Guitar Hero: "Isto era inevitável", diz Slash

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Lara Paiva, Fonte: Blabbermouth
Enviar Correções  

Nessa semana, a Activision anunciou que a empresa não vai mais produzir o jogo "Guitar Hero" devido à queda nas vendas. Em entrevista a L.A. Weekly, o guitarrista SLASH, que foi um dos protagonistas de uma das versões do jogo, falou sobre o fim da franquia: "Isto era inevitável. As vendas caíram depois do ‘Guitar Hero III’. E é muito caro produzir um jogo como esse".

Ninguém é perfeito: os filhos "bastardos" de pais famosos

Haja pente: os músicos mais cabeludos e barbudos do Rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No "Guitar Hero", os jogadores simulavam que estavam tocando guitarra ou baixo, por isso o jogo necessitava de um controle em forma de guitarra.

O jogo surgiu no ano de 2005 e foi lançado pelas empresas RedOctane e Harmonix. Também teve diversas edições especiais dedicada a bandas, como o exemplo do "Guitar Hero: Metallica". Na época do lançamento, o baterista do METALLICA, Lars Ulrich, afirmou que, além de atrair mais público, o jogo poderia ajudar numa nova distribuição de música e seria uma ótima forma da banda lançar suas gravações.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Ninguém é perfeito: os filhos bastardos de pais famososNinguém é perfeito
Os filhos "bastardos" de pais famosos

Haja pente: os músicos mais cabeludos e barbudos do RockHaja pente
Os músicos mais cabeludos e barbudos do Rock


Sobre Lara Paiva

Estudante de jornalismo da UFRN. Aos 12 anos começou a escutar Black Sabbath. No início, os pais pensavam que isso seria uma fase, mas a fase virou uma tórrida paixão pelo Rock and Roll.

Mais matérias de Lara Paiva no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL