Opeth: "o pior show de nossa vida", diz Mikael Akerfeldt

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi, Fonte: My Space Mikael Åkerfeldt, Tradução
Enviar Correções  

O guitarrista e vocalista Mikael Åkerfeldt, da banda sueca OPETH, soltou o seguinte comunicado:

"Trem desgovernado!

Sim, o que o título significa é basicamente um 'código' por ter fudido tudo em um show, que foi o que ocorreu conosco ontem no festival Summerbreeze [em Dinkelsbühl, Alemanha].

Acho que poderei rir disso dentro de alguns anos. Ou talvez não. Posso dizer que foi horrível e embaraçoso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tudo estava perfeito, pronto para ser um show fantástico. Éramos a banda principal de todo o evento e antes de subirmos no palco estávamos a mil. De verdade! A platéia gritava, enlouquecida, e a intro começou... sim, a mágica estava no ar!

Andando pelo palco, fiquei admirado com a quantidade de pessoas presentes. Parecia que todos foram lá para nos ver. Incrível! Uma vista certamente muito poderosa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Então assim que iniciamos 'Heir Apparent', percebi o seguinte:

1. Meu retorno estava terrível.
2. Por que não consigo ouvir o Fredrik [Åkesson-guitarrista] e
3. Que porra está acontecendo?

Eu comecei a fazer sinais pro cara do retorno pra aumentar a guitarra do Fredrik. Então eu meio que olhei para o Fred pra ver o que estava acontecendo. Eu vi nosso técnico de guitarra correndo como um macaco em torno do amplificador do Fred. Tava fudido. Nem da guitarra saia som. Estava silenciosa! Merda! Geralmente eu passaria a música rapidamente na minha cabeça pra ver se não estava por vir nenhuma parte dele... algo que eu possa tocar ao invés dele, tentando tocar bem enquanto me lembrava da letra. Porra... Sim, tem uma parte que ele toca sozinho! Ahhhhh! Por algum motivo ele entra naquela parte (que é limpa), e então faz uma transição e a distorção volta. Porra!

publicidade

A música inteira é tocada apenas com a minha guitarra e naquele momento estávamos perdidos. Eu queria sair do palco. Mas ficamos lá. Infelizmente...

Um pouco antes de 'Ghost' improvisamos uma versão de 'Soldier of Fortune', sem guitarras (já que não estávamos com a afinação adequada), não havia baixo (Mendez esqueceu a música) e de uma forma geral... não estava bom! Também houve uma jam funk entre o Mendez e o Axe que foi absolutamente horrível, uma vez que eles não conseguiam se ouvir. Parecia que estavam tocando 'grooves' separados. Mas... não houve groove algum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Creio que também rolou um solo de bateria desesperado.

Próxima música, 'Ghost of Perdition' é tocada com um som de merda passando pelo amplificador do Fred, e a música soou horrível e descompassada do início ao fim. Merda. Porra. Porra!

Depois dessa versão abominável, o Fred se aproxima e diz, 'fala alguma coisa, eu vou voltar a funcionar logo mais'. Então eu falei umas merdas, e fiz uma versão meia boca de 'Harvest', pedindo para o público cantar. De repente nos deparamos com o seguinte: ninguém estava cantando. Será que não conseguiam me ouvir? Eles não sabem a letra? Querem me ver suar? Então o que houve foi basicamente uma versão (horrível) instrumental da música que se desfez depois de um verso e um refrão. Tenho de acrescentar, houve pouco ou nenhum aplauso. Gulp! Não sei se as 30.000 pessoas a partir de agora nos odeiam ou não. Só quero acabar tudo e ir pra casa! Haha!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pra ser sincero, naquele momento começamos a juntar as coisas e o restante do set voltou quase ao normal, com exceção de nossas caras, que pareciam desiludidas e tristes, haha!

De qualquer forma, a platéia vagarosamente entrou no clima e no final ficou... legal, eu acho.

Algumas pessoas vieram nos dizer que foi ótimo, fantástico. Não faço idéia mas acho que foi o show mais vergonhoso que já fizemos até agora com esta formação. Sempre damos conta do recado, mas dessa vez problemas técnicos nos fizeram parecer idiotas. Então, basicamente queremos pedir desculpas para os fãs que nos viram lá e esperavam (e estavam no seu direito) um show profissional. Não foi, mas como disse, vamos rir disso daqui a uns... 200 anos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A propósito, a cidade em que nosso hotel se localizava era excelente. Dinkelsbuhl é o nome dela e sugiro que façam uma visita. Linda!

Bem, voltamos pra casa. O taxista que nos trouxe estava bêbado e provavelmente estava com gripe suína. De qualquer forma, vamos nos arrastar pra um lugar seguro pra lamber nossas feridas, então espero estar de volta à velha forma no próximo show que será quinta...na Bélgica, eu acho. Mussels e Duvel, aqui vamos nós!

Cuidem-se, meus amigos, e abram um sorriso, certo? Sei que acharam a história engraçada...

Mike".




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Timo Ketola: falece artista que trabalhou com Opeth e Therion, relembre suas obras aquiTimo Ketola
Falece artista que trabalhou com Opeth e Therion, relembre suas obras aqui


Opeth: Fã de Metal só quer saber de ter seu McLanche FelizOpeth
"Fã de Metal só quer saber de ter seu McLanche Feliz"

Sepultura: Derrick Green elege seus 10 vocalistas preferidos do heavy metalSepultura
Derrick Green elege seus 10 vocalistas preferidos do heavy metal


Lemmy: Radiohead e Coldplay são bandas sub-emoLemmy
"Radiohead e Coldplay são bandas sub-emo"

Total Guitar: os melhores e piores covers da históriaTotal Guitar
Os melhores e piores covers da história


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 WhiFin Cli336 Cli336 Cli336 CliHo