Black Dahlia Murder procura novo baterista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Blabbermouth
Enviar Correções  

Justin Donnelly, do site australiano The Metal Forge, recentemente fez uma entrevista com o guitarrista do THE BLACK DAHLIA MURDER, Brian Eschbach. Alguns trechos desse papo:

The Black Dahlia Murder: Reveladas datas da turnê européiaSeparados no nascimento: Ian Hill e Stênio Garcia

Como a atual formação da banda está se saindo em turnê:
"Às vezes é bem cansativo estar em turnê e, desde o lançamento do ‘Miasma’, ainda não conseguimos ficar em casa durante muito tempo. Algumas vezes a estrada torna-se difícil para nós, outras não. Não é qualquer pessoa que consegue fazer isso em tempo integral. Se você consegue abrir mão de muitas coisas, você consegue fazer turnês com muita facilidade. Mas, se você procura segurança, esse não é exatamente o lugar certo pra ficar".

"Dois novos músicos (o baixista Bart Williams e o baterista Pierre Langlois) juntaram-se à banda como membros permanentes em abril. Mas eles já estavam tocando conosco praticamente desde o começo do ano. Então, desde abril, as coisas começaram a esquentar para a banda. Isso até recentemente. Nós provavelmente iremos procurar outro baterista muito em breve, porque Langlois não está se dando muito bem com esse negócio de turnês".

"Tivemos que dispensar nossos bateristas anteriores (Cory Grady e Zach Gibson) porque eles não estavam levando a banda tão a sério quanto os outros membros. Mas agora é diferente. Estamos extremamente satisfeitos com o modo que Langlois toca. Queríamos que isso fosse algo que ele realmente quisesse fazer, mas parece que ele prefere ir pra casa e ser um cara normal. Ainda não é nada oficial mas, entre os membros da banda, esse tem sido um dos principais assuntos das conversas que temos com ele. Acho que, depois de seguir uma agenda normal de turnê, ele já sabe como é esta vida e ele não quer saber disso. Vamos esperar para ver o que acontece".

Sobre os planos de compor e gravar um novo CD: "Depois que fizermos os shows aqui na Austrália, não faremos nenhuma turnê até que saia um novo álbum. Estamos planejando entrar em estúdio em março e já temos muitas idéias, além de algumas músicas praticamente prontas. É difícil dizer às pessoas que não devem esperar algo muito diferente, porque isso é exatamente o que disse a elas desde o lançamento de ‘Unhallowed’ até o ‘Miasma’. Porém muitos já me disseram inúmeras vezes que esses dois álbuns são extremamente diferentes. Então não acho que eu seria capaz de fazer alguma declaração mais exata! (Risos)".

"Penso que, em termos sonoros, há um elemento de evolução desde nosso último álbum. Mas, como já disse, é difícil dizer muito neste momento. Estamos simplesmente fazendo o que estamos acostumados a fazer e tentando criar músicas melhores. Esperamos que haja alguma evolução nesse sentido. Queremos compor músicas que realmente gostamos e que os fãs também gostem quando o álbum for lançado. Isso é tudo o que podemos fazer".

Leia a entrevista completa neste link.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


The Black Dahlia Murder: Reveladas datas da turnê européiaThe Black Dahlia Murder: show de 2019 será transmitido nesta quinta-feira (7)The Black Dahlia Murder: assista vídeo oficial de "Removal of the Oaken Stake"The Black Dahlia Murder: ouça Verminous, novo álbum de estúdioThe Black Dahlia Murder: guitarrista toca seus riffs preferidos (vídeo)

The Black Dahlia Murder: vocalista dá dica de 5 jogos de vídeo game para a quarentenaThe Black Dahlia Murder
Vocalista dá dica de 5 jogos de vídeo game para a quarentena


Death Metal: cinco bateristas do gênero que são insanosDeath Metal
Cinco bateristas do gênero que são insanos

Heavy Metal: 10 bandas com formações tumultuadasHeavy Metal
10 bandas com formações tumultuadas


Separados no nascimento: Ian Hill e Stênio GarciaSeparados no nascimento
Ian Hill e Stênio Garcia

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1983Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1983


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin