Mustaine: Vivemos em uma geração que está pegando as musicas de graça na Internet

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pedro Thadeu Liguori, Fonte: JamBase, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Dennis Cook do site JamBase recentemente conduziu uma entrevista com o lider do MEGADETH Dave Mustaine.

3342 acessosMegadeth: cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica5000 acessosSolos: Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal

Sobre o governo dos EUA:

"Este é um bom país cheio de boas pessoas. De vez em quando uma pessoa que chega lá estraga tudo. Muitas pessoas pensaram que ele [George W. Bush] era incrível mas então as coisas começaram a declinar como na ultima vez. Bill Clinton foi incrivel para nossa economia, e eu tenho certeza que tem um grande contingente de pessoas gordas na América que se sentem especiais. Olhe para o que a administração Bush está fazendo. Voce realmente acha que precisamos pegar a maioria de nosso petróleo do Oriente Medio enquanto temos petróleo suficiente no Alasca para os EUA sobreviverem? Por que não cavamos? Eu lembro deles falando que não cavariam por causa dos alces. Sabe o que eu digo? Manda ver e assem eles. Alce tem gosto de Porco [risos]"

Sobre o décimo primeiro album de estudio, "United Abominations":

"Foi um importante álbum para nós porque as pessoas estavam se perguntando aonde iríamos depois do 'The System Has Failed' (2004). ['Abominations'] apenas pegou esse sentimento anti-ONU. Foi escrito durante o periodo recente de tensão líbano-israelense e o instauramento da segunda guerra no Iraque trazido até voce pela familia Bush, Haliburton e tudo mais. Voce tem todas as nações do mundo capazes de resolver suas afrontas e não tem nada a ver com a cartilha das Nações Unidas. A maioria das pessoas vai ao trabalho e não se preocupa com isso já que não tira nada do bolso delas. A razão de eu ficar chateado com a ONU foi um diplomata russo que veio aos Estados Unidos e alegadamente atravessou um farol vermelho e matou um americano. Nada aconteceu com ele, nada, [Por causa da] imunidade diplomatica. O cara não teve nem que receber algum conselho sobre seu alcoolismo. Ele apenas volto para a Russia. Se nós fossemos para a Russia e atravessássemos um sinal vermelho enquanto estávamos bêbados e matássemos um russo, ainda estariamos descascando batatas"

Sobre a Longevidade do MEGADETH:

"Megadeth está por ai faz muito tempo, e não é por eu não querer ir embora. Na verdade, teve tempos em que minha vontade de ir embora era a única coisa na qual eu conseguia pensar. Mas o público deixou claro que ainda gostava do trabalho que eu fazia. Estabelecer a Gigantour fez isso mais divertido para mim como músico. Agora eu posso aproveitar muito do sabor e dos frutos que estão sendo produzidos. Estou agendando um festival onde bandas jovens possam vir tocar comigo. Gigantour não é como 'Dave Fest' ou Ozzfest. É algo que pode continuar, com o Megadeth tocando ou não. Ainda tem algumas coisas que eu gostaria de fazer. Eu falei de fazermos alguma coisa para nossas tropas do outro lado do oceano, alguma transmissão de algum lugar secreto em uma base militar aqui mesmo nos EUA, para os homens e mulheres que estão protegendo nossos direitos e liberdade. Não imagino fazer aqueles concertos corporativos para uma criança aniversariante, onde ele tem uma roda gigante e meleca saindo do nariz e eu tocando 'Holy Wars' [risos]"

Sobre a percepção de que não tem lugar onde Mustaine é mais feliz do que no palco fazendo uma multidão com os punhos erguidos ir à loucura:

"Eu posso dizer que isso é verdade. Tem um lugar onde sou mais feliz, e é com a minha família. Família é difícil, tem seus altos e baixos, mas tem a beleza da família e a beleza de cair na estrada. Voce tem que chegar em casa e trazer seu cinto de cabeças com o qual voce tem que presentear a rainha da tribo [risos]. Ser pai me fez perceber como suas pequenas mentes e suas pequenas vidas são. Pessoas pensam que quando eu me casei e tive filhos ia me tornar fraco. Minha mulher costuma fazer Kickbox e meu filho artes marciais. Eu acho que familias que chutam traseiros juntas continuam juntas."

Sobre a arte do MEGADETH nos albuns, camisetas, website, etc. que revela uma intrincada e bem pensada paisagem:

"É uma faceta que é menosprezada pela maioria das bandas pois elas não tratam de perto do Merchandising. Eu acho que eles não chegaram à conclusão que podem criar internamente para os fãs. É uma outra camada para a música, e com a indústria implodindo - e eu tento não me prolongar sobre essas gravadoras recebendo o que está vindo para elas - ultimamente, não temos muitos lugares para gerar lucros sem ser em uma arena ao vivo. Com pessoas apenas extraindo músicas dos CDs e distribuindo, nós estamos vivendo em uma geração que está pegando as músicas da internet de graça. Tem pessoas que respeitam a banda e pagam, mas temos uma geração inteira que não paga. Uma vez que voce abraça essa idéia e está ok com a idéia de álbuns serem apenas cartões de visita, então voce faz um grande disco, sai em turnê e dá às pessoas o que elas querem. Nós temos um grande guitarrista agora [Chris Broderick] e estamos fazendo isso de modo fantástico. É quase como cair para cima quando Glen Drover [guitarrista] saiu. É quase como mais que sangue novo, estamos em uma máquina de diálise e acabamos de repor algumas veias tambem [risos]."

Leia a entrevista completa no link abaixo.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

3049 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa505 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3510 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MegadethMegadeth
Curioso com saracoteio de Axl, Dave louva Mötley Crüe

MegadethMegadeth
O insistente uso de "Kill" por Dave Mustaine

MegadethMegadeth
Mustaine fala sobre satanistas, gays e gatos

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

SolosSolos
Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal

GuitarristasGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

Iron MaidenIron Maiden
Bruce Dickinson e sua preferência pelo Brasil

5000 acessosSlash: A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gay5000 acessosCorey Taylor: sonhando com sexo grupal com Lita Ford e Doro Pesch5000 acessosRoqueiros conservadores: a direita do rock na revista Veja3210 acessosIron Maiden: cerveja Trooper em latão de 500ml5000 acessosHall Of Fame: 500 Músicas Que Marcaram o Rock and Roll5000 acessosArch Enemy: "nós não queremos ser o próximo Metallica"

Sobre Pedro Thadeu Liguori

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online