Megadeth: Dave explica por que não tocar "The Conjuring"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por João Vitor Hatum de Mendonça, Fonte: Rust In Page, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 


Dave Mustaine conversou em outubro de 2009 com o site Noisecreep da AOL sobre sua auto-biografia.
44 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa5000 acessosNickelback: 11 razões para respeitar - muito - a Chad Kroeger

"É fácil odiar alguém que você não gosta," disse Mustaine ao Noisecreep. "Mas quer saber? As pessoas não sabem quem eu sou. Quem eles pensam que eu sou não é realmente quem eu sou, porque o cara que eles continuam a caluniar na imprensa, este cara morreu há bastante tempo. E eu acho que qualquer um que ler este livro verá isto."

De acordo com Mustaine, parte do livro revela como ele praticou magia negra quando adolescente e como a experiência - que inspirou a música "The Conjuring" de 1986 - afetou sua vida nos anos seguintes.

"Eu joguei dois feitiços em pessoas, ambos funcionaram e o resultado foi o que eu queria," ele explica. "Agora, levou uma eternidade para tirar esta depressão Satânica de dentro de mim porque isto é como brincar com o Tabuleiro Ouija. Você abre a porta para o lado negro e os espíritos passam. Levou quase 20 anos para me livrar desta depressão Satânica. Eu fiz isto quando tinha 15 e eu acho que não fiquei livre disto até ter meus 35. Você se pergunta, 'Como é possível isto estar acontecendo comigo?' Bom, porque você flertou com o demônio e você colocou um feitiço em alguém e colocou outro feitiço em alguém e, bom, você deve para ele. E este é o motivo de eu ter um problema em tocar 'The Conjuring' hoje."

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 31 de outubro de 2014
Post de 14 de maio de 2016
Post de 31 de março de 2017

MegadethMegadeth
Dave Mustaine classifica os guitarristas da banda

44 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa444 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3349 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Kiko LoureiroKiko Loureiro
O melhor guitarrista do ano no Revolver Awards

Parcerias BrilhantesParcerias Brilhantes
Duplas que marcaram história

Kiko LoureiroKiko Loureiro
Mustaine deixou ele dar palpites no novo disco?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Satanismo e Ocultismo"0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

NickelbackNickelback
11 razões para respeitar - muito - a Chad Kroeger

NirvanaNirvana
Claudia Ohana faz cover desastroso no Programa do Jô

Legião UrbanaLegião Urbana
O dia em que Renato calou a plateia do Programa Livre

5000 acessosEm vídeo: Seguidores do Demônio, as 10 bandas mais perigosas segundo pastor americano5000 acessosTraduções: Letras de rock relacionadas a ocultismo e satanismo5000 acessosBullet For My Valentine: vocal detonou Guns em turnê5000 acessosLimp Bizkit: "Heavy Metal é algo chato pra caramba"5000 acessosQuem ouve Heavy Metal ouve apenas Heavy Metal?5000 acessosMax sobre Sepultura: "hoje eu faria diferente"

Sobre João Vitor Hatum de Mendonça

Nascido no interior de São Paulo em 1988, hoje graduado no curso de Bacharelado em Ciência da Computação, fanático por Rock e Heavy Metal desde pirralho, sendo, hoje, um dos responsáveis pelo site Rust In Page e criador do blog Inside Loud. A paixão pelo Rock surgiu lá pelos 10 anos de idade com um álbum do Aerosmith e, desde então, teve (e ainda tem) entre seus músicos e bandas favoritas nomes como Iron Maiden, Judas Priest, Megadeth, Rush e Van Halen. Mas, independente de rótulos e conceitos pré-definidos, seu gosto musical viaja desde o som mais pesado de um Carcass, até os experimentalismos de um Mr. Bungle e o som mais moderno de um Stone Sour, apenas ouvindo o que lhe agrada e soa bem aos ouvidos. Hoje, além de trabalhar na área de Computação e ser um 'músico' casual, despende parte de seu tempo no blog Inside Loud, em homenagem a uma de suas maiores paixões: a boa e velha música.

Mais matérias de João Vitor Hatum de Mendonça no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online