Ace Frehley: o sujeito mais sortudo do mundo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marco Néo, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O artigo a seguir é de autoria de Travis Tritten, do The Sun News, e foi publicado em junho de 2007.

509 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão5000 acessosRock e Heavy Metal: E se as capas dos álbuns fossem honestas?

Ele é o homem do espaço da banda que seus fãs alegam ser a melhor do universo. O icônico guitarrista Ace Frehley deu um pulo na Broadway, no sábado passado, para o primeiro aniversário da KISS Coffee House.

Fãs com parafernália do KISS, maquiagem e tatuagens fizeram fila para ver o guitarrista da formação clássica do grupo. Alguns viajaram de ponta a ponta dos EUA e pagaram 150 dólares para passar alguns momentos com Frehley, que deu autógrafos e abraços para os fãs.

"Eu nunca pensei que o KISS fosse se tornar tão grande. Foi algo que começamos juntos", disse o guitarrista, que desenhou o famoso logotipo do grupo. "É um fenômeno".

Jennifer Wood foi de carro de Pensacola, na Flórida, até a Coffee House e pagou para se encontrar e conseguir um autógrafo de seu guitarrista favorito. "Ele é misterioso. Não se vê o Ace por aí facilmente", disse Wood, que ficou na vigília no web site da Coffee House e comprou seu ingresso VIP no dia em que os ingressos foram postos à venda.

Esta foi a primeira visita de Frehley à 'Coffee House', que é decorada com souvenirs do KISS e com um telão em que shows da banda são mostrados.

"Após um ano de funcionamento, o empreendimento está crescendo rápido", disse o dono Brian Galvin. "O merchandise responde por uma parcela muito grande do negócio, mais do que prevíamos", afirmou.

Apesar da longa fila de fãs que aguardavam para entrar no sábado, a maioria dos freqüentadores normais do local não são fãs do KISS e vêm por causa do café, segundo o proprietário. Mas a loja teve um impulso quando Gene Simmons e Paul Stanley apareceram por lá e também arrastaram hordas de fãs para vê-los no ano passado.

Frehley, que lançará um novo álbum no próximo outono (no hemisfério Norte), disse que não é a primeira vez que vai a Myrtle Beach. Ele já havia ido à praia Californiana com sua família, quando criança. "Eu caçava caranguejos por aqui com meu tio quando era pequeno".

A imagem de Ace Frehley caçando caranguejos está a anos-luz de distância da imagem que os fãs têm dele - um homem do espaço com estrelas douradas no lugar dos olhos e botas de plataforma enormes, andando por uma nuvem de fumaça no palco. "Ace Frehley, pra mim, é o melhor guitarrista que foi trazido de outro planeta", disse Ben Katzman, que viajou 12 horas de Miami, na Flórida.

De sua parte, Frehley disse que está perplexo com tanta adoração. "Eu sou o cara mais sortudo do mundo. Eu agradeço a Deus todo dia", disse.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 25 de janeiro de 2013

Paul StanleyPaul Stanley
"Guitarristas não aprendem a fazer base"

509 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão487 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita764 acessosKiss: bicicleta de triathlon em edição limitada0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

KissKiss
3.000 produtos, de preservativos a caixões

KissKiss
Em 1983, o deslocado primeiro show sem as maquiagens

KissKiss
Fã embriagado é preso e faz a alegria da polícia

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"

Rock e MetalRock e Metal
E se as capas dos álbuns fossem honestas?

Collectors RoomCollectors Room
Baixos, guitarras, calcinhas, e máquina de pinball do Kiss?

EnjauladosEnjaulados
Os crimes mais chocantes da história do rock

5000 acessosAC/DC: "Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vida"5000 acessosGene Simmons: declarações polêmicas sobre bandas de sucesso5000 acessosStephanie Seymour: ex de Axl Rose mostra ótima forma aos 445000 acessosMastodon: veja fotos do casamento de Brent Hinds com brasileira5000 acessosOs diários secretos de Roger Waters5000 acessosMotorhead: Os inusitados lanches pós-show de Lemmy

Sobre Marco Néo

Nascido na primeira metade dos anos 70, teve seu primeiro contato com sons pesados quando o Kiss veio para o Brasil, em 83, mas não compreendeu bem o que era aquilo. A contaminação efetiva ocorreu um ano depois, quando conheceu Motörhead, Judas Priest, AC/DC, Iron Maiden. Desde então, tornou-se um apaixonado colecionador de tudo o que se refere a Metal e Rock'n'Roll, independentemente de subestilos.

Mais matérias de Marco Néo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online