Van Halen: Sammy Hagar comenta as bizarrices de Eddie

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em seu livro "Red: My Uncensored Life In Rock", Sammy Hagar fala com franqueza sobre seu antigo parceiro, Eddie Van Halen. No livro, Hagar aponta algumas das situações mais bizarras com Eddie nos últimos tempos, relembrando em 2004 quando os dois se encontraram na casa de Eddie para discutir a turnê de reunião do VAN HALEN com Hagar, "Ele finalmente me convidou para sua casa gigante e extravagante que ele e Valerie (Bertinelli) tinham construído antes dela se separar. Parecia que vampiros viviam ali. Haviam garrafas e latas pelo chão. A maçaneta da geladeira estava quebrada. Havia teias de aranha por todos lados... ele me disse que ele se curou com pedaços de sua língua liquefeitos e injetados em seu corpo. Ele também me disse que quando ele operou dos quadris, ele ficou acordado durante a operação e ajudou os médicos a furar um buraco. Que maluco."

1657 acessosVan Halen: Simplesmente "FUCK"5000 acessosMetalcore: os dez trabalhos essenciais do estilo

A Rolling Stone perguntou em 2011 a Hagar se ele acreditava que o VAN HALEN lançaria um álbum novo com David Lee Roth. "Espero que sim, mas não tenho muita fé na ética de trabalho desses caras", disse ele. "Parece que eles tiveram todas as oportunidades no mundo de fazer um disco. Eles tiveram dois vocalistas, três se você contar o Gary (Cherone)... Eles tiveram o Dave ou a mim nesses últimos anos. Se eles quisessem ser razoáveis algum de nós teria feito um disco com a banda. Eu adoro aquela banda. O Eddie tem seu próprio estúdio, seu irmão mora a poucos quilômetros, toca bateria, o Eddie toca guitarra, baixo, teclado... porque eles não fariam um disco nesse tempo todo? Há algo muito errado. Então pensar que tudo se arranjou agora assim de repente... Acho difícil acreditar."

Quando perguntado se ele consegue imaginar Eddie e David Lee Roth compondo o que seria o primeiro álbum do VAN HALEN com qualquer formação desde 1998, Hagar admitiu, "Não, não consigo. Eles demoraram demais para voltar. Eles abortaram umas 20 reuniões, como sabemos. Mas a última, eu estava apostando contra também. Pensei, 'Ah, isso nunca vai acontecer.' Depois que eu saí e fiz alguns shows com o Dave e disse 'Uau, agora eu entendo porque esses caras não podem ficar juntos de novo.' Sabe, os dois são muito peculiares. Eles fizeram a reunião, eles finalmente concluíram então talvez eles finalmente lancem algum disco. Seria ótimo – os fãs merecem música nova do VAN HALEN. E como o grande músico que o Ed é, ele realmente necessita mais prolífico porque precisamos de mais música boa por aí. Tem muita música ruim por aí. Precisamos de caras como o Eddie Van Halen."

Hagar prosseguiu dizendo: "Vou fazer uma declaração que você vai adorar: se eles fizerem um disco, é melhor que seja muito bom. Esperamos muito tempo e é melhor que seja bom pra caramba, cara. Não façam um disco medíocre. Porque se fizerem, não só eu vou pegar no seu pé como todos vão também, porque tem muito tempo, vocês tiveram tempo de fazer algo ótimo."

Hagar lembrou que em 2004 quando ele e seu atual colega de banda no CHICKENFOOT, Michael Anthony, gravaram três músicas novas para a compilação "Best Of Both Worlds" do VAN HALEN, o ritmo em que a banda estava trabalhando era muito lento para ele. "Tentamos fazer um disco, mas, sabe, estava demorando demais e nós só tínhamos três músicas prontas, e não por minha causa, vou ser direto com você", disse ele. "Se alguém disser que eu era o problema naquele disco, está maluco. Eu tinha minhas coisas prontas. Entrei, mostrei minhas coisas, e então o Eddie levava meses pra fazer um solo de guitarra ou algo do gênero. Não consigo trabalhar assim."

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 10 de março de 2011
Post de 22 de junho de 2012
Post de 21 de setembro de 2016

Van HalenVan Halen
Em "5150", uma banda mais compacta e divertida

1657 acessosVan Halen: Simplesmente "FUCK"480 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Van Halen"

Van HalenVan Halen
As 10 melhores faixas da banda segundo o Watchmojo.com

Classic RockClassic Rock
100 grandes discos da década de 1980 segundo a revista inglesa

Van HalenVan Halen
Sammy Hagar só topa voltar se David Lee Roth ficar

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Van Halen"

MetalcoreMetalcore
Os trabalhos essenciais do estilo segundo About.com

SlipknotSlipknot
"Para cada Mustaine falando merda há um Hetfield"

TatuagensTatuagens
Rabiscos horríveis com temática roqueira parte 1

5000 acessosOzzy Osbourne: os conselhos do Madman sobre masturbação5000 acessosKiss x Secos & Molhados: o fim da polêmica5000 acessosMetallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For All2626 acessosSweet Home Alabama: O hino absoluto do Rock Sulista5000 acessosSepultura: as dez canções mais subestimadas da banda5000 acessosBob Dylan: é dele a "Maior Música de Todos os Tempos"

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online