Black Sabbath: "Nos separamos por causa do Live Evil"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Robson B. Leite, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O lendário guitarrista do BLACK SABBATH/HEAVEN & HELL, Tony Iommi, conversou em abril de 2010 com Julian Marszalek do Spinner.ca sobre a era de Ronnie James Dio na banda. Seguem alguns trechos da conversa.

213 acessosSom de Peso: uma resenha do "Vol 4" do Black Sabbath5000 acessosKiss: a mais longa e reveladora entrevista de Eric Singer

Spinner.ca: Como você veio a trabalhar com Ronnie James Dio?

Iommi: "Eu o conheci numa festa no Rainbow Bar and Grill em Los Angeles e estava num ponto em que não dava mais pra trabalhar com Ozzy. Eu liguei para Ronnie pra saber se ele gostaria de fazer um ensaio e ele disse, ‘Sim’ e então ele veio até minha casa em LA e tínhamos todo o equipamento pronto, fomos para o estúdio e foi isso!”

Spinner.ca: O som do BLACK SABBATH se rejuvenesceu no "Heaven And Hell". A presença de Ronnie foi um caso dos membros remanescentes do Sabbath estarem no seu melhor para impressionar o novato e fazer um bom trabalho?

Iommi: "Acho que sim. Pra nós era muito frustrante, por aqueles 11 meses quando não fizemos nada, foi um grande alívio quando alguém veio e aquelas coisas voltaram a funcionar. E não é desrespeito com Ozzy; ele só não estava num bom estado mental".

Spinner.ca: Vocês chegaram ao topo num curto espaço de tempo (1980-82) e tudo aparentemente acabou tão rápido quanto. O que aconteceu?

Iommi: “O álbum ao vivo (Live Evil). Trabalhamos muito e estivemos em todo o lugar, trabalho sem parar por anos e então gravamos o álbum ao vivo e digo que ao invés de estarmos envolvidos em ouvir o som no estúdio de gravação, tudo foi gravado bem rápido naqueles shows e nós estávamos mais preocupados em fazer o show do que ficar envolvidos na parte da gravação.

Quando pegamos as gravações no estúdio, elas estavam horríveis. Tudo foi tão mal gravado que tivemos um grande problema com isso. Estávamos bem cansados e com os nervos à flor da pele e isso levou a um clima ruim na banda.

E ainda por cima, o engenheiro que estava trabalhando conosco estava bebendo mais e mais durante essas sessões de gravação e ficando cada vez mais irritado. Um dia, Geezer e eu dissemos, ‘Está soando diferente de como deixamos ontem à noite’ – e isso continuou por semanas – e o engenheiro disse, ‘Não aguento mais isso! Ronnie esteve vindo e ajustando tudo e então vêm vocês e ajustam do seu modo e daí ele vem e ajusta de novo e eu não sei o que fazer!

E então nós dissemos, ‘está brincando?’ e a banda se separou por causa disso! Claro, tudo era boato e não acredito realmente (no que o engenheiro disse) agora mas nós acreditamos na época.”

Leia a matéria completa (em inglês) neste link.

Comente: Qual a sua opinião sobre a fase de Ronnie James Dio no Black Sabbath?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Sabbath e MaidenSabbath e Maiden
Bandas lançam álbuns ao vivo no mesmo dia

213 acessosSom de Peso: uma resenha do "Vol 4" do Black Sabbath842 acessosBlack Sabbath: Geezer Butler tem 120 riffs para novo projeto894 acessosBlack Sabbath: em vídeo, dez grandes covers de músicas da banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Black SabbathBlack Sabbath
20 fatos sobre a banda que talvez você não saiba

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Black Sabbath não teve culpa em volta ao vício

O Diabo É O Pai Do RockO Diabo É O Pai Do Rock
A associação do gênero com o tinhoso

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"0 acessosTodas as matérias sobre "Heaven And Hell"


KissKiss
A mais longa e reveladora entrevista de Eric Singer

Não é JesusNão é Jesus
Imagem de David Gilmour aparece no pescoço de Fernanda Souza

MotorheadMotorhead
Destaques do funeral de Lemmy Kilmister

5000 acessosPolêmica: as músicas mais controversas da história do Rock5000 acessosSlipknot: 10 vezes em que Joey Jordison foi um verdadeiro herói5000 acessosO trágico acidente que vitimou o Lynyrd Skynyrd5000 acessosJanick Gers: descartável ou essencial ao Iron Maiden?5000 acessosMetal Hammer: os dez personagens mais "metal" dos games5000 acessosRob Halford: "sou contra o download ilegal"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 14 de fevereiro de 2013
Post de 20 de outubro de 2014
Post de 22 de outubro de 2014
Post de 27 de fevereiro de 2016
Post de 30 de janeiro de 2017


Sobre Robson B. Leite

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Robson B. Leite no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online