Acusações prejudicam McCartney e ex-mulher

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Fonte: Terra Música
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 20/10/06. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Paul McCartney, 64 anos, sua ex-mulher Heather Mills, 38, e a filha do casal, Beatrice, sairão prejudicados com as acusações que vêm sendo lançadas publicamente no processo de divórcio deles, cada vez mais hostil, avisam advogados.

702 acessosGeorge Harrison: rara música dedicada a Ringo Starr é encontrada5000 acessosUncut Magazine: fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink Floyd

As acusações contra o ex-Beatle que apareceram em documentos de tribunal vazados para a imprensa esta semana podem prejudicar sua reputação e, ao mesmo tempo, é pouco provável que melhorem as perspectivas financeiras de Heather em qualquer acordo que venha a ser fechado entre os dois, disseram os advogados.

A filha do casal, Beatrice, que tem quase 3 anos, provavelmente tomará conhecimento das acusações no futuro. Os documentos alegam que McCartney usava drogas ilegais e bebia em excesso, insultava a ex-mulher e a obrigou a cancelar uma cirurgia que faria na perna que perdeu num acidente de trânsito ocorrido antes do casamento deles, porque a operação atrapalharia suas férias.

Os documentos também dizem que McCartney não queria que Heather amamentasse a filha deles, dizendo que os seios dela pertenceriam a ele. Os representantes legais de Heather Mills no divórcio negam que ela tenha qualquer participação no vazamento dos documentos para a imprensa.

Mas, se as revelações tiveram como objetivo fortalecer a posição de Heather nas negociações sobre o acordo financeiro, elas podem ter efeito inverso. James Stewart, sócio da firma de advogados Manches, disse: "Não creio que essas acusações irão afetar o acordo financeiro, nem em um sentido nem em outro."

"O comportamento teria que ser tão grave que seria impossível deixar de levá-lo em consideração, e o critério para isso é incrivelmente exigente. Minha opinião é que é muito difícil qualquer esposa ter sucesso com um argumento de mau comportamento do marido (num processo de divórcio)".

Cláusula de confidencialidade
Quando o casal anunciou sua separação, em maio, a mídia especulou que Heather Mills poderia receber até um quarto da fortuna de McCartney, estimada em 825 milhões de libras (US$ 1,55 bilhão), embora alguns advogados considerassem a cifra exagerada. Mas os advogados acreditam que o vazamento de acusações pode, na verdade, reduzir a quantia que ela poderá receber com o divórcio.

Cláusulas de confidencialidade, pelas quais uma pessoa se compromete a não revelar detalhes de um divórcio ou dos motivos que levaram a ele, podem compor uma parte significativa de um acordo financeiro. "Poderia se negociar uma cláusula prevendo que não haveria publicidade, e, para obter tal cláusula, Paul McCartney pode muito bem ter oferecido uma soma maior", disse Marilyn Bell, diretora de direito de família na firma SA Law.

Para os advogados, a filha dos McCartney pode também sofrer em consequência das revelações feitas esta semana. "As crianças vão ler coisas que foram escritas, e isso vai prejudicar a relação dos pais com os filhos", disse Andrew Greensmith, presidente do Resolution, um grupo de advogados que procura melhorar o sistema britânico de justiça de família.

Greensmith acha que é pouco provável que as acusações recentes feitas a Paul McCartney irão afetar seu acesso à filha, na medida em que decisões desse tipo costumam ser baseadas na previsão do comportamento futuro, mais do que no comportamento verificado durante o casamento.

E, embora os advogados ainda prevejam que os McCartney resolvam seu divórcio fora dos tribunais, as acusações mais recentes aumentam as chances de a disputa ser levada aos tribunais.

Reuters

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Paul McCartneyPaul McCartney
O dia em que ele deu um soco na cara de Eddie Vedder

702 acessosGeorge Harrison: rara música dedicada a Ringo Starr é encontrada721 acessosCanal NB: os Beatles e o baseado no castelo da rainha145 acessosAlta Fidelidade: Unboxing "Sgt Pepper's" 50 anos386 acessosCanal Nostalgia: como os Beatles mudaram a história da música567 acessosThe Beatles: 50 anos de uma revolução cultural0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

BillboardBillboard
Discos de rock/metal que atingiram o topo nos anos 2000

GibsonGibson
Top 10 de baixistas que também lidam com vocais

Judas PriestJudas Priest
Os 10 discos que mudaram a vida de Rob Halford

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

Uncut MagazineUncut Magazine
Fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink Floyd

Cannibal CorpseCannibal Corpse
Este cara é muito mais fanático que você

Phil AnselmoPhil Anselmo
Mandou um "White Power" mas nega ser racista

5000 acessosBon Jovi: chocando companheiros de banda com confissão5000 acessosMusic Radar: Os maiores frontmen de todos os tempos5000 acessosTemperatura Máxima: as atrizes pornôs que incendiaram o cenário Rock5000 acessosU2: Bono cita brasileiros ao criticar Donald Trump5000 acessosSexo e Rock and Roll: músicas com conotação sexual5000 acessosEm 14/01/2001: W. Axl Rose estreava o GN'R "reloaded"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online