Lemmy: vídeo de Rockabilly com The Head Cat

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: noisecreep.com, Tradução
Enviar Correções  

Lemmy Kilmister, baixista/vocalista do Motörhead, é o tipo de cara que pode fazer o que quiser, até onde se sabe. Como ele nunca nos desaponta, ele está trabalhando novamente com o The HeadCat, que traz o baterista Slim Jim Phantom do The Stray Cats e o guitarrista-pianista Danny B. Harvey do Rockats e Lonesome Spurs.

publicidade

O novo álbum da banda, 'Walk the Walk...Talk the Talk' terá lançamento em 5 de julho pela Niji Entertainment Group, o selo fundado pelo falecido Ronnie James Dio e sua esposa Wendy antes da prematura morte de Dio em maio do ano passado.

O The Head Cat efetivamente faz uma fusão de rockabilly, punk, blues, e rock num saboroso caldo musical. O projeto foi formado em 2000, nascido de um disco em tributo a Elvis Presley.

publicidade

Além dos vocais e do baixo, ‘Lemster’ toca gaita no novo álbum, provando mais uma vez que por debaixo daquele malvadão bebedor de uísque se esconde um músico multi talentoso. O primeiro single do 'Walk the Walk... Talk the Talk' é 'American Beat,' que tem a letra escrita por Lemmy. A banda também fez cover da 'Let it Rock' de Chuck Berry.

publicidade

Eis o track list completo do 'Walk The Walk... Talk The Talk'

'American Beat'
'Say Mama'
'I Ain't Never'
'Bad Boy'
'Shaking All Over'
'Let It Rock'
'Something Else'
'The Eagle Flies On Friday'
'Trying To Get To You'
'You Can't Do That;
'It'll Be Me'
'Crossroads'

Confira o vídeo de 'Let It Rock' (ao vivo)

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Thin Lizzy, Metallica: A história de Whiskey in the JarThin Lizzy, Metallica
A história de "Whiskey in the Jar"

Megadeth: Mustaine abre o jogo sobre convite a Pepeu GomesMegadeth
Mustaine abre o jogo sobre convite a Pepeu Gomes


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin