Deep Purple: Lars Ulrich quer tocar em reunião do Mk III!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Coutinho e Emanuel Seagal, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Se os membros da versão Mk III, do DEEP PURPLE, se reunirem, Lars Ulrich, baterista do METALLICA, quer tocar com o grupo. Em entrevistas separadas à revista inglesa Classic Rock, que será publicada em fevereiro, David Coverdale (vocais), Glen Hughes (baixo e vocal) e Jon Lord (teclado) confirmaram que topariam realizar alguns shows. O guitarrista Ritchie Blackmore também foi contatado, mas não ficou claro se o músico concordou ou não em levar esses shows adiante.

Maridos traídos: Portnoy, Hagar, Osbourne, Waters e Di'AnnoRock Progressivo: Você sabe que está ouvindo demais quando...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas Ian Paice, baterista da atual encarnação do DEEP PURPLE, provavelmente não se sentiria muito confortável participando do projeto. Lars Ulrich, por sua vez, é fã incondicional do PURPLE, e chegou a ver a formação Mk III em sua primeira apresentação ao vivo, em 1973.

"Sei que há conversas rolando sobre Coverdale, Hughes, Lord e Blackmore tocarem juntos novamente, ou seja, quatro membros que não estão na atual formação do PURPLE - e eles precisam apenas de um baterista. Eu me coloco como voluntário ao cargo", sorri Ulrich. "Se eles precisarem de um baterista, David Coverdale tem o meu número de telefone", reiterou.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Deep Purple"Todas as matérias sobre "Metallica"Todas as matérias sobre "Lars Ulrich"


Billy Corgan: revelando seus álbuns favoritos de MetalBilly Corgan
Revelando seus álbuns favoritos de Metal

Dark Angel: se o Metallica levar um Grammy, a gente mete um processo nelesDark Angel
"se o Metallica levar um Grammy, a gente mete um processo neles"


Maridos traídos: Portnoy, Hagar, Osbourne, Waters e Di'AnnoMaridos traídos
Portnoy, Hagar, Osbourne, Waters e Di'Anno

Rock Progressivo: Você sabe que está ouvindo demais quando...Rock Progressivo
Você sabe que está ouvindo demais quando...


Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

adGoo336