Sepultura: Agora é oficial: Igor Cavalera está fora do Sepultura!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maurício Dehò, Fonte: Site Oficial Sepultura
Enviar Correções  

Agora é oficial. O baterista e um dos fundadores do Sepultura, Igor Cavalera, está deixando o Seputura.

Motorhead: Segundo Lemmy Kilmister, "Rap não é música"

Novas caras do metal: 40 bandas que você precisa conhecer

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Confira na íntegra nota publicada no site oficial da banda:


Baterista e co-fundador da maior banda de heavy metal brasileira alega desgaste e incompatibilidade de idéias com os integrantes da banda e sinaliza novos projetos

Igor Cavalera, um dos fundadores da maior banda de heavy metal brasileira, o Sepultura, comunica a sua saída da banda. O músico e baterista alega desgaste e incompatibilidade de idéias com o resto da banda e sinaliza novos projetos.

"Vários motivos me levaram a tomar essa importante decisão em minha vida e gostaria de compartilhar isso com todos. Acredito que a minha missão no Sepultura tenha chegado ao fim. Tenho muito orgulho de tudo o que fizemos, mas hoje sinto que o formato da banda já não atende mais às minhas expectativas como músico e como pessoa. Desde a minha última turnê na Europa em dezembro de 2004, percebi que as minhas idéias já não batiam com as do resto da banda", afirma Igor.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Desde 1985, o Sepultura lançou 11 discos ("Bestial Devastation", 1985; "Morbid Visions", 1986; "Schizophrenia", 1987; "Beneath the Remais", 1989; "Arise", 1991; "Chaos A.D.", 1993; "Roots", 1996; "Against", 1998; "Nation", 2001 "Roorback", 2003 e DanteXXI, 2006), que venderam milhares de cópias mundialmente. A banda conheceu seu auge de vendas e de público nos shows em 1996, ano de lançamento, de Roots, que representou uma guinada musical no heavy metal, com a inserção de percussões tribais, fruto de novas experiências musicais com índios xavantes. No entanto, após o lançamento do disco e da turnê mundial, Max Cavalera vocalista e guitarrista, irmão de Igor comunicou sua saída da banda para seguir carreira-solo. A banda continuou na estrada, com Derrick Green, continuando o sucesso da formação original.

Afastado das turnês desde meados de 2005, quando foi substituído por Roy Mayorga, Igor começou a notar que suas ambições individuais não eram compatíveis com as do grupo e começou a seu processo de afastamento criativo do Sepultura. "Muitos anos de trabalho em conjunto fizeram com que o relacionamento fosse se desgastando cada vez mais e vejo que hoje não há compatibilidade de idéias entre eu e o resto da banda. Tentei deixar isso claro aos outros membros propondo que déssemos um tempo, no entanto a prioridade deles era a de continuar tocando independentemente da minha permanência", diz Igor.

Como músico e baterista, Igor continua batalhando e buscando novas referências para produzir algo autêntico e verdadeiro que represente aquilo que o Sepultura foi em sua vida. Ultimamente, o músico pesquisa uma pegada mais atual para o heavy metal, com influências do hip hop, metal e hardcore. Segundo Igor, a decisão de sair do Sepultura foi uma das mais difíceis de sua carreira, uma vez que, como um dos fundadores da banda, dedicou praticamente toda sua vida à banda.

"Gostaria imensamente de agradecer a todos os fãs que me apoiaram e continuam apoiando a nossa música. E também a todos que trabalharam para fazer do Sepultura a banda que é."


Sepultura: a saída de Igor Cavalera

Sepultura: Igor Cavalera se afasta temporariamenteSepultura
Igor Cavalera se afasta temporariamente

Sepultura: Em entrevista, Igor comenta relação com Max CavaleraSepultura
Em entrevista, Igor comenta relação com Max Cavalera

Alto Falante afirma: Igor fora do Sepultura

Assessoria garante: Igor fica no SepulturaAssessoria garante
Igor fica no Sepultura

Sepultura não vai parar, diz comunicado

Iggor Cavalera: Baterista comenta em entrevista a sua saída do SepulturaIggor Cavalera
Baterista comenta em entrevista a sua saída do Sepultura

Sepultura emite nota sobre saida de Iggor

Todas as matérias sobre "Sepultura: a saída de Igor Cavalera"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Motorhead: Segundo Lemmy Kilmister, Rap não é músicaMotorhead
Segundo Lemmy Kilmister, "Rap não é música"

Novas caras do metal: 40 bandas que você precisa conhecerNovas caras do metal
40 bandas que você precisa conhecer


Sobre Maurício Dehò

Nascido em 1986, é mais um "maidenmaníaco". Iniciou-se no metal ao som da chuva e dos sinos de "Black Sabbath", aos 11 anos, em Jundiaí/SP. Hoje morando em São Paulo, formou-se em jornalismo pela PUC e é repórter de esportes, sem deixar de lado o amor pela música (e tentando fazer dela um segundo emprego!). Desde meados de 2007, também colabora para a Roadie Crew. Tratando-se do duo rock/metal, é eclético, ouvindo do hard rock ao metal mais extremo: Maiden, Sabbath, Kiss, Bon Jovi, Sepultura, Dimmu Borgir, Megadeth, Slayer e muitas, muitas outras. E é de um quarteto básico que espera viver: jornalismo, esporte, música e amor (da eterna namorada Carol).

Mais matérias de Maurício Dehò no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline