Crimson Glory: "Midnight era um artista excêntrico!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Tozzi, Fonte: Examiner.com, Tradução
Enviar Correções  

Mark Morton do Examiner.com conduziu uma entrevista com o guitarrista do CRIMSON GLORY Jon Drenning sobre a morte do ex-vocalista Midnight (nome real: John Patrick McDonald Jr.).

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984Heaven & Hell: mistérios e autocensura na capa de álbum

Examiner.com: Eu sei que Midnght e a banda tiveram diferenças através dos anos, mas vocês tentavam se manter em contato?

Drenning: Ah sim, éramos irmãos. Estávamos sempre conversando, nos vendo e nos comunicando. Era só o caso de nós não estarmos fazendo discos juntos, porque Midnight tinha o projeto solo que ele estava fazendo e tinha esses problemas de saúde com que ele tinha que lidar.

Examiner: Isso é algo que eu queria mencionar a ele quando fôssemos fazer nossa entrevista que nunca aconteceu. A imprensa, mais do que qualquer um, durante os anos fez essa imagem negativa de Midnight, por causa dos problemas pelos quais ele estava passando, quando finalmente, era sua música que iria brilhar.

Drenning: Nós sabíamos desde cedo que queríamos fazer música especial. Nós trabalhamos conscientemente para criar algo que fosse verdadeiramente único e que viveria mais que nossas vidas. Midnight e eu falávamos sobre isso todo o tempo, criando essa música mágica que tinha longevidade e deixaria um legado para a banda. Nós fomos muito sortudos de termos trabalhado juntos. E eu sempre imaginei o dia quando Midnight e eu e o resto dos caras pudéssemos trabalhar de novo, mas era necessário que ele ficasse saudável de novo.

Examiner.com: Ele foi realmente uma alma mal compreendida?

Drenning: Eu não diria que Midnight foi incompreendido, mas ele era um artista excêntrico. Você sabe, ele tinha seu próprio jeito de lidar com as coisas e criar. Mas nós o entendíamos muito bem, nós o conhecíamos melhor do que ninguém. Nós crescemos juntos. Todos nós envelhecemos juntos.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Power Metal: 10 álbuns essenciais do estiloPower Metal
10 álbuns essenciais do estilo

Power Metal: 20 bandas para quem é fã do estiloPower Metal
20 bandas para quem é fã do estilo


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1984

Heaven & Hell: mistérios e autocensura na capa de álbumHeaven & Hell
Mistérios e autocensura na capa de álbum


Sobre Mateus Tozzi

Mateus Tozzi nasceu em 1988 em Sorocaba-SP e vive até hoje nessa cidade do interior paulista. Começou a se interessar por Heavy Metal em 2001 assistindo a apresentação do Iron Maiden no Rock In Rio III, e desde então, leva consigo uma enorme paixão pela música pesada. Suas bandas preferidas São Dio, Iron Maiden, Judas Priest, Sepultura, Slayer e Deep Purple. Atualmente faz o curso de Processamento de Dados e pratica guitarra.

Mais matérias de Mateus Tozzi no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin