionantes como pouco se vê por aqui, sempre fortemente aplaudidos. Richie saiu do palco e retornou para mais duas músicas – "You Can’t Save Me", que arrancou aplausos e assovios de todos, e "Doin’ What The Devil Says To Do", para então chamar ao palco Eric Martin para a dobradinha que todos aguardavam, com "Shine" e "30 days in the hole", para histeria geral.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Valeu a pena esperar que alguém – no caso a Headbanger (loja carioca) - os trouxesse para o Rio e agora é torcer por um breve retorno.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Veja Adrian Smith cantar Wasted Years, do Iron Maiden, com Kotzen e músicos do BrasilVeja Adrian Smith cantar "Wasted Years", do Iron Maiden, com Kotzen e músicos do Brasil

Bruno Valverde e Julia Lage farão tour com Adrian Smith e Richie KotzenBruno Valverde e Julia Lage farão tour com Adrian Smith e Richie Kotzen


Richie Kotzen: suas influências, Mr Big, projetos, e mais

Richie Kotzen: a conturbada passagem do músico pelo Mr. Big

Richie Kotzen: dez álbuns que mudaram sua vida