Guns N' Roses: "Axl gosta de culpar as pessoas", diz Adler

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Emanuel Seagal e Rafael Tavares, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 12/03/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Chris Mautner, do The Patriot-News entrevistou recentemente Steven Adler, baterista do ADLER'S APPETITE, e ex-baterista do GUNS N' ROSES. Confira abaixo trechos da conversa.

5000 acessosChester Bennington: Slash comenta a morte do vocalista5000 acessosSteven Tyler: vocalista admite que já queimou a rosca

The Patriot-News: Como ocorreu a atual turnê do Adler's Appetite?

Adler: Foi algo que eu quis fazer nos dois últimos anos, mas eu estava envolvido com drogas então não fui capaz de fazer essas coisas. Eu tive a oportunidade de fazer parte do "Celebrity Rehab" e aproveitei o máximo.

The Patriot-News: Me fale sobre a formação da banda.

Adler: Nós temos veteranos do circuito mundial de turnês. Tenho Michael Thomas (FASTER PUSSYCAT) na guitarra, Alex Grossi (QUIET RIOT) na guitarra, um jovem chamado Tarsha [nos vocais]. E claro, tenho o famoso Chip Z'Nuff (ENUFF Z'NUFF). São ótimos caras.

The Patriot-News: Quando você relembra os tempos de Guns N' Roses...

Adler: Oh, aqueles foram ótimos dias. Foi um ótimo período. É uma pena que Axl (Rose, vocalista) me fez passar por tudo aquilo... que ele fez. Ele gosta de culpar as pessoas, como se tudo fosse culpa do Slash, é por isso que não teremos uma reunião. O que Slash fez? Ele não fez nada.

The Patriot-News: Bem, isso era o que iria perguntar, com tanta amargura, isso mancha sua memória daquela época?

Adler: Oh, aquelas memórias estão manchadas. Elas estiveram por muito tempo. Mas eu sobreviví, e sou uma pessoa melhor e mais forte por causa disso.

The Patriot-News: Você falou sobre sua recente participação em "Celebrity Rehab" e "Sober House". Como foi isso?

Adler: Eu tive sorte disso ter funcionado para mim. Eu tinha estranhos chegando em mim como se fossem velhos amigos, dizendo "Estamos rezando por você. Nós queremos o seu melhor." Foi uma experiência muito, muito, maravilhosa.

The Patriot-News: É justo dizer que estar no programa fez você ficar sóbrio?

Adler: Oh sim. Eu fui para a reabilitação oito dias antes de começar o programa pois eu queria fazer o programa direito e eu não queria ter recaídas como outras pessoas tiveram.

Leia mais em The Patriot-News.

Gravação da ADLER'S APPETITE tocando o clássico do GN'R "Civil War" em 7 de Março, 2009 no Route 15 em Greenville, Wisconsin pode ser vista abaixo (clip enviado por "stevenadlergnr").

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 12 de março de 2013

Chester BenningtonChester Bennington
Slash comenta a morte do vocalista

1714 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2626 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Por um trizPor um triz
Quando por pouco a história do Rock não foi a mesma

W. Axl RoseW. Axl Rose
Surge foto rara dos "anos perdidos" do vocalista

Guns N RosesGuns N' Roses
Alguns dos piores covers de Appetite For Destruction

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Steven TylerSteven Tyler
Vocalista admite em livro que já queimou a rosca

Dimmu BorgirDimmu Borgir
Silenoz: "Não sei se me classificaria como satanista!"

Corey TalorCorey Talor
"Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otário"

5000 acessosU2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da banda5000 acessosMarilyn Manson: é do cantor o vídeo mais assustador5000 acessosLemmy Kilmister: A vida dele fazia Keith Richards parecer uma menininha5000 acessosCuriosidade: 13 estranhos objetos relacionados à música4657 acessosKiss: deveriam assumir que copiaram o Secos & Molhados, diz Ney Matogrosso2822 acessosMetallica: as dez piores músicas da banda

Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

Sobre Rafael Tavares

Nascido em 1987, descobri o rock and roll já cedo, aos 6 anos de idade, quando ouvi "I Don't Care About You" com o Guns N' Roses em algum momento de 1993. De lá pra cá minha paixão pela música pesada e, especialmente pelo Guns N' Roses (que estará para sempre marcado em minha pele, alma e coração) cresceu exponencialmente. Sebastian Bach me fez querer virar cantor e o resto é história. Produtor fonográfico, formado em Letras e professor. Tão diversificado quanto o Rock and Roll, essa é minha vida, esse é meu clube. =D

Mais informações sobre Rafael Tavares

Mais matérias de Rafael Tavares no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online