Judas Priest terá algo especial em novo disco

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho, Fonte: Metal Exiles.com
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 08/03/06. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em recente entrevista ao site Metal Exiles, Glen Tipton, guitarrista do JUDAS PRIEST, afirmou que a banda “tem algo muito especial para o novo álbum”. O processo de composição, segundo Tipton, tem início no mês que vem.

417 acessosJudas Priest: álbum clássico "Sin After Sin" completa 40 anos5000 acessosDave Navarro: conheça a filha atriz pornô do músico

Confira o bate-papo com o guitarrista logo a seguir:

Metal Exiles — Você planeja lançar outro álbum solo no futuro?

Tipton — No momento, não. Com o PRIEST reunido e com um novo álbum a caminho, minha atenção está totalmente voltada a ele. No futuro, quando o PRIEST acabar, provavelmente farei, mas não quero comprometer nada com o grupo. Depois de uma espera de 14 anos, não quero colocar nada no caminho do que estamos desenvolvendo. Sou uma pessoa afortunada por estar no PRIEST, estar em uma banda onde tudo se encaixa e temos uma grande fórmula em nossas composições. Há muitos músicos por aí que são melhores do que eu, mas ainda não descobriram isso. Adoro trilha sonora de filmes e em algum ponto gostaria de fazer algo nesse sentido, mas no momento estou focado no PRIEST. Preciso ter uma prioridade, assim como os fãs querem.

Metal Exiles — Você disse que esperou 14 anos para reunir o PRIEST. Você considera que os anos com Ripper foram negros em sua vida?

Tipton — Não, não mesmo, amo tudo que desenvolvemos com Ripper. Uma coisa que as pessoas se esquecem é que se não fossem os anos com Ripper, nós não estaríamos juntos agora. Há dois álbuns de estúdio dos quais me orgulho demais, ‘Jugulator’ e ‘Demolition’, não são álbuns com Halford, por isso você deve olhá-los com a luz correta. Há registros ao vivo e duas grandes turnês com Ripper para que a banda continuasse na ativa.

Metal Exiles — Eu honestamente acho que “Bullet Train” e “Cathedral Spires” são duas das melhores canções de todos os tempos do JUDAS PRIEST.

Tipton — Acho que há grandes músicas lá e estou orgulhoso desses álbuns. Acho que algumas pessoas não pegaram a idéias desses trabalhos. Com ‘Jugulator’ tínhamos que provar, até certo ponto, que Tim podia cantar como Rob, já o ‘Demolition’ tinha algumas coisas a mais e queríamos mostrar mais das habilidades de Tim. Foi um álbum bem mais difícil de se fazer do que o ‘Jugulator’.

Metal Exiles — Por que foi mais difícil?

Tipton — ‘Jugulator’ era furioso, rápido, era o Ripper soando como Rob, mas com ‘Demolition’ queríamos atravessar algumas pontes e manter, ao mesmo tempo, a sonoridade do JUDAS PRIEST. Os anos com Ripper Owens foram importantes, pois mantivemos nosso nome vivo.

Metal Exiles — Quais seus pensamentos acerca de “Angel of Retribution” desde que ele foi lançado?

Tipton — Eu o acho muito bom, mas havia muita pressão e após 14 anos as pessoas esperavam muito de nós. E ultrapassar as expectativas é algo bem perigoso, pois não importa o quão bom o álbum seja, as pessoas podem ficar desapontadas. Eu disse isso diversas vezes e o modo de passarmos por isso foi nos divertindo. Decidimos compor este álbum e nos divertirmos. Visitamos novamente algumas áreas, voltamos no tempo, repassamos algumas letras, apenas tiramos a pressão de nossas costas e nos divertimos. Este álbum tem uma sonoridade bem natural, um som bem JUDAS PRIEST.

Metal Exiles — Foi um grande álbum, eu gostei. Se você for passando pelo disco, verá as diversas fases da banda, mas no fim das contas as pessoas esperavam por um novo “Painkiller”. E o que você tem planejado para o próximo álbum?

Tipton — Temos algo muito especial planejado para o próximo álbum. Até começarmos a compô-lo, o que deve rolar no mês que vem, tudo será ultra-secreto. Acho que todos vão amar o próximo álbum, será totalmente PRIEST.

Clique aqui para ler a entrevista, em inglês, na íntegra.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MastodonMastodon
Dailor sofreu após Hinds dizer que Judas Priest não é metal

417 acessosJudas Priest: álbum clássico "Sin After Sin" completa 40 anos607 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores1491 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Judas Priest"

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1990

Viva el rock!Viva el rock!
A tradição argentina de traduzir para o espanhol os títulos dos LPs

Judas PriestJudas Priest
10 fatos que comprovam que eles são Heavy Metal!

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Judas Priest"

Dave NavarroDave Navarro
Conheça a filha atriz pornô do músico

SepulturaSepultura
Luciano Pavarotti cantando "Roots Bloody Roots"?

Elvis PresleyElvis Presley
De que ele morreu?

5000 acessosIntrigas: Bandas em família que terminaram mal5000 acessosBeatles: Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?5000 acessosPink Floyd: as 10 melhores escolhidas pela Ultimate Classic Rock5000 acessosExtreme: Jack Black e Jimmy Fallon recriam "More Than Words"5000 acessosIron Maiden: "É proibido imitar Bruce Dickinson"5000 acessosPurpled by Marks: as metamorfoses do Deep Purple

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online