Arjen A. Lucassen revela novo projeto

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Renato N. Domingues, Fonte: Arjen A. Lucassen
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 27/02/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Nesta segunda-feira, Arjen A. Lucassen, Mastermind do AYREON revelou novas informações sobre seu novo projeto, que já vinha intrigado fãs de seus trabalhos por contar com um único vocalista.

2786 acessosMetal Progressivo: 12 álbuns do 1º semestre que merecem atenção5000 acessosGhost: Nergal revelou a identidade de Papa Emeritus II?

O projeto se chama GUILT MACHINE, e o vocalista em questão, Jasper Steverlinck (da banda de rock alternativo ARID), teve seu primeiro contato com o rock progressivo ao gravar o epílogo da saga de AYREON, "The Memories Remains". Além disso o projeto conta com Chris Maitland (ex-PORCUPINE TREE) nas baterias e, é claro, Lori Linstruth (ex-STREAM OF PASSION) na guitarra solo.

"No começo foi difícil convencer Jasper a cantar neste álbum, pois ele vem de um meio musical completamente diferente. Ele nem sabia o que era progressivo. O que eu adimiro na voz de Jasper, além de seu lindo timbre limpo, é a credibilidade emocional que ele coloca em sua performance e sua enorme gama de notas. Como este projeto trabalha apenas com um vocalista, eu precisava de alguém versátil o suficiente para retratar todos os diferentes sentimentos, e Jasper não desapontou. Além de ser alguém muito legal e dedicado."

Trabalhando com um novo baterista, Arjen considera a escolha ideal.

"Chris foi a escolha ideal desta vez, pois além de possuir a agressividade para o Heavy, tem os toques necessárias para as partes mais atmosféricas".

Ao contrártio dos temas abordados no AYREON, as músicas do GUILT MACHINE giram em torno de um tema central. Ao invés de olhar para o exterior, em um mundo de fantasia e ficção científica, as músicas buscam um olhar interior, explorando a psicologia destrutiva da culpa, pesar e a forma mais obscura dos segredos que escondemos de nós mesmos.

"Primeiro eu pedi a Lori que escrevesse alguns rascunhos para uma das músicas para que eu pudesse gravar algumas guias para o vocal. Eu fiquei tão impressionado com o que ela produziu, que pedi para ela as letras para todas as músicas. Eu não fui capaz de escrever o estilo 'sombrio-enigmático', letras com começo e fim, que eu queria para essas músicas. Minha especialidade têm sido letras 'sci-fi', sobre alienigenas sinistros. Ela definitivamente deu às músicas uma dimensão extra com suas letras, exorcisando os demônios que nós dois temos encarado nos últimos anos."

Apesar das diferenças, GUILT MACHINE ainda tem muito em comum com AYREON. As músicas são basicamente longas, faixas épicas que apresentam contrastes dinâmicos entre partes mais suaves e sonhadoras, e poderosas passagens pesadas. Como os fãns de AYREON poderiam esperar de Arjen, o som de GUILT MACHINE varia entre o sombrio e pesado e o atimosférico e melancólico. Há harmonias intrincadas, rítmos complexos, melodias explosivas, e uma eclética seleção de instrumentos - tudo o que se esperaria de um lançamento do AYREON.

"Na minha visão, este é de longe o meu projeto com o meu melhor lado. Vem completamente do coração, por ter sido escrito e gravado durante uma nova fase de inspiração em minha vida após uma forte depressão. Sendo este um projeto totalmente novo, não houve qualquer expectativa, o que me permitiu deixar a minha inspiração guiar-me sem qualquer pressão (externa)."

Fiquem ligados nas próximas semanas para previews e outras atualizações sobre GUILT MACHINE!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Metal ProgressivoMetal Progressivo
12 álbuns do 1º semestre que merecem atenção

122 acessosNerd Metal: Ayreon, Metal Ópera de qualidade1411 acessosAyreon: apenas adicionei uma dimensão extra para a música0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ayreon"

Top 10Top 10
Álbuns conceituais

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Guilt Machine"0 acessosTodas as matérias sobre "Ayreon"

GhostGhost
Nergal revela a identidade de Papa Emeritus II?

SlipknotSlipknot
"Pastor" detecta mensagens subliminares nas capas

No alto do casteloNo alto do castelo
As diferenças entre os diferentes estilos de rock e metal

5000 acessosEm 20/08/2005: Iron Maiden é atacado com ovos no Ozzfest5000 acessosCinema: o melhor e o pior dos rockstars em filmes5000 acessosOs Trapalhões: uma homenagem ao Heavy Metal em 19855000 acessosSepultura: Derrick Green agora é um músico profissional5000 acessosKurt Cobain: fotos inéditas mostram a arma que ele usou para se suicidar5000 acessosBass Hero: "o quem é quem nas quatro cordas", parte 1

Sobre Renato N. Domingues

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online