Matérias Mais Lidas

imagemMaiden faz homenagem a Eddie, do Stranger Things, que foi inspirado em tragédia real

imagemA prática mesquinha de bandas que Edu Falaschi considera "desrespeitoso com o fã"

imagemOs dez álbuns de Heavy Metal favoritos de Rob Halford, e os dez de qualquer gênero

imagem10 músicas dos Beatles das quais Paul McCartney não gostava

imagemRichard Fortus diz que Axl Rose danificou as cordas vocais

imagemQuando Dave Mustaine mostrou como tocar uma música do Metallica de forma mais pesada

imagemJoão Gordo diz que era um "bolsominion homofóbico" e explica motivo

imagemLed Zeppelin: Crítica de George Harrison fez Jimmy Page compor "The Rain Song"

imagemMembros do Metallica ficaram deslumbrados com "Master Of Puppets" em "Stranger Things"

imagemO mega sucesso do Led Zeppelin que era pra ser uma piada mas se tornou um hino

imagemO clássico dos Stones que foi escrito em um motel e não deixou Keith Richards satisfeito

imagemSlash explica porque o Guns N' Roses faz shows de 3 horas e meia

imagemAerosmith: O pior e o melhor álbum da discografia segundo Joe Perry

imagemO que Lemmy Kilmister aprendeu trabalhando como roadie de Jimi Hendrix

imagemIan Gillan e a sua opinião sobre John Lennon como vocalista: "É o cara!"


Finlandia 2022
Stamp

Kiss: "Hoje minhas letras são menos soturnas", diz Criss

Por Gabriel von Borell
Fonte: Ig
Em 23/10/09

Em entrevista à Reuters, durante o Mês Nacional de Conscientização do Câncer de Mama, Peter Criss, ex-KISS, falou sobre a sua experiência com a doença.

De acordo com o site Ig, o músico diz que o câncer afetou suas composições. "Hoje minhas letras são menos soturnas", revela Criss à Reuters. O baterista conta que o tratamento é desagradável, mas muito importante. "Quem inventou o aparelho de mamografia deve ter feito isso na Idade Média", diz o ex-KISS. Segundo ele, é quase impossível fazer uma mama masculina pequena caber no aparelho: "a dor é ‘horrível’, mas vale a pena pagar esse preço para ter saúde". Agora livre do câncer, Criss faz novo alerta para todos os homens. "Pode acontecer com você também, e, se acontecer e você não tratar logo, você vai acabar em um caixão com seu metal e suas tatuagens", aconselha o baterista.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Segundo a Sociedade Americana de Combate ao Câncer, estima-se que haverá 1.910 novos casos de câncer de mama masculinos em 2009 e que 440 homens norte-americanos devem morrer da doença este ano.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Câncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson


Sobre Gabriel von Borell

Gabriel von Borell, nascido em 30/03/85, jornalista. Não vive sem música e também não se apega a rótulos musicais. Acredita que todo preconceito é burro, inclusive o musical. Escuta de tudo um pouco, considerando que um jornalista deve estar aberto pra conhecer e comentar sobre qualquer músico ou banda. Pode ser encontrado no Twitter em @gabrielborell.

Mais matérias de Gabriel von Borell.