John Bush fala sobre Anthrax e Armored Saint

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 07/02/07. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Segue abaixo a tradução adaptada da transcrição de parte de uma entrevista com John Bush, realizada em 23 de janeiro por Bob Nalbandian, do Shockwaves Magazine, e que pode ser conferida via podcast.

1820 acessosManowar, Joan Jett e outros: gravando Rap antes do New Metal?5000 acessosSarcófago: Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais

Shockwaves: Muitas pessoas estão se perguntando e querem conhecer a seu lado da história... em que pé está sua situação no ANTHRAX?

John Bush: "A situação é um tanto quanto irônica, de fato continuo legalmente sendo membro da banda, embora não tenha feito nada relativo a ela nos últimos anos. Foi em março de 2005 eu acho... aquela foi a último turnê do qual participei, pela América Latina, é isto. Quero dizer, muita coisa aconteceu neste período - e não vamos discutir o assunto - mas o fato é que estamos aqui agora, passados quase dois anos, com a banda falando em compor novo material, e não me sinto preparado para isto".

"Será para sempre? Não sei. Vivo minha vida como se não houvesse amanhã (Nota: ele canta "I live my life kind of like that anyway", um trecho de "Runnin´ With The Devil" do VAN HALEN, imitando o vocal de David Lee Roth). Seja como for, realmente gosto de viver assim, então não posso falar sobre o futuro tanto quanto sobre o presente que é o momento agora, onde estou centrado. Existem outras coisas em minha vida que são prioritárias, e para participar do processo de composição de um álbum eu terei de assumir um compromisso, que por menor que seja, ainda é um compromisso".

"De certa forma, isto é tudo que sei. Não faço idéia do que eles pretendem, o que posso dizer hoje, 23 de janeiro de 2007, é que não estou pronto para assumir nenhum compromisso no sentido de compor um álbum".

Shockwaves: As pessoas perguntam o que têm feito desde então? Sabemos que agora é pai de familia, já têm uma filha e uma segunda criança está a caminho...

John Bush: "Um menino".

Shockwaves: Filho?

John Bush: "Sim, um garotinho. Você poderá conhecê-lo daqui a aproximadamente cinco meses".

Shockwaves: Parabéns! Você também está envolvido em negócios com sua espôsa, e têm feito alguns comerciais, é isto mesmo?

John Bush: "Bem, são coisas distintas, faço apenas as vozes (em propagandas)".

Shockwaves: Poderia nos contar mais detalhes?

John Bush: "Tenho um agente que me arruma contratos quando aparece trabalho. Fiquei sem serviço por um bom tempo e finalmente arrumei um trabalho há alguns meses, e foi algo grande, nada menos que a Burger King (Nota: rede de fast-food norte americana). Eles procuravam uma nova voz para a campanha e eu fui o escolhido(...) sobre a empresa de minha mulher, nós temos nosso próprio negócio, uma agência de modelos que trabalha com propaganda. Quando deixei a banda me perguntei do que iria viver, não podia me dar ao luxo de apenas relaxar e usufruir de minha enorme poupança (risos). Ainda precisava trabalhar, e foi isto que aconteceu(...) na realidade não entendo muito da coisa, simplesmente ajudo no que posso, mas se trata de nosso pequeno negócio familiar e é o que paga as contas".

"Fiz alguns shows com o ARMORED SAINT. Acho que vamos tocar no Rock Hard Festival em maio na Alemanha, está praticamente confirmado, principalmente por sermos grandes amigos dos editores da revista (Rock Hard), que têm dado um grande apoio em minha carreira e ao grupo. Mas fora isto, não há mais nada no horizonte em relação à banda".

Shockwaves: E sobre uma possível gravação com o ARMORED SAINT? Tens composto algo com Joey Vera ou ao menos falado com ele?

John Bush: "Não. Quero dizer, temos conversado sobre o assunto, mas Joey está muito ocupado com sua vida pessoal e gravou um álbum solo, então não me parece que seja o momento adequado. Também seria algo que daria bastante trabalho, e não acho que é onde gostaria de me focar no momento. Não quero parecer um sujeito arrogante, mas se eu não estiver envolvido em algo, por qualquer motivo que seja, a ponto de amar, acreditar e querer isto a fundo, eu me recuso a fazer. Com certeza posso vir a fazer um monte de coisas diferentes por diversas razões que serão superficiais, nada genuínas, mas não estou interessado nisto no atual estágio de minha vida".

"Reitero: não sei o que o futuro reserva, tudo que sei é o que se passa no presente. Não vou gravar um álbum com o ANTHRAX apenas porque eu posso ou porque talvez aqueles caras queiram, mas sem me dedicar de coração a isto, pois tenho muito orgulho de tudo que fiz na banda - gravamos grandes discos, a despeito das vendas; especialmente o 'We´ve Come For You All', um álbum maravilhoso. E me ver numa situação onde não esteja totamente integrado soa desrespeitoso tanto para mim quanto para o resto da banda e os fãs. Por que iria fazê-lo?

Shockwaves: O que acha que acontecerá em sua carreira como músico a partir de hoje em diante?

John Bush "Não faço idéia. Como disse, não creio que seja algo com o qual deva me preocupar no momento. Acredito que as coisas acontecerão com o tempo. Sei que soa meio vago, ninguém quer ouvir isto, principalmente um jornalista, mas estou sendo honesto, simplesmente não sei. Penso que seja lá o que eu fizer em seguida, quero ter certeza de estar totalmente envolvido, caso contrário não o farei. Acredito que minha carreira fale por si mesma, então não há necessidade de fazer algo de forma apressada e mal feita de forma que caia no esquecimento em pouco tempo. Sei que posso correr este risco, e para mim está tudo bem".

"Estou trabalhando com Peter Wichers, que era do SOILWORK, o cara que organizou o disco de comemoração dos vinte anos da gravadora Nuclear Blast, que deve sair ainda este ano. Fizemos uma canção juntos, ficou muito legal, mas ainda tenho de gravá-la. Foi tudo muito rápido, então me parece que ainda tenho habilidade para compor. Quando surgir a próxima oportunidade estarei pronto para agir, mas até lá sinceramente não sei de nada".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Manowar, Joan Jett e outrosManowar, Joan Jett e outros
Gravando Rap antes do New Metal?

2050 acessosLoudwire: as 10 melhores bandas americanas de Metal0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Anthrax"

AnthraxAnthrax
Processo de um milhão por causa de camiseta feia

Guitar WorldGuitar World
11 Álbuns Essenciais do Thrash Metal

AnthraxAnthrax
Carreira da banda foi salva pelo Metallica

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Anthrax"0 acessosTodas as matérias sobre "Armored Saint"

SarcófagoSarcófago
Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais

GhostGhost
De quais bandas brasileiras eles gostam?

Débil MetalDébil Metal
Quando os fãs assustam os ídolos

5000 acessosRafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio5000 acessosThrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável5000 acessosVocalistas: belíssimos timbres de alguns cantores de rock5000 acessosEm cana: bandas que gravaram video clipes em presídios de verdade5000 acessosIron Maiden: a outra banda anterior ao grupo de Steve Harris5000 acessosAlice In Chains: "está cada vez mais difícil manter este negócio"

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online