Barnes fala sobre possível reunião do Cannibal Corpse

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho, Fonte: Blabbermouth.net
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 28/06/05. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O site MetalRules.com conduziu recentemente uma entrevista com o atual vocalista do SIX FEET UNDER e ex-CANNIBAL CORPSE, Chris Barnes, que afirmou ser muito difícil no momento uma volta a sua ex-banda. Confira os principais trechos do bate-papo logo a seguir ou clique aqui para conferir a entrevista, em inglês, na íntegra:

3027 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa5000 acessosGibson: os 50 melhores covers da história do rock

Metal-Rules.com — Você mencionou aspectos negativos e algumas pessoas que criticaram quando você disse que “13” seria o seu “Reign Blood”.

Chris Barnes — Eu disse que possivelmente este seria nosso “Reign Blood”, mas eu não quis dizer que ele soaria ou mesmo seria como este álbum. As pessoas interpretaram errado o que eu disse porque há muita gente por aí que interpreta as coisas apenas de um lado. São essas mesmas pessoas que realmente adoraram, amaram mesmo o filme “Independence Day” [risos].

Metal-Rules.com — Quando o Cannibal Corpse lançou um box-set há cerca de dois anos, eles o consultaram? Você teve alguma coisa a ver com o que foi colocado lá?

Chris Barnes — Sim, definitivamente. Eles tinham que ter a minha permissão e tudo mais naquele material todo. Eu contribuí mais no primeiro vídeo nosso que fui incluído lá.

Metal-Rules.com — A relação sua com o restante da banda continua separada daqueles caras? Há alguma chance de vê-los em um palco novamente?

Chris Barnes — Não, cara. Todas as vezes que nos encontramos, rimos e nos divertimos. Ninguém trata o outro mal mais. Tudo são águas passadas agora, mas quanto a estarmos juntos acho que isso não vai rolar.

Metal-Rules.com — Nem mesmo um único show fora da cidade ou algo assim?

Chris Barnes — Não, eu acho que não. Não é algo que eu acredito que eles queiram fazer. Se me propusessem fazer isso eu me divertiria bastante e eu não teria qualquer problema com isso, mas não acredito que os outros caras gostariam de se envolver com isso.

Metal-Rules.com — Nós tivemos algo bem desagradável que aconteceu com Dimabag no ano passado, quando ele foi morto a tiros. Quando aquilo aconteceu, você não refez seus pensamentos acerca das apresentações ao vivo ou mesmo continuar contribuindo com a música como um todo?

Chris Barnes — Isso tudo me assustou muito, porque eu toquei naquele clube umas quatro ou cinco vezes, foi algo que me assustou e ficou na minha cabeça. Eu conheço o pessoal que trabalha lá e sou amigo do Matt e do Tom, então conheço as pessoas que estão lá. Fiquei sabendo de tudo em primeira mão porque um de meus grandes amigo é segurança lá e segurou o cara que fez os disparos e isso me assustou, porque eu já estive naquele palco e sempre pensei que algo assim poderia acontecer, porque as pessoas sempre subiam no palco durante o show, pulavam lá de cima ou iam abraçá-lo. Sei que parecia que aquele cara só queria abraçá-lo ou algo assim, mas não era isso, na verdade. Não parecia que era algo real. Não é como em filmes, quando você dá um golpe de kung fu no cara, entende? É a vida real e coisas assim acontecem, e agora está tudo acabado.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

3027 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Cannibal Corpse"

Cannibal CorpseCannibal Corpse
Baterista fala sobre participação no Ace Ventura

Cannibal CorpseCannibal Corpse
O segredo para se fazer música obscura

GuitarrasGuitarras
As 15 músicas mais complicadas para tocar

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Cannibal Corpse"

GibsonGibson
Os 50 melhores covers da história do rock

Dream TheaterDream Theater
Baterista Mike Portnoy revela seus 10 álbuns favoritos

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
"Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"

5000 acessosJason Becker: O mais tocante desafio do balde de gelo5000 acessosPaixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicos5000 acessosGhost: Papa Emeritus III sem máscara com Phil Anselmo e outros5000 acessosBumblefoot conta como é ser parte do Guns N' Roses5000 acessosCristina Scabbia: "Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!"5000 acessosPhil Anselmo: vocalista conta história de suas tatuagens em vídeo

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online