Manson "fechará" shows de turnê com Slayer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marco Néo, Fonte: Brave Words, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 20/06/07. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A reportagem a seguir é de autoria de Chris Harris, da MTV.com:

5000 acessosKerry King: revelando qual a sua música favorita do Metallica5000 acessosKing Diamond: Alguém já o viu sem a maquiagem?

O guitarrista Kerry King nem consegue se lembrar da última vez em que sua banda - o redemoinho Speed Metal que atende pelo nome de SLAYER - tocou em um show sem ser a atração principal. Isso porque, com mais de 25 anos de estrada, já faz algum tempo que o grupo é a atração principal. Depois que o SLAYER toca, ninguém mais toca. Ou pelo menos era assim até a banda decidir fazer uma turnê conjunta com MARILYN MANSON.

A turnê de verão que o SLAYER vai fazer com Manson começará em 25 de julho, em West Palm Beach, na Flórida, e percorrerá 25 cidades antes de sua conclusão, no dia 1.º de setembro, em San Antonio.

"Estivemos planejando esta turnê por uma boa parte deste ano, e começou quando planejamos fazer outra 'Unholy Alliance' neste verão", disse King sobre o festival itinerante, que, além de sua banda, apresentou MASTODON, LAMB OF GOD, CHILDREN OF BODOM e THINE EYES BLEED no ano passado. "Daí, quando soubemos que provavelmente faríamos uma turnê com o Manson, ele não queria chamá-la 'Unholy Alliance'. Nós então dissemos 'tudo bem, vamos sair e fazer uma grande turnê então'. Ele basicamente disse que não é mais a cara dele fazer festivais itinerantes, e nós dissemos 'tudo bem'. Não fez muito sentido pra mim, mas eu acho que isso é o que ele é hoje em dia".

Apesar dessa turnê estar sendo divulgada como sendo "co-headliner" (shows em que há duas bandas principais, cada uma tocando um set completo), King disse que em todas os shows da turnê quem fechará será o Manson.

"É totalmente 'co-headlining', exceto pelo fato de que ele quer fechar todos os dias. Nós falamos pra ele, 'ei, se liga'", disse King. "Já estivemos em várias situações desse tipo, às vezes é melhor não ser a última banda a tocar. Nós até que ficamos felizes com isso. Eu não tenho esse problema de ego - e eu não estou dizendo que o Manson tem - de ter que fechar todo show que faço. O nosso show vai durar a mesma coisa e vamos poder dar uma relaxada depois, só pra variar um pouco".

Mas, enquanto alguns especulam que as duas bandas têm uma base de fãs muito diferente, King disse que a união faz sentido para ele. E se Manson for esperto, pode não ter que testemunhar um êxodo de fãs do SLAYER assim que o show da banda terminar.

"Definitivamente vai ser estranho", admite ele. "O que eu quero dizer é que, dependendo do que o Manson tocar, nossos fãs ficam ou não. Se ele começar a tocar 'Tainted Love', metade do lugar vai sair. Sem ofensa a Manson - só estou dizendo o que vai acontecer. Eu quero que ele detone, eu sou um fã das antigas. Ele pode se dar muito bem nesta turnê se escolher o repertório certo".

Leia mais na www.mtv.com.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Kerry KingKerry King
Guitarrista revela qual a sua música favorita do Metallica

756 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores902 acessosBody Count: divulgado videoclipe de covers do Slayer758 acessosBody Count: veja o vídeo para "Raining Blood", do Slayer0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Slayer"

MetalMetal
E se as letras fossem posts motivacionais?

Linkin Park x SlayerLinkin Park x Slayer
A ousadia de inovar ou a eterna zona de conforto?

SlayerSlayer
Dave Lombardo estava ferrando a banda, diz Tom Araya

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Slayer"0 acessosTodas as matérias sobre "Marilyn Manson"

King DiamondKing Diamond
Alguém já viu Kim Petersen sem a maquiagem?

Axl RoseAxl Rose
Um dos vocalistas com maior alcance

Death MetalDeath Metal
Menina de 6 anos detona no America's Got Talent

5000 acessosHeavy Metal: as 10 introduções mais matadoras do estilo5000 acessosTop 500: as melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling Stone5000 acessosOs roqueiros mais chatos das redes sociais5000 acessosKeith Richards: "Odeio música eletrônica! O mundo digital deixa as pessoas burras!"4277 acessosRandy Rhoads: O Garoto Kiko faz tributo na NAMM 20165000 acessosKiko Loureiro: guitarrista fala sobre suas influências

Sobre Marco Néo

Nascido na primeira metade dos anos 70, teve seu primeiro contato com sons pesados quando o Kiss veio para o Brasil, em 83, mas não compreendeu bem o que era aquilo. A contaminação efetiva ocorreu um ano depois, quando conheceu Motörhead, Judas Priest, AC/DC, Iron Maiden. Desde então, tornou-se um apaixonado colecionador de tudo o que se refere a Metal e Rock'n'Roll, independentemente de subestilos.

Mais matérias de Marco Néo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online