Estudo: download pago se aproxima das vendas de CDs

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Emanuel Seagal, Fonte: UOL Música
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 20/08/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Os CDs representaram 65% das vendas de música nos Estados Unidos no primeiro semestre de 2009, mas os downloads pagos estão crescendo cada vez mais e devem superar os CDs vendidos até o fim de 2010, segundo um estudo publicado nesta terça-feira pela empresa NPD Group.

5000 acessosMorbid Angel: "banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1980

"Muitas pessoas ficam surpresas com o fato de o CD continuar sendo o suporte musical dominante, levando em conta a atenção dada à música digital e a diminuição das vendas de suportes físicos", destacou Russ Crupnick, analista especializado na indústria do entretenimento na NPD.

"Contudo, com um aumento de 15% a 20% dos downloads pagos e uma queda das vendas de CD nas mesmas proporções, as vendas de música on-line vão chegar praticamente ao mesmo nível das dos CD daqui ao fim de 2010", afirmou.

Nos seis primeiros meses deste ano, o download pago constituiu 35% da totalidade das vendas de música, contra 20% em 2007 e 30% em 2008.

No primeiro semestre, o iTunes, da Apple, reuniu 69% do mercado dos downloads pagos, deixando para trás a AmazonMP3 (8%).

Confira a matéria na íntegra no UOL.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pirataria"

Iron MaidenIron Maiden
Pirataria ajuda banda a definir roteiro das tours?

Dave GrohlDave Grohl
Culpa não é da pirataria, é da falta de talento

GoogleGoogle
"Não nos culpem pela pirataria"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Pirataria"

Morbid AngelMorbid Angel
"Banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1980

SlashSlash
Comentários sobre Guns, pornstars e Michael Jackson

5000 acessosCoincidências: Imagens usadas por grandes bandas em outras capas?5000 acessosQuiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 19855000 acessosA História da New Wave Of British Heavy Metal5000 acessosEliton Tomasi: A coleção do editor da RockHard/Valhalla4188 acessosThrash Metal: quando a música pesada encontra os comerciais5000 acessosDane-se Bruce Dickinson: Simone Simons no metrô é muito melhor

Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online