Hangar: entrevista com Nando Mello no Road to Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Eduardo Cadore, Fonte: Road to Metal
Enviar correções  |  Ver Acessos

O blog Road to Metal, que já entrevistou grandes nomes da cena metálica nacional como Alex Voorhees (IMAGO MORTIS), Mário Pastore (DELPTH, TAILGUNNERS, SOULSPELL) e Heleno Vale (SOULSPELL), postou entrevista exclusiva e intimista com Nando Mello, baixista da banda HANGAR.

Metallica: Falha geral no sistema de som durante show no RIRPink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitual

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O músico gaúcho conversa com a equipe Road to Metal sobre diversos assuntos e períodos de sua carreira, abordando desde sua iniciação no meio musical - passando pela fase inicial do HANGAR, em que a banda ainda buscava maturidade - até o sucesso mundial atingido com o disco "TROYC" (2007). Também têm foco na entrevista a fase mais atual do grupo e seu último lançamento, "Infallible" (2009), no qual se reconhece que a maturidade buscada pelos músicos foi finalmente atingida.

Nando Mello também falou da família, dos colegas de banda Humberto Sobrinho (Vocal) e Aquiles Priester (Bateria) e de sua segunda paixão, o Internacional de Porto Alegre. Nando contou ainda algumas curiosas histórias colecionadas ao longo dos anos com exclusividade para o Road to Metal.

Confira alguns trechos abaixo.

Sobre como a banda organiza a agenda entre shows, workshows e atividades individuais:

Nando Mello - Na realidade tudo faz parte de uma mesma agenda, porém com prioridades um pouco diferentes. O Hangar e os workshops são prioridade máxima. Tenho uma agenda diária que inclui a prospecção de novos locais onde possamos mostrar o trabalho da banda seja com shows ou workshows ou ainda workshops individuais. Não temos agentes ou uma empresa que trabalha conosco. Sempre preferimos sermos os nossos próprios empresários e temos nos saído muito bem.

Sobre o seu blog Riffmaker (homônimo de sua banda de covers):

Nando Mello - A idéia do blog é justamente esta. Trazer a tona algumas lembranças e também atualidades. Sempre tive contato com a música. Meu primeiro contato mesmo foi quando descobri o Led Zeppelin. O Led era a única banda que tinha acesso a mídia na época. Era possível comprar revistas, escutar na rádio (All my Love), então eles eram intocáveis, ninguém ousaria falar mal de Led Zeppelin.

Sobre seu papel para além da música na banda e as brincadeiras do Aquiles Priester:

Nando Mello - Eu realmente gosto do papel que tenho na banda porque faço pensando sempre no futuro. Já passamos por várias situações. Lembro uma vez que eu comentei que de alguma maneira "estava procurando o potinho no final do arco íris." Pronto, bastou eu soltar esta frase para que o Aquiles nunca mais a esquecesse. Fica me zoando até hoje.

Confira o restante dessa grande entrevista no link a seguir:
http://bit.ly/en2XwT




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Hangar"


Aquiles Priester: O que acontece quando ele esquece das luvasAquiles Priester
O que acontece quando ele esquece das luvas

Aquiles Priester: vídeo mostrando um resumo de toda sua carreiraAquiles Priester
Vídeo mostrando um resumo de toda sua carreira


Metallica: Falha geral no sistema de som durante show no RIRMetallica
Falha geral no sistema de som durante show no RIR

Pink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitualPink Floyd
The Wall é uma obra de arte conceitual


Sobre Eduardo Cadore

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336