Matérias Mais Lidas

imagemMaranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas em dois dias

imagem"Não venham aos shows do Pantera", pede Charlie Benante para os haters

imagemGene Simmons sobre o Ramones: "Punk nos EUA não significava nada"

imagemIggor Cavalera relembra quando Max foi para delegacia e delegado palmeirense o salvou

imagemAudioslave: Tom Morello recorda seu sinistro primeiro encontro com Chris Cornell

imagemBlaze Bayley diz que um dos menores shows da carreira do Maiden foi o seu melhor

imagemA opinião de Dave Mustaine sobre a clássica "The Unforgiven", do Metallica

imagemPrika Amaral esclarece por que contratou apenas mulheres europeias para a Nervosa

imagemVocalista do Anvil afirma que Rob Halford e Ian Gillan são personagens

imagemCinco músicas lançadas após o ano 2000 que se tornaram clássicos do rock - Parte II

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada

imagemCinco músicos que começaram vida nova após saírem de grandes bandas de heavy metal

imagemLegião Urbana e a surpreendente música que serviu de base para "Ainda é Cedo"

imagemRaul Seixas: o clássico que presta homenagem ao brega e foi feito com Paulo Coelho

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem


Dream Theater 2022

Gorgoroth: Gaahl diz que sua sexualidade não afeta a banda

Por Durr Campos
Fonte: NRK
Em 13/11/08

O vocalista e frontman do GORGOROTH, Gaahl (nome real: Kristian Espedal) conversou com a publicação norueguesa NRK sobre sua decisão de assumir publicamente que é gay.

Quando perguntado sobre o porquê de ter assumido sua sexualidade em uma entrevista a uma revista alemã, Gaahl disse: "Eu sei que as pessoas lembraram o meu passado, alguns já me viram em festivais com outros homens e há diversos outros que já sabiam de tudo, mas não estavam nem aí. A Rock Hard foi a primeira a ter coragem de perguntar sobre o assunto".

Gaahl afirma que não recebeu nenhuma resposta negativa desde que ele assumiu publicamente e acredita que isto não irá afetar os trabalhos do GORGOROTH.

"Não me preocupa eventuais perdas [como represália das pessoas em relação a sua sexualidade]", ele disse. "Alguns podem ter uma dificuldade em digerir o assunto, mas isto também pode atrair outras pessoas. De todo modo, não acho que fará uma grande diferença".

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Faust foi primeira pessoa a fazer contato quando ficou público que Gaahl era gay

King ov Hell: "Gorgoroth não é sobre libertação gay"

Esquisitices: algumas exigências bizarras para shows

Gaahl: "gente feia me deixa num mau humor terrível"

Van Halen: o constrangedor encontro de Eddie com o Nirvana

A importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars


Sobre Durr Campos

Graduado em Jornalismo, o autor já atuou em diversos segmentos de sua área, mas a paixão pela música que tanto ama sempre falou mais alto e lá foi ele se aventurar pela Europa, onde reside atualmente e possui família. Lendo seus diversos artigos, reviews e traduções publicados aqui no site, pode-se ter uma ideia do leque de estilos que fazem sua cabeça. Como costuma dizer, não vê problema algum em colocar para tocar Napalm Death, seguido de algo do New Order ou Depeche Mode, daí viajar com Deep Purple, bailar com Journey, dar um tapa na Bay Area e finalizar o dia com alguma coisa do ABBA ou Impetigo.

Mais matérias de Durr Campos.