Rolling Stones: drogas inspiraram clássicos do grupo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maneco Grotesco, Fonte: Nightwatchershouseofrock, Tradução
Enviar Correções  

Mick Jagger nega a insinuação de que as drogas tiveram um impacto negativo nos ROLLING STONES, insistindo que a banda escreveu alguns de seus maiores hits sob o efeito de entorpecentes.

David Bowie: muito mais assustador que Michael Jackson

Supergrupos: Os melhores e piores na opinião da Metal Hammer

publicidade

A lendária banda entregou-se aos narcóticos no seu apogeu nos anos 60 e 70 - especialmente os compositores Jagger e Keith Richards. Mas o frontman insiste que o "clima de festa" ajudou a inspirar muitas de suas músicas, particularmente o icônico "Exile on Main Street" de 1972.

publicidade

Jagger conta a Absolute Radio, "Foi um período em que todos consumiram muitas drogas, havia muito modismo nisso, mas eu quero dizer, trabalhamos duro também, então era como um clima de festa, vários visitantes, você sabe, existiam muitas drogas por aí, mas nem todo mundo estava completamente fora de si o tempo todo e nós fizemos várias músicas boas, você sabe."

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


David Bowie: muito mais assustador que Michael JacksonDavid Bowie
Muito mais assustador que Michael Jackson

Supergrupos: Os melhores e piores na opinião da Metal HammerSupergrupos
Os melhores e piores na opinião da Metal Hammer


Sobre Maneco Grotesco

Nascido em 1979, em Curitiba, desde pequeno sonhava em tocar ao descobrir a velha guitarra do pai. Ainda no colégio montou sua banda, o Grotesco, que apesar de praticamente inativa atualmente, ainda existe. Os estilos preferidos variam muito com o tempo, do thrash ao punk, do ska ao folk, a única paixão que permanece sempre no topo no mundo do rock é pelas guitarras Gibson.

Mais matérias de Maneco Grotesco no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin