Cangaço: entrevista com a banda no Hangover Music

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Pimentel, Fonte: Hangover Music
Enviar correções  |  Ver Acessos

O CANGAÇO tem como principal característica a fusão entre o death metal e a música típica nordestina, porém não limitam-se a essa fórmula, transitando com facilidade - às vezes numa mesma música - entre outros gêneros. A banda é relativamente nova, tendo o início de suas atividades no final do ano de 2009, no Recife (PE). Em sua formação o CANGAÇO conta com os músicos Rafael Cadena (guitarras e vocal), Magno Lima (baixo e vocal) e Arthur Lira (bateria).

Deuses do Rock: o tempo passa para (quase) todos elesBon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de fora

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após a experiência da apresentação no Wacken Open Air - o maior festival de heavy metal do mundo - o CANGAÇO regressa ao Recife com a certeza de que possui um diferencial em seu currículo.

Ainda em clima de comemoração, o grupo concedeu a entrevista abaixo:

O nome da banda associa diretamente o Cangaço com a região a qual vocês pertencem - o nordeste. Até onde, musicalmente e até liricamente, a música nordestina os influenciam?

O objetivo inicial do projeto era buscar uma identidade própria para o Heavy Metal do nordeste do país, por conta disso, tudo que remetesse como característica do folclore da região foi pesquisado e avaliado. Na música, essa influência se mostra na construção harmônica dos riffs e toda a riqueza que essa atmosfera propicia, encaixando muito bem com o peso do Metal, além da exploração dos diversos ritmos característicos. A temática lírica da banda tem menos influência.

Por enquanto os sentimentos refletidos nas músicas seguem uma linguagem mais universal e conflitos da realidade contemporânea. Sabemos da extensa riqueza das histórias relacionadas ao cangaço e ao nordeste, porém, sentimos que, no atual momento, devemos explorar nas letras assuntos mais próximos da realidade comum.

Como surgiu a ideia de mesclar a música típica com o death metal? Houve inspiração em bandas de folk metal européias - que misturam a música extrema com o regional - ou a ideia foi genuína?

Seria uma grande mentira afirmar que a ideia é genuína pois vem sendo feita a décadas por grupos musicais das mais diversas regiões do mundo, escutamos muito folk metal europeu ao longo de nossa formação e, a ousadia de tais bandas, só serviu para nos inspirar quanto à possibilidade de quebrar os limites impostos à música. O documentário "Global Metal" é um excelente trabalho de como o metal se adapta a qualquer música de qualquer lugar do mundo. Nada se cria, tudo se mistura.

Leia a entrevista completa no link abaixo.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Cangaço"


Deuses do Rock: o tempo passa para (quase) todos elesDeuses do Rock
O tempo passa para (quase) todos eles

Bon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de foraBon Jovi
Larissa Riquelme dançando com os seios de fora


Sobre Thiago Pimentel

Tenta, desde meados de 2010, escrever textos que abordem as vertentes da mais peculiar - em seu ponto de vista - manifestação artística do ser humano, a música. Para tal, criou o blog Hangover-Music e contribui no Whiplash.Net. Além disso, é estudante de jornalismo, guitarrista e acredita que se algum dia o Deus metal existira, ele morreu em 13/12/2001.

Mais matérias de Thiago Pimentel no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336