Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagemMax e Iggor convidam Jairo, detonam no Rio e alfinetam: "Verdadeiro Sepultura"

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

imagemA sincera resposta de João Gordo para quem o acusa de ser "traidor do movimento"

imagemPink Floyd: Roger Waters relembra a última vez que viu Syd Barrett

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii que faz uma dura crítica à panelinha do rock nacional

imagemO sensato conselho que Lulu Santos deu para o novato Herbert Vianna

imagemDez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

imagemBittencourt começou a fazer tai chi chuan no camarim após beque de Mariutti bater forte

imagemPrika explica critérios para entrar na Nervosa: "Fascista na minha banda não toca!"

imagemEddie Munson faz metaleiros virarem novos crushes da geração TikTok, diz site

imagemMúsicos famosos fizeram teste para o AC/DC sem que ninguém soubesse, conta baterista

imagemNando Reis e a enigmática música que ele queria usar para seduzir Marisa Monte


Dream Theater 2022

Duff McKagan: elogiando seu substituto e amigo no GNRoses

Por Nacho Belgrande
Fonte: Site do Seattle Weekly
Em 26/10/10

Da coluna de Duff McKagan do SEATTLE WEEKLY:

Cerca de uma semana e meia atrás, eu tive o prazer de trocar ideia com Tommy Stintson. Para aqueles que não sabem, ele é o cara que me substituiu no Guns N' Roses. Mas também para aqueles que não sabem, Tommy é conhecido por muitos de nós, fãs de música, por seu trabalho em sua primeira banda, The Replacements.

Nosso encontro semana passada não foi de modo algum a primeira vez que nos vimos. Não, em idos de 1983, minha banda o 10 Minute Warning abriu para The Replacements aqui mesmo, em Seattles, no agora já finado clube punk Metropolis.

Tommy é um cara fantástico, e eu sempre fiquei feliz quando nossos caminhos se cruzaram durante os anos.

O texto completo em inglês, incluindo comentários de Duff sobre suas faixas preferidas do Replacements, pode ser lido no link abaixo.

http://blogs.seattleweekly.com/reverb/2010/10/replacements.php

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Quando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

Dez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

Guns N' Roses amplia exigências para show em Ribeirão Preto

Toalhas, massagistas, rosas, as exigências do Guns N' Roses para o Rock in Rio

Regis Tadeu explica a "estranha sunguinha" do Axl Rose nos anos oitenta

Buckethead, ex-guitarrista do Guns, afirma que dez de suas guitarras foram roubadas

Aqueles momentos em que Slash quer ser apenas o Saul Hudson

Red Hot se junta ao grupo de bandas que lançaram dois discos no mesmo ano

Cinco clipes de bandas de rock que ultrapassaram 1 bilhão de visualizações - Parte 2

Slash acha que nunca teve uma cópia de "Appetite"; "Não coleciono nada disso"

Dez astros do rock e do heavy metal que chegaram aos 60 anos recentemente

Há 35 anos: Guns N' Roses lançava "Appetite For Destruction", um dos clássicos do rock

Cinco clipes de bandas de rock que ultrapassaram 1 bilhão de visualizações - Parte 1

Por que o Rock in Rio virou o "túmulo do rock", segundo a revista Veja

A opinião de Axl Rose sobre Vladimir Putin

Lista: álbuns de rock e metal que nunca "saem de moda" - Parte 2

GNR: "novos membros são uns idiotas", diz Michael Paget

Joe Cocker: McCartney, Mustaine, Slash e outros comentam morte

Power Metal: os dez álbuns essenciais do gênero

Andreas Kisser: "Eloy Casagrande talvez não seja humano"


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.