Alta fidelidade: alguns CDs que se tornaram colecionáveis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rodolfo Mendes, Fonte: Goldmine, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Segue abaixo trecho de matéria assinada por Todd Whitesel e publicada originalmente no Goldmine em janeiro de 2010:

251 acessosAlta Fidelidade: os Stones percorrem a América Latina em doc5000 acessosGaleria - Tatuagens em homenagem ao Iron Maiden (I)

Os colecionadores de CD descobriram nos últimos anos que a maioria dos discos fora de catálogo com alguma demanda por parte dos fãs é relançado em algum momento. Lembro-me quando o "Game, Dames And Guitar Thangs" do guitarrista do FUNKADELIC Eddie Hazel foi lançado pela Rhino Handmade em 2004. Como todas as ofertas da Rhino, essa tinha edição limitada e logo estava fora de catálogo e à venda por mais de US$ 100. Se você quisesse uma cópia, teria de desembolsar a quantia.

Dois anos depois, a Collectors Choice relançou o álbum – sem quatro faixas bônus da Rhino – e mais uma vez era possível se adquirir o "Game" por US$ 15 ou menos. Esse tipo de coisa faz com que a maioria dos CDs seja colecionável por apenas um curto espaço de tempo, mas isso não é verdade para gravações de alta definição. Se você coleciona discos Mobile Fidelity, CDs Super Audio (SACDs) ou discos DVD-Audio, existem dúzias e dúzias deles que estão fora de catálogo. Eles não voltarão e, enquanto você deixava para mais tarde, outros colecionadores os pegaram. Seguem alguns lançamentos em alta definição que provavelmente permanecerão colecionáveis – e fora de catálogo – por um longo tempo:

AEROSMITH — "Rocks" (SACD, Sony):

Para muitos colecionadores de SACD e fãs de hard rock, este não é apenas o melhor AEROSMITH de todos mas o Santo Graal das gravações em alta definição. Diferentemente de seu predecessor, "Toys In The Attic", cuja edição SACD é facilmente encontrada, "Rocks" possui uma misteriosa existência SACD. Rumores flutuaram por salas de bate-papo por anos sobre se este álbum foi realmente lançado em SACD ou não. Está comprovado que sim, mas aparentemente existem muito poucas cópias circulando. Se você encontrar ou tiver uma, eu adoraria ficar sabendo. Valor? Diga seu preço.

THE ROLLING STONES — "Let It Bleed" (SACD, ABCKO):

Cara, como eu perdi o barco com este e outros álbuns dos STONES relançados como SACDs. Em 2002, uma coleção de 18 discos foi liberada, do "12 X 5" ao "Metamorphosis". A coleção completa seria matadora, mas se eu tivesse que escolher provavelmente optaria por "Beggars Banquet" ou "Let It Bleed", que agora sai por US$ 80 e mais caro ainda se estiver lacrado.

EMERSON, LAKE & PALMER — "Brain Salad Surgery" (DVD-Audio, Rhino):

Esta gravação supera qualquer outra que eu tenha ouvido do "BSS" – fantástico detalhe e clareza. Fui feliz de encontrá-la junto a muitos outros discos DVD-Audio durante uma liquidação de um ex-varejista de entretenimento. Os discos de alta definição foram postos bem no fundo da loja, como bagagem perdida. Espere pagar US$ 50 por uma cópia usada e ao menos o dobro por uma ainda lacrada. Vale a pena também.

FLEETWOOD MAC — "Rumours" (DVD-Audio, Warner Bros):

Este dentre os álbuns de maior vendagem de todos os tempos é altamente procurado em alta definição e encontrar a edição surround não é surpresa. US$ 100 é pedir muito?

YES — "Fragile" (DVD-Audio, Elektra):

Talvez o mais importante lançamento de rock progressivo da história veio a DVD-Audio em 2002. Se você tocasse "Roundabout" em surround (seria isso "SurRoundabout"?) ou em dois canais, a dinâmica e dimensão da música brilhavam. Espere gastar US$ 75 por uma cópia usada e o dobro por uma lacrada.

THE EAGLES — "Hotel California" (DVD-Audio, Elektra):

Uma suíte DVD-Audio no "Hotel California" vai te diminuir em ao menos US$ 100, mas você jamais ouviu uma "Pretty Maids All In A Row" mais bonita que nesta esplêndida mixagem. Vocais deslumbrantes e som expansivo.

DEEP PURPLE — "Machine Head" (SACD, EMI):

Até onde sei, este é o único álbum de estúdio do DEEP PURPLE que foi lançado em SACD. Apesar de "Machine Head" ter sido lançado também em DVD-Audio, o consenso é de que a mixagem SACD é superior, com melhor detalhe, dinâmica e muito "punch". A estrondosa abertura de "Highway Star" nunca soou melhor. Você pode assumir o banco do motorista por aproximadamente US$ 80.

NEKTAR — "Remember The Future" (SACD, Dream Nebula/Ecletic):

Este está na minha curta lista de SACDs que eu adoraria adicionar à minha coleção. Este fantástico pedaço de prog foi remasterizado para surround 5.1 a partir das quad mixes originais, então na verdade você obtém surround 4.0, mas posso viver com isso. Uma cópia usada do meu álbum favorito do NEKTAR sai agora por aproximadamente US$ 180. Acho que por enquanto terei de me contantar com o vinil!

Leia o artigo completo (em inglês) no link abaixo.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 04 de março de 2013

Rolling StonesRolling Stones
Livro, novo álbum e documentário em breve

251 acessosAlta Fidelidade: os Stones percorrem a América Latina em doc148 acessosEm 05/07/1969: Stones tocavam para 500 mil pessoas no Hyde Park751 acessosMick Jagger: irmão acha que ele fará uma vasectomia0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Rolling Stones"

Refrãos MarcantesRefrãos Marcantes
Blog elege o Top 10 do Rock

Rock in RioRock in Rio
Fim do mistério, The Rolling Stones em Lisboa

Rolling StonesRolling Stones
Segundo namorada, Jagger era usuário de heroína

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Aerosmith"0 acessosTodas as matérias sobre "Rolling Stones"0 acessosTodas as matérias sobre "Emerson Lake And Palmer"0 acessosTodas as matérias sobre "Fleetwood Mac"0 acessosTodas as matérias sobre "Yes"0 acessosTodas as matérias sobre "Eagles"0 acessosTodas as matérias sobre "Deep Purple"0 acessosTodas as matérias sobre "Nektar"

TatuagensTatuagens
Homenagens à banda Iron Maiden na pele dos fãs

Dave MustaineDave Mustaine
Por que ele perdeu seu emprego no Metallica?

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1982

5000 acessosEm 03/02/1959: Buddy Holly, Ritchie Valens e Big Bopper morrem em acidente aéreo5000 acessosEm 16/08/1977: Morre Elvis Presley5000 acessosOverkill: mandando recado ao Avenged Sevenfold5000 acessosMetallica: a história por trás da música For Whom The Bell Tolls5000 acessosMetal Up Your Ass: Os primórdios do Metallica3223 acessosSlipknot: fazendo todo mundo pular que nem pipoca no Carnaval!

Sobre Rodolfo Mendes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online