Diamond Head tentando fugir das influências atuais

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Robert de Souza, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

A Get Ready To Roll! conduziu recentemente uma entrevista com o guitarrista Brian Tatler, do Diamond Head.

Diamond Head: filmagem profissional de "Am I Evil?" no Wacken 2019; confiraVocalistas: as vozes mais agudas do Metal segundo o Noisecreep

Get Ready To Roll!: 2007 foi um ano fenomenal para o DIAMOND HEAD, e especialmente muito excitante para os fãs, como as excursões com o TESLA e o THIN LIZZY. Fale-nos a respeito destas excursões, e quais foram os melhores momentos dos últimos doze meses para vocês?

Tatler: Nós estávamos no lugar certo, na hora exata, e naturalmente dispostos a topar tudo. Você tem que se manter na ativa para arranjar grandes espetáculos como estes, e nós trabalhamos duro durante vários anos para alcançar esta posição. O melhor momento foi a excursão com o THIN LIZZY - Foi uma grande oportunidade para o DIAMOND HEAD, e nós apreciamos tudo. Era o sonho de Ab (Andy Abberley guitarrista) tocar no Hammersmith Apollo e nós fizemos uma apresentação memorável!

Get Ready To Roll!: As criticas a "What's In Your Head" têm sido muito positivas. Como surgiu a idéia para o álbum?

Tatler: Nick e eu começamos a escrever as músicas em março de 2005, e continuamos até entrarmos em estúdio em setembro de 2006. Nós tivemos aproximadamente treze dias em que podemos contar com Dave "Shirt" Nicholls antes de ele começar a excursionar com o Stone Sour, e então nós tivemos novembro e dezembro para finalizar os últimos detalhes das composições antes de Shirt voltar no fim de janeiro para gravar e mixar o resto do álbum. Isto levou aproximadamente uns 19 dias para a gravação e cinco dias para a mixagem, fora as seções de bateria de Karl. Ele próprio gravou as baterias, em San Francisco, e as enviou em DVDs.

Get Ready To Roll!: Os álbuns do Diamond Head sempre mostram progressão - "Canterbury" foi o pontapé inicial de "Borrowed Time", seu álbum de 1993, "Death & Progress" foi contemporâneo à época, assim como "All Will Be Revealed" e "What's In Your Head" - todos eles conservam marcas registradas, características do Diamond Head, sem soarem datados. De que modo você é influenciado por bandas atuais quando você compõe?

Tatler: Eu tento não ser influenciado por bandas atuais, mas algumas coisas não se encaixam no processo de composição, e às vezes você precisa de um ponto de referência quando você esta tentando compor algo novo. Isto é divertido... De modo que outros possam lhe dar uma mãozinha. É interessante que eu possa pegar um retalho de uma idéia de uma outra banda, e uma vez que a canção está acabada ninguém pode imaginar de onde surgiu a idéia original.

Get Ready To Roll!: Diga-nos algo a respeito de seus momentos mais engraçados?

Tatler: Nós algumas vezes não conseguíamos encontrar o palco do teatro. Eu lembro que uma vez nós tocamos no norte, em algum tipo de cinema, e havia um monte de plantas em volta do palco, de modo que um de nós disse ao gerente do local: "você terá que removê-las" e o gerente retrucou: "Isto foi bom o suficiente para Roy Castle"... E quando a Intro começou a rolar nós ainda estávamos nos aprontando e todos nós nos apavoramos e rapidamente vestimos nossas calças e corremos para o palco e fizemos uma apresentação horrível. Nós dormíamos na traseira da van, às vezes quando não podíamos encontrar um hotel. Um dia, depois de uma noite fria, Duncan grudou no assoalho de aço - o suor dele o congelou no assoalho da van!

A entrevista completa pode ser lida no link abaixo.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Diamond Head"


Diamond Head: filmagem profissional de "Am I Evil?" no Wacken 2019; confira

Metallica: a gratidão do Diamond Head pela bandaMetallica
A gratidão do Diamond Head pela banda

Covers: alguns dos mais legais feitos por bandas de MetalCovers
Alguns dos mais legais feitos por bandas de Metal


Vocalistas: as vozes mais agudas do Metal segundo o NoisecreepVocalistas
As vozes mais agudas do Metal segundo o Noisecreep

Satanismo: O que pensam os que acreditam que rock é coisa do demo?Satanismo
O que pensam os que acreditam que rock é coisa do demo?


Sobre Robert de Souza

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336